Volta às aulas é adiada em Uruçuca por falta de estrutura.

O ano letivo de 2017 foi adiado para março na cidade de Uruçuca, por conta da falta de estrutura nas escolas. O prefeito da cidade, Moacyr Leite, relatou que há problemas de unidades com risco de desabamento da laje e do telhado, infiltração e com morcegos vivendo no forro do colégio. “Tem escola que o telhado já desabou. Em outras, o telhado está com a madeira podre por conta de cupim. Está um caos total. A última manutenção feita pela gestão anterior foi no início de 2013 e, mesmo assim, apenas uma pintura”, disse. A cidade conta com 54 escolas. Além de realizar reformas nas unidades que apresentam problemas estruturais, a prefeitura também fará pequenos reparos nos colégios, como pinturas e manutenção de pisos. A ação terá um custo de cerca de R$ 1 milhão. A previsão era que as aulas começassem no início de fevereiro, mas foram adiadas para março para finalizar as obras, que já foram iniciadas. Para cumprir os 200 dias letivos, serão realizadas aulas durante alguns sábados em 2017. (A Tarde)


Comentários

Os comentários estão fechados.