Vereador eleito em Ubaitaba continua preso e pode perder mandato.

No último domingo (1º), na cerimônia de posse dos eleitos de Ubaitaba, aconteceu algo inusitado. Dos 11 vereadores eleitos, apenas dez foram empossados, já que Messias Aguiar (PMDB) continua preso. Messias Aguiar foi o vereador mais votado na eleição com 571 votos, mas foi preso um dia após a eleição com quase 300kg de drogas em uma fazenda localizada na zona rural do município. O presidente da câmara, Ismaile (PCdoV), deverá aguardar o final do recesso do legislativo para convocar o suplente da coligação, Porqueres (PMDB). Se Messias Aguiar for solto antes, ele deverá ser empossado. Uma resolução do Tribunal Superior Eleitor (TSE) já referendada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), determina que o mandato pertença ao partido no caso dos vereadores. *Políticos do Sul da Bahia


Comentários

Os comentários estão fechados.