Sesab investiga 118 casos suspeitos de reinfecção pelo novo coronavírus na Bahia.

A Bahia está investigando 118 casos suspeitos de reinfecção pelo novo coronavírus. Os pacientes estão na faixa etária de 5 a mais de 80 anos, sendo 82 do sexo feminino e 36 do masculino. Nesta sexta-feira (8), uma mulher de Salvador foi identificada como o primeiro caso de reinfecção, confirmado pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) por meio de sequenciamento genético.

Foi observada a mutação E484K, que é identificada originalmente na África do Sul. A paciente em questão, uma mulher de 45 anos, contraiu a Covid-19 duas vezes em um intervalo acima de 90 dias, conforme laudos emitidos pelo Hospital São Rafael em maio e outubro de 2020. Em 22 de dezembro de 2020, o Hospital São Rafael comunicou oficialmente a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) sobre o caso suspeito de reinfecção.

A partir das análises das amostras sequenciadas pelo Núcleo de Vigilância Genômica em tempo real do SARS-CoV-2 no Brasil, do qual o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia faz parte, notou-se que as duas amostras agrupam-se em dois lados distintos e pertencem a duas sublinhagens diferentes: B.1.1.33 (primeira coleta) e B.1.1.248 (segunda coleta).

Além disso, as amostras apresentam um perfil de mutações diferentes, e a segunda coleta teve a mutação encontrada na nova variante da África do Sul na proteína Spike localizada no RDB (E484K). Para além do sequenciamento genético foram realizados outros exames, a exemplo da quantificação de anticorpos anti-SARS-CoV-2, coletados em momentos distintos do caso em questão.

Please follow and like us:

Comentários

Deixar uma Resposta