Sem água, população se revolta e exige solução da Embasa

Sem abastecimento de água há a pelo menos 05 dias, Itacaré uma das cidades com maior quantidades rios e riachos do sul da Bahia, sofre com a crise e a falta de planejamento hídrico. Ontem na rua, estabelecimentos foram fechados, pousadas devolveram os dinheiros de clientes e uma população inteira está de sentinela para ir pra cima de qualquer sinal de água.

Enquanto isso, a Embasa, empresa ligada ao governo estadual, se quer enviou nota do que de fato está acontecendo, e a informação que circula é que uma adutora se rompeu e “a retomada do abastecimento, voltará de forma gradativa”.

Hoje pela manhã os bairros no entorno do Centro e Passagem tiveram o abastecimento entre as 5h às 6h20, porém com muita pouca pressão. “Quando acordei, corri para encher todos os vasos e panelas, foi muito rápido, e a água estava muito barrenta, meus vizinhos não tiveram a mesma sorte, muitos estão sem um pingo de água em casa. Comentou Dona Maria Domingas do bairro da Passagem.

Isso é um absurdo, a Embasa tem que informar os motivos do racionamento de água, há dois anos passamos pelo mesmo problemas e até hoje não resolveram o problema, exigimos uma solução, não é possível que nem uma cartilha informando a população os horários de distribuição em cada Bairro eles fizeram, ou pelo menos um Caminhão Pipa distribuindo nos comércios providenciaram, estou revoltada, comentou uma comerciante que não quis se identificar.


Comentários

Os comentários estão fechados.