Prefeitura de Itacaré e Setaf continuam trabalho de apoio à agricultura familiar.

O trabalho de orientação e organização das associações e comunidades rurais e quilombolas de Itacaré continua sendo realizado pela Prefeitura Municipal em parceria com a Bahiater/Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural e a meta é atender, somente nesse mês de abril, 13 entidades no município. O objetivo do trabalho é orientar e nortear as entidades e ajustar a necessidade de cada associação para, a partir daí, elaborar projetos voltados para o desenvolvimento e a geração de emprego e renda.

E além da orientação para as associações, as equipes também estão auxiliando na regularização da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) pessoa física e jurídica e na elaboração de projetos. Somente na primeira semana já foram atendidas cerca de 250 pessoas das associações da Camboinha, Embaúbas, Oitizeiro, Assentamento Pancada Grande e da Associação Conjunto São Pedro.

Na comunidade quilombola do Oitizeiro/Pinheiro, por exemplo, além do trabalho de acompanhamento foi feita já a entrega dos DAPs para todas as pessoas beneficiadas. Já no Assentamento Pancada Grande foram atendidas cerca de 60 pessoas e realizado em paralelo o trabalho de orientação técnica no cultivo da graviola, gerando mais alternativa de renda para a agricultura familiar.

E os atendimentos continuam nesta terça-feira, dia 17 de abril com o trabalho na Associação do Orojó e Assentamento Nova Vida. No dia 18 serão beneficiadas as comunidades da Associação Quilombo do Fojo e Associação São Gonçalo. No dia 23 as comunidades atendidas serão Associação. Novo Paraíso e Associação Serra da Jacutinga e no dia 24 as equipes da Prefeitura e Bahiater estarão na Associação do Cajueiro e Associação do Oitizeiro e também na região dos Quirinos.

Nas comunidades os trabalhos começam às 9 horas da manhã e prosseguem até às 16 horas. Nesses locais, além do trabalho de orientação, também é feito um diagnóstico rural participativo sobre as necessidades de cada comunidade. No diagnóstico, além das informações básicas de cada associação, também será feito o levantamento detalhado da produção da agricultura familiar em Itacaré, identificando o que está sendo cultivado, o volume, a área, o período de produção e também a comercialização.

A proposta, segundo destacou o representante da Bahiater/Setaf, Marcos Japu, é funcionar como um raio x do que verdadeiramente está sendo produzido no município, além de buscar junto com as associações identificar as dificuldades e sanar esses problemas e pendências para que possam ser elaborados cada vez mais projetos de diversificação e aumento da produção agrícola. De acordo com Marcos Japu, trata-se de um projeto piloto que será desenvolvido em diversos municípios regionais e Itacaré foi escolhida por solicitação da Prefeitura e pela organização das associações.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera importante esse trabalho como forma de organizar cada vez mais as associações para que possam ser beneficiadas com os projetos. De acordo com ele, as associações exercem um papel fundamental na agricultura familiar pois geralmente é através das entidades devidamente organizadas e unidas que são viabilizados os projetos de diversificação e de garantia de uma melhor qualidade de vida para o agricultor familiar.


Comentários

Os comentários estão fechados.