Itacaré: População saem ás ruas em protesto ao aumento de assaltos e para pedir mais segurança.

Empresários, turistas e moradores de Itacaré saíram às ruas para cobrar a vinda de um juiz permanente para a cidade, que há onze meses conta apenas com um juiz substituto, que comparece ao fórum apenas uma vez por semana, sempre às segundas-feiras.

A certeza da impunidade faz com os bandidos atuem à luz do dia, a mão armada, sem máscaras e sem se importarem com as câmeras de segurança dos estabelecimentos. A loja de prata situada na Passarela da Vila, único calçadão de Itacaré, foi assaltada oito vezes. Já a da Pituba, rua central e que leva às principais praias urbanas, três. Também já foram assaltados os principais supermercados, loja de eletroeletrônicos, loja de celular, posto de gasolina, Farmácia, a única Casa Lotérica e até um bar, onde os clientes foram trancados e ameaçados. Todos os estabelecimentos ficam na região central.Turistas, que caminham em direção às praias, também são alvo fácil dos bandidos. E apesar da vasta lista de assaltos, nem um bandido foi preso ou punido.

“Segurança Pública é uma questão de obrigação do Estado. Aqui o juiz só vem dia de segunda feira, o MP depende do Juiz, o delegado atende 4 municípios”, declarou um dos manifestantes.

Segundo Marcos Meneghetti, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Itacaré, a onda assaltos começou há pouco tempo. “Itacaré é uma cidade historicamente segura, mas nos últimos dois anos estamos sofrendo com assaltos frequentes no comércio da cidade, e isso tem influenciado muito no turismo de Itacaré. E se o turista não vem, não tem arrecadação na cidade, o comércio sofre, ninguém vende.Então o que buscamos é, primeiro, segurança. Que acabem esses assaltos. E é fundamental que tenha um juiz fixo na cidade”, afirmou Meneghetti.
A Polícia Militar (PM) de Itacaré, entretanto, não considera que a situação no município seja grave. “Hoje nós temos em Itacaré uma incidência de dois a três assaltos por mês”, afirmou o Major Juarez, comandante da PM de Itacaré.
“Atualmente trabalhamos com a visitação nos estabelecimentos da cidade, o que diminuiu muito a incidência dos assaltos. Entretanto, aqui temos uma situação um pouco diferente: a maioria dos assaltos é cometida por menores, que são apreendidos de duas a três vezes no mês, liberados e logo voltam a delinquir”, disse o major.

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias011

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias085

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias030

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias058

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias044

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias033

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias069

manifestacao-peindo-paz-em-itacare-durval-filho-fotografias081


Comentários

Os comentários estão fechados.