Pódio triplo nos Jogos do Rio rende R$ 132 mil de bônus a Isaquias Queiroz.

O canoísta de velocidade, destaque do Brasil na Olimpíada, receberá ao longo de um ano R$ 132 mil da CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem) como bônus pela façanha. Erlon, por sua vez, receberá R$ 48 mil.

Segundo João Tomasini, presidente da CBCa, foi definido já perto do megaevento esportivo que se pagaria pelo período de um ano, mensalmente, R$ 5.000 para ouro, R$ 4.000 para prata e R$ 3.000 para o bronze.

Isaquias também foi prata na canoa individual (C1) 1.000 m e bronze no C1 200m, o que lhe renderá um acumulado de R$ 11 mil por mês.

“[Isaquias] está ajudando na renovação dos patrocínios e vai ser recompensado por isso financeiramente. Erlon pode não ter o mesmo carisma dele, mas é fundamental também”, disse Tomasini.

Até os Jogos Olímpicos do Rio, a canoagem brasileira jamais havia conquistado medalha no principal evento esportivo do mundo, seja nas modalidades slalom ou velocidade. (Folha Uol)

Please follow and like us:

Comentários

Os comentários estão fechados.