O Festival de Dança Itacaré – ano IV acontecerá entre os dias 27 e 31 de maio de 2015, no município de Itacaré-BA, e consiste na implementação e desenvolvimento de um panorama voltado para a dança contemporânea, valorizando os grupos de dança do interior da Bahia, contribuindo com a formação e profissionalização, além do intercâmbio de conhecimentos ligados a dança. A qualidade dos conhecimentos a serem apresentados e discutidos no litoral sul da Bahia sobre a Dança é de grande importância para a pulverização, fomento e a formação de platéia nesta área. Visto que toda a programação é gratuita.

Mês de maio, a cidade de Itacaré e a dança – espetáculos, intervenções urbanas, instalação, encontros e discussões com várias vertentes, em vários cantos da cidade: no bairro do Porto de Trás, no bairro do Angelim, no condomínio da Concha do Mar, no campo da Passagem, na Praça São Miguel e na Passarela da Villa, o festival apresentará vários modos de se pensar o corpo e a composição da dança.
Este ano, os trabalhos foram analisados por uma organização de dança da cidade de Itacaré – um colegiado local de pessoas atuantes, que ao longo das edições do festival vem investindo, se aprimorando e trabalhando para a formação do pensamento crítico. Todo o diálogo foi pautado em analisar o que existe de dança e o que se faz no local, para assim trazer trabalhos de fora para dialogar com o que já existe. Uma ação desafiadora! A organização é composta por Arionilson Xixito, Miquiba Cruz, Valmilson Pericles Nascimento e Ms. Verusya Correia.

Teremos uma programação com 08 (oito) espetáculos: serão 06 espetáculos da Bahia, das cidades de Salvador, Valença, Juazeiro e Camaçari, e dois do Paraná , da cidade de Curitiba.

Além das apresentações artísticas, o festival oferece duas oficinas: Experimentos com VIDEOdança e CINEdança, ministrada por Ludmila Pimentel de Salvador/BA; e O MOVIMENTO NO/DO CORPO, ministrada por Marcelo Sena de Recife/PE. As inscrições estarão abertas até o dia 15 de maio no site do festival. O evento também contará com uma instalação de dança, com intervenções urbanas, o lançamento do livro Dança com a Crítica, além dos Encontros EM Conjunto que envolvem bate-papos com profissionais atuantes no universo da dança.

O Festival de Dança Itacaré – ano IV é uma realização da CASA VER ARTE, com apoio financeiro do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Acese o site: http://www.festivaldedancaitacare.com.br/br/


Ativistas que lutam pelo direito dos animais se reuniram, neste domingo (26), em Itacaré para a Marcha Nacional em Defesa dos Animais. Portando faixas, os participantes seguiram pelo Centro da cidade. A organização estima que cerca de 100 pessoas, estiveram presente na Praça Santos Dumont (Praça dos Cachorros), apoiando a iniciativa e acompanhado a manifestação pelas ruas da cidade.

A marcha teve como prioridade definir a questão do aumento das penas para quem cometer crimes contra animais e também a questão das castrações públicas, que em Itacaré infelizmente não é cumprida. Estamos com a bandeira nacional.

marcha_em_defesa_dos_animais_itacare_029


O engenheiro eletricista Nilton Yamane Barros, de 37 anos, ainda custa a acreditar que sobreviveu após ter o para-brisa do carro que dirigia atingido em cheio por pneus que se soltaram de um micro-ônibus na cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. O acidente aconteceu na manhã deste sábado (25), na BA-099, conhecida como Estrada do Coco, enquanto ele seguia sozinho para a casa dos pais, que moram no município de Camaçari, a cerca de 20 quilômetros depois do local da colisão. O micro-ônibus que perdeu os pneus traseiros faz a linha Vila de Abrantes (Camaçari)/Feira de Itapuã (Salvador) e trafegava no sentido oposto. Ainda não há informações sobre o que teria causado o desprendimento dos pneus do eixo do veículo, que pertence à Cooperlotação, uma cooperativa de transporte complementar regulamentada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). Após o choque, Nilton, que andava a cerca de 40 quilômetros por hora, teve dificuldade para sair do carro porque ficou com um dos dedos presos entre o pneus e o volante do veículo. Ele sofreu escoriações por ter sido atingido por estilhaços do vidro dianteiro, que foi destruído. (G1)


A caminhonete Hilux, placa JRS 8115, licença de Ubatã, roubada na última quinta-feira (23) na região de Dois Irmãos da Mata, zona rural do município, foi recuperada pela Polícia Militar na manhã deste sábado (25) na zona rural de Ilhéus. Informações iniciais dão conta de que o veículo, conduzido pelos bandidos, caiu num rio ao passar numa ponte de madeira. A Polícia não informou se algum bandido chegou a ser preso. O veículo, ano 2008, ficou bastante avariado e deve passar por uma perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT) antes de ser devolvido ao proprietário, um agricultor ubatense. o assalto que culminou com o roubo do veículo ocorreu na última quinta quando o ubatense retornava de uma fazenda. Ele foi abordado por 06 bandidos, quatro deles usavam tocas ninjas. O condutor ainda tentou dá uma ré para escapar, mas os bandidos acabaram realizando a interceptação. O ubatense foi amarrado às margens da estrada e os bandidos seguiram em direção ao Bairro Bela Vista. Os bandidos usavam pistolas e armas de grosso calibre. O delegado titular da Delegacia Territorial de Ubatã, Adelino Loyola, investiga o caso. (Ubatã Notícias)


Um oficial de justiça da cidade de Itabuna, está entre os 19 brasileiros tidos como desaparecidos no Nepal, conforme o Itamaraty. O País foi atingido por dois terremotos, o último deles no sábado (25/4). Manoel Tenório de Azevedo Júnior, de 52 anos, recifense e analista do Tribunal de Justiça da Bahia, reside em Itabuna há mais de 20 anos. Ele foi para a Ásia em companhia do empresário itabunense Sérgio Sepúlveda. Viajaram pela Índia, de onde Sepúlveda acabou retornando ao Brasil após contrair uma infecção. O empresário também confidenciou a amigos que teve um pressentimento de que deveria voltar. O oficial de justiça, entretanto, optou por continuar a viagem e seguiu para o Nepal, onde os tremores já causaram pelo menos 1.900 mortes. Tenório ainda não fez contato com sua família e é dado como desaparecido. O Itamaraty não confirma a existência de brasileiros entre as vítimas dos terremotos. Informações do Bahia 24h.


Antônia Lúcia Teixeira Neves, de 47 anos, foi assassinada por volta das 22h deste sábado (25) no Bairro do Lajedo, em Ubatã. Segundo informações preliminares, Antônia foi assassinada com pedradas na cabeça e em várias regiões do corpo, isso porque foram encontradas pedras sujas de sangue no local. Há a hipótese ainda de a vítima ter sido também esfaqueada. Um laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) deve ficar pronto em até 30 dias e apontará as causas da morte. O local do assassinato fica a poucos metros de um outro assassinato ocorrido em março deste ano, quando bandidos armados assassinaram a tiros o ex-candidato a vereador de Ubatã, Américo Nascimento de Jesus, de 38 anos. Em tempo, com o assassinato ocorrido neste sábado, o município de Ubatã já contabiliza 05 homicídios ocorridos em 2015. Fonte: Ubatã Notícias.


Bocão News:

Continuando a ‘zoação’ que teve início na noite de quarta-feira (22), quando Jean engoliu um frango na Fonte Nova, os torcedores rivais do Bahia voltaram tirar onda com o Bahia nas redes sociais após a goleada sofrida pelo Esquadrão diante do Conquista, em partida válida pela final do Campeonato Baiano.

Sem esquecer o apelido de ‘Sardinha’, os agora adeptos do Bode colocaram a criatividade para trabalhar, confira os memes:

Bahia_perde_para_vitoria_da_conquista

Bahia_perde_para_vitoria_da_conquista