Já está no Rio de Janeiro o goleiro do polo aquático da Seleção Brasileira Thyê, acusado de abuso sexual no Pan-Americano de Toronto. Ele desembarcou às 15h, depois de ter deixado Kazan, na Rússia, onde o Brasil se prepara para o Mundial de esportes aquáticos. A polícia canadense o investiga por um suposto abuso a uma mulher de 22 anos, no dia 16 de julho, horas antes de enfrentar os Estados Unidos pela final do pólo aquático.

O técnico Carlinhos, que viu Thyê se formar no Fluminense estava à espera dele no aeroporto. “Falo dele o que falaria das minhas filhas, pois o considero um filho. Nunca tirou um palito fora do lugar. É amigo dos amigos. Querido e amado por todos. O que deixa todo mundo revoltado é a acusação sem provas. Se tem prova, você vai lamentar, mas sem provas é condenar com antecedência e não aceito isso com ninguém. Uma exposição pública. A polícia canadense sabia que ele não estava mais lá. Era só fazer uma ligação para o COB ou para o comitê canadense. Ele passou pelo aeroporto. Por que não fizeram isso antes de ele sair do país? É uma coisa nebulosa. Enquanto não houver nada em contrário, eu e comunidade do polo aquático somos 100% Thyê”, afirmou em entrevista ao Globoesporte.com.

“Não queremos fazer comentários sobre o caso enquanto não tivermos total conhecimento do processo contra ele, para prepararmos sua defesa”, disse o advogado da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Marcelo Franklin, à Agência Brasil. Segundo o advogado, não há qualquer previsão em termos de prazos para que isso ocorra. “O que temos declarado é que ele é totalmente inocente”, acrescentou o encarregado de defender o atleta das acusações feitas pela jovem. Franklin havia dito que as acusações contra o jogador surpreenderam a todos, e que está trabalhando na defesa dele em conjunto com um profissional canadense.

Franklin disse que espera receber, nos próximos dias, informações mais consistentes que lhe permitam definir a estratégia de atuação. “Antes de qualquer prejulgamento, é preciso conhecer as acusações e as evidências que as sustentam. Até porque, é preciso levar em conta que, na legislação canadense, o assédio sexual vai de um toque não autorizado, um beijo, até, na outra ponta, o estupro”, acrescentou o advogado.
De acordo com as autoridades canadenses, Mattos e outro integrante da equipe brasileira de polo aquático foram à casa da jovem na madrugada do dia 16 de julho, após se conhecerem em um bar, onde os atletas comemoravam a conquista da medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. De acordo com a inspetora de Crimes Sexuais, Joanna Beaven-Desjardins, a vítima afirma que, a certa altura, decidiu ir dormir. Foi quando, segundo a jovem, Mattos a seguiu até o quarto e abusou sexualmente dela. Ainda segundo a vítima, uma amiga dela estava presente. A polícia emitiu um mandado de prisão com a foto e dados do atleta, além de um número de telefone para denúncias. (Uol)


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi autorizado pelo Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG) a realizar um novo concurso com 600 vagas. Serão 90 vagas para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística (nível superior), 50 para tecnologista em informações geográficas e estatística (nível superior) e 460 para técnico em informações geográficas e estatística (nível médio). O último concurso do órgão foi realizado em 2013 quando 132,6 mil candidatos disputaram 432 vagas de níveis médio e superior. Os salários variaram de R$ 2.813,10 a R$ 8.907,45. A organizadora foi a Cesgranrio. Foram 300 vagas para técnico em informações geográficas e estatísticas, 60 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística, 60 para tecnologista em informações geográficas e estatística e 12 para pesquisador em informações geográficas e estatísticas. O resultado o final foi divulgado em fevereiro de 2014. O prazo para publicação do edital de abertura do concurso público será de até seis meses, contado a partir da data de publicação da portaria, ou seja, até janeiro de 2016. (iBahia)


Com o objetivo de reunir a comunidade em geral, os usuários e os profissionais da área para discutir as melhores soluções e propostas para a melhoria da Saúde no município de Itacaré e depois levar essas propostas para a Conferência Estadual de Saúde.

A secretária de Saúde, Stela Souza, convida todos para a Conferência. “É muito importante ouvir a população para diagnosticar problemas e propor soluções de acordo o interesse real das pessoas, das comunidades” comenta. Soluções estas que já estão sendo tomadas pela Secretaria de Saúde local desde as pré-conferências.

A Conferência Municipal é uma realização da prefeitura e da Secretaria de Saúde local, e contará com representantes do Ministério da Saúde que irão ministrar palestras e reunir as ideias apontadas na conferência para levar à Conferência Estadual e Federal de Saúde.

Após as palestras e discussões sobre os problemas e necessidades na saúde itacareense e no Brasil como um todo, será feita uma eleição entre os presentes que irão escolher os delegados, as pessoas que deverão ser os representantes de Itacaré em Salvador. Essas conferências servem de apoio para as políticas que serão aplicadas pelos governos na melhoria da Saúde. Por isso é importante o apoio e participação das pessoas.

Pré-Conferências – Antes da 4a Conferência Municipal foi realizado em todo o município de Itacaré, 12 pré-conferencias nos bairros, povoados e distritos. Aconteceram em Taboquinhas, Cachimbo Seco, Rua da Linha, Santo Antonio, Marambaia, Matinha, Mata Grande, Pé de Serra, PSF 3 e 4, no centro da cidade, Passagem e por fim no Centro Cultural no encerramento do Festival Quilombola e já foram apontados diversos problemas e demandas pela comunidade. Algumas delas já estão sendo providenciadas, como, por exemplo, o aumento do número de agentes comunitários para algumas localidades que tem uma necessidade maior entre outras ações.

Nestas pré-conferencias foram escolhidos pelas comunidades os seus seus delegados que irão representar suas comunidades nas votações no momento da Conferência Municipal.

‘Também foi importante fazer essas pré-conferências pois as pessoas já irão para a Conferência Municipal com suas ideias e prioridades organizadas, e ao invés da gente trazer todo mundo para a Conferência Municipal, sem ouvir as comunidades in loco, a gente preferiu primeiro ouvir cada pessoa e trazer elas para cá, no dia 27, já sabendo quais as demandas desses locais, pois cada comunidade tem uma necessidade diferente”, finaliza a Stela Souza. (Assecom)


O que pra muitos está muito longe, para outros é praticamente amanhã.Pois vem circulando na cidade uma suposta pesquisa de opinião pública. Isto mesmo, há quinze meses da eleição para o cargo, já há sondagens sobre as intenções de votos na cidade que desfruta de um dos mais ricos trade turístico do estado.

E o que muitos estão especulando é sobre quem encomendou a tal pesquisa. Alguns atribuem a sondagem ao grupo formado pela oposição e outros a base ligada ao atual gestor que alguns dias está em praticamente em todos os lugares da cidade.Mas ambas as partes negam a pesquisam.

Fato curioso é que a bendita pesquisa, consta só os nomes do ex-prefeito Antônio de Anizío, o prefeito Jarbas, o presidente da Câmara Nego, o Sec. de Finanças Junior Andrade e o vice Cau Barros. O grande questionamento é que Antonio de Anizío e Jarbas não podem concorrer pois tiveram contas reprovadas pela Câmara de Vereadores e estão inelegível por 08 anos, mesmo assim constam na lista de possíveis candidatos. Na pesquisa foram ignorados nomes como: Danilo Reis, Charles Gusmão, Genilson e Josimar Vasconcelos.Porquê será? Comentam as más linguás, que o crescimento popular dos nomes ignorados, estão tirando o sono e causando muita insônia pra muita gente.


As Polícias Militar e Civil erradicaram mais de 15 mil pés de maconha na localidade da Baixa das Pedras, na zona rural de Glória, a 475 km de Salvador, na quarta-feira, 22. Segundo o delegado Marco Antônio Bacelar, titular da DT/Glória, as polícias foram ao local após denúncias encaminhadas a delegacia. Bacelar informou ainda que na hora que a policia chegou à plantação não havia ninguém. As investigações buscam agora identificar e localizar os responsáveis pela plantação, que será periciada pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). (A Tarde)


O Itacaré Urgente lança mais um canal de interatividade com seus internautas e parceiros. Além dos perfis nas redes sociais, Fale Conosco, E-mail, Facebook os internautas e parceiros poderão contar com o aplicativo WhatsApp para fazer denúncias e enviar informações, fotos, vídeos e áudios, colaborando com as notícias do Itacaré Urgente. Anote aí nosso numero: (73) 9810-2353.


Com exceção dos países desenvolvidos, a catarata reina absoluta como responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), haverão 40 milhões de casos de catarata no planeta até 2020. A opacidade que toma conta do cristalino, parte do olho responsável pela nitidez da visão, era, até então, só resolvida por meio de uma cirurgia. Agora, cientistas americanos descobriram uma fórmula promissora que, envasada em forma de colírio e usada duas vezes ao dia, substitui a cirurgia e devolve uma visão límpida àquele que sofre com o problema. Mais comum de acontecer por causa do envelhecimento, os cientistas ainda não entendem bem o motivo de a doença surgir, mas sabem que a névoa característica da catarata é causada por proteinas “grudadas” entre si e que não funcionam como deveriam. Quando estão em pleno funcionamento, essas proteínas – que nada mais são do que o cristalino – mantêm a visão límpida. Buscando uma alternativa à cirurgia, cientistas pesquisaram durante anos como essas mutações nas proteínas do cristalino aconteciam, para que pudessem desenvolver uma outra terapia. Aparentemente, conseguiram. Um grupo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desenvolveu um colírio depois de descobrir que crianças com uma forma genética de catarata carregavam uma mutação que barrava a produção de lanosterol, um esteroide importante para o corpo humano. Quando os pais não tinham a mesma mutação, a produção de lanosterol era normal e os progenitores não desenvolviam catarata. As pesquisas, então, se voltaram ao poder do lanosterol. Foi confirmado, em células humanas dentro de um laboratório, que esse esteroide conseguia reduzir a catarata. Em seguida, os cientistas passaram a testar em coelhos, sempre com sucesso. Envasaram a ideia em um colírio e testaram em cachorros com cataratas – e eles voltaram a enxergar. O próximo passo, agora, é começar a testar em humanos, por meio de pesquisas clínicas. Os experimentos devem ser feitos nos próximos dois anos. (iG)