A Associação de Vôlei de Itacaré é uma entidade sem finalidade financeira, que busca levar a crianças, jovens e adultos uma oportunidade de praticar o vôlei e deixar de lado a ociosidade, berço dos grandes problemas de criminalidade ou qualquer outro tipo de desvirtuação de conduta. Há quatorze anos que este projeto recebe pessoas da comunidade de qualquer faixa etária, moradoras do município de Itacaré, propiciando uma melhor qualidade de vida.

Através dessa iniciativa, mesmo com tantas dificuldades financeiras, falta de incentivo e patrocínio, vários jovens já participaram de campeonatos regionais, nacionais e até internacionais. Como o Nélio Costa (20 anos), que foi revelado pela Associação de Vôlei de Itacaré e atualmente está disputando um campeonato no Catar, e a Marilene (14 anos), competidora no Circuito Banco do Brasil.
Atualmente, possuí cerca de 50 participantes ativos na Associação, criando e direcionando pequenos prodígios.
O Joedison Marques, o Joé do vôlei, é atualmente o técnico e diretor da AVI e nos contou um pouco sobre a dificuldade no que tange a arrecadação de recursos para viagens dos jovens competidores:
“Não temos apoio, viajamos com poucos recursos, vamos às ruas pedir, mas raramente conseguimos algo. A gente tem vida e saúde, nos viramos. Viajamos ‘na cara e na coragem’, para revelar esse pessoal. Esperamos por um patrocínio, pode ser pessoa física, empresa… quem se sentir à vontade para ajudar esses jovens que só precisam de um olhar para mostrar seu potencial.”
Incentivar a prática esportiva planta disciplina, educação, comprometimento em cada um dos participantes, dos mais jovens aos mais velhos. É importante valorizar, mesmo com tantas dificuldades, o que cada um tem de melhor.
Texto de Jéssica Santana/Fotos: Luciana Flores