A dupla itacareense embarcou na última terça-feira (4) para uma breve pré-temporada em Paraty, no extremo sul do Rio de Janeiro, que fica próximo ao local de competição e que tem ondas com estilo semelhante àquelas que os irmão encontrarão no litoral paulista.A competição será realizada na praia de Itamambuca, em Ubatuba e terá a participação de atletas de 10 estados.

Felix, que tem apenas 15 anos de idade e que está em seu primeiro ano como profissional, busca se firmar nesta categoria. Desde o início de 2016, o atleta já afirmava que este seria um ano de busca de experiências, para que em 2017 ele venha mais forte e aí sim, visando resultados. Nas duas primeiras etapas Felix não conseguiu passar da primeira fase, porém está mais otimista com relação a esta última chance do ano.

Ele vai disputar a bateria de abertura da competição, no sábado, em um heat recheado de Silvas. Felix terá como adversários os paulistas Wanderson e Isaias Silva, além do pernambucano Douglas Silva. Apenas os dois primeiros colocados avançam para a fase seguinte. Felix está na 106ª colocação no ranking que tem 142 atletas. O itacareense soma 226 pontos.

Já Alandreson, o James, está nas cabeças e com boas perspectivas. Com a 3ª colocação conquistada na etapa anterior, o sulbaiano, radicado em Macaé, deu um salto no ranking e atualmente ocupa a 4ª posição com 1130 pontos. Matematicamente James ainda tem uma chance, ainda que remota, de ser campeão do circuito (o líder Peterson Crisanto tem 2 mil pontos).

Nesta quinta-feira, James comentou sobre a etapa, avaliou sua colocação no ranking e disse que nunca esteve tão bem ranqueado no Paulista Pro, mas observou que vai em busca de melhorar ainda mais esse posicionamento. “Estou tranquilo, focando em fazer um bom resultado nesta última etapa. Mas sem pressão. Desde a etapa anterior, aproveitei para melhorar meu condicionamento físico, com treinamentos funcionais e também para aperfeiçoar meu surf”, destacou.

James vai estrear na bateria de número 6, do round 2. O surfista tem o patrocínio da Perfect Wave, pranchas Index Krown, Pousada Tãnara, Pousada Sage Point, Maria Parafina, e  apoio do preparador físico Rogério Ribeiro Grem (The Surf School).

Já Felix tem o apoio das pranchas Index Krown, Maria Parafina, Instituto A Prancha do Campeão, Pousada Tãnara, Adriano Mendonça (corretor de imóveis) e Luciana Bicalho Arquitetura e Construção. (Surf 73)


Se você ainda não sabe o que comprar ou deixou para última hora, não se desespere a Loja Marimar Presentes em Itacaré, possuí o mais variados presentes para deixar o seu filho com aquele sorriso. Nas Loja Marimar Presentes você encontra: Bonecas, brinquedos, bicicletas, velocípedes, skate, patins e muito mais.Das melhores: Rosita, Multibrink, Baby Brink, Apolo, Monte Líbano, Magic Toys, Hot Wheels, Marvel Universe. E grandes novidades da Estrela na linha Peppa Kids, e a boneca do momento Manoela e Isabel da  novela”Cúmplices de um Resgate”. Garante logo o seu presente! A Loja Marimar Presentes fica localizada na Rua Pedro Longo, nº 10 entrada da Pituba, Centro. Fone: (73) 3251-3156. Horário de Funcionamento: 9hrs às 22hrs.

12540974_1083240988361986_2557722885106287393_n

img_20161007_160114401

 

img_20161007_155057699

img_20161007_155032899

img_20161007_155803434_hdr

img_20161007_160133350

img_20161007_160030920


É lícita a invasão de domicílio visando a busca de provas sem mandado judicial pela polícia militar, desde que amparada em fundadas razões pelos agentes, justificada a excepcionalidade por escrito, sob punição disciplinar, civil ou penal. Essa foi a decisão do plenário do STF nessa tarde de quinta-feira (5).

O ministro Gilmar Mendes, relator do processo, teve seu voto seguido pelos ministros Luiz Fux, Edson Fachin, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso, Celso de Mello e o presidente Ricardo Lewandowski.

Em seu voto, Gilmar afirmou que a busca e apreensão domiciliar é claramente uma medida invasiva, mas de grande valia para a repressão à prática de crimes e para investigação criminal. O ministro admitiu que ocorrem abusos tanto na tomada de decisão de entrada forçada quanto na execução da medida e reconheceu que as comunidades em situação de vulnerabilidade social muitas vezes são vítimas de ingerências arbitrárias por parte de autoridades policiais.

Por maioria, os ministros estabeleceram a tese de que as buscas sem mandado judicial são lícitas quando amparadas em fundadas razões, devidamente justificadas a posteriori, desde que haja flagrante delito no local. Os abusos deverão ser verificados nas audiências de custódia, sob punição disciplinar, civil ou penal dos agentes policiais.


O reforço na segurança pública será um dos pedidos do prefeito eleito de Itacaré, Antônio de Anízio (PT), ao governador Rui Costa. Segundo Anízio, a pedida é por “reforço do efetivo das polícias militar e civil, mais equipamentos e viaturas para garantir a segurança da população”.

Uma audiência está sendo agendada pelo prefeito eleito e o deputado estadual Rosemberg Pinto com o governador. Ele quer a construção de um Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) no município.

Anízio foi eleito para a Prefeitura de Itacaré, no último domingo (2), com 4.437 votos. Hoje, por meio de sua assessoria, prometeu montar secretariado “que reúna perfis técnico e político para que sua administração possa corresponder ao deseja da maioria da população”.

Uma das prioridades da gestão, segundo ele, é estabelecer diálogo com o trade turístico, fortalecendo o setor com “capacitação de mão de obra, criação de mais vagas e atração de mais investimentos em meios de hospedagem, o que inclui hotéis, pousadas”. (Pimenta)


O PETO da 72ª Companhia Independente de Polícia Militar de Itacaré, em busca incessante pelo combate à criminalidade, prendeu após incursão no Bairro Novo, Rua do Canal e Rua da Linha, a pessoa de Natanel de Jesus Santos, portando maconha e uma quantidade considerável de cocaína, além da quantia em dinheiro de R$ 30 reais em notas trocadas, mais um celular. O indivíduo e todo o material foram apresentados na Delegacia de Itacaré. Fonte: Taboquinhas Informa


Na tarde desta quinta-feira (06), por volta das 14h, uma motocicleta modelo Pop 100 de cor vermelha, que seguia sentido Taboquinhas, colidiu contra um Civic Honda cinza, que seguia sentido contrário na BA-654 na Região da Emata.

O motociclista foi socorrido pelo condutor do carro e por populares. Em seguida o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado para prestar socorro a vítima, que não corre risco de vida. A Polícia Rodoviária Estadual esteve no local e registrou ocorrência.

Vale salientar que a BA-654 (trecho Taboquinhas/Itacaré) é uma estrada sinuosa e a velocidade máxima permitida é de 60 KM. Por ser uma estrada ecológica, requer atenção dos condutores para que não haja acidentes de perda de controle e atropelamento de animais silvestres.

Fonte: Taboquinhas Informa


Os bancários da Bahia decidiram, em assembleia nesta quinta-feira (6), encerrar a greve nacional iniciada há um mês, em 6 de setembro. Segundo informações do Sindicato dos Bancários da Bahia, apenas os trabalhadores da Caixa Econômica Federal decidiram permanecer em greve. Com o fim da paralisação, todas as agências, com a exceção da Caixa, voltam a funcionar já nesta sexta-feira (7).
A assembleia foi realizada na sede do sindicato, localizada na Ladeira dos Aflitos, em Salvador. De acordo com Augusto Vasconcelos, presidente do sindicato, particparam do encontro cerca de dois mil bancários.
Vasconcelos expicou que os empregados da Caixa Econômica decidiram por maioria a permanência da greve, com o intuito de melhorar a proposta da Fenaban e a proposta específica da Caixa.
A Fenaban apresentou sua proposta em São Paulo, na última quarta (5), e prevê reajuste de 8% para 2016 mais abono de R$ 3.500,00. Há também 15% de reajuste no vale-alimentação, 10% no vale-refeição e 10% no auxílio-creche e babá.

Nesta quinta, a greve dos bancários completou um mês, com mais de mil, das 1.232 agências, fechadas na Bahia. O dado foi divulgado pelo Sindicato dos Bancários do Estado, que calculou adesão de mais de 80% das unidades.
A greve já é mais longa do que a realizada pelos bancários no ano passado, que durou 21 dias. Segundo a Contraf-CUT, a greve mais longa da categoria na história foi em 1951 e durou 69 dias. Nos últimos anos, a mais longa foi a de 2004, com 30 dias.

Negociações
Os bancários pediam a reposição da inflação do período mais 5% de aumento real (totalizando 14,78% de reajuste), valorização do piso salarial – no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho) e PLR de três salários mais R$ 8.317,90.
Antes do início da greve, no dia 29 de agosto, os bancos propuseram reajuste de 6,5%. Novas propostas foram apresentadas nos dias 9 e 28 de setembro, de reajuste de 7%. Todas foram rejeitadas pelos bancários, que decidiram manter a greve por tempo indeterminado.(G1)