Em entrevista para o Jornal O Dia, a cantora da banda Vingadora Tays Reis, deixou a todos surpresos quando afirmou que está “solteira”. A surpresa acontece pelo fato do seu agora ex-marido, participar de uma entrevista a TV Santa Cruz, afiliada da Rede Bahia, Globo,  logo quando a banda bombava em todo Brasil. Tays diz que agora quer pensar somente na música. Veja a entrevista na íntegra.
Você foi o nome do Carnaval em Salvador. Você sabe disso, né?
Pouquinho,pouquinho. Acho que é o resultado de um trabalho bacana que a gente tem feito, a Vingadora é uma banda muito profissional, respeita muito o nosso público, é uma banda totalmente unida.
Você é muito nova, tem 20 anos. Você é do Sul da Bahia e passou a primeira vez o Carnaval em Salvador, é tudo muito estranho, tudo muito surreal… Como que a menina que passou o Carnaval pela primeira vez em Salvador é o nome do lugar?
Tudo estranho, tudo louco mesmo, coisa divina, porque eu nunca curti o Carnaval em Salvador como foliã e eu nunca pensei que a primeira vez ia ser puxando um trio ou como a banda do momento ou como a música do ano. Aconteceu tudo ao mesmo tempo e a Vingadora só tem um ano. Nós conseguimos embarcar numa história muito valiosa e nossa música tocando no Brasil todo, artistas cantando, e ser o hit do Carnaval… aconteceu muito rápido. Nunca pensei em estar ao lado de Ivete e eu fiz três participações com ela.
Mas me conta um pouco da sua história…
Eu sou natural de Ilhéus, Sul da Bahia e fui criada em Itabuna. Vivi a minha vida toda tranquila, eu era uma menina que gostava de música, que gostava de tocar violão, que fazia aulas de vocal, curtia festivais de escola, ia para festivais de música, essas coisas.
 
Quando você pensou: quero ser cantora?
Estava pensando em ser jornalista, uma coisa totalmente diferente, e do nada eu recebi uma ligação do meu empresário atual, Aldo Rebouças. A gente sempre jogou aberto um com o outro, ele nunca me prometeu nada que a banda ia fazer sucesso, a gente sempre foi pé no chão. Com um mês a gente começou a separar as músicas, pensou num repertório todo autoral e hoje pensamos em vender o feminismo nas nossas composições, mostrando um pouco da mulher. A gente pensou no nome As Vingadoras porque a gente veio quebrando esse preconceito. Aqui mulher é a tal da arrochadeira, então somos a única banda no mercado que tem mulher arrochadeira.

Como assim, me explica?
Porque aqui o arrocha é um ritmo totalmente masculino.
O que é arrochadeira? Não é arrocha?
É uma mistura de pagode com arrocha.
É o que o Léo Santana faz?
Léo Santana faz pagode, Pablo faz arrocha, arrochadeira é a mistura, o ‘Gordinho Gostoso’ é arrochadeira.
Mas existe algum preconceito ou não?
Sim, as pessoas tinham muito preconceito no início, todo mundo fechava as portas dizendo que mulher não sabia nem fazer pagode, que dirá fazer arrochadeira. Falavam que não ia vingar.
E o seu primeiro disco foi lançado quando?
Nosso primeiro disco foi lançado em outubro do ano passado, em novembro, começou a tocar, em dezembro, no interior todo, aí em janeiro, começou a tocar, tocar, tocar. No interior é assim, você lança um disco e tem que lançar mais músicas, porque enjoa e ninguém quer te ouvir mais.
Então é tudo muito recente?
Artistas começaram a postar vídeos com a música ‘Metralhadora’, fazendo as dancinhas e tal. Aí Ivete começou a cantar, Safadão começou a cantar. Fizemos o clipe, tem um mês que lançamos e hoje já tem cinquenta milhões de visualizações.
Aquele clipe que você está vestida como militar?
É. E eu acabei de ganhar o Youtube de Carnaval pelo clipe ter mais acessos em apenas um mês e ganhei também cantora revelação pela Band Folia nesse Carnaval.
E a música do Carnaval também, né? Ou ainda não?
Ainda não, mas tomara que seja, se o povo decidir…
Mas quando é que sai a música do Carnaval?
Está para sair hoje. Mas deve ser porque a própria Ivete quando eu estava lá em cima do trio, ela falou: “Olha só, a minha música está aqui fazendo o papel dela, mas a música do Carnaval é a Tays, acabou. Tem muito artista que não apoia a música, porque tem gente que é assim, quer te ver bem, mas não melhor que ele.
Não apoia por quê? Porque é sucesso ou faz menção ao uso de metralhadora?
Tem gente que gosta de polemizar mesmo dizendo que faz apologia ao crime, mas a gente consegue provar que não. Hoje, graças a Deus, o coronel geral daqui da Polícia Militar enviou uma nota dizendo que não tem nada a ver e que tem vários artistas cantando, e a gente faz homenagem ao paredão de som.
 
O que é isso?
É uma parede imensa de caixas de som que é muito utilizada em baile funk.
Quero que você conte em pequenos detalhes no que sua vida mudou?
Minha vida mudou quando eu vi vários artistas me elogiando, cantando e saindo nos jornais. Ontem, eu ia comprar pão na padaria e estava tudo legal, hoje eu não consigo mais fazer isso.
De quanto era o cachê quando vocês começaram?
Eu comecei com R$ 350, na época.
Mas quantas pessoas são na banda?
Hoje nós temos 16 no total.
Como é que vocês dividiam R$ 350 para 16 pessoas?
Não, R$ 350 só o meu, a gente começou a tocar por R$ 4 mil, depois R$ 6 mil, aí subiu para R$ 20 mil, R$ 50 mil.
Se eu quiser contratar a banda hoje para um show, quanto é o cachê? Tem valor diferente se for na Bahia ou no Rio?
Não, não tem diferença não, mas eu não sei quanto sai, tem que falar com o financeiro.
Você tem namorado?
Não, hoje eu estou solteira, dedicada mesmo à música.
Mas qual foi seu último namorado?
Tem um tempinho, desde que eu comecei a faculdade eu já estou de boa.
Então quando você começou a banda você já estava solteira?
Há muito tempo, desde o ensino médio, com 19 anos, quando entrei na faculdade. No segundo semestre, a banda já me pegou e eu não consegui fazer mais nada depois disso.
E o assédio aumentou?
Oh, meu querido, você não tem noção, hein.
Você acha que você ficou mais bonita depois que você ficou famosa?
Eu tinha uns dez pretendentes antigamente, hoje eu tenho uns 30, 40. Acho que todo mundo tem mais interesse pelo fato de estar na mídia, lógico que tem, eles desejam, eles querem as mulheres, eles nos veem com o corpo lindo, aquela coisa sensual, então desejam pelos dois sentidos, tanto pela Tays como pelo lado da Vingadora.
Qual o seu nível de vaidade?
Eu sou extremamente vaidosa, na faculdade eu ia de calça colada, bolsa e hoje piorou porque eu consigo ter o que eu não tinha antes. Hoje eu já consigo ter mais de dez pares de sapato, posso comprar o que eu gosto, maquiagem, perfume, eu sou muito vaidosa.
 
Mas você quer fazer algum tipo de modificação? Tipo botar silicone?
Eu quero botar meu peito bem grandão. Quero mudar algumas coisas, botar um aplique até a bunda, mas tem que melhorar, né? Peito valoriza muito. Às vezes, testo algum figurino lindo, mas fica ruim porque não tenho peito.
Mas qual é o seu sonho de consumo?
Meu único sonho de consumo, que eu estou focada, é comprar uma casa. Uma casa bárbara e dizer: ‘Tays conseguiu através do trabalho, do esforço e de Deus que está todo tempo do meu lado’. Eu era da igreja Adventista, e minha mãe era muito severa quanto a isso, então quando eu comecei a querer sair, conhecer o mundo, eu saí da igreja. Mas eu tenho consciência do que é Cristo na minha vida, tudo é Deus. Ninguém acredita na história das Vingadoras, na nossa união, as pessoas não acreditam que tudo aconteceu em tão pouco tempo.
A sua música já estourou em todo o Brasil. Você está fazendo muito show fora de Salvador?
A gente está tocando nos Estados Unidos, na Disney, Miami, na Europa, em Portugal, em todo lugar a música está tocando, nas excursões…
E no Rio já tem show marcado?
Ainda não, mas estamos querendo fazer. Estamos estourados aí também, quero muito tocar no Rio. Estive no Salgueiro, no show da Preta Gil, e aí todo mundo já começou a cantar.

O horário de verão 2016 termina neste final de semana, do dia 20 para o dia 21 de fevereiro. Com isso, à meia-noite do dia 21 os relógios devem voltar ao horário original, sendo atrasados em uma hora nos estados das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do país: Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal. O horário especial começou, em 2015, à meia-noite do dia 18 de outubro.

As regras estão estipuladas no decreto 6.558, de 2008, que fixa a duração da media do horário de verão em quatro meses. A data estipulada para o início do horário de verão é sempre o terceiro domingo de outubro, e o encerramento ocorre no terceiro domingo de fevereiro.

Segundo o Ministério de Minas e Energia (MME), o horário de verão tem como objetivo principal a redução da demanda máxima do Sistema Interligado Nacional no período de ponta, ou seja, quando mais pessoas, empresas e indústrias estão utilizando a energia elétrica. Isso é possível porque a parcela de carga de iluminação passa a ser acionada mais tarde do que normalmente o seria, motivada pelo adiantamento do horário.

Como surgiu o horário de verão?

No Brasil, o primeiro horário de verão foi realizado entre 1931 e 1932, pelo presidente Getúlio Vargas, com duração de 5 meses. A prática vem sendo adotada sem interrupções desde 1985, com algumas diferenças nos estados que aderem à mudança, e também nos períodos de duração.

A única exceção para o decreto 6.558, de 2008, que define as regras do horário de verão atualmente, ocorre quando o terceiro domingo de fevereiro coincidir com o domingo de Carnaval. Nesse caso, o horário de verão termina no quarto domingo de fevereiro.

A ideia de adiantar a hora oficial em períodos de verão foi lançada em 1784 por Benjamim Franklin, político e inventor americano. O primeiro país a adotar oficialmente o horário de verão foi a Alemanha, em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, para economizar os gastos com carvão.


Parece que foi ontem, mas já se passaram 07 anos, comenta o publicitário e jornalista, Aleilton Oliveira ao se referir ao 7º Prêmio Comunika que será realizado neste Sábado (20), no CDL, em Ubaitaba.

O Prêmio Comunika é um evento empresarial que tem o objetivo de incitar e promover a competitividade do mercado no Sul da Bahia.

Este evento acontece anualmente na cidade de Ubaitaba e envolve diversas cidades do entorno, como Itabuna, Itacaré, Maraú, Camamu, Barra Grande, Ubatã, Ilhéus e Aurelino Leal.

As empresas, políticos e profissionais homenageados são eleitos através de entrevistas e pesquisas que são realizadas pela empresa Comunika nas cidades envolvidas. No total foram cerca de 500 pessoas entrevistadas. Além dos eleitos pelo público, a empresa ainda escolhe alguns participantes que tem relevantes serviços prestados em sua comunidade, são os Prêmios de Honra ao Mérito que é concedido de 3 a 5 escolhidos por cada evento.

O evento de 2016, premiará os melhores do ano de 2015, pois a premiação sempre acontece no início do ano posterior.

Confira a lista dos ganhadores, por categoria, nas cidades de Ubaitaba e Aurelino Leal e região. São 70 premiados:

O jornalista Aleilton Oliveira e administradora Leide Silva, são os responsavéis pelo Prêmio Comunika.

O jornalista Aleilton Oliveira e administradora Leide Silva, são os responsáveis pelo Prêmio Comunika.

Aleilton Oliveira, realizador do evento é Mestre em Marketing Estragégico pela UCES de Buenos Aires e acredita que esse tipo de ação estratégica  de premiar os melhores de forma honesta,  ajuda a promover a competitividade sadia entre as empresas, além de estimular a melhoria no atendimento ao cliente, pois isso é essencial na seleção final.

Atrações de 2016:

Binho Alves, Pick up de Luxo, Jessica Lee são atrações musicais já confirmadas, além de Cheichinel Abade com seus espetáculos de dança fantástico.

Conheça os 70 participantes do 7º Prêmio Comunika.  

Supermercado HiperBom Smart
Revenda de Pneus e Serviços Santana Pneus
Contabilidade (empate) Álefe ContabilidadePina Contabilidade
Gás de Cozinha Brasilgás
Liderança Política Suka
Loja Popular/Confecção Lojão das Fábricas
Loja de Construção A Fazendinha
Programa Radio Jornalístico Realidade Atual
Pintura Automotiva Farré
Farmácias/Drogarias Unifarma
Loja de Roupas Infantil Quarto do Bebê
Salão de Beleza Baby Instituto de
Beleza
Pizzaria Bella Massa
Loja Doceria/ Bolos Pernambucana Bolos
Loja de Auto Peças Bigú Auto Peças
Curso de Informática Cet Informática
Laboratório Clinico Prontanálise
Clinica e Fisioterapia Cerf
Policial Militar Tenente Ezequiel
Distribuidora de Bebidas Japonês Doces e
Bebidas
Loja de Produtos Agrícolas A Fazendinha
Máquinas Agrícolas Eldorado
Rádio FM Ubaitaba FM
Evento Infantil Espaço Fest
Clinica Ginecologica Climeg
Produtor de Eventos Jorge JL
Vidraçaria Vidro Forte
Vereadora Atuante Suka
Vendedor de loja Lango Simpatia
Chaparia/Reparos Automotivos Van Martelinho de
Ouro
Secretária Municipal Marly Santana
Escola Particular Escola Nossa
Senhora Santana
Assistência Técnica de Celular Doutor do Celular
Compras de Cacau Edcau
Loja Revelação Kicoxinha
Doceira Zainha
Sorveteria Deguste
Posto de Gasolina Posto Santa Terezinha
Loja de Móveis de pequeno e Médio Porte Real Móveis
Cantor Binho Alves
Banda Pick-Up de Luxo
Loucutor Márcio Costa
Sonorização de Rua Voz Cultural
Cantora Revelação Jessica Lee
Instalação de Som Automotivo Neto Sound
Empresa de Serviços e Xerox Cau Arts
Entidade Atuante CDL
Loja de Grande Porte Insinuante
Marmoraria Nossa Pedra
Revenda de Celular Insinuante
Bar Dubai Bar
Clinica Odontológica Dente – Sã
Clinica Médica Climeg
Divulgador de Festa/ Panfletagem Pedro
Loja de Informática Sílvius e Cia
Colégio Público C.E.U.
Desportista do Ano Ronni MMA
Prestação de Serviços da Área de Comunicação Humberto Hugo e
Norma Sueli
Provedor de Internet Ubainet
Banda Revelação Tony Canabrava
Policia Militar Serviços Prestados
Médico Doutor Carlos
Garcia
Iluminação de eventos Sociais Nelson
Em Aurelino Leal
Bar Bar do Silvio
Padaria Padaria Santa
Tereza
Metalurgica e Serralheria Metalúrgica Santo Antonio
Loja de Material para Construção Elizabeth Moveis e
Construção
Liderança Politica Liu Andrade
Guincho e Terra Planagem AR Guincho
Lajes Lajes Leal
Sul da Bahia
 Modelo do Ano/ Garota Comunika 2015  Suellen Valiense

Dia 9 de março de 2016. A data, uma quarta-feira, não será nada fácil para o torcedor mais fanático do Bahia, que terá de acompanhar o seu time em duas competições diferentes, no mesmo horário, às 21h45 (de Brasília). E curiosamente, isso acontecerá por conta de uma solicitação do próprio clube.

Inicialmente, na tabela do Campeonato Baiano, o Bahia enfrentaria, no dia 27 de fevereiro, a equipe do Galícia, na Fonte Nova. Porém, o acordo para um amistoso nos Estados Unidos, contra o Orlando City, no mesmo dia, fez o clube enviar um ofício à Federação Bahiana de Futebol (FBF) solicitando a mudança do jogo contra o Galícia para 9 de março, única data disponível pela entidade para remarcar o confronto.

Acontece que, no dia 9 de março, o Bahia já tem marcado um jogo pela Copa do Nordeste, contra o Juazeirense, no estádio Adauto Morais, também às 21h45. Desta forma, o clube tricolor passa a ter duas partidas oficiais, pelo Estadual e Copa Nordeste, no mesmo dia e horário.

A própria FBF ressalta em nota divulgada em seu site oficial que, no ofício, o Bahia “garantiu reunir condições de disputar dois jogos de competições diferentes na mesma data”.

Ainda segundo nota da FBF, o Bahia alega que “possui mais de 40 atletas com idade superior a 18 anos e os mesmos têm contrato como atletas profissionais, podendo atuar em curto espaço de tempo para conciliar as adequações necessárias da tabela”.

O técnico Doriva, porém, não se mostrou muito satisfeito ao saber da ‘novidade’. “Não estou sabendo disso. Agora fui pego de surpresa. Acho que a diretoria deve tomar uma providência para que isso não aconteça. Não sei, acho difícil jogar duas partidas no mesmo dia”, disse em entrevista coletiva concedida na manhã desta terça-feira.

CBF recusa pedido do Bahia, que cutuca entidade

Nesta terça-feira, o Bahia divulgou um comunicado informando que solicitou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a mudança de data do jogo contra o Juazeirense, pela Copa do Nordeste, do dia 9 para o 16. A CBF, porém, não atendeu ao pedido tricolor, alegando que “após conversas com as emissoras detentoras dos direitos de transmissão das competições envolvidas, que citaram situações de conflito contratual, além de abrir um precedente indesejável, com eventuais pedidos similares no futuro, ficamos impossibilitados de efetuar alteração de data”.

No final do comunicado, o Bahia cita a criação da Primeira Liga e aproveita para cutucar a entidade máxima do futebol brasileiro: “A CBF cita “precedente indesejável”, porém já aceitou, no final de janeiro, a realização da Copa Sul-Minas-Rio (Primeira Liga), uma competição com 12 equipes, segundo a CBF, amistosa e fora do calendário de competições, o que iria de encontro ao artigo 23 do Regulamento Geral de Competições”.

Leia a nota divulgada pelo Bahia:

O Esporte Clube Bahia agradece à Federação Bahiana de Futebol (FBF) por entender a importância ao clube e ao futebol local da realização do amistoso contra o Orlando City SC, na Flórida, EUA, no dia 27 de fevereiro. Devido a este compromisso internacional, a FBF remarcou a data da partida contra o Galícia, válida pela 4ª rodada do Campeonato Baiano, para o dia 9 de março. O Galícia aceitou a mudança.

No mesmo 9 de março, o Bahia tem marcada uma partida contra a Juazeirense, válida pela 5ª rodada da Copa do Nordeste. Em função disso, o Clube solicitou à CBF que remarcasse o encontro para o dia 16 de março – não há qualquer partida marcada nesta data, que é uma das cinco datas reservadas pela CBF para jogos pela 1ª fase da Copa do Brasil, disputada em duas datas (ida e volta), com o visitante eliminando a segunda partida em caso de triunfo por dois gols de diferença.

A CBF, no entanto, argumenta que: “após conversas com as emissoras detentoras dos direitos de transmissão das competições envolvidas, que citaram situações de conflito contratual, além de abrir um precedente indesejável, com eventuais pedidos similares no futuro, ficamos impossibilitados de efetuar alteração de data.”

Ocorre, porém, que o Bahia tem formalizado, através de e-mail, autorização do Esporte Interativo, detentor original dos direitos da Copa do Nordeste, para a remarcação da partida. A emissora também concedeu autorização à TV Bahia/Globo para exibir o jogo no dia 16 de março, através de comunicação à Globo e à CBF.

O Bahia ainda concedeu autorização à TV Bahia/Globo para que, no dia 9 de março, exibisse para todo o Estado a partida contra o Galícia, na Fonte Nova, vazando inclusive para a própria praça (por liberalidade, afinal não consta em contrato). O Clube, assim, garante respeitar todos os diretos de transmissão das duas emissoras de TV. Ano passado, inclusive, durante as semifinais do Campeonato Baiano, também por liberalidade e formalizado em documentos a partir de pedido da própria TV Bahia/Globo, o Bahia autorizou a emissora a exibir para todo o Estado (Salvador incluído) a partida válida pela semifinal contra a Juazeirense. Atitude em respeito à parceira entre as instituições.

A CBF cita “precedente indesejável”, porém já aceitou, no final de janeiro, a realização da Copa Sul-Minas-Rio (Primeira Liga), uma competição com 12 equipes, segundo a CBF, amistosa e fora do calendário de competições, o que iria de encontro ao artigo 23 do Regulamento Geral de Competições.

O Bahia confia que a CBF deseja o melhor para o futebol brasileiro – e não apenas para determinada região – e acredita que, assim como a FBF, a entidade agirá com bom senso. Fonte: UOL Esporte


Itacaré: Alunos protestam por falta de ônibus universitário (vídeo)

Na tarde desta segunda-feira (15), alguns estudantes universitários protestaram na Rodoviária de Itacaré contra a falta de ônibus. Os alunos se revoltaram, porque só está tendo transporte para a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), e não para outras faculdades particulares.
Os estudantes prejudicados foram saber o motivo da falta do transporte e porque só estaria tendo ônibus para a UESC, mas o Secretario de Transporte, José Alberto de Jesus, agiu de forma inoportuna, deselegante e mal educada.
“Ele bateu na mesa com um tapa e nos tratou de forma grosseria”, relatou uma das estudante.

Os alunos das outras faculdades usaram apitos, se posicionaram atrás do ônibus e impediram o veículo de seguir apenas com os alunos da UESC.
“Se não vai ter aula pra quem estuda em outras faculdades, não vai ter aula pra ninguém, pois os direitos são iguais para todos. Os estudantes e aqui em Itacaré sempre teve ônibus para quem fez faculdade particular e pública”, desabafou uma aluna que não quis se identificar.
A estudante Jessica Farias, que cursa administração na faculdade de ilhéus, falou ao Itacaré Notícias o principal motivo do protesto:  “Os alunos vão à Câmara de Vereadores cobrarem melhorias no Transporte Universitário na cidade, Pois é um direito de todos”, disse a aluna.

A equipe de reportagem do site Itacaré Notícias procurou os responsáveis pelo transporte universitário, Secretaria de Transporte, mas não encontrou ninguém ara prestar esclarecimento. Fonte: Itacaré Notícias.


A 72ª CIPM de Itacaré sob o comando do Major PM Rocha, conta agora uma conta no aplicativo Whatsapp de número (73) 998024038), para que o cidadão possa fazer denúncias anônimas. Esta é mais uma ferramenta da 72ª CIPM de Itacaré para combater o crime na cidade, recentemente também foi lançado um canal no Facebook e um Blog da Corporação.

Facebook: www.facebook.com/cipmdeitacare

Blog: policiamilitaritacare.blogspot.com.br/


As inscrições no concurso público da Prefeitura de Ilhéus foram prorrogadas até o próximo domingo (21/02). A decisão foi tomada pelo prefeito Jabes Ribeiro após os candidatos se queixaram que não conseguiam se inscrever ou até imprimir o boleto, no site da Consultec.

O prazo seria encerrado nesta quarta (17). São mais de 530 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. O salário varia de R$ 880,00 a R$ 8 mil, a depender da vaga pretendida.
As inscrições são feitas exclusivamente pelo site da Consultec. Candidatos a cargos de professor e procurador têm até dia 23 para enviar os respectivos títulos.