O sexto batimento de informações do Tribunal de Contas da União (TCU) relativo às eleições municipais 2016, entregue ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), revela um aumento acentuado do quadro de possíveis irregularidades nas receitas e despesas de campanhas para prefeito e vereador em todo o País. As informações foram publicadas no site do TSE. O cruzamento de dados indica suspeitas sobre um volume total de R$ 1,41 bilhão, ou seja, mais da metade do montante arrecadado por candidatos e partidos, que chegou a R$ 2,227 bilhões. O TSE informou que o último relatório do Tribunal de Contas da União apontou, entre os indícios de irregularidades mais relevantes de despesas declaradas à Justiça Eleitoral, o caso de uma agência de publicidade com apenas dois funcionários contratada para campanha no valor de R$ 219 mil. Em outro caso, uma empresa de produções cujo sócio é beneficiário do Bolsa Família prestou serviço no valor de R$ 3,57 milhões. Dos indícios de irregularidades envolvendo doações às campanhas, ainda segundo o site do TSE, há o de uma pessoa física que recebe Bolsa Família e fez doação no valor de R$ 75 milhões. O Bolsa Família é um programa de transferência de renda direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. Segundo a Caixa, em todo o País quase 14 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família. As informações são resultado de um trabalho inédito de cruzamento de dados proporcionado pela parceria firmada entre o TSE e diversos órgãos públicos para fiscalizar a prestação de contas dos candidatos e coibir crimes eleitorais no período de campanha. No início de setembro, segundo lista apresentada pelo TCU, “a somatória de quantias suspeitas correspondia a cerca de R$ 116 milhões”. Uma semana depois, o valor já ultrapassava R$ 275 milhões, chegando a R$ 388 milhões no dia 19 e a mais de R$ 554 milhões no final de setembro. No começo de outubro, o valor superou a casa dos R$ 659 milhões, destaca a Corte eleitoral. Ainda segundo o cruzamento de dados, um outro doador repassou R$ 50 milhões sem ter renda compatível. O rastreamento constatou o caso de um prefeito que doou R$ 60 milhões para o seu diretório municipal. Além disso, o número de doadores falecidos subiu para 290. A lista do Tribunal de Contas da União aponta, ainda, que a quantidade de casos suspeitos chega a 259.968. Ao receber o documento, o TSE compartilhou imediatamente as informações com o Ministério Público Eleitoral (MPE). As suspeitas em torno de beneficiários do Programa Bolsa Família também foram compartilhadas com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS). De acordo com a Instrução Normativa número 18, editada pelo TSE em 16 de agosto deste ano, os indícios de irregularidades serão disponibilizados aos juízes eleitorais para apuração com prioridade, em até cinco dias a partir do conhecimento do caso. O TSE não informou os nomes dos doadores e beneficiários, nem o detalhamento dos repasses sob suspeita, “por se tratar de indícios de irregularidades que ainda serão devidamente apurados”. Com informações do Estadão Conteúdo.


O ex-candidato a prefeito da cidade de Camamu, no baixo sul da Bahia, Joilson de Lima Oliveira (PV), de 44 anos, morto a tiros no sábado (15), foi enterrado na manhã deste domingo (16). O político completaria 45 anos neste domingo. De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu dentro da distribuidora de bebidas da qual a vítima era dona.
Testemunhas contaram aos policiais que dois homens em uma motocicleta vermelha entraram no local e atiraram contra a vítima. Na sequência, os suspeitos fugiram e foram perseguidos pela polícia até o distrito de Travessão, mas conseguiram escapar.  O político foi socorrido por pessoas da família para o Hospital Municipal de Camamu, mas não resistiu aos ferimentos. Ele deixou três filhos.
Segundo um amigo de Joilson de Lima Oliveira, amigos, familiares e moradores do município fizeram uma caminhada entre a casa do político, onde o corpo dele foi velado, e o Cemitério Municipal de Camamu, para homenageá-lo, na manhã deste domingo. “A cidade parou para seguir o cortejo”, disse o amigo do político. O crime está sob investigação da Polícia Civil. Até o fechamento desta matéria, nenhum dos envolvidos no caso tinha sido preso. Ainda não há informações sobre a motivação do crime e nem sobre a identidade dos suspeitos. *Informações do G1

Dois jovens foram detidos enquanto tentavam assustar pessoas que passavam em Juazeiro, norte da Bahia, na madrugada deste domingo (16). Segundo a Polícia Militar (PM), um dos jovens estava fantasiado de “palhaço sinistro”, filmando os sustos para compartilhar os vídeos nas redes sociais. Uma guarnição da PM flagrou um dos jovens fantasiado, com um machado na mão, correndo atrás de uma pessoa na Avenida Flaviano Guimarães. Os policiais dispararam balas de borracha que acertaram o jovem. Segundo o Bocão News, os dois rapazes foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil local, onde foram ouvidos. Depois das aparições de “palhaços sinistros” nos Estados Unidos e Reino Unido, em São Paulo e Tocantins, moradores relataram terem visto pessoas vestidas de palhaço. Um evento foi até criado para “caçar” palhaços em Osasco, em São Paulo. (G1/BA)


Reinaldo França de Menezes, 48 anos e o sobrinho dele, Gabriel de Menezes, 15 anos, morreram afogados por volta das 12hs deste domingo (16/10), na praia da Ponta do Ramo, zona norte de Ilhéus. Os dois moravam no bairro Santa Inês em Itabuna. O corpo de Reinaldo França, que também era funcionário da Prefeitura de Itabuna, foi localizado horas depois e encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus, enquanto o adolescente continua desaparecido. Segundo informações de um membro da família, as vítimas estavam a passeio em Ponta do Ramo comemorando o aniversário de um dos parentes, quando decidiram ir à praia e não retornaram. Gabriel foi nadar e começou a se afogar. O tio dele decidiu socorrer, mas também se afogou. As buscas serão retomadas nesta segunda-feira (17), pelo Corpo de Bombeiros na tentativa de localizar o menor. (RBN)
002

 


Um polêmico projeto do governo federal quer estabelecer prazos menores para a conclusão dos processos de adoção no país. O objetivo da medida é diminuir a quantidade de crianças e adolescentes nos abrigos e a fila de interessados em adotar.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o projeto de lei do Ministério da Justiça prevê que o prazo de convivência entre as famílias e as crianças seja fixado em 90 dias. Passado este período, o processo deverá ser concluído em até 120 dias. Os prazos podem ser prorrogados, por mais 90 e 120 dias, se necessário.

O projeto também propõe o estímulo a adoções no exterior, feitas por estrangeiros. O prazo mínimo de convivência prévia seria reduzido de 30 para 15 dias e o máximo seria estabelecido em 45 dias. Além disso, crianças com mais de um ano, que não tenham sido adotadas, serão encaminhadas para adoção internacional.

Aprovado pela maioria dos pretendentes, que atualmente enfrentam demora e dificuldades para finalizar o processo, o projeto preocupa entidades, que temem que a agilidade no processo se sobreponha aos direitos das crianças. (Verdinho de Itabuna)


Faleceu na manhã deste domingo (16), o cantor, compositor, escritor ubaitabense Webber Tannus. Segundo informações do site Ubaitaba Urgente, Webber Tannus morreu vítima de um infarto do miocárdio na cidade de Ipiaú, onde morava. Webber era muito conhecido em Ubaitaba e na região. O músico era filho de Sônia Tannus e Raimundo Mendes Ferreira. Weber Tannus, era cantor, compositor, escritor, piloto privado de aviões. É autor do livro de poesias “Tarde, muito tarde para contar estrelas”, gravou três CDs em parceria com Wandick Ferreira. Ainda não a informações do local e horário do sepultamento.

001-28


Thaís venceu a final que teve pódio 100% sulbaiano na capital sergipana, mostrando que o surf feminino está cada vez mais sólido na Costa do Cacau.

Além de Thaís, as outras representantes do sul da Bahia que chegaram ao pódio do Backfish FSS foram as ilheenses Andrea Mendes e Camille Landenberger, segunda e quarta colocadas, respectivamente, e ainda a itacareense Isadora Caldas, que terminou a disputa na 3ª colocação.

Esta era a quarta competição consecutiva que Thaís participava em menos de um mês. Antes de chegar à capital de Sergipe, Thaís já havia feito uma maratona em busca de competições pelo país. A primeira, a Copa Costa do Cacau, dias 18 e 19/9 no sul da Bahia, quando ela terminou na 2ª colocação. A segunda foi o Brasileiro Feminino, em Ubatuba (SP), nos dias 24 e 25 de setembro, quando a itacareense parou no round 1. Depois veio o circuito Linha Verde, no litoral norte baiano, dias 8 e 9 de outubro. Ali, novamente, Thais terminou com a 2ª colocação. Surf 73.