O belíssimo município de Maraú comemora na próxima segunda-feira (30), 77 anos de emancipação politica e administrativa. E para celebra a data a prefeitura municipal em conjunto com a secretaria de Cultura do município organizará uma serie de atividades, entre elas apresentações culturais e esportivas, cortejo e inauguração. Confira a programação completa: 

 
Domingo (29/03)
 
Manhã – Jogos na quadra de esporte – torneio futsal masculino
 
15:00 hs – Apresentação das crianças do Centro de Convivência.
 
15:30 hs – Apresentação de Fanfaras na Praça Central.
 
16:00 hs – Cortejo pela Cidade Casa de Bonecos de Itacaré
 
18:00 hs – Show Musical – Banda S4 e Cia
 
21: 00 hs – Show Musical – Benner Show
 
Segunda-feira (30/03)
 
09:00 hs – Missa Solene
 
10:30 hs – Cerimônia Cívica – Emancipação politica na Praça de Igreja com a presença de várias autoridades do município e apresentação da Filarmônica Lira da Conceição.
 
11:00 hs – Inauguração da Escola do Quitungo.
 
 
Conheça um pouco sobre a história de Maraú.
 
No ano de 1705, frades italianos se instalaram em uma aldeia indígena chamada “Mayrahú”, originando um povoado. Em 1717, criaram o distrito de Mayrahú que, após a construção da capela, foi elevado à freguesia, passando a se chamar “São Sebastião de Mayrahú”. No ano de 1761, foi elevada a Vila de Maraú. E só em 1938 tornou-se cidade.
 
Os padroeiros do município são São Sebastião e Nossa Senhora da Conceição do Cambuízo, que têm como data festiva 20 de janeiro e 8 de dezembro, respectivamente. Com uma cultura riquíssima e quase totalmente preservada, essa cidade atrai cada vez mais turistas de todas as partes do mundo.
 
Chamada pela mídia de “Polinésia Baiana”, devido à sua rara beleza e transparência de suas águas, Maraú possui belíssimas praias distribuídas entre seus vários povoados, além de dezenas de ilhas, cachoeiras, manguezais e quilômetros de Mata Atlântica totalmente preservados. Seus povoados costeiros mais conhecidos são: Barra Grande, Saquaíra, Taipús de Fora e Algodões. Maraú faz parte da Costa do Dendê, uma das regiões mais belas da Bahia. Lá também fica localizada a terceira maior baía do país, a Baía de Camamu, onde desagua o rio Maraú Recentemente a Península de Maraú começou a ser descoberta por baianos e turistas. Os moradores mais antigos contam que Maraú já foi visitada até pelo escritor e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, autor de “O Pequeno Príncipe”, que teria permanecido no povoado o tempo suficiente para ali manter uma residência.
 
A importância da cidade de Maraú em séculos passados se revela hoje nos prédios de arquitetura antiga, inclusive alguns com características de estilo e gosto portugueses do século XVIII.
 
Do mirante na cidade alta, consegue-se uma bela vista do estuário de Maraú e da cidade baixa, podendo-se observar a ampla área de feira e as embarcações no atracadouro. O coco, a piaçava e a madeira são os principais materiais para a confecção do artesanato da região, onde são cultivados também seringueira, dendê (introduzido em fins do século XIX), cravo-da-índia, pupunha, cacau, guaraná e pimenta do reino. Uma feira livre movimenta a cidade aos sábados e a pesca é importante fonte de renda para a cidade.

 


Por mais uma ano município Itacaré está na lista dos 16 municípios do Sul da Bahia que registraram novos casos de tuberculose neste ano. Nos municípios de Itabuna e Ilhéus 40 pessoas já foram atendidas nas unidades de referência e iniciaram o tratamento. Novos casos foram notificados também em Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Iguaí, Itajuípe, São José da Vitória,  Ubaitaba e Una.No estado, Salvador lidera em número de casos de tuberculose, com 352. Em toda a Bahia já foram registrados 791 casos da doença, que matou 6 pessoas em Carinhanha, Itaeté, Itagi, Juazeiro, Santo Amaro e Valença. (Jornal Tribunada Região)


No último dia 17, foi aprovada pela Câmara Municipal de Vereadores a Política de Meio Ambiente do Município de Itacaré que tem como maior objetivo estabelecer condições de uso dos recursos ambientais, dada sua finitude, promovendo um desenvolvimento sustentável como objeto de gestão. 

 
Desta forma, com a nova regulamentação, é possível garantir que atuais e futuras gerações tenham acesso a estes recursos.
 
Com a implantação da Lei, Itacaré dará um salto em relação a outros municípios da região e grande parte dos problemas que afetam o meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas em toda cidade podem ser empreendidas em ações capazes de preveni-los e solucioná-los. Declarou o presidente da Câmara Edson Arante Santos Mendes (PPS), o popular Nego.
 
No dia seguinte a aprovação, foi realizada uma reunião na Secretaria de Meio Ambiente, onde a Secretária, Bernadete Bittencourt, fez uma breve apresentação da lei para os secretários municipais e respectivo corpo técnico, e para o gerente da Embasa, Igor, ressaltando a importância da lei e abordando os principais pontos, tais como Licenciamento Ambiental e Fiscalização.
 
Nos próximos dias, a lei será sancionada pelo Prefeito Jarbas Barbosa e haverão novas rodadas de apresentações visando dar conhecimento a comunidade. (Assecom)