A POUSADA MARIA FARINHA possui 16 apartamentos, todos com varanda privativa e a rede, indispensável para quem visita o Norte e Nordeste do Brasil. As suítes bem decoradas, confortáveis, com amplos armários para a acomodação da bagagem, possuem ar condicionado, ventilador de teto, frigobar e TV. Todos os apartamentos possuem 2 janelas para que o usuário se beneficie também da circulação natural de ar. As camas box possuem confortáveis colchões de molas.

Pousada Maria Farinha inclui em suas diárias o delicioso café da manha, composto de frutas tropicais, iogurte, granola, sucos, bolos, geleias, tortas, pão doces e salgados, iguarias tipicas da cultura baiana, tudo preparado na própria pousada. Possuímos também serviço de bar com o preparo de “drinks” e porções especiais “à la carte”

Rua Louro Amarelo,240 – Conchas do Mar II

E-mail: [email protected]

Site: www.mariafarinhapousada.com.br

Tel: (73) 3251-3515


O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta segunda-feira, 6, o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) referente ao segundo semestre deste ano. As informações sobre os aprovados vão estar disponíveis na página do programa na internet. Também a partir desta segunda, o candidato selecionado deverá comprovar as informações junto à instituição de ensino para a qual foi pré-selecionado, com documentos que confirmem informações prestadas na ficha de inscrição. O prazo vai até a próxima sexta-feira, 10. Caso perca a data, o candidato é automaticamente retirado do processo. Entre os documentos a serem apresentados estão a carteira de identidade, o comprovante de residência, o comprovante de rendimento e o de conclusão do ensino médio. A lista completa pode ser conferida na página do ProUni. Os candidatos que não forem selecionados poderão se inscrever na lista de espera entre os dias 17 e 20 de julho.


Embora já tenha arcado com aumento extra na conta de luz de R$ 3,9 bilhões só de janeiro a abril com as bandeiras tarifárias, o consumidor deve acabar pagando por mais um rombo neste ano. Segundo dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o sistema de bandeiras tarifárias, que eleva mensalmente as contas (veja quadro nesta página), não foi suficiente para cobrir os gastos extras das distribuidoras com o uso das térmicas e com a compra extra de energia. De janeiro a abril, as despesas somaram R$ 5,5 bilhões. A diferença, de R$ 1,6 bilhão, vem sendo absorvida pelo caixa das distribuidoras. Segundo a Folha apurou, as elétricas foram à Aneel demonstrar preocupação com o cenário, uma vez que elas estimam só poder suportar descasamentos de até R$ 1 bilhão sem comprometer as atividades ou os investimentos. Projeções feitas pelo setor, porém, apontam que a conta pendente é ainda maior: um deficit superior a R$ 4 bilhões. Nesse cálculo, além do descasamento das bandeiras, as distribuidoras consideram quase R$ 2,5 bilhões em aberto com despesas em 2014. O valor foi gasto com a compra adicional de energia contratada em leilão e com o pagamento das tarifas de transmissão que sofreram ajuste, ambos ainda não restituídos ao caixa das empresas. *Conteúdo Folha de São Paulo.


Uma adolescente de 15 anos morreu afogada na tarde deste sábado (4), na praia do Cururupe, em Ilhéus. Segundo o salva-vidas de plantão, todo o atendimento foi feito para tentar salvar a vida da jovem, mas a falta de condições de trabalho, como equipamentos e posto elevado, pode ter prejudicado o socorro da vítima. *Informações do Rede Brasil de Notícias.