A maré forte invadiu a orla de Prado, no extremo sul da Bahia, e a força da água derrubou coqueiros e barracas de praia. Segundo informações da prefeitura, a situação vem ocorrendo há alguns dias e voltou a assustar durante o domingo (13). A ação da maré sobre a orla pode ser vista por moradores e turistas também em Cumuruxatiba, distrito de Prado. Segundo moradores, alguns comerciantes estão preocupados com o avanço da maré. Uma pousada da orla da cidade, por exemplo, foi parcialmente invadida pela água. A força do ventos também tem assustado os moradores. *G1.


Após o anuncio das Bandas Baiana System e Cidade Negra, mais uma grande atração foi confirmada para a festa de encerramento do Surf Eco Festival em Itacaré no próximo dia 31/10.A banda anunciada foi a banda de reggae Ponto de Equilíbrio, uma das melhores do pais no seguimento.

História do Surf Eco Festival

A história do Surf Eco Festival começou em 2008, na igualmente paradisíaca Praia do Forte, em Mata de São João, no litoral norte da Bahia. Depois de uma passagem por Salvador, o Surf Eco Festival mudou em 2013 para a cidade de Itacaré.

A galeria dos campeões do evento foi inaugurada por dois surfistas que há alguns anos vêm brilhando no Circuito Mundial da ASP, o paulista Adriano “Mineirinho” de Souza e a cearense Silvana Lima. No ano seguinte, o evento mudou para Salvador e na capital baiana passou a decidir os títulos sul-americanos Pro Junior masculino e feminino da ASP South America, além de continuar sempre promovendo uma etapa do Circuito Mundial do ASP Qualification Series.

Outras estrelas foram campeãs desta categoria para surfistas com até 20 anos de idade. Em 2009, o catarinense Alejo Muniz superou o paulista Gabriel Medina com a vitória no Surf Eco Festival na Praia da Armação do Jardim de Alah. No mesmo lugar, Miguel Pupo foi o campeão Pro Junior da ASP South America em 2010. Em 2011, o título foi conquistado por Filipe Toledo na estreia do evento na Praia de Jaguaribe, em frente ao SESC, que também foi o palco da última edição do Surf Eco Festival em Salvador em 2012, antes de ser transferido para a cidade de Itacaré, no litoral sul da Bahia.


Com o objetivo de fomentar o crescimento do esporte e criar novos ídolos, o circuito Pena Little Monster, maior projeto direcionado para a nova geração do surf brasileiro. Aterrissa em Itacaré dos dias 25 a 27 de setembro. Nas categorias: Pro Junior, Sub 8, 10, 12, 14, 16, Feminino Open e SUP Wave Open com a poupuda premiação de R$: 25mil só nesta etapa.Com o apoio toral da Associação de Surf de Itacaré, que recentemente recebeu da Confederação Brasileira de Surf (CBS), uma medalha de Honra ao Mérito em reconhecimento especial pelos 26 anos de serviços prestados em prol do SURF e na defesa do meio ambiente do município de Itacaré.

Pena Little Monster em Itacaré de 25 a 27 de setembro


Um acidente fatal na noite desta sexta-feira (11), vitimou o itacareense Antônio Serafim de Santana Filho, conhecido como “Tonhe”, no KM 22 da BR 030 próximo à fazenda Santa Mônica no município de Maraú.

As informações dão conta que “Tonhe”, retornava para sua residencia após serviço, quando perdeu o controle do carro e tombou, chegou a ser socorrido por moradores moradores da localidade, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. Tonhe era morador do Bairro da Passagem em Itacaré é muito querido em toda cidade. Informações Barra Grande News.

Acidente-tonhe_na_estrada_de_marau

IMG-20150912-WA0012


Pela terceira vez consecutiva Itacaré recebe um dos maiores eventos de surf do país. De 27 de outubro até o 01 de novembro, a cidade ganhará a oitava edição do Surf Eco Festival. O evento é internacional e faz parte do circuito mundial de surf masculino, válida pela Word Surf League (WSL). Mas não só as ondas que chamarão a atenção do público. Além de ações ecológicas, culturais, sociais e de sustentabilidade, acontece um festival musical deve atrair os amantes de diferentes ritmos. O Surf Eco Festival acontecena praia da Tiririca, uma das melhores para o surf no Brasil. Em 2015, é uma etapa QS 6.000, que significa seis mil pontos no ranking internacional e US$ 150 mil em premiação. O evento é promovido pela Dendê Produções desde 2008 e conta com o patrocínio da Prefeitura de Itacaré, Pousada Ecoporan, Secretaria do Turismo da Bahia, Mahalo e Skol.

As duas primeiras bandas já foram anunciadas pela organização do evento, uma delas é a Banda Baiana System, que mistura o axé, eletrônico, batuques de candomblé. Um som diferente e que já conquistou muitos fãs pelo mundo inteiro. Prova disso, são as constantes turnês que o grupo faz por diversos países, divulgando a cultura baiana.

A Banda Baiana System será uma das atrações do evento
A Banda Baiana System será uma das atrações do evento

A segunda atração divulgada foi a conceituada banda carioca Cidade Negra, liderada pelo vocalista Toni Garrido, e composta pelo baixista Bino Farias e o baterista Lazão, que já emplacou diversos hits na parada de sucessos e desde 1986, figura entre uma das melhores bandas do pais.

Cidade_negra_no_surf_eco_festival_em_itacare

 

 

História do Surf Eco Festival

A história do Surf Eco Festival começou em 2008, na igualmente paradisíaca Praia do Forte, em Mata de São João, no litoral norte da Bahia. Depois de uma passagem por Salvador, o Surf Eco Festival mudou em 2013 para a cidade de Itacaré.

A galeria dos campeões do evento foi inaugurada por dois surfistas que há alguns anos vêm brilhando no Circuito Mundial da ASP, o paulista Adriano “Mineirinho” de Souza e a cearense Silvana Lima. No ano seguinte, o evento mudou para Salvador e na capital baiana passou a decidir os títulos sul-americanos Pro Junior masculino e feminino da ASP South America, além de continuar sempre promovendo uma etapa do Circuito Mundial do ASP Qualification Series.

Outras estrelas foram campeãs desta categoria para surfistas com até 20 anos de idade. Em 2009, o catarinense Alejo Muniz superou o paulista Gabriel Medina com a vitória no Surf Eco Festival na Praia da Armação do Jardim de Alah. No mesmo lugar, Miguel Pupo foi o campeão Pro Junior da ASP South America em 2010. Em 2011, o título foi conquistado por Filipe Toledo na estreia do evento na Praia de Jaguaribe, em frente ao SESC, que também foi o palco da última edição do Surf Eco Festival em Salvador em 2012, antes de ser transferido para a cidade de Itacaré, no litoral sul da Bahia. Fonte: Itacaré Urgente

 


O corpo de um homem, não identificado foi encontrado boiando na manhã desta sexta-feira (11), na praia do Cristo, no município de Ilhéus, Sul da Bahia. Populares encontraram a vítima e acionaram a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros para remoção do corpo. De acordo com informações da imprensa local, equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local. Corpo da provável vítima de afogamento foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da região.


Conforme antecipado pelo Galáticos Online, o atacante Roger é o novo reforço do Bahia. O jogador que estava na Chapecoense foi confirmado de forma oficial como novo jogador do clube na tarde desta sexta-feira (11).

O centroavante chega ao Fazendão para ajudar o time de Sérgio Soares na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro. O contrato do novo atacante tricolor é até dezembro de 2015, com possibilidade de renovação para a temporada do ano que vem.

Roger já está em Salvador, realizou exames médicos no início da tarde desta sexta-feira (11) e será apresentado oficialmente na Arena Fonte Nova, antes do jogo contra o Bragantino. Em seu último clube, a Chapecoense, o atacante disputou 26 partidas em 2015 e marcou 12 gols.

Ficha Técnica:
Nome completo: Roger Rodrigues da Silva
Naturalidade: Campinas (SP)
Nascimento: 07/01/1985
Altura: 1,87m
Peso: 80kg
Clubes anteriores: Ponte Preta, São Paulo, Palmeiras, Al-Nasr (Arábia Saudita), Sport, Fluminense, Vitória-BA Ceará, , Kashiwa Reysol (Japão), Atlético-PR, Suwon Samsung (Coréia do Sul) e Chapecoense.