O ex-líder da Telexfree Sanderley Rodrigues Vasconcelos foi preso pela imigração dos Estados Unidos acusado de falsificar informações para residir naquele país. Sann, como é conhecido, é também um foragido da Justiça brasileira por comandar outro suposto esquema de pirâmide financeira, a Ifreex, investigada pela Polícia Federal no Espírito Santo.

A prisão de Sann foi decretada em 7 de maio logo após ele ter saído dos EUA rumo a Israel. A operação para deter o empresário ocorreu em Nova Jersey. Ele foi capturado no dia 18 de maio pelo Departamento de Segurança Interna. Ainda não se sabe se ele foi detido depois de retornar de Jerusalém.

Apesar de responder por suspeitas de fraudes para obter o “green card” (cartão que dá direito a moradia permanente ao imigrante), segundo fontes ligadas à investigação, é possível que a prisão se trate de uma manobra, organizada em conjunto com a Polícia Federal brasileira, para impedir que Sann continue a conduzir esquemas de pirâmide.

Sann é uma figura polêmica. Em 2006, ele foi acusado de montar a pirâmide financeira Foneclub, que causou prejuízos milionários em Massachusetts. O esquema, aliás, tinha raízes no Espírito Santo, onde o empresário registrou negócios com nomes semelhantes: Universo Foneclub, Mix Phone Club e a Phone Club.

Nos EUA, a fraude consistia na venda de cartões telefônicos pré-pagos como investimentos. No Brasil, a empresa, trabalhava nos moldes da Telexfree. Recrutava pessoas prometendo lucro por meio da comercialização de VoIP. O serviço, aliás, também foi considerado clandestino pela Anatel.

De acordo com o Departamento de Segurança Interna (DHS) dos EUA, Sann chamou a atenção da imigração porque já foi acusado de praticar crimes nos Estados Unidos, mas mentiu quanto a isso durante as entrevistas para obtenção dos vistos.

Há indícios de que ele tenha morado ilegalmente nos EUA entre 2003 e 2006. Em 2009, Sann conseguiu um visto de turista. Na ocasião, disse ao consulado que nunca havia entrado sem visto nos Estados Unidos.

As irregularidades de Sann se agravaram porque mesmo tendo apenas autorização para passeio, ele exerceu atividades econômicas na região, segundo as investigações.

Sann conseguiu o green card em 2012. Durante a triagem, ele sonegou informações de que havia cometido infrações nos EUA.

Os agentes que prenderam o Sann são os mesmos que trabalham na investigação de fraude financeira nas quais respondem os donos da Telexfree, Carlos Wanzeler e James Merrill.

Fuga

Durante visita do empresário ao Brasil para divulgar os trabalhos da Ifreex, no início do ano, a Justiça Federal do Espírito Santo proibiu Sanderley de sair do território brasileiro. A decisão com data de 5 de fevereiro foi descumprida pelo especialista em marketing multinível. Ele conseguiu embarcar para os EUA, de forma ainda não revelada, no dia 20 do mesmo mês.

As investigações da PF correm em segredo de Justiça, porém, a determinação do juiz da 1ª Vara Criminal Federal de Vitória pode ser encontrada no Diário Oficial do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

A proibição ocorreu após um evento da Ifreex, organizado pelo Sann, na cidade de Paulínia, em São Paulo, ter sido invadido pela polícia local. (Gazeta Oline)


Júlio Braga Santos, de 19 anos, tentou assaltar um grupo de evangélicos e se deu mal. Um deles percebeu que a arma era falsa e aplicou uma gravata no ladrão. Os evangélicos saiam do culto em direção às suas casas quando foram abordados e reagiram, prendendo o infrator. A tentativa de assalto aconteceu por volta das 22h de domingo (24) na Avenida dos Navegantes, no Bairro Itapuan. A polícia foi acionada e constatou que o homem usava um simulacro de arma de fogo. Conduzido à Delegacia Territorial, o ladrão foi ouvido e liberado.Curioso é que este mesmo homem, morador do Pequi, já havia sido preso por uma guarnição da PM no dia anterior, sábado (23), pelo roubo de um celular. O crime ocorreu na Avenida África, no Dinah Borges. Na Delegacia ele foi autuado em flagrante e liberado depois que a família pagou a fiança arbitrada em R$ 500,00. *Informações do Radar64.


A curva Ste. Devote foi um dos pontos mais agitados do circuito de rua de Monte Carlo neste domingo. O local da batida do holandês Max Verstappen durante o GP de Mônaco de F-1 também já havia presenciado, algumas horas antes, outro impressionante acidente, desta vez envolvendo o brasileiro Bruno Bonifácio, que foi tocado pelo holandês Meindert van Buuren durante corrida válida pela Fórmula Renault 3.5. Apesar de a colisão ter sido forte, o paulista de 20 anos, da Draco Racing, recebeu atendimentos médicos na pista e, em uma maca, foi encaminhado para o hospital. Os exames comprovaram que ele não se feriu gravemente. Buuren, da Lotus, saio ileso da batida.

– Foi um impacto muito forte, não tive o que fazer, mas não me machuquei. Estou com dores nas costas, mas vou fazer fisioterapia e outros tratamentos nessa semana para estar pronto para a etapa em Spa-Francorchamps. É um pena, pois tinha feito uma ótima largada, já estava em 6º, e tínhamos carro para terminar bem nos pontos, mas agora o foco é na próxima etapa, onde temos grandes chances de um bom resultado – comentou.

Disputando sua primeira temporada na Fórmula Renault 3.5 e estreando nas ruas de Monte Carlo, Bonifácio vinha fazendo uma boa corrida, uma vez que havia largado em 13º e já estava na 6ª colocação quando sofreu o acidente. Após o choque, a prova foi parada com a bandeira vermelha para reparação nos muros de contenção.

O pole posiiton Jazeman Jaafar, que corre pela Fortec Motorsports, venceu a prova de ponta a ponta. A próxima etapa da categoria será na próxima semana, no tradicional circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica, nos dias 29 e 31 de maio.


As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam hoje (25), exclusivamente pela internet, no site do Enem. Os interessados podem se inscrever a partir das 10h, no horário de Brasília, até as 23h59, do dia 5 de junho. As provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro em mais de 1,7 mil municípios em todo o país. O Ministério da Educação (MEC) espera que mais de 9 milhões de pessoas se candidatem aos testes. O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão concluindo o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Não importa a idade nem o ano do término do curso, basta que o interessado faça sua inscrição na página eletrônica do Enem.

Estudantes que não terminarão o ensino médio este ano, podem participar como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas de acesso ao ensino superior. Neste ano, para fazer a inscrição o participante deverá ter um e-mail próprio. O sistema não aceitará a inscrição de mais de um participante com o mesmo endereço eletrônico. O exame custará R$ 63, que deverão ser pagos até o dia 10 de junho.Estudantes que vão concluir o ensino médio este ano em escolas públicas e participantes que declararem carência são isentos da taxa. Podem solicitar a isenção por carência, aqueles que tem uma renda renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada. As informações devem ser comprovadas pelos participantes e receber a aprovação do MEC. O participante deve acompanhar na página de inscrição se o pedido de isenção foi aceito. É também na inscrição que os participantes podem solicitar atendimento especializado ou específico. O atencimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia (alteração neurológica que dificulta a aprendizagem de números) ou com outra condição especial. Já o atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas – pessoas que, por convicção religiosa, guardam o sábado. Após fazer a inscrição, participantes transexuais e travestis podem pedir o uso do nome social, também pela internet, entre os dias 15 e 26 de junho. Com informações da Agência Brasil.


Numa semana de muita chuva, e as ruas de Barra Grande maior distrito de Maraú, ficaram completamente inundadas. Segundo o blog Barra Grande News, as ruas da Vitória e da praia da Bombaça ficaram intransitáveis.
Em tempo, os problemas de infra estrutura do município vão de encontro às intenções da gestão municipal em cobrar pela entrada de turistas na região. Opositores da lei que institui portais de cobrança questionam se de fato o público estaria disposto a pagar, recebendo em troca serviços precários.
Confira mais fotos tiradas por moradores da vila de Barra Grande:

chuvas_alagam_ruas_em_barra_grande


Um veículo modelo Citroen, placa NYI-0009, licença de Salvador, capotou na BR-330, no início da manhã deste domingo (24) na BR-330, em frente ao Sítio dos Ciganos. O carro era conduzido pelo promoter musical do cantor Binho Alves, Edson Filho, morador de Ubatã, e filho do empresário Edson Neves.

O motorista teria perdido o controle do veículo ao desviar de outro automóvel. O condutor e outros ocupantes do veículo sofreram ferimentos leves e foram socorridos por populares para uma unidade hospitalar de Ipiaú. Fonte: Giro em Ipiaú.

empresario Musical de Binho Alves sofre acidente na BR-330