A prefeita de Uruçuca, no sul do estado, Fernanda Silva (PT) passou por apuros ontem, 22, na cidade de Itamaraju, durante a partida entre as seleções de Itamaraju e Uruçuca pelas semifinais do Campeonato Intermunicipal de Futebol 2015.

Conforme informações apuradas pela equipe do FRN, a mandatária uruçuquense foi alvo de pedradas e hostilizada o tempo inteiro pelos torcedores do time local, que aparentemente estavam furiosos pelo resultado negativo do jogo. O clima ficou tenso na saída do estádio, quando mais uma vez, os arruaceiros tentaram agredir a comissão técnica, jogadores e torcedores, que foram escoltados pela polícia militar até a saída da cidade. No perfil do Facebook, Fernanda se manifestou relatando o episódio.

Relato da prefeita, durante o jogo em Itamaraju.


Com a temperatura a cada dia ficando mais quente, um pequeno incêndio deixou a população em situação de alerta. O fogo que atingiu a vegetação teve inciou às 17 horas deste domingo (22),  na “Ladeira Grande” e deixou a população em alerta para possíveis novos focos na região, que vêm sofrendo com a falta de chuva.

As chamas atingiram uma altura de quase 03 metros e chamou a atenção da população pois as chamas, estavam a menos de cinco metros da estação de distribuição de energia da Coelba. O acesso a cidade ficou paralisado por um tempo. O fogo só  diminuiu depois  que toda  vegetação foi queimada. Informações Tribuna da Região.


O contribuinte poderá quitar tudo com até 100% de desconto nos juros e multas conforme Lei do REFIS – Programa de Parcelamento de Débitos Tributários – no último dia 01 de novembro. Com isso, a Prefeitura de Itacaré – PMI – facilitou e muito a vida do cidadão que tinha dívidas e já não sabia como pagar. A aprovação dessa lei foi uma forma que a prefeitura de Itacaré viu para ajudar o cidadão que quer ficar regular com o município tendo suas obrigações quitadas e sem problemas. Além de ser uma forma de fortalecer as finanças municipais nesse momento de crise que passa todo o país.

A renegociação será muito importante e todas as pessoas que tem dívidas até 2014, poderão participar, não importando a quantos anos o contribuinte está inadimplente ou se ele já renegociou suas dívidas antes e não conseguiu pagar. Só não é válido para os tributos referente ao ano de 2015, que está em vigor.

Para fazer essa regularização, basta o contribuinte, ou a pessoa responsável pelo Tributo (por exemplo, o responsável atual de um imóvel arrendado que quer pagar o IPTU) procurar o setor de tributos do município e pronto, é só fazer o parcelamento de acordo as suas condições pessoais que poderá parcelar em até 12x e ainda ter descontos. O contribuinte tem as seguintes vantagens:

100% (cem por cento), no caso de efetuar o pagamento à vista; ou seja, zero de juros, multas.
– 80% (oitenta por cento), no caso de parcelamento em até 06 (seis) parcelas fixas, mensais e sucessivas dos débitos; e – 50% (cinquenta por cento), no caso de parcelamento em até 12 (doze) parcelas fixas, mensais e sucessivas dos débitos, atentando que somente será permitida a concessão de um único parcelamento;
O REFIS é bom para cidadão e faz bem para a cidadania.
Assim ficou mais fácil para o cidadão. A lei do REFIS foi publicada no dia 01 de novembro e estará em vigor por 60 dias. Por isso é importante os interessados procurarem o setor de Tributos da Prefeitura para se beneficiar dessa oportunidade.
Junior Andrade, secretário de Finanças comenta sobre o REFIS: “A aprovação desta lei pelo prefeito e pela Câmara de Vereadores, foi uma luta nossa que dará oportunidade aos cidadãos de Itacaré regularizar suas pendências tributárias, pois muita gente tinha dívidas muito altas e não conseguiam quitar por conta dos juros e multas incidentes após vários anos. Com essa oportunidade, permitimos aos cidadãos itacareense regularize sua vida tributária junto a Prefeitura e possa obter seus documentos de maneira mais fácil e com menos custos.”
Clique aqui e acesse a lei completa, só tem 04 páginas e fique sabendo de todos os detalhes.
Ou procure O setor de Tributos da Prefeitura de Itacaré – (73) 3251-2134
Assecom Itacaré.


O grupo ‘Guetto é Guetto’ participou, nesta sexta-feira (20), do programa Universo Axé e comentou o episódio em que o vocalista da banda, Chiclete Ferreira, abandonou a atração após o apresentador Alex Lopes anunciar a exibição de uma entrevista exclusiva com o cantor Igor Kannário.
“Não tenho nada contra o Kannário. Ele faz o dele de lá e eu faço o meu de cá. Se ele vier pro pau, a gente cai, mas tá tudo certo. Sabe quando você explode por dentro para não explodir por fora? Eu me senti ofendido em nome de minha família. Quando eu não posso meter a mão, a verdade é essa, quando a gente não pode fazer nada, explode por dentro. Pra não decepcionar meus fãs, eu escolhi sair. Pedi muitas desculpas a minha produção, porque até então eu fiz tudo sem o apoio momentâneo deles. Não tenho nada nem contra o Kannário e nem a banda dele, pelo contrário, me respeitam muito. Só que eu sou merecedor de que quando eu tô aqui fale de Ivete Sangalo, Claudia Leitte. Quando eu tiver aqui, fale de Araketu, Chiclete com Banana. Porque eu também vim da favela. Ninguém me apadrinhou, eu não sou peixada de ninguém”, destacou o cantor.

O rapaz ainda continuou o discurso, enfatizando a sua história. “Eu vim ralando, nove anos. Ganhava 12 reais pra tocar sete horas em Castelo Branco. Quem sabe dessa história sabe que eu tô falando a verdade. Então, minha produção se orgulha de mim porque minhas atitudes são de homem e, se eu errasse, eu abaixo minha cabeça e digo que errei. Mas naquele momento, sinto muito, eu fui egoísta, e aquele passo foi dado por mim. Me senti ofendido. Me senti esfaqueado”, compara Ferreira.
No fim, ele destaca que tem uma relação antiga com a TV Aratu e pede por respeito do apresentador. “Porque, pra uma emissora que sempre me respeitou, naquele momento não foi isso que aconteceu. Porque, como você falou, quase dez anos tentando somar. Cobrindo vários buracos aqui, de banda que marca pra vir e não vem e você me liga e a gente vem. Eu merecia um tratamento melhor. Não por Alex, ele chegou agora. Entrou pela janela e tá ai no bonde dando tchau. Ele pode, ele é o dono do programa, é o cara, a cabeça principal, a gente tem que respeitar – desde que ele me respeite. Agora, a verdade da gente é explícita e é nítida porque, realmente, foi a raiva verdadeira. Se alguém se ofendeu, me perdoe. Mas só quem vive, é que sabe”, finalizou ele. Alex Lopes não falou mais nada sobre o assunto e finalizou o programa após a declaração.
Bahia Notícias


O Tribunal Superior Eleitoral declarou uma série de dificuldades para implementar o voto impresso no país. Aprovada pelo Congresso na minirreforma eleitoral, a impressão do voto foi vetada pela presidente Dilma Rousseff em setembro. No entanto, na última quarta-feira (18), o veto foi derrubado pelos congressistas, o que fez com que o novo sistema seja usado nas eleições de 2018. Segundo informações do G1, a área técnica to TSE detalha os gastos de R$ 1,8 bilhão previstos para a compra, manutenção e transporte das impressoras, entre outros gastos. O secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, considera o voto impresso “ineficiente”, “ineficaz para auditoria” e “prejudicial para o processo”. Por outro lado, especialistas ouvidos pelo G1 disseram que, apesar dos custos no processo, consideram o atual sistema eletrônico “inauditável” e alegam que obstáculos na implantação podem ser superados, principalmente pela melhora nos procedimentos para organizar as eleições. (Notícias ao Minuto)


Escudero, Kanu e Elton marcaram os gols da festa do retorno do Leão à elite do futebol nacional. Os quase 42 mil torcedores, recorde de público do estádio em jogos de clubes em 2015, foram à loucura com a volta do time baiano à 1ª Divisão. Os comandados de Vagner Mancini ainda encerram a participação e dão adeus à Série B no próximo sábado (28), diante do Santa Cruz, em Recife. O primeiro tempo foi disputado e marcado por muito nervosismo do Vitória. A melhor chance dos 45 minutos iniciais foi do time visitante. Aos 14 minutos, Lucas Fernandes recebeu na área e chutou no canto. Gatito se esticou e espalmou para evitar o gol do Luverdense. O Vitória voltou melhor para o segundo, mas perdeu muitas chances de gols nos primeiros 15 minutos. Mas, aos 16, o grito de gol tomou conta da Fonte Nova. Escudero cobrou falta com perfeição, a bola ainda tocou na trave e morreu nas redes do goleiro. Dois minutos depois, o Vitória chegou ao segundo. Após bela jogada de Rhayner, Kanu desviou para marcar mais um para o Rubro-Negro. Já aos 25, Vander fez bela jogada pela esquerda e lançou para Escudero. O argentino chutou no gol e acertou a trave. No rebote, Elton, de voleio, marcou o terceiro e deu números finais ao jogo que  marcou o retorno do Vitória à Série A.

Vitória 3 x 0 Luverdense
Campeonato Brasileiro Série B – 37ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/Horário: 21/11/2015, às 16h30 (horário de Salvador)
Arbitragem: Heber Roberto Lopes, assistido por Helton Nunes e Éder Alexandre (todos de SC)
Cartões amarelos: Osman, Luiz Otávi0, Everton (LUV); Vander (VIT)
Gols: Escudero, Kanu, Elton (VIT)
Vitória
Gatito Fernández (Fernando Miguel); Diogo Mateus, Kanu, Guilherme Mattis e Diego Renan; Amaral (Jorge Wagner), Pedro Ken e Escudero; Rhayner, Vander (Yan) e Elton. Técnico: Vagner Mancini.
Luverdense
Gabriel; Gabriel Passos, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Muralha, Alípio e Osman; Diego Rosa, Lucas Fernandes e Assuério. Técnico: Júnior Rocha.