Lula Marques/Agência PT – 22.9.16

Os últimos dois meses, período em que avançaram investigações contra ele e que foi marcado pela greve dos caminhoneiros, foi destrutivo para a já combalida popularidade do presidente Michel Temer (MDB).

Na pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo neste domingo, 10, ele chegou à mais alta taxa de reprovação da história do instituto, feitos a partir da redemocratização do país, em 1985: 82% dos entrevistados dizem que o governo é “ruim” ou “péssimo”. Em abril, eram 70%.

Entre os demais, 14% consideram a gestão Temer como regular e 3% disseram que ela é “ótima” ou “boa”.

O “recorde” anterior, 73% de rejeição em setembro de 2017, também era de Temer. Naquele momento, o emedebista enfrentava as denúncias criminais apresentadas contra ele pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a partir das delações premiadas dos irmãos Batista e dos executivos do grupo J&F.

Levantamento do jornal a partir das pesquisas antigas do Datafolha mostra que o número é muito superior ao registrado mesmo pelos dois ex-presidentes que sofreram impeachment, Dilma Rousseff (PT) e Fernando Collor (PTC), com 71% e 68% nos piores momentos, e José Sarney (MDB), muito criticado durante as falhas de suas tentativas de combate à inflação nos anos 1980, também com os mesmos 68%.

Os demais nunca chegaram a uma rejeição tão grande. Fernando Henrique Cardoso (PSDB) viveu seu pior momento em setembro de 1999, quando 56% dos brasileiros desaprovavam seu governo. Itamar Franco (então PMDB) chegou a ser rejeitado por 41% e Lula (PT) por 29%.

Eleições

Outro item do levantamento mostra que um apoio de Temer seria destrutivo para qualquer pré-candidato ao Palácio do Planalto. Questionados pelo Datafolha, 92% dos entrevistados disseram que rejeitariam um nome indicado pelo presidente.

Má notícia para o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, pré-candidato do MDB. Ele bem que tentou dizer que não era o candidato do governo, mas, como informa a coluna Radar, o presidente chamou sua atenção e ameaçou vetar a sua candidatura se ele seguisse com o discurso.

Fonte: Veja

Um desentendimento entre investigadores da Polícia Civil e policiais militares em uma casa de eventos, no bairro Pontal, em Ilhéus, na madrugada deste sábado (9), por pouco não acaba em tragédia. Os envolvidos na confusão foram os investigadores Joseval Santos Cupertino e Luciano Santos Cardoso e o tenente-coronel Delmo Barbosa de Santana e outros PMs. De acordo com informações de testemunhas, foram feito quatro disparos. O tenente-coronel foi atingido na perna, socorrido para o Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus, e depois transferido para um hospital em Salvador. O estado de saúde do PM é estável. Os policiais civis nada sofreram. Um agente de portaria da casa de eventos foi atingido na perna, de raspão. Funcionários da casa de eventos e testemunhas foram ouvidos no inquérito aberto na Polícia Civil. Em nota, a PM informou que a corporação vai instaurar sindicância para apurar os fatos. Câmeras do circuito interno do estabelecimento devem ajudar a esclarecer o que ocorreu e identificar os envolvidos no desentendimento. *As informações são do blog do Pimenta


Dados do Ministério da Saúde revelam que 1.153 municípios brasileiros, o que corresponde a 22% do total, têm alto índice de infestação e risco de surto para dengue, zika e chikungunya, dentre eles, Ilhéus e Itabuna, com a classificação de “alto risco”. O mapeamento foi feito com base no Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que compila informações enviadas por gestores municipais. Neste caso, os dados foram coletados entre janeiro e meados de março. A lista com a situação de cada cidade está disponível no portal do Ministério da Saúde.


Três das principais festas privadas de São João na Bahia estão proibidas pela Justiça de tocar músicas. A proibição é por causa de dívidas com o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) no pagamento de direitos autor. Juntos, o Forró Ticomia, o Brega Light, ambos em Ibicuí, e São João do Allanbick, em Barreiras, somam um débito de quase R$ 3 milhões.

Segundo o site Bocão News, o Ecad confirmou que “existe uma decisão judicial a favor do pagamento dos direitos autorais aos compositores”. No entanto, “todas as empresas promotoras dos eventos (Forró Ticomia, Brega Light e São João do Allanbick) descumprem a decisão”, o que gera o acúmulo da dívida.

Conforme informações do escritório, o maior débito é do Brega Light, de R$ 1,6 milhão desde 2012, mesmo período que a dívida foi acumulado pelo Forró Ticomia, que somou um valor de R$ 700 mil. Já o São João do Allanbick deve R$ 690 mil, mas o débito é desde 2005. O órgão ressalta que “os valores acima se referem a até 2017 e não estão incluídos os débitos relativos a 2018”.

Apesar dos débitos, as festas continuam confirmadas com grandes atrações nacionais da música. Marcado para o dia 23 de junho, o Forró Ticomia vai reunir Dorgival Dantas, Gabriel Diniz, Mano Walter, Luan Estilizado, Lordão, Calcinha Preta e Mastruz com Leite.

Com ainda mais artistas e dividido em dois dias, 22 e 24 de junho, o Brega Ligth tem na programação shows de Aviões, Safadão, Gusttavo Lima, Parangolé, Trio da Huanna,  Donas do Bar, Jorge e Mateus, Léo Santna, Marcia Felipe, Jonas Esticado, Solange Almeida e Zé Neto e Cristiano.

Nota do Brega Light:

A Produção do Brega Light informa que não existe qualquer decisão judicial impedindo a realização do evento marcado para os dias 22 e 24 deste mês, bem como, a reprodução das músicas pelos artistas contratados para participar do evento. As providências estão sendo tomadas para que seja dado o direito de resposta ao evento pelos veículos de imprensa que divulgaram as informações inverídicas.

* Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz


A TVE Bahia vai exibir aos sábados de junho a série ‘Narrativas Artesanais’, que contam pequenas histórias educativas de mestres e aprendizes, que mantêm atividades tradicionais de origem ancestral com valor cultural, histórico e ambiental para a região de Itacaré e Serra Grande, no entorno do Parque Estadual da Serra do Conduru, Litoral Sul da Bahia. O primeiro episódio do curta vai ao ar neste sábado (09), às 17h.

Dirigido por André de Oliveira e roteiro de Julia Aguiar, a obra retrata, em cada episódio, a criatividade, o empreendedorismo, a autonomia, a diversidade, as relações comunitárias e o respeito com a natureza de cada personagem.

Através de uma linguagem cinematográfica poética e didática, a série compõe um panorama de uma economia local baseada em produtos e serviços que valorizam a educação, a cultura e o território, em consonância com o que se tem categorizado hoje por Economia Criativa.

O primeiro programa vai exibir quatro documentários: Mutirão da Casa de Farinha, Cacao Theobroma: alimento dos Deuses, Cocada de mãe pra filha e O babado da Toinha. Os recursos para realização da série foram aprovados pelo Instituto Arapyaú, no âmbito do Projeto Nacional de Ações Integradas Público-Privadas para Biodiversidade (Probio II), uma parceria entre o Fundo Nacional para a Biodiversidade (FUNBIO) e o Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF).


A canoísta Itacareense Valdenice Conceição, a “Netica”, conquistou a prata nos Jogos Sul-Americanos em Cochabamba, na Bolívia, no último final de semana. “Netica”, na categoria C1 200 Feminino com o tempo de 49’39”. O ouro ficou com a chilena Maria Jose Rodriguez (49’15”) e o bronze com a equatoriana Anggie Salazar (49’64”).

Em sua página oficial em uma rede social, a atleta escreveu. “Obrigado senhor por me conceder mas essa conquista. Quero agradecer a todos que torcerão por mim”!

Com a prata de Netica, o Brasil terminou a competição com quatro ouros, seis pratas e um bronze no total.Fizeram parte da equipe brasileira, além de Valdenice ConceiçãoIsaquias Queiroz e Erlon de Souza na canoa masculina, Angela Aparecida da Silva e Andrea Santos de Oliveira na canoa feminina; Edson Freitas da Silva, Vagner Souta, Roberto Maehler e Pedro Henrique da Costa no caiaque masculino; e Ana Paula Vergutz e Cinara Camargo no caiaque feminino.