A comissão especial da Câmara dos Deputados que discute a maioridade penal aprovou nesta quarta-feira (17/6), por 21 votos favoráveis e 6 contrários, o relatório do deputado Laerte Bessa (PR-DF) que reduz de 18 para 16 anos a idade penal para os crimes considerados graves.  O relatório original previa a redução para todos os casos, mas, após acordo entre os partidos, o texto foi alterado para prever punição somente aos jovens que cometerem crimes hediondos (como latrocínio e estupro), homicídio doloso (intencional), lesão corporal grave, seguida ou não de morte, e roubo qualificado. A alteração é fruto de uma negociação capitaneada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o PSDB e lideranças de outros partidos numa articulação para derrotar o PT, contrário à redução da maioridade. A nova redação do texto não prevê mais a realização de um referendo popular sobre o tema, como constava no documento inicial.  Cunha já avisou que pretende votar o relatório no plenário principal no próximo dia 30. Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), a matéria precisará de, no mínimo, 308 votos para ser aprovada. Se passar, ela terá ainda que ser votada em segundo turno na Câmara e depois em dois turnos no Senado. *Informações do G1.


No último dia 5, divulgamos a grande conquista do fotógrafo e videomaker Flávio Rebouças. Ele foi selecionado para estudar cinema na Escuela Internacional de Cine y Tv (EICTV), em Cuba – lembre aqui. O curso vai durar três anos. A anuidade custa 5 mil euros. Nesse primeiro ano, Flávio tem de arcar com metade do valor (2.500 mil euros), além da passagem aérea para Havana e equipamentos solicitados pela instituição. O Ministério da Cultura cobrirá os outros custos.

A urgência em arrecadar a quantia levou Flávio a unir forças com a cineasta sergipana Everlane Moraes, também selecionada pela EICTV. Eles lançaram a campanha TRAVESSIA CINE CUBA para mobilizar colaboradores dispostos a ajudá-los a realizar esse sonho.

Flávio criou uma “vakinha” virtual. Qualquer pessoa pode doar a quantia que quiser e viabilizar a ida do jovem para a EICTV. Para colaborar, acesse este link ou o site:https://www.vakinha.com.br/ e pesquise por TRAVESSIA CINE CUBA | Flávio Rebouças. Você também pode entrar em contato com ele via e-mail: [email protected] Conheça a página da campanha no Facebook.

Flávio nasceu em Itacaré e graduou-se em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Estadual de Santa Cruz, em Ilhéus, onde mora. Sua atuação no universo do audiovisual envolve o uso de fotografia, vídeo e cinema para discutir questões ligadas aos direitos humanos, à comunicação social e à educação, principalmente em comunidades quilombolas, de terreiro e entre a juventude das periferias.

Fundada em 1986 pela Fundação Novo Cinema Latino-Americano (FNCL), a EICTV é um dos melhores centros de formação audiovisual de todo o mundo. Entre seus fundadores estão o jornalista e escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez, o poeta argentino Fernando Birri e o teórico e realizador cubano Julio García Espinosa.


Sem salva-vidas durante toda tarde desta segunda-feira (15), um policial militar de Minas Gerais morreu afogado na praia do Resende em Itacaré. E uma reunião nesta terça-feira(16) com administração da prefeitura investigou o porquê da falta de salva-vidas na praia do Resende no momento do acidente. Sendo que todo os dias é obrigatório ter profissionais em pontos perigosos das praias.

Os quatros salva-vidas que deveriam estar de plantão no naquela tarde fatídica, não estavam trabalhando na hora do afogamento, que aconteceu por volta das 15h30. Eles foram suspensos e não poderão realizar suas atividades até o fim do inquérito. E sendo confirmada a falha da equipe, o que está mais que caracterizado, após passar pelo processo administrativo, deverão ser exonerados mesmo sendo funcionários concursados.

Outro que poderá ser suspenso ou exonerado é o responsável geral pelos salva-vidas em Itacaré, que segundo informações internas, não vinha fiscalizando a pratica de “sair mais cedo” de alguns salva-vidas, mesmo sabendo que não tinha terminado a sua carga horaria diária. (Ubaitaba.com)


Sem a quantidade adequada de funcionários, alunos da escola Escola Paulo Souto no distrito de Taboquinhas, é quem tem realizado a faxina das salas de aulas da maior escola da localidade. Segundo Blog Taboquinhas Informa, a quantidades de funcionários efetivos na área de serviços gerais (serventes, merendeiras e auxiliares de secretária) não são suficientes para todo colégio, e muitas das vezes o serviço é deixado para o outro turno.

Em contato com alguns funcionários, nossa equipe ficou sabendo que, ofícios foram entregues por várias vezes a várias Secretaria de educação e administração de Itacaré, mas infelizmente os pedidos foram atendidos.

Ainda segundo o blog, na tarde desta última segunda-feira (15), última semana de aula antes do recesso junino, os alunos do turno vespertino, chegaram às salas de aula, e encontraram totalmente suja, inclusive, alguns pegaram vassouras para limpar a sala antes de assistir as aulas.

Absurdo! Como que o governo deixou chegar a esse ponto de alunos pegarem vassoura para limpar a escola? Onde está a verba destinada ao município na área da educação? Onde está o governo de excelência Dr. Jarbas?

Além dos problemas citados, ainda existe a falta de segurança do prédio aos finais de semanas e feriados.

(Taboquinhas Informa)


Veja o que diz a revista Veja sobre o atleta de Ubaitaba: “A constituição física desses índios (…) é robusta e sua fisionomia muito mais simpática do que a dos sabujás e dos cariris. São bons remadores e nadadores.” A descrição dos brasileiros encontrados entre 1817 e 1820 no sul da Bahia está na Viagem pelo Brasil, de Carl Friedrich Philipp von Martius e Johann Baptiste von Spix, naturalistas alemães que vieram descobrir por que nesta terra em se plantando tudo dá. Corte para o século XXI e vamos encontrar Isaquias Queiroz, medalha de ouro na prova de velocidade de 500 metros no campeonato mundial de canoagem de Duisburgo, cidade banhada pelo Ruhr. Ele é o índio brasileiro que mostra aos alemães de hoje o que é ficar de joelhos, enfiar os remos na água e zarpar. Natural de Ubaitaba, na Bahia, lugar de gente robusta, o menino sem um rim (perdido numa queda da mangueira onde buscava uma cobra) começou a remar no Rio das Contas, onde se descobriram dezenas de outros Isaquias bons de canoa. Mas nenhum foi tão longe quanto o Sem Rim, como o apelidaram jocosamente. A glória não lhe subiu à cabeça, ou quase não subiu. Isaquias, de pele e cabeleira agredidas por água e sol, coleciona cortes de cabelo e cremes hidratantes. “Já fiz até escova progressiva. Tenho de me cuidar, senão a namorada me larga”, brinca. Recentemente, Isaquias fez um corte à Neymar. Em tempo, para não restar dúvida: a palavra Ubaitaba, que dá nome à terra natal de Isaquias, é a fusão de três vocábulos indígenas: ubá, canoa pequena; y, rio; e taba, aldeia. Fonte: Veja


O prazo para obrigatoriedade de uso do extintor do tipo ABC nos automóveis será prorrogado por mais 90 dias, informou o Ministério das Cidades. O último prazo para os motoristas se adequarem à norma era 1º de julho, mas a pasta pediu que Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) alterasse a data. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) deve publicar nova resolução para definir a partir de que dia a exigência passará a valer. A multa pela falta do extintor começaria em 1º de janeiro deste ano, mas o Denatran adiou para abril e, posteriormente, para 1º de julho. Quando a obrigatoriedade entrar em vigor, circular sem o extintor do tipo ABC será infração grave, com multa de R$ 127,69 e 5 pontos na carteira de habilitação. O equipamento deverá ser usado em automóveis de passeio, utilitários, caminhonetes, caminhão, trator, micro-ônibus, ônibus e triciclo automotor de cabine fechada. O extintor ABC apaga incêndios em materiais sólidos como pneus, estofamentos, tapetes e revestimentos. O equipamento substituiu o extintor BC, que apaga incêndio em materiais elétricos energizados, como bateria de carro e fiação elétrica, e também nos combustíveis líquidos óleo, gasolina e álcool, materiais também recomentados para o ABC. *Informações do A Tarde.