Garantir a saúde a toda a população e proteger todos os cidadãos e cidadãs contra o coronavírus. Esse é o trabalho que vem sendo feito diariamente pela Prefeitura de Itacaré, não somente na sede do município, como também nos distritos, vilas, povoados e comunidades rurais. E uma dessas ações é o trabalho de desinfeção das ruas e comunidades.

Na sede e no distrito de Taboquinhas o trabalho vem sendo feito diariamente, com a ação de desinfecção nos bairros e principalmente nos locais de maior movimento, a exemplo dos bancos, supermercados, casas lotéricas e ruas do centro. Já na zona rural o trabalho vem sendo feito através de escalas para o atendimento a cada vez mais comunidades.

O prefeito Antônio de Anízio adiantou que o trabalho vai continuar, principalmente com a abertura do comércio e posteriormente com o funcionamento gradual do turismo, onde é preciso aumentar os cuidados de todos contra o coronavírus. Ele explicou que Itacaré foi um dos primeiros municípios do Brasil a realizar o serviço de desinfecção das ruas, fazendo a ação diariamente. O município também foi um dos primeiros a adotar uma série de outras ações de combate ao Covid 19.

O trabalho de desinfecção conta com a participação de agentes comunitários de saúde, servidores públicos e profissionais contratados, devidamente equipados, que estão realizando a pulverização utilizando água com hipoclorito em alta concentração e detergente. Antônio de Anízio alerta que mesmo com todas essas medidas de combate e de prevenção ao coronavírus, uma das maneiras mais eficazes de evitar a doença é o uso de máscaras, álcool em gel e o distanciamento social.


Apresentar o Plano Municipal de Saneamento Básico que foi construído a partir das discussões, debates, consultas e audiências com as mais diversas comunidades de Itacaré. Esse é o objetivo da Audiência Pública promovida pela Prefeitura de Itacaré, através das secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, que será realizada na próxima quarta-feira, dia 05 de agosto, às 9 horas da manhã, na Pousada Sítio Paraíso.

O evento é aberto a toda a comunidade para que seja construído um documento com a participação, a contribuição e sugestão de todos e que possa garantir mais qualidade de vida e saneamento básico para os moradores. O Plano será enviado posteriormente para a Câmara de Vereadores, juntamente com a minuta da Lei estabelecendo as normas e diretrizes legais do saneamento em Itacaré.

Para o prefeito Antônio de Anízio, a realização do Plano Municipal de Saneamento Básico significa um marco muito importante da sua gestão que, juntamente com o legislativo municipal, não mede esforços para buscar as soluções mais viáveis para as demandas socioambientais, em especial aquelas que tratam do saneamento. “Tenho certeza de que, após a aprovação, teremos um instrumento fundamental para a captação de recursos nessa área e para garantir mais qualidade de vida para todos”, complementou o prefeito.

Uma das etapas da discussão do Plano foi a videoconferência realizada pela Ecovale, empresa de consultoria contratada pela Prefeitura de Itacaré, que contou com a participação dos mais segmentos da cidade, a exemplo da Câmara de Vereadores, do Comitê do Plano de Saneamento e do Conselho Municipal de Políticas Integradas de Itacaré (COMPAI). O secretário de Meio Ambiente, Marcos Luedy, garantiu que o próximo passo é agilizar os procedimentos finais para a aprovação do Plano. “Ainda temos alguns procedimentos legais e burocráticos para atender, contudo esperamos fazer isso com prioridade”, afirmou.


O boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde de Itacaré confirmou nesta sexta-feira (31), mais 3 novos casos de covid-19. O município chega a marca de 328 infectados pela doença. Dessa totalidade, 297 estão recuperados. O número de pacientes ativos é de 24, seis deles estão internados. 41 pessoas aguardam os resultados de exame laboratorial. Dos 702 casos notificados, 319 foram descartados.O município confirmou mais um óbito, chegando 07 óbitos em decorrência da covid-19.


Pesquisa feita por especialistas de quatro países aponta que regiões diferentes do genoma do Sars-Cov-2 podem ter ancestrais diferentes.

Uma parceria internacional entre cientistas tenta determinar a origem do novo coronavírus (Sars CoV-2). Um estudo realizado por especialistas dos Estados Unidos, Bélgica, Reino Unido e China e divulgado na última edição da revista “Nature Microbiology”, indica que a linhagem causadora da Covid-19 pode estar em circulação entre os morcegos há décadas.

Para chegar ao resultado, o grupo tentou recriar a “árvore genealógica” do vírus, o que não é um processo fácil. O principal autor do estudo, o pesquisador Maciej F. Boni, da Universidade Estadual da Pensilvânia, afirmou que “regiões diferentes do genoma do vírus podem ter ancestrais diferentes”. Assim, Boni e seus colegas usaram três técnicas diferentes para identificar partes do genoma do vírus que permaneceram estáveis, que não passaram por essas trocas genéticas.

Após comparar o Sars-CoV-2 com genomas de vírus do mesmo subgênero (sarcovírus), as três técnicas indicaram que ele compartilha uma linhagem ancestral com seu parente mais próximo conhecido, catalogado como RaTG13. Cada técnica fornece uma data provável para a separação: 1948, 1969 e 1982.

Outro alerta foi para a existência de mais linhagens de coronavírus com características apropriadas para infectar humanos. Os pesquisadores ressaltam a necessidade da criação de uma “rede global de sistemas de vigilância de doenças humanas em tempo real”, como o que identificou os casos incomuns de pneumonia em Wuhan em dezembro de 2019.(Metro1)


A Receita Federal vai pagar o terceiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2020 nesta sexta-feira, 31. Quase 4 milhões de contribuintes serão contemplados com os R$ 5,7 bilhões liberados pelo órgão. Para conferir se você receberá o dinheiro nessa parcela, o interessado deve acessar o site da Receita Federal e informar o CPF e a data de nascimento. A consulta também está disponível pelo telefone 146 ou pelo aplicativo da Receita para tablets e smartphones. Recebem a restituição hoje aqueles que têm prioridade legal, ou seja, idosos, pessoas com deficiência física ou mental ou moléstia grave e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Cerca de 2,8 milhões de pessoas que entregaram a declaração até 28 de março também serão contempladas nessa parcela. A restituição ficará disponível no banco durante um ano.


Foto Reprodução/TV Santa Cruz.

Um vídeo registrou o momento em que um caminhão quase afundou ao tentar passar por um trecho da rodovia BR-030, no município de Maraú. As imagens foram feitas nessa semana, e mostram quando o veículo alterna de direção para tentar passar no meio da lama, ficando bastante inclinado e perto de afundar. Em nota, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pela manutenção da rodovia, disse que equipes de uma empresa contratada para fazer os serviços estão no local, “mas as dificuldades encontradas diante das fortes e intensas chuvas que caem naquela região, aliada ao trecho sem pavimentação asfáltica e ao alto fluxo de veículos, aparecem pontos de material saturado, muito molhado e que dificultam a transposição”.(Giro IPIAÚ)


A Petrobras anunciou que a gasolina terá uma redução de 4%, a partir desta sexta-feira (31), nas distribuidoras. De acordo com a companhia, “com a redução de 4% (ou R$ -0,07 por litro), o preço médio da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passou a ser de R$ 1,65 por litro”. No acumulado do ano, a redução do preço é de 13,8%.

A companhia informou também que o preço do diesel (S10 e S500) não sofrerá alteração no preço nas distribuidoras.  O diesel, no acumulado do ano, teve uma redução do preço de 21,5%.  O último reajuste da Petrobras ocorreu no dia 17 de julho, quando a empresa aumentou em 6%, na média, o preço do litro do diesel e da gasolina em 4%.

Os preços são referentes ao valor vendido para as distribuidoras a partir das refinarias. O valor final ao motorista depende do mercado, já que cada posto tem sua própria política de preços, sobre os quais incidem impostos, custos operacionais e de mão de obra.