Depois de levar a medalha de ouro no Canadá há quatro anos, brasileiro vence a mesma prova no Peru. Vagner Souta fica com o bronze no K1 1000m, assim como Ana Paula Vergutz no K1 1500m.

Isaquias Queiroz com o ouro na prova C1 1000m na canoagem velocidade nos Jogos Pan-Americanos — Foto: Gabriel Fricke

Isaquias Queiroz garantiu nesta segunda-feira a medalha de ouro na categoria C1 1000m e repetiu o feito de Toronto 2015, quando conquistou o título na mesma prova. O tempo do brasileiro foi de 3m47s631, seguido pelo cubano Fernando Jorge (3m48s574) e pelo canadense Drew Hodges (3m58s454).

– A prova foi boa, acho que demorei para sair um pouquinho, depois fui para frente e nos 500m o cubano chegou, só que ele achou que podia se dar melhor na prova e começou a subir o ritmo igual a um louco. Mantive ali controlando meio bico atrás, e faltando quase 300m comecei a subir um pouco, e ele começou a sentir o cansaço e parou. Acredito que parou porque olhei e rapidamente ficou para trás, e depois controlei a prova e fui um pouco mais devagar, quer dizer, bem devagar para não mostrar o que tenho ainda, vou deixar guardado para o Mundial. Não quero que ninguém fique vendo como posso ir – disse Isaquias logo depois da vitória.

Dono de duas pratas e um bronze nos Jogos Olímpicos, Isaquias Queiroz conquistou sua quarta medalhas nos Jogos Pan-Americanos. Em sua primeira participação, em Toronto 2015, o atleta baiano já tinha conquista duas medalhas de ouro – C1 1000m e C1 200m e uma prata – no C2 1000m. Depois do ouro em Lima, Isaquias admitiu que ainda lamentava o ocorrido com o companheiro Erlon de Souza no C2 1000m – que ainda passa por exames em Lima. E ainda voltou para a água depois da prova para treinar.

– Estou animado, não vou falar que estou feliz, mas estou animado com a medalha. Queria sair mais feliz ainda em relação ao que a gente tinha feito de programação, mas é esporte, às vezes a gente ganha, às vezes a gente perde, às vezes tem uma decepção muito grande. Mas agora é voltar para o Brasil e se concentrar para o Mundial. Faltam cinco semanas para o Mundial e o foco total é pelo menos garantir a vaga para o Brasil nos Jogos Olímpicos (de Tóquio 2020), e depois trabalhar muito mais focado.(Globo Esporte)


O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, sancionou a Lei 09/2019, de autoria do vereador Hamilton Paixão e aprovada por unanimidade na Câmara Municipal, que institui o Programa de Adoção de Praças. O Objetivo, conforme o projeto, é promover a participação da sociedade civil organizada e das pessoas jurídicas na urbanização, nos cuidados e na manutenção das praças públicos de Itacaré, em conjunto com o Poder Público Municipal, além de levar a população vizinha às praças públicas e de esportes a compartilhar a responsabilidade por tais equipamentos.

Antônio de Anizio considera a iniciativa como um grande avanço para a conservação do patrimônio público da cidade, pois ia propiciar que grupos organizados da população elaborem projetos de utilização das praças públicas e de esportes, que atinjam as diversas faixas de idade e de necessidades especiais da população, Também irá possibilitar um uso mais intensivo das praças públicas e de esportes, por associações esportivas, de lazer, culturais e demais cidadãos, da área de abrangência daqueles equipamentos públicos.

Conforme a nova lei, poderão participar do Programa quaisquer entidades da sociedade civil, associações de moradores, ONG´s, sindicatos, sociedades amigos de bairro e demais pessoas jurídicas legalmente constituídas e cadastradas no município de Itacaré. Para participar do Programa, será necessária a assinatura de convênio entre a entidade que vai assumir a adoção e o Poder Público Municipal.

A entidade ou pessoa jurídica que vier a participar do Programa deverá zelar pela manutenção, conservação, recuperação e iluminação do bem que adotar, a depender das suas características, bem como pela elaboração e execução dos trabalhos de arborização, quando for o caso. Caberá ao Poder Executivo Municipal, através do departamento competente, a verificação do projeto apresentado pelo interessado e posterior aprovação, a adequação dos projetos que sejam elaborados fora dos parâmetros do Executivo Municipal, em função do convênio celebrado; e a fiscalização das obras e do cumprimento do convênio celebrado.


A presidência da República, através do Ministério da Saúde, disponibilizou R$ 7,3 milhões para a ampliação do acesso aos procedimentos cirúrgicos eletivos, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) na Bahia, conforme publicação no Diário Oficial da União desta segunda-feira (29). O repasse será feito por meio do Componente Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (Faec). Ao todo, foi disponibilizado para todos os estados o montante de R$ 100 milhões, dividido conforme a população de cada local.


Um homem foi preso em flagrante, nesta quinta-feira (25), acusado de cortar a orelha da esposa. De acordo com o Boletim de Ocorrência e relatos de testemunhas, o motoboy Jobson Reis Silva, de 45 anos, atacou a mulher durante uma discussão, na madrugada de quinta-feira, 25, na residência do casal, no Condomínio Vilela, no bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus. A vítima, identificada como Bonnie Santos Silva, de 35 anos, também sofreu ferimentos na mão. Ela foi encaminhada por uma equipe da Polícia Militar para o Hospital Regional Costa do Cacau. Depois de receber o atendimento médico, Bonnie Santos registrou boletim contra o acusado no plantão da 7ª Coordenadoria da Polícia Civil. A denúncia de grave agressão contra Bonnie Santos foi encaminhada para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). O acusado foi indiciado com base na Lei Maria da Penha e está preso em Ilhéus. *As informações são do Blog Fábio Roberto Notícias


Foto: Lupércio Oliveira

Maria Gadú  fechou com chave de ouro o VI Festival Gastronômico Sabores de Itacaré, moradores e turistas lotaram todo circuito montado na Orla da cidade. A cantora vestida com um cocar indígena emocionou o público com sucessos de sua carreira, entre eles “Shimbalaiê”, que foi cantado em coro pelas cerca de 10 mil pessoas que ocuparam o espaço.

Foto: Lupércio Oliveira

Cantora revelação de 2009 e vencedora do premio Multishow 2010, Maria Gadú apresentou um repertório variado. Entre as selecionadas “Trem das Onze” de Adoniran Barbosa, “-Negro Gato”, de Roberto Carlos entre outras, marcaram  sua apresentação.

O Festival Gastronômico Sabores de Itacaré é uma realização da Prefeitura Municipal de Itacaré, através da Secretaria de Turismo, com patrocínio da Bahiatursa, Secretaria Estadual de Turismo, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e o Governo da Bahia.


Debater, envolver a comunidade e sensibilizar a população em relação à temática do enfrentamento à violência contra as mulheres, além de fortalecer a rede especializada de atendimento local às mulheres em situação de violência. Esses foram os principais objetivos da Caravana Respeita As Mina de Combate à Violência contra as Mulheres, que esta semana esteve em Taboquinhas e Itacaré, contando com uma série de debates, palestras e apresentações culturais.

A iniciativa é do Governo da Bahia, através da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, em parceria com a Prefeitura de Itacaré, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social. Os debates contaram com a participação expressiva dos estudantes de Itacaré e Taboquinhas, além de representantes dos mais diversos segmentos da comunidade. Tudo isso sem contar com as apresentações culturais da Fanfarra de Percussão de Taboquinhas e também poesias e músicas feitas pelos próprios alunos.

Em Taboquinhas o encontro da Caravana Respeita As Minas foi na manhã de quinta-feira no Colégio Estadual Taboquinhas. Já na sexta-feira as atividades aconteceram no Colégio Estadual Aurelino Leal, em Itacaré, também no período da manhã. Durante a caravana as técnicas da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM-BA) promoveram oficinas com a população da cidade. Voltadas para estudantes das redes estadual e municipal de ensino, integrantes da sociedade civil, segurança e da rede, as conversas apresentaram temas como enfrentamento às violências contra mulheres com recortes de gênero, raça e prevenção, além da importância em incentivar o empoderamento feminino.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considerou importante a caravana, como forma de discutir e trazer à tona questões como a violência e os direitos das mulheres. Iniciada em 2016 com o nome Caravana Cravos e Rosas, em 2017 se ampliou e passou ao formato atual. A Caravana Respeita as Mina conta com a parceria do Instituto Avon e apoio da ONU Mulheres e do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher (CDDM). A proposta é sensibilizar e mobilizar municípios baianos para o enfrentamento à violência contra as mulheres.


Para qualificar o comércio da produção rural e alavancar as vendas dos produtos da agricultura familiar, nesta sexta-feira (26), na Câmara de Vereadores do município de Itacaré, no sul da Bahia, para reforma do Mercado Municipal, que abriga a feira livre, e a aquisição de veículos para auxiliar a mecanização rural do Assentamento Pancada Grande.

A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), e o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul (CDS-LS) assinaram os convênios. Um deles, com o aporte de R$ 700 mil, é destinado à ampliação de espaço de comercialização, cobertura, construção de boxes, infraestruturas e adequações que estejam no padrão da Vigilância Sanitária.

“Mais de 500 famílias de agricultores familiares serão beneficiadas e terão suas vidas melhoradas. Consequentemente, aumentarão sua renda. A reforma da feira dará melhores condições de comercialização e recepção ao cliente, além de garantir que o produtor rural tenha dinheiro para suas necessidades”, enfatizou o secretário da SDR, Josias Gomes.

De acordo com o presidente da CAR, Wilson Dias, o desafio é produzir, abastecer os balcões da feira para evitar venda a atravessadores e, assim, o agricultor familiar pode lucrar mais. “É fundamental investir na base de produção e garantir que os produtos cheguem à feira. Pois a maior indústria, que gera emprego e renda nos municípios, é a agricultura familiar, ainda mais aqui em Itacaré, uma cidade turística que tem hotéis e restaurantes precisando da produção que vem do campo”, observou.

Pancada Grande

Os agricultores familiares do assentamento Pancada Grande foram beneficiados com um dos convênios assinados com o CDS-LS, no valor de R$ 385 mil, destinados à compra de um caminhão e um trator. “O que muda para a gente é que vamos produzir mais e de forma mais dinâmica e teremos como escoar a produção de maneira mais ágil, para ela chegar, numa melhor qualidade, aos nossos fregueses”, disse José Ferreira, presidente do Conselho Rural Sustentável e líder comunitário do assentamento Pancada Grande.

Por fim, agricultores familiares do assentamento, que participam da Feira da Agricultura Familiar, dentro da programação do Festival da Sabores de Itacaré, que acontece até domingo (28), receberam os dirigentes da SDR/CAR e outras lideranças para mostrar o que produzem.

Fonte: Ascom/SDR