Itacaré: Embasa se pronuncia sobre polêmico vídeo que “estaria” lançando efluente sem tratamento no Rio de Contas.

EMBASA DEMONSTRA QUE DESTINA DE FORMA ADEQUADA EFLUENTE TRATADO NO RIO DE CONTAS.

A respeito de vídeos divulgados, recentemente, em redes sociais mostrando o efluente final da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Itacaré lançado no Rio de Contas, a Embasa esclarece que trata todo o esgoto coletado e faz a destinação final dentro dos parâmetros determinados por resoluções do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama). Além disso, o monitoramento da qualidade do efluente é
fiscalizado pelo ente regulador estadual, a Agersa. Uma nota técnica com dados e informações detalhadas que comprovam a improcedência da denúncia de despejo indevido será enviada, no prazo, à Secretaria de Meio Ambiente de Itacaré.
A espuma visualizada nos vídeos é resultado da agitação durante o lançamento do efluente pelo emissário final no corpo receptor, o rio de Contas,
legalmente autorizado pelo Inema.Também contribui para a formação da espuma a presença de substâncias tensoativas/sulfactantes no esgoto doméstico (sabão/detergente) associada ao turbilhonamento que ocorre nas tubulações e caixas de passagens, devido ao elevado desnível entre a ETE e o ponto de lançamento (Rio
de Contas). Para evitar os efeitos do turbilhonamento, a caixa de passagem existente
na borda do rio foi concretada/vedada até o ponto final do emissário.

No entanto, é possível verificar nos vídeos e imagens compartilhados que a
caixa de inspeção existente foi aberta indevidamente por terceiros. Além de voltar a
vedar a caixa de passagem situada no final do emissário, a Embasa tem projeto de
construir dispositivos hidráulicos ao longo do emissário para dissipar a energia decorrente do elevado desnível entre a ETE e o ponto final do emissário. Essa providência reduzirá consideravelmente o potencial de formação de espuma.

MONITORAMENTO E CONTROLE
Periodicamente são realizados monitoramento e controle de qualidade do efluente final da ETE Itacaré e da água do corpo receptor. As análises realizadas no efluente tratado apresentaram, ao longo dos últimos doze meses, resultados em
conformidade com a Resolução Conama 357/05 e 430/11. Essas análises comprovam que a qualidade do efluente tratado não altera as características do corpo receptor (Rio de Contas).
Já foram disponibilizadas as análises de janeiro de 2019 a fevereiro de 2020, e as análises feitas a partir de março de 2020, mês em que foram iniciados os primeiros protocolos de contingenciamento decorrente da pandemia do novo coronavírus, com a redução das equipes de campo e, consequentemente, a redução do número de coletas analisadas. Nesse contexto, a força de trabalho que passou a trabalhar em regime de contingenciamento foi direcionada para as coletas e análises do efluente (saída) da ETE, a fim de mensurar e garantir a eficiência do tratamento (processo de controle e qualidade), assim como o adequado lançamento de efluentes.

COLETA COBRE 70% DA ÁREA URBANA

O sistema de esgotamento sanitário (SES) de Itacaré, implantado desde 2010, atende 70% do município de Itacaré. Composto por redes e ramais coletores do tipo separador absoluto, ou seja, dimensionado apenas para esgoto doméstico (sem água de chuva), o sistema possui uma moderna e equipada estação de tratamento de esgoto (ETE), localizada no alto do bairro da Passagem, que retira a carga orgânica presente no esgoto, liberando um efluente final que é lançado no Rio de Contas conforme licença ambiental nº 13.502 do Inema vigente.

O processo completo de tratamento constitui-se de: retenção de sólidos grosseiros, Digestão anaeróbia, Aeração (Lodo ativado), Decantação secundária e desinfecção final. Vale ressaltar que ETE do SES Itacaré possui tratamento por lodo
ativado, uma das mais eficientes técnicas de tratamento de esgoto dentre as existentes, chegando a 98% de remoção de Demanda Biológica de Oxigênio (DBO).
————————————————–
Assessoria de Comunicação da Embasa
Unidade Regional de Itabuna (USI) Telefones 3214.4900/4931 ou 99940.1001

Fonte: BN News Itacaré.

Please follow and like us:

Comentários

Deixar uma Resposta