Itacaré: Camila Belfort em surf trip por El Salvador.

Camila chegou à América Central no último dia 5 e permanece até o dia 13, em companhia das novas amigas Bruna Queiroz, local de Maresias (SP), Karina, Thaís e também de Lorena, esta última filmaker da trip. Bruna tem um projeto chamado Barca da Bruna Queiroz, a BBQ Only Girls, que organiza viagens só para mulheres para vários picos de surf como Nicarágua, Costa Rica e Jamaica. Esta é a primeira trip da BBQ para El Salvador.

A itacareense conta que há algum tempo já queria viajar pra fora do Brasil e surfar “ondas perfeitas”, com o objetivo de fazer evoluir o seu surf e também de evoluir como pessoa. “Queria viver novas experiências, conhecer novas culturas, porém faltava companhia. Então, comentando com uma amiga, ela me falou sobre a Bruna e o projeto BBQ. Procurei saber e achei muito interessante. Descobri que o próximo destino, em termos de data, seria El Salvador. Fui pesquisar sobre o lugar e me apaixonei. Assim decidi vir pra cá, mesmo sem nunca ter visto nenhuma das meninas”, destaca Belfort.

E, ao que parece, Camila está mais do que satisfeita com a escolha que fez. “Aqui (El Salvador) é muito perfeito para o surf. Praticamente todos os dias de manhã é vento terral. Tem uma direita longa, perfeita, quebrando em cima duma bancada de pedras. Ideal para treinar muito. Você cai, volta e vem outra onda igual. A onda abre, abre, abre… você manobra. Não foi tão bem? Na outra manobra você já pensa em fazer melhor. Estamos com uma filmaker na equipe e depois vemos as imagens e analisamos onde devemos melhorar”, avalia.

Camila disse ainda que nunca havia surfado em point break e diz que lá, o acesso a todos os picos é por pedras, com ondas batendo na beira. “É um aprendizado incrível. Estou acordando todos os dias as 4:30h da manhã pra surfar e acordo amarradona, sem despertador. As pessoas locais são muito gente boa, receptivas, nos ajudam no surf, incentivam, isso é muito legal, porque a gente se sente querida no lugar, mesmo muito longe de nossa casa. Estou falando mais espanhol aqui nestes poucos dias, do que nos dois anos que estudei essa língua na escola”, descontrai.

Entre os picos que a trip já percorreu po El Salvador, Camila destaca El Sunzal, onde está hospedada, além das ondas do KM 59, de La Bocana e de Mizata. As amigas estão aguardando entrar um swell para surfar também em Las Flores, que fica a cerca de três horas de onde estão. “A praia do KM 59 me lembrou muito o Pontal (Itacaré), em dias clássicos, com direita abrindo cavada e longa. Mas surfei também uma esquerda irada que fica em La Bocana”, pontuou.

Camila fez ainda uma analogia entre El Salvador e Itacaré, onde treina diariamente. “Em Itacaré a onda é sempre mais rápida. A gente não tem tempo de pensar tanto na onda e precisa fazer um surf mais acelerado. Outro detalhe é o calor daqui. É dez vezes mais quente do que na Bahia. Surf de biquini, com sol, água e clima quente. E tem muito peixe. Numa sessão de surf dá pra ver vários peixes pulando perto da gente. É tudo muito lindo. Parece mesmo um sonho. É um lugar simples, rústico, perto da praia, também com muita natureza. É muito alucinante”, observou.

Embora ainda esteja na metade da trip, a itacareense demonstra muita satisfação e já tem uma certeza quanto ao futuro. “Não quero parar de viajar nunca mais. Já vou sair daqui planejando a próxima viagem. Agradeço muito o incentivo dos meus pais e nunca achei que fosse tão legal uma viagem só com mulheres”, finalizou.

Veja, abaixo, galeria com imagens da itacareense pela América Central. (fotos: @moanafilmes) Fonte: Surf 73


Comentários

Os comentários estão fechados.