Festival “Sabores de Itacaré” impulsiona ocupação hoteleira.

O futuro secretário do Turismo de Itacaré e um dos principais organizadores do festival gastronômico que a cidade realiza até o próximo sábado (17), Júlio Olivieira, comemorou os resultados do evento. Em entrevista à Coluna Trading, Oliveira afirmou que houve um incremento de 20% na ocupação hoteleira, bem como no movimento dos restaurantes de Itacaré.

Pituba praticamente lotada durante a primeira semana do Festival.

Além dos atrativos naturais e da culinária local e internacional, a apresentação da cantora Ju Moraes ajudou a atrair um grande público para a cidade. “Cerca de 4 mil pessoas acompanharam o show”, disse. Júlio Oliveira também comemora o sucesso da festa de réveillon, que será organizada pela casa noturna paulista Casa 92, cuja a lotação está praticamente esgotada, sobretudo de turistas. (Bahia Notícias)

Sobre Itacaré

Itacaré possui uma paisagem encantadora, formada por uma seqüência de praias, cuja natureza ainda está praticamente intocada pelo homem, com morros cobertos por florestas e muitos coqueiros. É a primeira praia da “Costa do Cacau”, no litoral baiano, ao sul de Salvador Situada entre o mar e a Mata Atlântica, Itacaré é a opção ideal para quem gosta de praia aliada à vida noturna com bastante agitação, pois sempre há shows e festas, além dos bares e boates que funcionam o ano todo.As praias de Itacaré atraem muitos surfistas, em função das ondas fortes, consideradas as melhores da Bahia, e das águas quentes o ano inteiro, inclusive no inverno Itacaré também é um ótimo destino para os adeptos do ecoturismo e os praticantes de esportes radicais. Há uma Área de Preservação Ambiental, por onde é possível fazer rafting, moutain bike, arvorismo, trilhas e rapel – ou simplesmente curtir a exuberância da Mata Atlântica com seus rios e cachoeiras.

Stand up Paddle na Praia da Concha

Stand up Paddle na Praia da Concha

São 14 praias principais em Itacaré, cada qual com características bem particulares. As próximas à cidade possuem boa infra-estrutura turística, com restaurantes e pousadas. Já as mais distantes são quase desertas, sendo acessíveis apenas por trilhas.


Comentários

Os comentários estão fechados.