Dez coisas que você precisa fazer em Itacaré neste verão.

O verão está quase chegando e Itacaré certamente é um dos melhores destinos da Bahia, quiçá do mundo para curtir a estação mais quente e mais esperada do ano. Apostando no que tem de melhor, o turismo é incentivado pela gastronomia – ou seja, quer pegar todo mundo pela barriga – e por suas belezas naturais.

Golpe baixo! Atrativo não falta neste paraíso localizado na região sul do estado. Além das belas praias que atendem todos os gostos, é possível encontrar agito, aventura e calmaria em Itacaré, que apesar de novinha tem muitas histórias para contar.

A difícil missão foi: selecionar APENAS dez coisas incríveis para fazer em Itacaré, mas com certeza você vai descobrir muito mais. Confira a lista de dicas preparada pelo Aratu Online e marque logo no seu roteiro de viagem.

1 – Tomar café no “Café com Cacau”

Se você quer começar bem seu verão, férias, o seu dia… Recomendamos uma paradinha no Café com Cacau da simpática e entusiasmada Marly Brito. Lá tem overdose de cacau da mais pura qualidade! Uma infinidade de sabores, dos quais jamais imaginaria que seria possível fazer com o fruto.

942715_277349825743566_261881239_n

Foto: Divulgação

2 – Visitar a Fazenda Santa Ana

Dona Ana e Seu Edgard é um casal fofo e incentivador do turismo cultural e rural. Para chegar até a Fazenda é necessário atravessar o Rio de Contas (que já é uma aventura), não muito radical, mas não diga isso para quem tem medo. Eles são produtores artesanais do melhor cacau do mundo, mas trabalham com outras produções como açaí, leites e derivados e pecuária. Quem quiser fazer um turismo rural terá a oportunidade de conhecer a “Trilha do cacau”, “Trilha do curral, “Trilha do pau-brasil”, “Trilha da cachoeira”, observação de pássaros e pesca nos rios e lagos localizados na área da fazenda.

Foto: Heloísa Gomes

Foto: Heloísa Gomes

3 – Fazer Stand Up na Praia da Concha

Nunca se equilibrou em cima de uma prancha na vida? Tampouco sabe nadar? Não se preocupe com isso, na Praia da Concha é possível ficar craque no Stand Up em pelo menos cinco minutos de aula. Os instrutores são super agradáveis e dinâmicos, passam bastante segurança e confiança para os “marinheiros de primeira viagem”. De quebra dá para relaxar no balanço do mar entre uma remada e outra, admirar a natureza e flutuar sobre as águas de Itacaré.

Foto: Tairine Ceuta

Foto: Tairine Ceuta

4 – COMER, COMER E COMER

Não falta lugar para apreciar um bom prato. A gastronomia de Itacaré é maravilhosa e oferece uma diversidade de sabores, mesmo seguindo uma linha bastante regional e valorizando produtos da região, como o cacau. Chega dar água na boca imaginar um camarão no coco, as moquecas incríveis, os drinks de cacau… Pode entrar em qualquer restaurante da cidade, todos são MARAVILHOSOS.

cats

Camarão no coco. Foto: Tairine Ceuta

5 – Arvorismo e tirolesa na Praia da Ribeira

Pois é, Itacaré e Salvador têm muitas coisas em comum, uma delas é uma Praia da Ribeira para chamar de sua. Com mar aberto e ondas hipnotizantes, o mar cede os holofotes para a terra e o ar. Se quiser adrenalina procure os meninos Júnior, Marcos e Henrique monitores do Conduru Ecoturismo, eles são responsáveis pela trilha de arvorismo e descida de tirolesa. Para se aventurar é preciso ter mais de 1,40m e até 110 kg. Os grupos são formados por 4 pessoas por guia, o circuito completo custa R$ 80,00 e apenas as duas tirolesas com vista para a praia R$ 40,00.

20161203_124514-e1481064036115

Júnior, Marcos e Henrique monitores do Conduru Ecoturismo. Foto: Thais Seixas

6 – Brisar na Praia de Itacarezinho

Além do luxo do único restaurante da praia, o ambiente é perfeito para quem quer relaxar, tomar um belo banho de mar e depois meditar e se reenergizar nas águas frias e cristalinas da cachoeira. O encontro de águas é constante na região, o que dá certo charme e provoca deleite aos visitantes.

Foto: @Comsabor

7 – Pegar altas ondas na Praia do Havaizinho

Destino certeiro para os surfistas, Itacaré se consolidou como rota dos “ratos de praia” e desbravador de ondas. Destino de competições da modalidade, a praia é uma das queridinhas dos ‘garotos’ parafinados que estão sempre a postos com suas pranchas debaixo do braço em busca da onda perfeita.

Divulgação

Foto: Divulgação

8 – Visitar o Centro e conhecer o Casarão Verde e a Igreja São Miguel Arcanjo

Quer conhecer uma cidade? Vá ao centro! Itacaré não seria diferente, portanto não volte para casa sem antes visitar a Igreja São Miguel Arcanjo. Construída no séc. XVI, em 1723 é reconhecida no inventário do IPAC SIC com o grau de Proteção I, proprietária de um valioso acervo histórico e cultural de Itacaré, por isto foi reconhecida como Patrimônio Histórico Artístico, recebendo o Diploma de Monumento Tombado pelo IPAC/ Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

igrejasaomiguel

Foto: Divulgação

 

9 – Curtir a night na Favela

Itacaré é baile de favela! Para quem curte música eletrônica e mistura de ritmos precisa conhecer o Favela. Um espaço alternativo, descontraído e jovial onde tudo acontece. Todos esperam ansiosos a lua chegar para anunciar a abertura do estabelecimento – quem vai à Itacaré e não se esbalda no Favela não terá histórias loucas para contar.

Foto: Facebook @Favelacoffeeshop

Foto: Facebook @Favelacoffeeshop

10 – Ferver nas noites da Pituba

O que seria da vida noturna de Itacaré sem a Rua da Pituba? Ali é o point e tem de tudo MESMO! Quer comer? Na Pituba tem várias opções. Quer beber? Vai na Pituba, menina! Quer trazer uma lembrancinha para sua tia? Na Pituba vende aquelas camisas “Estive em Itacaré e lembrei de você”, juro! O agito mora na Pituba e opção de curtição e paquera tem de sobra, maravilhosa é ela, Pituba.

Rua da Pituba em frente ao Favela

Rua da Pituba em frente ao Favela

Se você já tinha pensado para onde ir neste verão, desculpa ter alterado seus planos, pode programar sua ida para Itacaré. Se não tinha pensado, bate aqui! A gente adora ajudar as pessoas.

Fonte: Tv Aratu

Please follow and like us:

Comentários

Os comentários estão fechados.