Confederação altera data do CBSurf Pro Tour em Itacaré e anuncia Brasileiro Master na Tiririca.

CBSurf Pro Tour segue para Itacaré em outubro. Foto: Fabriciano Jr. / Survive Photos.

A Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) alterou a data da terceira etapa do Circuito Brasileiro Brasileiro Profissional, inicialmente marcada para 26 a 28 de outubro, na praia da Tiririca, em Itacaré (BA).

Agora, a prova será disputada entre 23 e 25 de outubro, logo depois do QS 1.000 da WSL, marcado para 18 a 21/10, na mesma praia.

A CBSurf anunciou ainda a realização do Brasileiro Master, também na Tiririca, nos dias 27 e 28 de outubro.

“A decisão de fazer na mesma semana partiu do Presidente da Federação Baiana (Marcelo Barros), que entende que é o melhor para os atletas, evitando maiores custos com muitos eventos em semanas consecutivas, como aconteceria. Pesou também a questão de diminuir os custos da Prefeitura Municipal, que já patrocina o QS Mundial e assim pode respirar um pouco mais”, revela Adalvo Argolo, presidente da Confederação Brasileira.

A premiação total é de R$ 80 mil, dividida entre as categorias masculina e feminina.

Outra novidade anunciada pela CBSurf foi a quarta e última etapa do circuito, marcada para a Praia Brava de Itajaí (SC). O evento terá um total de R$ 120 mil em prêmios, com 1.500 pontos para os vencedores de cada categoria.

Para acirrar de vez as disputas, a Confederação divulgou que os campeões da temporada serão premiados com um carro 0km.

Prazo para inscrição – Inscrições para a etapa em Itacaré começam nesta quinta-feira e custam R$ 300. São 96 vagas disponíveis na categoria masculina e 32 na feminina.

Segundo a CBSurf, as vagas disponíveis estarão abertas inicialmente apenas surfistas profissionais e o primeiro período vai até as 18h do dia 5 de outubro.

Caso sobrem vagas depois do prazo, haverá novo comunicado de abertura de inscrições, desta vez sem restrição a amadores ou profissionais.

Inscrições devem ser feitas única e exclusivamente pelo email [email protected] É necessário que o atleta informe seu nome, categoria e estado de origem, anexando o depósito ou transferência bancária com o pagamento da taxa de R$ 300.

O nome do(a) surfista deverá ser escrito no comprovante do depósito ou constar no documento de transferência bancária.

As listagens apenas serão consideradas quando acompanhadas do respectivo comprovante de depósito das inscrições solicitadas.

Não serão aceitos pedidos sem o devido comprovante de pagamento, nem serão aceitas reservas de inscrição para posterior pagamento.

Antes de enviar as listagens para [email protected], cada surfista deverá efetuar o depósito referente à vaga solicitada.

O depósito da taxa de R$ 300 deverá ser feito em nome da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), Banco Bradesco, agência 1172, conta corrente 23125-8, CNPJ 02.995.720/0001-60.

A ordem de recebimento dos emails irá definir o preenchimento das vagas. Segundo a CBSurf, não há prioridade para nenhum surfista nas inscrições.

As inscrições só estarão garantidas depois que o atleta receber um email de confirmação.

A Confederação informa ainda que a inscrição na terceira etapa só poderá ser feita por atletas que já pagaram a taxa anual de filiação da CBS, cujo valor é de R$ 150.

Para obter mais informações, visite o site Cbsurf.org.br.

Ranking do CBSurf Pro Tour depois de duas etapas

Masculino

1 Jadson André (RN) – 2.000 pontos
2 Geovane Ferreira (SP) – 1.415
3 Marcos Corrêa (SP) – 1.110
4 Bino Lopes (BA) – 1.055
5 Rafael Teixeira (ES) – 1.030
6 Alan Donato (PE) – 1.005
7 Weslley Dantas (SP) – 970
7 Artur Silva (CE) – 970

Feminino

1 Larissa dos Santos (CE) – 1.860
2 Gil Ferreira (RN) – 1.470
3 Anne dos Santos (RJ) – 1.460
4 Tainá Hinckel (SC) – 1.400
5 Taís de Almeida (RJ) – 1.340
6 Rayssa Fernandes (PB) – 1.060
7 Yanca Costa (RJ) – 1.055
7 Karol Ribeiro (RJ) – 1.055

Fonte: Surf Bahia.


Comentários

Os comentários estão fechados.