Um homem encapuzado invadiu o velório e atirou no corpo de Danilo José Silva Santos, acusado de ter participado da morte do policial militar Tyrone Thomas de Aquino, em Ilhéus. O velório acontecia em uma igreja no bairro Teotônio Vilela. Após atirar, o mascarado deixou um bilhete sobre o caixão: “Isso foi só um aviso. Se o corpo for velado aqui na igreja ou no Vilela, nós vamos fazer pior”. Na madrugada desta segunda-feira (24), Danilo foi preso na BR-101 tentando fugir para Salvador. Apresentado na 7ª Coorpin negou a participação no homicídio de Tyrone. Segundo informações policiais, Danilo tinha acabado de deixar a Delegacia de Polícia, acompanhado de sua esposa, identificada como Cristina Soares, quando foi abordado e executado por homens encapuzados. A esposa do meliante também foi alvejada e está internada no hospital Regional Luiz Viana Filho, em estado grave. Cristina é mãe de Adailton Soares dos Santos, vulgo “Dai” (um dos líderes do Raio A e recluso no Conjunto Penal de Itabuna), apontado por Danilo como sendo o mandante do homicídio de Tyrone.

Danilo José Silva Santos foi morto a tiros, por volta das 22h da noite desta segunda-feira (24), na Avenida Princesa Isabel, em Ilhéus.

Uma adolescente de 14 anos procurou a Polícia Civil de Itapetinga, na tarde desta terça-feira (11), após ter sido espancada pelo próprio pai, no bairro Américo Nogueira, em Itapetinga. Na delegacia, durante depoimento, a vítima disse que o agressor utilizou uma correia de motor de carro e que lhe espancou até sangrar. A garota apresentava ferimentos e hematomas em várias partes do corpo. Ela foi atendida em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Ela mal conseguia andar”, detalhou uma testemunha. A menina disse em depoimento que o pai a espancou porque ele não gostou de suas novas amizades. O acusado não foi localizado pelos investigadores, mas será intimado para prestar esclarecimentos, nos próximos dias, no Complexo Policial de Itapetinga. Em 2015, o pai da adolescente foi denunciado à polícia pelo mesmo crime e acabou perdendo a guarda da criança. A vítima era espancada com bainha de facão, além de chibatadas. *Blog Itapetinga Repórter


Um adolescente de 16 anos foi amarrado com corda a uma árvore nesta quinta-feira (6) no povoado de Almas, na zona rural do município de Conceição do Coité. Segundo o blog Notícias de Santa Luz, o fato aconteceu por volta do meio-dia. Conforme a Polícia Militar informou, o menor foi detido por moradores da comunidade após tentar cometer um assalto à mão armada. Outro assaltante estava com o adolescente, mas conseguiu fugir do local em uma motocicleta. Populares amarraram o suspeito na árvore e o agrediu até a chegada de uma guarnição da polícia. Segundo a PM, o menor estava com um revólver calibre 32, com uma munição deflagrada. Ele foi socorrido pelos policiais e encaminhado ao hospital da cidade, onde foi medicado e levado para a delegacia local, para adoção das medidas cabíveis. *Com informações do Notícias de Santa Luz


Um funcionário terceirizado da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) foi assaltado enquanto trabalhava no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza, nesta segunda-feira (20), por um deficiente visual e um homem sem uma das pernas.

Ele caminhava pela calçada quando os assaltantes se aproximaram de moto — o homem sem uma das pernas estava na condução do veículo e esperou enquanto o seu comparsa, que só tinha um dos olhos e estaria armado, abordava a vítima, que perdeu dinheiro, cartão de crédito, celular e mochila na ação.

Moradores contaram à mídia local que o criminoso havia perdido um dos olhos ao levar um tiro há alguns anos. Imagens da câmera de segurança da rua, obtidas pela “Tribuna do Ceará”, mostram a aproximação dos bandidos ao funcionário da Cagece, que não reagiu. Assista o vídeo:


A madrugada dessa sexta-feira (24) foi sangrenta na cidade de Itabuna. De acordo com o blog Plantão Itabuna, quatro pessoas foram baleadas e uma morta no bairro Pontalzinho. Já no bairro Banco Raso, foram dois baleados e um morto. Felipe Souza, o ‘Geleia’, foi morto no Bar do Neguinho, já o Haroldo Bastos, morto durante uma ataque no Banco Raso. Seis pessoas saíram feridas no tiroteio nas duas comunidades. Entre as vítimas estão duas crianças. Um menino de 11 anos e uma menina 9 anos, foram socorridos para o Hospital Manoel Novaes. O menino foi baleado na perna próximo ao joelho e a menina um pouco mais abaixo. As crianças não correm risco de morte. O homem ferido foi identificado pelo prenome de Jurandy. Já a mulher, que não foi identificada, foi alvejada por pelo menos cinco disparos, sendo socorrida em estado grave. Não há informações sobre o estado de saúde dos outros dois feridos. Até a publicação dessa matéria, ninguém tinha sido preso.


Sem policiais nas ruas da Grande Vitória e de alguns municípios do interior do Espírito Santo, os criminosos estão aproveitando para saquear lojas, cometer assaltos e roubar carros. Diversos vídeos que mostram a ação dos criminosos circulam nas redes sociais. Desde sábado (4), familiares bloqueiam a porta dos Batalhões e não deixam os policiais militares saírem para fazer o policiamento. Segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo (Sindipol), foram registradas 62 mortes violentas nesses três dias de protesto. Vídeos de arrombamentos e saqueamentos de vários lugares circulam pelas redes sociais. A Secretaria de Segurança Pública (Sesp) ainda não divulgou nenhum dado relativo ao número de ocorrências registradas. *G1


Três seguranças terceirizados que trabalhavam em um dos acessos ao Estádio de Pituaçu, em Salvador, local onde será realizado o ensaio do grupo Harmonia do Samba, foram mortos a tiros e tiveram os corpos incendiados, na tarde desta segunda-feira (6).

Imagens que circulam nas redes sociais

Segundo o Samu, uma das vítimas chegou a ser socorrida e foi levada para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), os seguranças teriam sido vítimas de vingança. Conforme a SSP, investigações preliminares apontam que o crime teria sido cometido por um homem que teria sido agredido por seguranças, durante o ensaio realizado na semana passada. Ainda não há informações sobre a identidade do suspeito. Segundo a SSP, um grupo de homens armados teriam chegado ao local e atirado na direção das vítimas e depois atearam fogo nos corpos. Em seguida, os criminosos fugiram da região do crime. O caso está sob investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A assessoria do Harmonia do Samba informou que avalia se o ensaio da noite desta segunda-feira será mantido ou não. *Informações do G1