O Morro de São Paulo, região turística do município de Cairu, no baixo sul da Bahia, apresentou movimento fora do comum na tarde deste domingo (3). O terminal de embarque e desembarque ficou completamente lotado de baianos e turistas. Imagens do local mostram uma enorme fila, que se alongava do terminal até a ladeira que dá acesso aos guichês da pagamento da Taxa de Preservação Ambiental (TAP).

Por meio de nota, a Prefeitura de Cairu afirmou que o Morro de São Paulo recebeu durante o Réveillon cerca de 15 mil turistas e que a ocupação hoteleira foi de 100%. Segundo a Prefeitura, o fluxo turístico foi responsável pela grande fila identificada na tarde deste domingo.

A Prefeitura ainda disse acreditar que, apesar da ampla divulgação sobre a ocupação, a Associação dos Servidores Transporte Trânsito Município (Astram), responsável pelas travessias marítimas na região, não se preparou para atender a demanda.

Por conta da expectativa de grande fluxo para todo o mês de janeiro, a Prefeitura destacou que irá agendar uma reunião ainda nessa semana com Nelson Pelegrino, secretário de Turismo da Bahia, como também com a Astram, para buscar uma saída e evitar que os transtornos se repitam. ( G1/Bahia)

IMG-20160104-WA0000


Demitido recentemente do Chelsea, e especulado em clubes como o Manchester United, o técnico José Mourinho não parece preocupado com o próximo emprego. Considerado como um dos melhores do mundo na função – e certamente um dos mais bem remunerados – o português está descansando com a mulher e os dois filhos em um resort de luxo na paradisíaca praia de Muro Alto, no litoral sul de Pernambuco, ao lado de Porto de Galinhas – que fica na cidade de Ipojuca.A informação foi confirmada por um funcionário do local, que pediu para não ser identificado.

Os valores do hotel em que Mourinho está hospedado são condizentes com a fama do treinador português. O pacote de réveillon, que inclui sete diárias no período entre 25 e 31 de dezembro, custa cerca de R$ 42 mil na acomodação mais luxuosa. O luso deve ter desembolsado um pouco mais: se o hóspede comprou o pacote depois do dia 11 de setembro (data em que ainda treinava o Chelsea), ele teve de pagar mais de R$ 45 mil.

Nannai2 (Foto: Divulgação)
Bangalô mais caro conta com piscina privativa e fica à beira-mar da praia de
Muro Alto, em Pernambuco (Foto: Divulgação)

Mesmo as tarifas em dias comuns não são tão acessíveis assim. A diária mais barata é cerca de R$ 1.300. A mais cara custa por volta de R$ 3,5 mil.

O que chama atenção, além das cifras, é o humor de Mourinho: a empáfia do treinador não parece ser apenas folclore para as câmeras. O português tem evitado os frequentes pedidos para atender alguns fãs. De acordo com um prestador de serviço do local, ao ser chamado para tirar uma foto, o técnico disse que só poderia atender ao pedido mediante a presença do advogado.(Globo Esporte)


O evento que promete movimentar o turismo na região da Costa do Cacau, é um convite irresistível para quem, além da boa gastronomia, deseja apreciar as belezas naturais da cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Turismo de Itacaré, a ocupação hoteleira para o período é de 80%. Tendo como o tema Cacau, a maior estrela do festival, o evento reúne chefs renomados e 36 estabelecimentos, nos quais o público poderá degustar deliciosos pratos a preços promocionais. As receitas inscritas destacam os ingredientes tradicionais da região cacaueira e que são cultivados através da agricultura familiar.

Os pratos estão divididos em quatro categorias: prato principal, petisco, lanche e sobremesa. A programação conta com aula-show, e apresentações de iguarias ensinadas pelos chefs, feira da agricultura familiar e artesanato; shows e apresentações culturais, e press trip por alguns pontos turísticos da cidade.

E com essa diversidade a proposta é envolver os diversos restaurantes e equipamentos existentes na cidade de Itacaré para fazer VOCÊ, o elemento mais importante da festa, depois do CACAU é claro!

Além das iguarias que serão servidas com os melhores chefs de Itacaré e convidados, no dia 12, ainda terá show com dia 11 com J. Veloso e no dia 12, quem comanda a festa é  Jorge Vercilo, que comemora seus 20 anos de carreira em Itacaré, tornando o evento ainda mais especial.

André Reis, secretário de Turismo de Itacaré trabalhou sério para fazer um grande evento para os visitantes do festival.

Quem já conhece Itacaré sabe que a cidade conta com chefs de toda as partes do mundo, a culinária em Itacaré é rica pela diversidade dos sabores.

IMG_9364-1

O evento ainda contará com feira de produção associada ao turismo, agricultura familiar e de artesanato. E o chefe da casa será a gastronomia trazendo chefes locais, regional e nacional para desenvolver o que mais reinará no evento: a culinária. O festival contará com a COZINHA SHOW, rodas de conversas, visitas técnicas, dicas do chef e com a novidade TV FESTIVAL.

IMG_9363-1

O evento gastronômico é uma parceria da Prefeitura Municipal de Itacaré e da  ABRASEL – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes. (Assecom Itacaré)

Confira a programação:

programação

 

IMG-20151130-WA0009


Chefes com diferentes propostas gastronômicas estarão Reunidos no Festival Gastronômico Sabores de Itacaré. No evento que vai de 3 a 13 de dezembro, nomes como Lucius Gaudenzi, Eber Leão, Rosa Gonçalves, Rodrigo Castro, Daniela Façanha, Charles Silva e Rivandro França se reúnem durante três dias para a cozinha show apresentando temas como Sabores da Amazônia em Itacaré, Comida com Sabor de Lembrança, Cozinha Criativa, Do Mar ao Sertão, Sabores da Costa do Cacau e Cozinhando Escondidinho.

A cozinha show acontece do dia 3 ao dia 5, a partir das 17h, na Orla da cidade e na Praia da Concha aberto ao público. Quem abre a programação, no dia 3, às 19h, é o chef Lucius Gaudenzi. O soteropolitano apresenta o “Nas Ondas de Itacaré”. No dia, mostra um pouco do que aprendeu na conceituada escola de gastronomia “Le Cordon Blue Paris” e nas suas andanças por diversos países. A escolha do tema se deu porque Lucius também é surfista e frequenta Itacaré desde 1979, além de desenvolver um trabalho na cozinha que vem ganhando cada vez mais admiradores, por usar produtos típicos da Bahia e técnicas internacionais para criar seus saborosos pratos.

Na sexta feira, a Cozinha Show começa com o tema “Sabores da Amazônia em Itacaré”. A partir das 17h, o chef amazonense Eber Leão, que é empresário e cozinheiro na área de banquetes há duas décadas, em Manaus, apresenta pratos com Pirarucu, Tucupi, Farinha de Uarini, Cupuaçu, Jambu, Tucumã e Pupunha. Quem estiver em Itacaré experimentará os sabores típicos do Amazonas. A noite segue com a curadora do evento, a chef Rosa Gonçalves. Com o tema “Comida com Sabor de Lembrança”, sua apresentação trará ao público sabores preservados nas lembranças familiares, que se constituem em verdadeiros tesouros guardados por diversas gerações.

Na busca de fortalecer a gastronomia de raiz Rosa vem realizando  projetos de capacitação profissional em vários municípios da Bahia e também profere palestras, oficinas e aulas-shows nas quais leva a mensagem de valorização das raízes gastronômicas, da agricultura familiar, dos pescadores e pequenos produtores de alimentos. A noite termina com o Chef Rodrigo Castro. A herança baiana deu o tempero ao perfil do chef: mesclada às virtudes adquiridas no ofício e na academia, fez de Rodrigo um profissional bem formado que passeia pela culinária de suas origens com muita propriedade. Castro apresenta o tema “Cozinha Criativa”, no qual resgata e mantem ingredientes e receitas da cozinha baiana, já não mais usuais, acrescentando um pouco de contemporaneidade aos pratos da cozinha de raiz.

No dia 5, quem abre a programação é uma chef da Costa do Cacau, de Ilhéus. Daniela Façanha apresenta o tema “Sabores da Costa do Cacau”. Criatividade é a marca forte dessa chef, que surpreende com pratos elaborados com produtos da Costa do Cacau e que são uma explosão de cores, sabores e aromas. O dia segue com o Chef Charles Silva. “Do Mar ao Sertão” é o tema que o baiano apresentará utilizando a culinária regional (do mar e do sertão). Ingredientes, cheiros, temperos e a diversidade cultural nordestina possibilitam a criação de pratos com sabores incríveis.

Um pernambucano encerra a Cozinha Show no Festival Gastronômico Sabores de Itacaré. Chef revelação de Pernambuco/2013, Chef revelação do Brasil/2013, cozinheiro do Restaurante Cozinhando Escondidinho, atualmente apresentador de programa de TV, o chef Rivandro França segue seu sonho de infância acreditando que a gastronomia mudará o mundo. No festival realiza aula-show com os produtos da Costa da Cacau, com os quais irá criar pratos em homenagem a Itacaré, com o tema “Cozinhando Escondidinho”.

O segundo Festival Sabores de Itacaré é uma realização da Prefeitura de Itacaré, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e ABRASEL, em parceria com a Escola de Culinária Rosa Gonçalves e a Produção da ONG RODA BAIANA, e conta com o apoio da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação. O evento é patrocinado pelo Governo do estado através das secretarias de Turismo e Desenvolvimento Rural.

 

Serviço
2ª edição do Festival Gastronômico Sabores de Itacaré
De 3 a 13 de dezembro
Participam 36 estabelecimentos
Informações: www.festivalsaboresdeitacare.com.br

 

 

 

 

 


Dos mais de três mil quilômetros da costa nordestina, aproximadamente um terço fica na Bahia. A vasta extensão litorânea – maior do país, inclusive – fez do estado um dos principais destinos turísticos do Brasil, com cidades que unem sítios históricos com praias exuberantes. No entanto, poucas cidades são capazes de harmonizar a natureza de forma tão perfeita como Itacaré, no sul baiano.

O município fica a cerca de 70 quilômetros de Ilhéus e durante muitas décadas, foi o principal refúgio dos barões de cacau, por conta de suas paisagens intocadas e pouco exploradas por turistas. Voltou à rota turística dos aventureiros em 1998, com a abertura da Estrada Parque Ilhéus-Itacaré, a primeira rodovia ecológica do Brasil. Aliás, ecológico é um adjetivo mais do que apropriado para esta região.

São 14 praias que se contrastam com uma densa vegetação de Mata Atlântica. Por isso, hoje, Itacaré atrai os mais diferentes tipos de aventureiros: desde os surfistas, até os amantes de escaladas, cachoeiras e trilhas. A diversidade de paisagens é notável, e apesar de receber milhares de turistas por ano, o município mantém o seu aspecto de vilarejo.

Praias urbanas e rurais se dividem na preferência dos turistas

As praias se dividem entre as urbanas – e com acesso para carros -, e as mais rurais, acessíveis apenas por trilhas. Apesar de praticamente se interligarem, as faixas de areia próximas ao Centro possuem características próprias: a Praia da Concha é a mais estruturada. Situada no encontro do mar com o Rio de Contas, é calma e possui boa quantidade de hotéis e quiosques. Um pouco mais afastada, mas ainda próximo à aglomeração urbana, a praia do Resende é agitada, mas conta com piscinas naturais no entorno das pedras. A preferida dos surfistas é a Tiririca, que, para muitos, tem as melhores ondas do estado da Bahia.

Rica em piscinas naturais e com um mar agitado, Itacarezinho é uma das praias rurais acessíveis por trilhas.
Rica em piscinas naturais e com um mar agitado, Itacarezinho é uma das praias rurais acessíveis por trilhas

Para os turistas que preferem algo ainda mais intocado (a maioria das praias ficam em áreas de proteção ambiental), a dica é seguir pelas trilhas até faixas de areia mais distantes, como Itacarezinho, Havaizinho e Engenhoca. De um modo geral, todas têm mar agitado. Só não se surpreenda com o visual estonteante no meio do caminho.

Cachoeiras também não faltam em Itacaré. A mais famosa e frequentada é a Tijuípe, com quatro metros de queda, e mais de 15 metros de largura. Sua formação peculiar garante uma grandiosa piscina natural no entorno. O local conta com estacionamento e restaurante, e é facilmente acessível por uma trilha leve.

Outras atividades ainda mais radicais fazem parte do roteiro de Itacaré. A mais popular é o rafting, praticado principalmente nas corredeiras do rios de Contas e Tajuípe. Canoagem, caiaque, arvorismo e rapel também são comuns na região.

Com quatro metros de queda e 15 metros de largura, Tijuípe é a cachoeira preferida dos turistas em Itacaré.
Com quatro metros de queda e 15 metros de largura, Tijuípe é a cachoeira preferida dos turistas em Itacaré

Como chegar

Itacaré fica na Costa do Cacau, a cerca de 70 quilômetros de Ilhéus e 250 quilômetros deSalvador. Por via aérea, os aeroportos mais próximos ficam nessas duas cidades, mas os voos para Ilhéus limitam-se à capital baiana, e cidades como São Paulo, Belo Horizonte eBrasília. Por isso, a alternativa mais viável é por via terrestre.

A partir de Salvador, a melhor opção é pegar um barco que vai até à Ilha de Itaparica. Do próprio terminal da ilha saem ônibus de hora em hora para Itacaré. De carro, basta seguir pela BA-001. (Pure Viagem)

pré-casamento-em-barra-grande


Com expectativa de saída de cerca de 50 mil pessoas, a rodoviária de Salvador irá operar com 250 horários extras, além dos 540 tradicionais, para atender a demanda para o feriado do Dia de Finados, que é celebrado na segunda-feira (2). A operação especial começa nesta sexta-feira (30). De acordo com a Agerba, os destinos mais procurados são Porto Seguro, Itacaré, Ilhéus, Itabuna, Juazeiro, Vitória da Conquista, Barreiras, além das regiões da Chapada Diamantina e do recôncavo baiano. O sistema ferry boat espera transportar 107 mil passageiros e mais de 20 mil veículos entre os dias 30 de outubro e 3 de novembro, período do feriadão de Finados, como também do Dia do Servidor Público na Bahia.


O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 definiu nesta quinta-feira (22), quais serão as cidades baianas por onde passará a tocha olímpica no próximo ano. Entre as 26 cidades do estado, destacam-se Feira de Santana, Juazeiro, Salvador, Porto Seguro, Vitória da Conquista, Valença, Senhor do Bonfim, Ilhéus e Paulo Afonso.
Os sete últimos foram escolhidos como local de pernoite para a chama olímpica, entre elas Itacaré e Camamu. A tocha deve chegar no dia 19 de maio de 2016, em Teixeira de Freitas, no extremos sul do estado. A ordem do percurso ainda será definida pelo comitê. A administração municipal de cada cidade também não divulgou o roteiro a ser percorrido em seus territórios. A última parada da tocha na Bahia está marcada para 27 de maio.
Em Salvador serão realizados dez jogos de futebol – sete masculino e três feminino. As partidas acontecerão na Arena Fonte Nova em rodadas duplas, nos dias 4, 7, 9 e 10 de agosto de 2016, e em rodadas simples nos dias 12 e 13 do mesmo mês. Confira a lista completa:
– Teixeira de Freitas
– Itamaraju
– Santa Cruz Cabrália
– Porto Seguro
– Eunápolis
– Itapebi
– Itapetinga
– Vitória da Conquista
– Itambé
– Itororó
– Ibicaraí
– Itabuna
– Ilhéus
Itacaré
– Camamu
– Ituberá
– Valença
– Salvador
– Feira de Santana
– Riachão do Jacuípe
– Capim Grosso
– Senhor do Bonfim
– Jaguarari
– Juazeiro
– Sobradinho
– Paulo Afonso