Foi realizada em Ilhéus no hotel Jardim Atlântico, a primeira OFICINA de construção de planejamento integrado dos municípios de Ilhéus, Itacaré e Una. Trata se do ‘Lidera Turismo‘ que tem o objetivo de contribuir para a criação de uma Agenda Estratégica Integrada do Turismo nos da Costa do Cacau com bases sustentáveis, estimulando o planejamento e implementação de ações voltadas ao desenvolvimento local e regional e tem o SEBRAE como executor em parceria com o Ministério do Turismo, que proporciona a construção de um ambiente favorável ao fortalecimento da cadeia do turismo.

Participaram do evento; empresários, instituições como SINDICATO PATRONAL de HOSPEDAGEM de Itacaré e representantes da Secretaria de Turismo de Itacaré. Para o Secretario da pasta André Reis, o lidera promove uma proposta de ação efetiva em busca de prioridades em cada município e na zona turística. “Precisamos estar fortalecidos e apresentar a importância do turismo para todos os envolvidos (comunidade, empresários e governo)” ressalta o secretario.


O município será cadastrado junto ao ministério do turismo através do sistema de convênio Federal com 03 projetos como proposta voluntária, são eles: Sinalização turística com trilhamento; Portal de acesso à entrada da cidade e no balneário de Água Fria.

As propostas voluntárias são analisadas e aprovadas ou não, de acordo com o orçamento da união para viabilidade. Na oportunidade, André Reis, solicitado uma agenda com o Ministro do Turismo, Henrique Alves, para um encontro com o prefeito Jarbas Barbosa para tentar viabilizar neste exercício algumas destas propostas, que fortalecerão ainda mais o turismo no município. “Agora é dar as mãos para viabilizar, Itacaré tem um passo à frente dos demais municípios por apresentar propostas com projetos”, finalizou André Reis.


Durante oito dias, a partir de 19 de maio, a tocha olímpica vai passear por destinos de águas mornas do litoral baiano nas costas do Descobrimento (Santa Cruz de Cabrália, Porto Seguro), do Cacau (Itabuna, Ilhéus e Itacaré) e do Dendê (Cairú, Camamu, Valença).  Contemplará também a Chapada Diamantina e se seguirá pelo interior (Feira de Santana e Senhor do Bonfim) até alcançar as margens do Velho Chico, em Sobradinho e Juazeiro, já na fronteira com Pernambuco.
A vizinhança entre os dois estados fará com que a tocha olímpica dê uma volta por cinco municípios pernambucanos até retornar à Bahia para dormir em Paulo Afonso, terra de Maria Bonita e entrada para os cânions do Rio São Francisco. A força da gastronomia temperada com muita pimenta, dendê e sabores da tradicional cozinha regional nordestina; do artesanato e das festas populares tornam imperdível o roteiro baiano.
O tour da tocha é uma grande oportunidade para mostrar ao mundo a diversidade dos destinos brasileiros. O símbolo dos Jogos Olímpicos visitará mais de 330 municípios e pernoitará em 83. A preparação dos destinos para atender o turista com conforto e qualidade é item fundamental.
Na Bahia, o Ministério do Turismo investiu mais de R$ 470 milhões, nos últimos 12 anos, somente em obras de infraestrutura turística, como pavimentação, sinalização, reurbanização de orlas, recuperação de patrimônio histórico, entre outros. Entre os exemplos estão a revitalização da Feira de São Joaquim e a requalificação do Largo de Roma, onde fica a praça Irmã Dulce, em Salvador, pavimentação de ruas em Paulo Afonso; urbanização de orla marítima em Cairu (Morro de S. Paulo), entre outras.
Conheça atrativos dos sete municípios de pernoite da tocha na Bahia:
Porto Seguro: Barracas de praia animadas com dançarinos de axé, bares com música ao vivo e a Passarela do Álcool (rebatizada de Passarela do Descobrimento) estão entre os principais atrativos. Fugir da confusão também é possível na Praia do Mutá ou visitando as atrações históricas da Cidade Alta, que traz a saga de Pedro Álvares Cabral pela Bahia. Trancoso, Arraial D´Ajuda e a vila de Caraíva, podem ser uma extensão imperdível do passeio.
Vitória da Conquista: A localização na Serra do Piripiri conferiu à terra do cineasta Glauber Rocha o título de Suíça baiana, sede do festival de inverno que movimenta a cidade.  O Cristo – de feições nordestinas – Crucificado da Serra do Piripiri, a Reserva Florestal do Poço Escuro e o Parque da Serra do Piripiri, com trilhas, flora e fauna preservadas. É lá que está o Caminho de Santiago do Piripiri.
Paulo Afonso: Com sua história ligada ao processo de eletrificação no Brasil, Paulo Afonso tem no complexo hidrelétrico, que reúne lagos, quedas d´agua e vegetação nativa, um dos seus grandes atrativos. Cidade natal de Maria Bonita, oferece o roteiro Cangaço e Cânion, que inclui visita ao museu da musa de Lampião e aos cânions do Rio São Francisco. Gastronomia regional, artesanato e passeios na Serra do Umbuzeiro, com formações rochosas, grutas e pinturas rupestres; e no Raso da Catarina completam o passeio.
Ilhéus: A Ilhéus de Jorge Amado ainda resiste no bar Vesúvio, na casa onde morou o escritor (hoje Casa da Cultura) e no antigo cabaré Bataclan. Fazendas de cacau estão abertas aos visitantes, com circuitos que terminam com degustação de chocolate. Rumo a Itacaré, ao norte, estão as praias mais bonitas, como a do Pontal, Milionário, Olivença, São Miguel, Olho d’água, Cururupe e Concha.
Itacaré: Com uma das mais ricas biodiversidades do estado, e diversas praias paradisíacas rodeadas por mata atlântica, muita natureza, solzão e ecoturismo, em Itacaré você encontra trilhas, cachoeiras, praias praticamente virgens e paisagens de tirar o fôlego, com destaque para variadas opções de turismo de aventura e grande oportunidade de contato com a natureza.Entre as praias mais destacadas: Concha, Ribeira, Tiririca, Prainha, Jeribucaçú e Engenhoca.
Valença: Cidade colonial da segunda metade do século XVIII, detém um valioso patrimônio arquitetônico e cultural, presente nas calçadas de pedras irregulares, nos sobrados coloniais e nas ruínas da antiga fábrica de tecidos. Destaque para o prédio da Câmara de Vereadores, a antiga residência do Comendador Madureira e as igrejas Nossa Senhora do Amparo e Matriz do Sagrado Coração de Jesus, reduto de imagens sacras dos séculos XVIII e XIX. O vasto patrimônio natural inclui 15 Km de praias, imponentes cachoeiras, belas ilhas, o grandioso Rio Una e um vasto manguezal.
Salvador: Não é à toa que os turistas costumam escolher o Elevador Lacerda como cenário de suas fotos. Ali do alto, tem-se uma das mais lindas vistas da Baía de Todos os Santos; abaixo, do Mercado Modelo; às suas costas, está o Pelourinho, coração do centro histórico. A Igreja e Convento de São Francisco é o ponto alto desse passeio. Ainda nos ícones, vale visitar o Farol da Barra, para o melhor fim de tarde; a Igreja do Nosso Senhor do Bonfim; e o Largo de Santana, no Rio Vermelho, para um tradicional acarajé.
Senhor do Bonfim: A cidade está localizada no sul da Serra do Gado Bravo, extensão da Chapada Diamantina, na Cordilheira do Espinhaço. As serras são requisitadas para a prática do motocross e trilhas. Para os amantes da vela, a 40 quilômetros de distância da cidade, as represas de Ponto Novo e Pindobaçu são espetaculares para a prática desse esporte, sendo que na primeira existe uma etapa da Copa de Vela da Bahia. Nesses dois lagos pratica-se também pesca esportiva.
Cidades do revezamento da tocha na Bahia:
 
Teixeira de Freitas
Itamaraju
Santa Cruz Cabrália
Porto Seguro
Eunápolis
Itapetinga
Vitória da Conquista
Itambé
Floresta Azul
Ibicaraí
Itabuna
Ilhéus
Itacaré
Camamu
Ituberá
Cairu
Valença
Lençóis
Salvador
Feira de Santana
Riachão do Jacuípe
Capim Grosso
Senhor do Bonfim
Jaguarari
Juazeiro
Sobradinho
Paulo Afonso
Fonte: Ministério do Turismo

Com o objetivo de contribuir para a criação de uma agenda estratégica integrada do turismo nos municípios de Itacaré e Ilhéus foi lançado pelo Sebrae o Programa Lidera Turismo na Costa do Cacau. Com bases sustentáveis e ações de desenvolvimento local e regional, o programa proporciona um ambiente favorável ao fortalecimento da cadeia produtiva do setor. O lançamento aconteceu na última sexta-feira, 4, no auditório do Hotel Jardim Atlântico, na rodovia Ilhéus-Olivença.

“Será criado um fórum para monitorar as prioridades do turismo, reunindo iniciativa privada, setor público e sociedade civil organizada. A partir deste encontro, um documento oficial será redigido para delinear as estratégias”, explicou a gerente regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo.

A programação do lançamento contou com uma palestra internacional com apresentação de cases de boas práticas no turismo. O convidado foi o palestrante espanhol Pere Muñoz Perugorria, responsável pelos projetos estratégicos da fundação Barcelona Media, um dos principais centros mundiais de inovação da comunicação, cultura e turismo.

“Todos os cases têm em comum a cooperação público-privada. O setor tem que acreditar nesse projeto de gestão turística da sociedade, que só será sucesso com planejamento, sem improvisação”, afirmou o palestrante.

Outra palestra do evento mostrou um case nacional, com o empresário Marcelo Carrasco Jimenez, da Pousada Villa Luna, em Penedo, na região de Itatiaia, no Rio de Janeiro. Ele é também presidente dos Conselhos de Turismo de Itatiaia e de turismo Agulhas Negras. “A importância do Lidera é unir o setor, criando uma agenda produtiva. Em minha região, as cidades de Visconde de Mauá e Penedo ganharam muito com esse programa”, destaca.

Inspirados nesses exemplos, representantes do turismo local, como a diretora de Turismo de Itacaré, Cláudia Cruz, também apostam em bons resultados. “Ilhéus e Itacaré são destinos que se complementam, um casamento com diversidade de opções. Ilhéus é turismo cultural e Itacaré, turismo de aventura e natureza. O programa nos auxiliará a criar e consolidar mais atrativos sustentáveis”, finaliza.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3320-4558 / 3444-6811 / 99222-1612 / 98263-0835
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia


A Secretária de Turismo de Itacaré,  realizará sua primeira turma de AGENTE EM TURISMO. A proposta firmada entre Estado e Prefeitura Municipal de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo com a associação de Condutores de visitantes de Itacaré é de no próximo mês de abril iniciar uma turma para a formação especializada em condutor. Com uma carga horária de 180hrs, o agente aprenderá a acompanhar e orientar os turistas em roteiro local, gerando o processo de articulação e coordenação dos diversos serviços de apoio e prestando informações sobre os atrativos.

Para o Secretario de Turismo de Itacaré André Reis, o curso reforçará a importância de profissionais habilitados e qualificados para a nossa demanda existente. “O destino Itacaré, bem como, a Costa do Cacau necessita de estruturação e ampliação de roteiros e buscar a profissionalização de condutores para a formação com atenção inicial ao destino reforçando o sentido de expansão para o mercado” explica André Reis. Já o presidente da associação Hilton Nunes comemora: “Este é um momento que foi muito esperado por nós condutores”. As fichas estarão disponíveis na Secretaria de Turismo de Itacaré em março deste ano.


Dos 417 municípios baianos, mais de 150 possuem atrativos para viajantes, o que significa que uma em cada três cidades pode ser roteirizada para atividade turística, seja por suas praias, cachoeiras e rios ou pelo patrimônio histórico, artístico e cultural. Dada a extensão desse território, a Secretaria de Turismo do Estado realizará, entre os dias 24 de fevereiro e 7 de abril, um programa de atualização do Mapa Turístico da Bahia, incluindo a categorização dos municípios. Na etapa seguinte, os dados apurados serão remetidos ao Ministério do Turismo, a fim de que sejam consolidados no Mapa Turístico Brasileiro. “Este levantamento é importante para orientar as políticas públicas de desenvolvimento”, explica o secretário de Turismo, Nelson Pelegrino. “Contribui de forma decisiva para o aperfeiçoamento da gestão, assim como para otimizar o o uso de recursos públicos”, acrescenta.

Categorização – A atualização do Mapa Turístico prevê a categorização dos municípios, conforme estabelecida pela portaria nº 144 do Ministério do Turismo, de 27 de agosto de 2015. Devido à grande quantidade de municípios inseridos nas zonas turísticas, serão utilizados critérios objetivos que traduzam a economia do turismo. São quatro as variáveis para a classificação nas categorias A, B ou C: número de ocupação formal no setor de hospedagem; número de estabelecimento formal no setor de hospedagem; estimativa do fluxo turístico doméstico e a estimativa do fluxo internacional.

Olimpíadas – O secretário Nelson Pelegrino assinala que o mapeamento produzirá efeitos práticos já este ano, com a realização das Olimpíadas. A Tocha Olímpica dos Jogos do Rio de Janeiro passará a noite nas chamadas “Cidades Celebração”, desde que façam parte de alguma região turística incluída no Mapa do Turismo Brasileiro e que estejam categorizadas, com exceção das capitais estaduais e do Distrito Federal. O Mapa do Turismo Brasileiro define a área que deve ser trabalhada prioritariamente pelo ministério. Ele é atualizado periodicamente, e conta com versões de 2004, 2006, 2009 e 2013. Esta última versão possui 3.345 municípios brasileiros. (Voz da Bahia)


Há ainda uma lista de países que se destacam positivamente por serem os que mais cresceram percentualmente em 2015, fazendo, cada vez mais, parte da lista de destinos de eleição de mochileiros de todo o mundo. Dentre as surpresas estão Myanmar (com um crescimento de reservas de hostels de 203% comparando com 2014), Belize (com um crescimento de 124% de reservas), Filipinas (este que é um dos países mais feliz do mundo cresceu 73%), Indonésia (com um crescimento de 72%) e no quinto lugar deste ranking o Sri Lanka com um impressionante crescimento de 63%.

No Brasil, é o Rio de Janeiro o destino favorito dos mochileiros que procuram aventura e novas experiências. Curiosamente são mesmo os brasileiros quem mais reservam hostels no país, seguidos de britânicos, alemães, americanos e franceses.

Os brasileiros não estão só apaixonados pelo próprio país. Do Brasil partiram o ano passado viajantes obcecados por destinos como Amsterdã, Londres, Paris, Barcelona ou Berlim – cidades que estão no topo dos destinos mais visitados por brasileiros.

A nível mundial, a primeira semana de 2016 demonstrou que Londres subiu temporariamente ao primeiro posto de destinos com mais reserva de hostels, mas também Amsterdã, Lisboa, Bancoque, Berlim e Sidney já disputam um lugar no pódio deste ranking.

Para Otto Rosenberger, diretor de marketing do Hostelworld, “os viajantes mochileiros gostam de sentir o pulso às últimas tendências quando é hora de escolher o destino da próxima viagem. Os nossos dados mostram que destinos como Myanmar, Albânia e Belize fazem parte dessas novas tendências. Conhecida por valorizar experiências que vão além de pequenas lembranças, nossos dados estão destacando novos lugares que os mochileiros estão a descobrir e que lhes dão a oportunidade de viver experiências de viagem que os jovens verdadeiramente anseiam. É muito emocionante que, estando os viajantes a procura de novas aventuras, nós podermos ver um enorme crescimento nestes novos destinos que estão subindo no top de países com mais reserva de hostels.