Com estimativa de atrair até 15 mil turistas ao longo da costa marítima da Bahia, segundo o Instituto Baleia Jubarte, começou em julho e estende-se até o final de outubro, a temporada de Observação de Baleias. O período coincide com o ciclo reprodutivo das baleias jubartes, que trocam as águas geladas da Antártida pelas temperaturas quentes do litoral baiano para reproduzir.

A previsão é de que cerca de 20 mil desses mamíferos circulem pela costa baiana, o que possibilita grandes chances de avistamentos em mar aberto e até nas proximidades da orla, o chamado Turismo de Observação de Baleias.

“Capacitamos mais de 200 pessoas do setor turístico e operadores náuticos para esta temporada e temos parceria com várias agências que promovem passeios de avistamento ao longo da costa baiana”, afirma Sérgio Cipolotti, biólogo e coordenador operacional do Instituto Baleia Jubarte, organização não governamental engajada na pesquisa e conservação das espécies marinhas (com sedes na Praia do Forte e em Caravelas).

O Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, próximo a Caravelas, no Sul da Bahia, é o paraíso das jubartes, maior berço reprodutivo da espécie no Atlântico Sul. Mas há passeios também em locais como Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo, Praia do Forte e Salvador.

Agências que promovem passeios de barcos, escunas e lanchas para avistar baleias podem ser conferidas no site do Projeto Baleia Jubarte (www.baleiajubarte.org.br). Os passeios duram em média quatro horas, com boas chances de se avistar os mamíferos: 98% a 99%.

Saltos, esguichos de água, cantos dos machos para atrair as fêmeas e nados em grupo fazem parte do espetáculo das baleias. Para participar das expedições, no entanto, são necessários palestra preparatória e o atendimento a normas de turismo responsável.

Pesquisas – Segundo Cipolotti, o Turismo de Observação de Baleias na Bahia começou a crescer em 2001, atraindo principalmente estrangeiros. “Hoje, 60% deste público são de brasileiros de todo o país, em geral famílias, estudantes, pesquisadores”. Uma fatia de 15% dos turistas viaja com o propósito principal de avistar baleias. Pesquisas realizadas pelo instituto indicam ainda que a grande maioria quer retornar para assistir ao espetáculo das baleias.

Em Praia do Forte, os passeios podem ser precedidos de uma visita ao Espaço Baleia Jubarte, onde é possível ver partes originais e réplicas de baleias, além de assistir a vídeos e palestras técnicas sobre o passeio. Porto Seguro é outra cidade em que o Turismo de Observação de Baleias é forte. Já Salvador, onde as jubartes apareceram antes mesmo do início oficial da temporada, adere cada vez mais à atividade. Há um posto no Porto da Barra onde uma agência organiza passeios diários para avistamentos. Fonte: Eduardo Bastos // Ascom / Setur.


Cerca de cinco mil turistas devem visitar Itacaré (BA) por conta do Sabores de Itacaré, que vai de amanhã (12) a domingo (15). O festival gastronômico reúne, durante quatro dias, 40 restaurantes, que levarão pratos especiais para o encontro. Completam a programação aulas de culinária e feiras de artesanato e de produtos da agricultura familiar. Segundo a Secretaria Estadual de Turismo da Bahia (Setur-BA), que apoia o encontro, a estimativa é que o fluxo turístico local suba 20%.

O tema do evento é a “Gastronomia de Raiz”, que vai inspirar os pratos criados pelos 40 restaurantes participantes. De acordo com a prefeitura local, a ocupação hoteleira já está em 80% por conta do festival, podendo chegar 90% com as reservas de última hora. Para ajudar, segundo a Setur-BA, a Bahia ganhou 411 voos extras neste mês de julho.

Setur-BA: ocupação

No Terra Boa Hotel Boutique, por exemplo, a expectativa é de 100% de ocupação. De acordo com Daniela Santos, analista comercial da unidade, São Paulo, Minas Gerais e Brasília formam os principais mercados emissores na data. Ainda assim, destaca a executiva, há também um fluxo regional, com visitantes de municípios baianos como Ilhéus (BA).

Já na pousada Portal da Concha, todas as 20 habitações também devem ser reservados até o fim de semana por baianos de cidades como Salvador, Jequié e Valença. Segundo a recepcionista Áurea Martins, a taxa atual é de 70%, mas a busca é crescente, o que faz acreditar na ocupação total do empreendimento.

O Festival Sabores de Itacaré tem curadoria da chef Elíbia Portela. A lista dos restaurantes participantes, bem como pratos e preços, encontra-se disponível no site do evento.


 

Tem gente que realmente não suporta o tempo chuvoso, frio ou ficar muito tempo sem ter um bom dia de praia. Pensando nisso, fomos atrás do ‘praiômetro’, que reúne as médias históricas de precipitação em alguns destinos de praia pelo Nordeste.

A meteorologia não é uma ciência exata, o clima está passando por mudanças fora do comum, e os dados aqui apresentados são baseados em médias históricas, compiladas pelo site ‘Viaje na Viagem’.

Termômetro | Temperatura média máxima abaixo de 24ºC: pense bem

Sol com chuva | De 200mm a 300mm de chuva no mês: melhor não ir

Sol brilhando | Até 100mm de chuva no mês: vá!

Sol entre nuvens | De 100mm a 200mm de chuva no mês: pode ir

Chuva | Acima de 300mm de chuva no mês: não vá!

Floco de neve | Temperatura média máxima abaixo de 20ºC: não vá!

Pode ir!

No Nordeste, Fernando de Noronha sai da estação das chuvas.

No norte da Bahia, o trecho entre Costa do Sauípe, Imbasssaí e Praia do Forte registra menos chuvas do que a vizinha Salvador.

Já o centro e o sul da Bahia mantêm a toada das chuvas equilibradas, entre 100mm e 200mm por mês. São boas apostas para as férias de julho ItacaréBarra Grande, Ilhéus e de Porto Seguro (Santo André, Arraial d’Ajuda, Trancoso, Espelho, Caraíva, Corumbau, Cumuruxatiba e Prado). *Informações do Notícias ao Minuto.


A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Turismo, estará realizando no período de 13 a 15 de junho o I Fórum de Turismo, com o tema “Qual o Turismo que Queremos?”. O evento terá como palestrantes profissionais renomados das mais diversas áreas A inscrição é gratuita e será aberta a todas as pessoas interessadas em conhecer mais e discutir o fortalecimento do turismo no município. A inscrição pode ser feita através do link https://www.destinoitacare.com/fortur

De acordo com a programação, o evento começa às 9 horas da manhã do dia 13 com o credenciamento. Em seguida acontecerá a abertura solene com o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, e demais autoridades regionais, estaduais e nacionais. Às 10 será a vez da palestra com o tema “Destino Peru – Marketing Digital e Gastronomia”, com Milagros Ochoa, do escritório comercial do Peru no Brasil. Logo depois acontecerá a palestra com o tema “Brasil, a retomada do crescimento hoteleiro”, com Manoel Linhares, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis.


Destinos de sol e praia lideram ranking dos locais mais procurados no período. Um levantamento do Ministério do Turismo aponta otimismo do setor.

O Ministério do Turismo fez um levantamento junto a agências e operadoras de viagens, hotelaria e sites de busca na internet que aponta o otimismo do setor com relação às férias escolares de julho. A expectativa é para variáveis como o volume de viagens e ocupação da rede hoteleira em várias cidades. Confira as previsões de entidades representativas do turismo segundo a sondagem do ministério:

Para todos os gostos
Dos 10 destinos mais procurados para as férias de julho são: oito praias da região Nordeste brasileira. “Maceió, Fortaleza e Porto Seguro (BA) lideram no ranking geral”, informa o Ministério do Turismo. Mas nem só de sol e calor vive o turismo nacional. Os dois outros destinos que integram a lista dos mais procurados são Gramado, no Rio Grande do Sul; e Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Ambos são destinos de inverno comumente procurados por visitantes estrangeiros. As informações são da agência de viagens, CVC, que, segundo o ministério, figura como a “maior operadora de turismo da América Latina”.

Casa cheia
As expectativas da rede hoteleira são otimistas sobretudo para o Nordeste e para o Sul: em Maceió, a expectativa de ocupação dos hotéis é de 72%; em Fortaleza, de 82%; em Porto Seguro, chega a 90%; em Gramado, é de 85%; e em Balneário Camboriú, de 65%. As informações são da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih)

Cerca de 65% dos pacotes de viagem (com passagem e hospedagem incluídas) são para destinos nacionais: os mais demandados são Maceió (AL) e Porto de Galinhas (PE). A Associação das Agências de Viagens (Abav), com representação em todos os estados.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério do Turismo


Um time de craques do turismo profissional estará em Itacaré dividindo experiências de sucesso no segmento turístico brasileiro. Assim será o I Fórum de Turismo de Itacaré com o tema “Qual o Turismo que Queremos?”, que acontecerá de 13 a 15 de junho, no Villa Ecoporan Hotel. A inscrição é gratuita e será aberto a todas as pessoas interessadas em conhecer mais e discutir o fortalecimento do turismo no município.

A realização é da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, com o apoio da Conselho Municipal de Turismo, Sebrae. SPHA, Ecoporan Hotel, Ministério do Turismo e Governo da Bahia/Secretaria Estadual de Turismo. A proposta desse evento, segundo explicou o secretário de Turismo, Júlio Oliveira, é compartilhar as experiências, ampliar os conhecimentos nessa área, vivenciar os casos de sucesso e possibilitar a integração com agentes e profissionais brasileiros renomados.



O evento tem como objetivo debater temas atuais e novas tendências nas áreas de hotelaria, marketing turístico, conservação ambiental, infraestrutura de apoio ao turismo, eventos geradores de fluxo turístico, novas tecnologias, ordenamento turístico, gestão do turismo, entre outros temas relacionados com as prioridades e vocações locais, promovendo a difusão de conhecimentos sobre melhores práticas em destinos turísticos, com foco no aumento da competitividade do destino Itacaré.