Surfistas de diversos estados brasileiros participaram neste final de semana na Praia da Tiririca, em Itacaré, da segunda etapa do Pena Little Monster, válida como etapa do Campeonato Brasileiro de Surf. O potiguar Israel Junior e a carioca Kayane Reis foram os campeões da categoria Pro Junior, válida pelo Circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). Entre os novos talentos, os itacareenses fizeram a festa em casa, ganhando três das cinco categorias, com Jeronimo Barros na Sub 14, Rayan Fadul na Sub 12 e Matheus Neves na Sub 10. Daniel Templar, de Saquarema (RJ), levou o título na Sub 16, a catarinense Tainá Hinckel venceu a Sub 14 e o potiguar Victor Santos foi bicampeão na Sub 08, repetindo a vitória conquistada em Paracuru, no Ceará.


Por: João Carvalho

O Pena Little Monster coroou os campeões da sua segunda etapa em mais um dia de boas ondas na Praia da Tiririca para a nova geração do surfe brasileiro dar um show na bela cidade de Itacaré, no litoral sul da Bahia. O potiguar Israel Junior e a carioca Kayane Reis foram os campeões da categoria Pro Junior, válida pelo Circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). Entre os monstrinhos, os baianos fizeram a festa em casa no domingo, ganhando três das cinco categorias, com Jeronimo Barros na Sub 14, Rayan Fadul na Sub 12 e Matheus Neves na Sub 10. Daniel Templar, de Saquarema (RJ), levou o título na Sub 16, a catarinense Tainá Hinckel venceu a Sub 14 e o potiguar Victor Santos foi bicampeão na Sub 08, repetindo a vitória conquistada em Paracuru, no Ceará.


O potiguar Israel Junior e a carioca Kayane Reis foram os campeões na Pro Junior e os baianos dominaram as categorias dos monstrinhos, com Jeronimo Barros na Sub 14, Rayan Fadul na Sub 12 e Matheus Neves na Sub 10.

Israel Jr., Pena Little Monster 2017, Tiririca, Itacaré (BA). Foto: Lima Jr.

 

O Pena Little Monster coroou os campeões da sua segunda etapa em mais um dia de boas ondas na Praia da Tiririca para a nova geração do surfe brasileiro dar um show na bela cidade de Itacaré, no litoral sul da Bahia. O potiguar Israel Junior e a carioca Kayane Reis foram os campeões da categoria Pro Junior, válida pelo Circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). Entre os monstrinhos, os baianos fizeram a festa em casa no domingo, ganhando três das cinco categorias, com Jeronimo Barros na Sub 14, Rayan Fadul na Sub 12 e Matheus Neves na Sub 10. Daniel Templar, de Saquarema (RJ), levou o título na Sub 16, a catarinense Tainá Hinckel venceu a Sub 14 e o potiguar Victor Santos foi bicampeão na Sub 08, repetindo a vitória conquistada em Paracuru, no Ceará.


 

Até domingo estarão sendo disputadas na Praia da Tiririca as categorias Sub 08, Sub 10, Sub 12, Sub 14, Sub 16 e a Sub 20 masculina e feminina válida pelo Circuito Brasileiro Pro Junior. A segunda etapa do Pena Little Monster está tendo transmitido ao vivo na internet pelo, para acessar as imagens clique no link: www.pena.com.br.

A etapa de Itacaré, na categoria principal, terá uma premiação de R$ 20.000,00 em dinheiro para os mais bem colocados na competição masculina e de R$ 5.000,00 para a feminina. Além dos R$ 20.000,00 para os surfistas profissionais, o Pena Little Monster distribuirá kits da Pena e da CT Wax para as categorias amadoras, divididas por idade – Sub 08, Sub 10, Sub 12, Sub 14 e Sub 16. O campeonato vai dar ainda um bônus de R$ 5.000,00 para o campeão do circuito na categoria masculino e de R$ 3.000,00 para o feminino. O vencedor também garante vaga para o Mundial Pro Junior.

 

A segunda etapa do Pena Little Monster 2017 válida pelo Circuito Brasileiro Pro Junior, será realizada com apresentação da CT Wax, patrocínio da Pena Surf Wear e Prefeitura Municipal de Itacaré, apoio da Federação Baiana de Surf e realização da Associação de Surf de Itacaré (ASI), Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) e Top 16 Promoções.


A Associação de Surf de Itacaré (ASI), lançou na última terça-feira(09), o Projeto ASI Ambiental durante reunião Ordinária que aconteceu no Conselho Gestor da APA Itacaré/Serra Grande.

A ASI que completa 28 anos de fundação em dezembro, dá continuidade à sua luta em defesa do Meio Ambiente com o departamento para cuidar especificamente das questões ambientais no município na busca da sustentabilidade. Outros projetos estão sendo avaliados pela Diretoria e assim que estiverem formatados serão apresentados à comunidade.

Durante a reunião do Conselho Gestor da APA os coordenadores da ASI Ambiental além de outras intervenções, colocaram na pauta de discussões a questão da Bacia Hidrográfica do Rio de Contas para ser matéria de pesquisa pelo departamento recém criado. Participaram do encontro representantes da Secretaria de Agricultura, Secretaria de Pesca, Secretaria de Educação, Secretaria de Meio Ambiente além de representantes da Embasa, Conselho Quilombola, Inema, Instituto Taboa e gestores da APA. Fonte: Facebook/ASI.