A IV Conferência Municipal de Saúde em Itacaré serviu para definir as prioridades da saúde no município e no Estado e também para eleger os 04 delegados titulares e 04 Suplentes do município na Conferência Estadual de Saúde que será realizada em Salvador em Setembro.

O evento que aconteceu no clube Pirajá, durante todo o dia 27, contou com a representação de pessoas de todo o município e tratou das principais demandas para a saúde de acordo com a necessidade de cada comunidade, cada distrito ou bairro de Itacaré. Com isso, a própria população discutiu quais problemas e soluções eram importantes para a sua localidade.

As discussões basearam-se em 04 temas centrais: Atenção a Saúde, que envolveu acolhimento, acesso e atenção primária, assistência farmacêutica, entre outros; O Controle Social no SUS; Financiamento Interfederativo; e Gestão no SUS: Gestão do Sistema, Gestão  da Educação na Saúde e Gestão do Trabalho.

Pode-se perceber que apesar do sistema de saúde já funcionar em todo o município, cada local pode ter uma necessidade diferente, o que pode ser constatado ouvindo as pessoas. Segundo a Secretária de Saúde, Stela Souza, somente uma gestão transparente e preocupada com a população conseguirá atender suas reais necessidades.

Para que acontecesse essa Conferência Municipal, foram realizadas, 10 pré-conferências no período de 13 a 18 de julho, nos próprios bairros e distritos, onde as pessoas se organizaram para definir suas reivindicações e sugestões. Elegendo ainda delegados usuários para participar da Conferência Municipal.

A organização da Conferência Municipal é de competência de cada município e a partir dela, se elege os representantes – delegados – da cidade que participarão da Conferência Estadual de Saúde em Salvador. Os delegados eleitos de Itacaré são: Segmento Usuários: Miguel Pereira Santos e Charles Ane Machado; Lauridilma Santos Queiroz e José Nilton dos Santos; Segmento Trabalhadores da Saúde Jorge Luiz Arouca Veloso e Luiz Carlos Pereira dos Santos, e Segmento Gestor/Prestador: Thais Gaspar dos Reis e Marcelo Barros.


Com o objetivo de reunir a comunidade em geral, os usuários e os profissionais da área para discutir as melhores soluções e propostas para a melhoria da Saúde no município de Itacaré e depois levar essas propostas para a Conferência Estadual de Saúde.

A secretária de Saúde, Stela Souza, convida todos para a Conferência. “É muito importante ouvir a população para diagnosticar problemas e propor soluções de acordo o interesse real das pessoas, das comunidades” comenta. Soluções estas que já estão sendo tomadas pela Secretaria de Saúde local desde as pré-conferências.

A Conferência Municipal é uma realização da prefeitura e da Secretaria de Saúde local, e contará com representantes do Ministério da Saúde que irão ministrar palestras e reunir as ideias apontadas na conferência para levar à Conferência Estadual e Federal de Saúde.

Após as palestras e discussões sobre os problemas e necessidades na saúde itacareense e no Brasil como um todo, será feita uma eleição entre os presentes que irão escolher os delegados, as pessoas que deverão ser os representantes de Itacaré em Salvador. Essas conferências servem de apoio para as políticas que serão aplicadas pelos governos na melhoria da Saúde. Por isso é importante o apoio e participação das pessoas.

Pré-Conferências – Antes da 4a Conferência Municipal foi realizado em todo o município de Itacaré, 12 pré-conferencias nos bairros, povoados e distritos. Aconteceram em Taboquinhas, Cachimbo Seco, Rua da Linha, Santo Antonio, Marambaia, Matinha, Mata Grande, Pé de Serra, PSF 3 e 4, no centro da cidade, Passagem e por fim no Centro Cultural no encerramento do Festival Quilombola e já foram apontados diversos problemas e demandas pela comunidade. Algumas delas já estão sendo providenciadas, como, por exemplo, o aumento do número de agentes comunitários para algumas localidades que tem uma necessidade maior entre outras ações.

Nestas pré-conferencias foram escolhidos pelas comunidades os seus seus delegados que irão representar suas comunidades nas votações no momento da Conferência Municipal.

‘Também foi importante fazer essas pré-conferências pois as pessoas já irão para a Conferência Municipal com suas ideias e prioridades organizadas, e ao invés da gente trazer todo mundo para a Conferência Municipal, sem ouvir as comunidades in loco, a gente preferiu primeiro ouvir cada pessoa e trazer elas para cá, no dia 27, já sabendo quais as demandas desses locais, pois cada comunidade tem uma necessidade diferente”, finaliza a Stela Souza. (Assecom)


Com exceção dos países desenvolvidos, a catarata reina absoluta como responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), haverão 40 milhões de casos de catarata no planeta até 2020. A opacidade que toma conta do cristalino, parte do olho responsável pela nitidez da visão, era, até então, só resolvida por meio de uma cirurgia. Agora, cientistas americanos descobriram uma fórmula promissora que, envasada em forma de colírio e usada duas vezes ao dia, substitui a cirurgia e devolve uma visão límpida àquele que sofre com o problema. Mais comum de acontecer por causa do envelhecimento, os cientistas ainda não entendem bem o motivo de a doença surgir, mas sabem que a névoa característica da catarata é causada por proteinas “grudadas” entre si e que não funcionam como deveriam. Quando estão em pleno funcionamento, essas proteínas – que nada mais são do que o cristalino – mantêm a visão límpida. Buscando uma alternativa à cirurgia, cientistas pesquisaram durante anos como essas mutações nas proteínas do cristalino aconteciam, para que pudessem desenvolver uma outra terapia. Aparentemente, conseguiram. Um grupo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desenvolveu um colírio depois de descobrir que crianças com uma forma genética de catarata carregavam uma mutação que barrava a produção de lanosterol, um esteroide importante para o corpo humano. Quando os pais não tinham a mesma mutação, a produção de lanosterol era normal e os progenitores não desenvolviam catarata. As pesquisas, então, se voltaram ao poder do lanosterol. Foi confirmado, em células humanas dentro de um laboratório, que esse esteroide conseguia reduzir a catarata. Em seguida, os cientistas passaram a testar em coelhos, sempre com sucesso. Envasaram a ideia em um colírio e testaram em cachorros com cataratas – e eles voltaram a enxergar. O próximo passo, agora, é começar a testar em humanos, por meio de pesquisas clínicas. Os experimentos devem ser feitos nos próximos dois anos. (iG)


Aproveitando a oportunidade da visita do governador ao distrito de Taboquinhas para inauguração da rodovia que inteliga o distrito a Itacaré, nesta sexta-feira (10).O prefeito Jarbas anunciou finalmente a entrega após quase dois anos de muita expectativa, uma moderna e equipada Ambulância e o Posto do SAMU para localidade, construído com recursos próprios.

O posto do SAMU representa um ganho importante para a comunidade de Taboquinhas e região,  já que o hospital local não possuí atendimento completo e especializado.

samu1

Outros benefícios que chegaram a ser anunciados, mas sem nenhuma explicação não ocorreram, mas que segundo o secretário de Economia e Finanças do município, Junior Andrade, acontecerão depois através de convênios, são a ordem de serviços para a ampliação do Hospital  Gabriel Motta Barros, e a construção do Centro de Diagnóstico de Raio X e Ultrassom em Taboquinhas.

(Itacareurgente.com/Ubaitaba.com)


Foi inaugurada nesta manhã a estrada que liga Itacaré/Taboquinhas, BA-654. O trecho de 19 quilômetros, foi entregue nesta sexta-feira (10) pelo governador Rui Costa totalmente pavimentado e devidamente sinalizado. As obras de recuperação da estrada contaram com investimento de R$ 18,7 milhões e vão beneficiar milhares de pessoas do município.

Segundo o governador, a restauração do trecho vai encurtar a distância dos turistas que vêm da BR-101 para as praias da região do sul da Bahia. “É uma obra muito importante que vai gerar emprego e renda. Vai ser excelente para o turismo. Todos querem conhecer as maravilhas da Bahia, mas uma estrada ruim afastava as pessoas. Agora, a gente vai perceber que mais pessoas vão visitar Itacaré e os municípios próximos. Isso vai refletir na hotelaria, nos restaurantes e bares. Vários segmentos vão ser potencializados”, afirmou Rui.

O governador Rui Costa também visitou o Colégio Estadual de Taboquinhas. A instituição, onde 278 estudantes estão matriculados, é o local em que é ministrado o Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos – Tempo Formativo III. Na oportunidade, Rui visitou as instalações e se reuniu com a comunidade escolar para ouvir os anseios de professores e alunos.

1436551102IMG_20150710_091412

Na oportunidade o distrito de Taboquinhas foi contemplado também com uma ambulância do SAMU 24hrs que atenderá toda localidade do entorno com uma equipe treinada e preparada.

FB_IMG_1436575452287

FB_IMG_1436575444903


Uma menina de cinco anos morreu após ser picada por um escorpião, na zona rural da cidade de Aurelino Leal. A direção técnica do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, cidade que fica a cerca de 60 quilômetros de Aurelino Leal, para onde a criança foi levada, informou que a menina deu entrada na unidade às 19h de quarta-feira (1º). Segundo a direção do hospital, o encaminhamento para o Manoel Novaes ocorreu porque não havia soro escorpiônico em Aurelino Leal. Ainda de acordo com a direção do hospital de Itabuna, a mãe da criança informou que ela havia sido picada por volta das 16h. A criança foi assistida por uma equipe médica, que interveio com protocolo de assistência para acidente com envenenamento escorpiônico, mas o quadro de saúde acabou se agravando e ela veio a óbito na manhã da última quinta-feira (2). Não há informações sobre o sepultamento da criança. *Informações do G1.


A doença que começou em Camaçari, na região Metropolitana de Salvador, hoje já se espalhou por diversos municípios baianos. Com febre, dores de cabeça e manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, os sintomas de Zika, doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti – o mesmo da dengue e da chikungunya – já chegaram a 168 cidades e atingiram 24.834 pessoas no estado. O governo ainda trata a doença como “Doença Exantemática Indeterminada” (DEI). Logo atrás de Salvador, que apresenta 10.799 notificações, vem Camaçari, que conta 5 mil pessoas que apresentaram os sintomas. Em terceiro lugar vem Jequié, com 1.162 casos suspeitos e em quarto, Porto Seguro, no sul da Bahia, com 711 registros. O leste do estado é o local que notificou mais doentes, com 71% dos vitimados no estado. O sul vem em seguida, com 11% de notificações. Entre os indícios já ditos, há também dor nas articulações, dor nos músculos, cansaço físico e mental e hipersensibilidade nos olhos. Quem apresentar os sintomas deve procurar assistência médica, manter repouso e evitar a automedicação. *Informações do Bahia Noticias.