O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, criou o Comitê Cidade Empreendedora, formado por integrantes das mais diversas secretarias, que estará elaborando o Plano Municipal de Desenvolvimento dos Pequenos Negócios. A criação do comitê se deu em razão do município de Itacaré ter sido escolhido entre as cidades do Sul da Bahia para participar do Programa Cidades Empreendedoras, desenvolvido pelo Sebrae, que tem o objetivo de engajar a gestão pública municipal e as lideranças locais para a melhoria do ambiente empresarial e a promoção de políticas públicas de desenvolvimento econômico.

A primeira reunião do Comitê foi realizada na manhã desta quarta-feira, onde foi discutida sobre a importância do programa, os investimentos que levaram a escolha de Itacaré como Cidade Empreendedora e o engajamento de todos para a elaboração do Plano Municipal de Desenvolvimento dos Pequenos Negócios. E o trabalho já foi iniciado com o diagnóstico nas secretarias.


O vereador José dos Santos, o popular Benildo da Passagem, disse na sessão ordinária desta terça-feira, dia 21, que para aplaudir o prefeito ele precisa trabalhar muito mais. “Ele dizia que iria voltar mudado, mas não é isso que vejo, ele não mudou em nada”, declarou Benildo.

Em sua fala regimental o vereador criticou o horário de viagem dos motoristas da Secretaria de Saúde para Salvador, que saem a noite do município em uma viagem perigosa e indicou o aluguel de uma “casa de apoio” para dar suporte quando acontecer viagens a serviço do município. Benildo ainda comentou o salário de R$ 2.400 (dois mil e quatrocentos) que uma recepcionista recebe no município. O vereador denunciou também a situação dos alunos da escola do Pinheiro que está em obras, e diz que os alunos estão sendo tratados como ping-pong.

Benildo ainda falou de um carro contratado para prestar serviço na saúde que não trabalha e serve particularmente ao dono do próprio veículo. E para finalizar denunciou também a falta de professor de matemática no CEI a mais de um mês que está prejudicando os jovens.

“Desse jeito,não está na hora de aplaudir”, finalizou.


O Presidente da Câmara, vereador Lenoildo Ribeiro, o popular Canelinha, enviou oficio 0053/2018 para representantes da ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) na Bahia, com um abaixo assinado em anexo para que a agência junto as operadoras de telefonia celular, faça a instalação de uma antena para melhoria do sinal na Vila Marambaia.

“O sinal que existe nessa localidade é muito fraco, precário e ineficiente, prejudicando a população, principalmente quando precisam se comunicar em caráter de urgência e emergência”, declarou Canelinha.


O vereador Hamilton Paixão cobrou na sessão ordinária desta terça-feira, dia 21, esclarecimentos sobre algumas situações com relação ao calçadão da Pituba que tem sido desrespeitado, calçamento da Concha, obras da Vila Marambaia e outros. O vereador ainda solicitou que a mesa diretora envie ofício solicitando presença em plenário do Secretário de Infraestrutura, Ademar Sá, para responder sobre as respectivas cobranças.

Hamilton ainda cobrou esclarecimentos da Secretária de Educação com relação a denuncia do vereador Benildo de falta de professor de matemática a mais de um mês no CEI e disse que é viável que a secretária venha a casa legislativa para esclarecer alguns assuntos.

Ainda na oportunidade, o vereador criticou o governador Rui Costa que estará na cidade na próxima sexta-feira (24), em campanha eleitoral pelas promessas não cumpridas para Itacaré, e citou a UPA que está abandonada e sem previsão de conclusão que Rui prometeu inaugurar, a Fundação Hospitalar que prometeu transformar em Maternidade, cobertura da feira livre de Itacaré, a pavimentação da BA-654, trecho Taboquinhas a BR-101, entre outras obras.


O vereador Hamilton Garriço, popular Guri, apresentou na sessão ordinária desta terça-feira, dia 21, indicação 014/2018 que trata da implantação de academias ao ar livre no município, como por exemplo, na orla e na Vila Marambaia. Aprovado por unanimidade a indicação será enviada para o Executivo Municipal.

“Esta indicação além de atender a demandas da área desportiva, atenderá aquelas pessoas que fazem uma caminhada visando uma qualidade de vida melhor, então se trata de saúde pública, por isto a importância deste equipamento”, declarou Guri.

Vale salientar que o vereador teve recentemente outros requerimentos aprovados pelo Executivo, a exemplo da iluminação da estrada da Camboinha.

Em seu comentário, o vereador Benildo da Passagem disse que também já apresentou uma indicação sobre as academias ao ar livre.”Parabenizo o colega pela iniciativa e vamos torcer para que Guri seja atendido, sendo que eu não fui atendido”, declarou Benildo. Ainda nos comentários, Canelinha disse que já é a terceira indicação sobre o mesmo assunto e que aguarda a resposta do Executivo em prazo de urgência e que seja atendido.


Os secretários municipais da Prefeitura de Itacaré, Júnior Andrade, de Administração, e Ademar Sá, de Desenvolvimento Urbano, se reuniram como o secretário nacional de Mobilidade Urbana, Inácio Bento de Moraes, e com o secretário Nacional de Desenvolvimento Urbano, Gilmar Souza Santos, em Brasília, para discutir sobre a Regularização Fundiária no município e a Elaboração do Plano de Mobilidade Urbana. A encontro foi solicitado pelo prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, com a proposta de solicitar do Governo Federal o envio de equipe técnica para coordenar um seminário sobre esses assuntos no município e ainda o apoio na elaboração do Plano Municipal de Mobilidade urbana.

De acordo com os secretários, Itacaré, apesar de ser uma cidade de pequeno porte já começa a apresentar sérios problemas de mobilidade, especialmente na alta estação, como dificuldade de locomoção de automóveis, engarrafamentos, falta de locais próprios para estacionamento e calcadas irregulares que por sua vez dificultam o deslocamento de pedestres. Aliado a isso, conforme os secretários, há a inexistência de alternativas eficientes de transporte coletivo.


 

Os vereadores participaram da primeira sessão ordinária do segundo semestre nesta terça-feira, dia 14, após recesso. Os legisladores comentaram diversos assuntos, entre as obras e eventos que vem acontecendo e os avanços do município.

Entre os assuntos, foi lido o Projeto de Lei 006/2018, que trata da redução da taxa de cobrança da Embasa de 80% para 40%. Esta é uma briga antiga da comunidade, que acha um absurdo o valor pago e o péssimo serviço prestado pela empresa. O projeto foi encaminhado para a comissão e logo deverá ser votado em plenário.

Vale salientar que o município tinha uma dívida de mais de R$ 1 milhão com a Embasa que foi negociado e teve a negociação aprovada pela Câmara para quitação. Sendo assim, em breve a prefeitura fará novo contrato e o valor da taxa de cobrança será reduzido.