Com uma votação tranquila em Itacaré, sem praticamente fila nenhuma em todas sessões tanto na sede como em Taboquinhas, o candidato Petista Fernando Haddad ganhou com ampla diferença de voto como no primeiro turno no município. 

Diferente do primeiro turno, as eleições deste domingo (28) em Itacaré foi muito tranquila e sem muitas filas. Foto: Itacaré Urgente.

Apesar de ter tido mais votos em comparação com o primeiro turno, o presidente eleito Jair Bolsanaro (PSL), perdeu feio em Itacaré, assim como na maioria dos municípios baianos, O petista Fernando Haddad venceu de maneira esmagadora no município, o candidato saltou de 6.710 votos (67,93%), para 7.618 votos (76,26%), exatos 908 votos a mais que no primeiro turno. Enquanto Jair Bolsanaro obteve 2.371 votos (23,74%), 297 votos a mais que no primeiro turno, onde obteve 2.074 votos (21,00%).


Gustavo Bebianno, Paulo Guedes, General Heleno e Onyx Lorenzoni (Andre Valentim/Marcos Ramos/Agência o Globo/Wilton Junior/AE/Flickr)

Eleito presidente, Jair Bolsonaro confirmou até agora apenas três futuros ministros: o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-DF), articulador político da candidatura, na Casa Civil; o economista Paulo Guedes, na Fazenda; e o general da reserva do Exército Augusto Heleno, no Ministério da Defesa. O presidente eleito se comprometeu a ocupar o alto escalão de sua administração com nomes técnicos e sem compromisso de agradar partidos aliados. Por outro lado, se cercou de aliados e consultores em diversas áreas que passaram, automaticamente, a serem cotados para ministros. Gustavo Bebianno, presidente do PSL, o advogado carioca é cotado para o Ministério da Justiça, porém a relação de confiança com Bolsonaro pode levá-lo à Secretaria-Geral da Presidência. Bebianno articulou as negociações para a ida do presidente eleito para o PSL. O estilo controlador lhe rendeu desafetos entre aliados e até ciúme por parte dos filhos de Bolsonaro.


Pesquisa BTG/FSB de intenção de votos para o segundo turno das eleições presidenciais de 2018 mostra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, na liderança, com 59%. Fernando Haddad, do PT, tem 41%. Os números correspondem ao cenário estimulado, no qual o nome dos candidatos é citado na hora do questionário. Os votos válidos são calculados com base na soma de intenção de votos recebidas por todos os candidatos juntos, descontando-se os percentuais de “Branco”, “Nulo”, “Ninguém/Nenhum”, “Não Sabe” e “Não Respondeu”. As entrevistas feitas pelo Instituto FSB Pesquisa foram feitas por telefone, nos dias 13 e 14 de outubro de 2018, com 2.000 eleitores a partir de 16 anos, nas 27 Unidades da Federação (UFs). A margem de erro é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%. (Exame)


Apesar dos candidatos do prefeito terem votação expressiva em Itacaré, a oposição capitaneada por Josimar Vasconcelos, Nego de Saronga e Rodolfo Barros mostrou que mesmo sem mandato ainda tem muito voto em Itacaré e Taboquinhas, ambos tiveram seus deputados federais e estaduais eleitos e muito bem votados em Itacaré. Nego com o deputado estadual Sandro Régis (DEM) o segundo mais bem votado dos estaduais com 683 votos e João Roma (PRB) o quarto mais bem votados entre os federais com 539 votos, e Josimar Vasconcelos com o deputado estadual com Marcell Moraes (PSDB) terceiro mais bem votado entre os estaduais em Itacaré com 557 votos e Rodolfo Barros com Nelson Leal (PP) com 437 votos. Ambos apoiaram o deputado federal Adolfo Viana (PSDB) que obteve 717 votos. Lembrando que os vereadores Guri, Pedão, Hamilton Paixão, Dinho e Miguel da Matinha foram decisivos na votação de ambos deputados. Outro que saiu fortalecido foi Junior Andrade, que mesmo sendo secretario de administração atualmente, foi candidato a prefeito pela oposição. Júnior conseguiu para o deputado federal Marcio Marinho (PRB) 985 votos, com a ajuda dos vereadores Guri e Givaldo da Ambulância de Taboquinhas.


O ato de mulheres contra o machismo, o preconceito, a discriminação, o desrespeito para com os negros, indios e LGBTs. #EleNão!, que ocorreu neste sábado (29) em Itacaré, mostrou força e juntou centenas de pessoas em um manifesto pacifico e de respeito.

Assim como ocorreu em diversos municípios brasileiros, o protesto #Elenão reuniu centenas de pessoas em Itacaré no final da tarde deste sábado (29). A manifestação foi organizada por mulheres em repúdio ao candidato à presidência da república Jair Bolsonaro, que lidera as intenções de voto segundo todos os institutos.

Marcado para as 18h na Quadra da Pituba, o protesto mostrou força e superou todas expectativas de publico, percorrendo as ruas da cidade.Os manifestantes portavam cartazes e faixas com a hashtag #elenão, marca do movimento que reúne mais 3 milhões de mulheres no facebook contra o candidato.

As manifestações também aconteceram no exterior, em cidades como Dublin, Paris, Berlim, Viena, Budapeste e Beirute.

A motivação dos protestos está relacionada às declarações e posições já externadas por Bolsonaro, considerado pelas manifestantes como racista, misógino e homofóbico.

A campanha das mulheres, lançada no Facebook no início de setembro, conclamou as mulheres de todas as convicções políticas a se unirem “contra o avanço e o fortalecimento do machismo, da misoginia, do racismo, da homofobia e de outros preconceitos”.

 


O ex-ministro petista José Dirceu afirma que o PT vai tomar o poder em breve. Foto Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-ministro José Dirceu disse ao jornal El País, que “é uma questão de tempo” para o PT “tomar o poder”. “Dentro do país é uma questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição”, disse ele, quando questionado sobre o que acha da possibilidade de o PT “ganhar mas não levar” as eleições. “Acho improvável que o Brasil caminhará para um desastre total. Na comunidade internacional isso não vai ser aceito.” Ao falar sobre o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de votos nas eleições presidenciais deste ano, Dirceu disse acreditar que ele não será eleito. “Não tem maioria no País para as ideias dele”, afirmou. Segundo o ex-ministro, “o problema do Bolsonaro é do PSDB e do DEM”, que perderam espaço para o ex-militar no campo da direita. “Eles que não têm alternativa. Nós, sem o Lula (condenado e preso na Lava Jato), temos Ciro (Gomes) e (Fernando) Haddad”, afirmou Dirceu. (AE)


Ato favorável ao candidato a Presidência da República pelo PSL, Jair Messias Bolsonaro, mudou para domingo (30), em Itacaré, após uma ordem do Juiz Eleitoral, Álvaro Ramos, para que seja evitado um possível conflito entre prós e contra.

O evento #elenão acontecerá no sábado a partir das 18 horas, com concentração na Quadra da Pituba e com passeata pelas ruas da cidade, sendo que foi organizado primeiro, já o favorável, aconteceria a partir das 12:59 com concentração no Posto Marabá e com carreata pelas ruas da cidade a partir das 14 horas.

Para evitar possíveis problemas, os organizadores e eleitores de Bolsonaro modificaram o evento para a manhã de domingo, que terá concentração no Posto Marabá a partir das 8 horas e com saída para carreata as 9 horas.

A iniciativa partiu de forma espontânea de eleitores do ‘Mito’, como é carinhosamente chamado por seus apoiadores. “A expectativa é que a carreata seja um sucesso, com a adesão de centenas de veículos”, comentou um dos organizadores do evento. A carreata é mobilizada através de grupos de Whatsaap. Antes mesmo da carreata acontecerá um adesivaço no local. (Itacaré Informa)