Na manhã deste domingo (30), católicos da Paróquia São Mateus, localizada no Bairro Aruana, na Zona de Expansão de Aracaju (SE) foram surpreendidos com a presença de três criminosos. Eles interromperam a celebração da missa e fizeram um arrastão levando dinheiro, celulares e bolsas de dezenas de fieis. O circuito de segurança da igreja registrou a ação que durou menos de dois minutos. As imagens mostram os três suspeitos se aproximando do templo e rendendo um homem que estava na porta. Em seguida, dois deles invadem a igreja, um com uma arma na mão, segundo testemunhas de fabricação caseira, anunciam o assalto e fazem o arrastão. Depois, fogem a pé por um matagal que fica ao lado da paróquia. Segundo o padre Benjamim Júnior, a ação começou às 8h48, quando a celebração da missa já se aproximava do final, com a oração do Pai-Nosso. “De repente avistei do altar duas pessoas, uma com faca e outra com um revólver, estilo caseiro. Eles gritaram que era um assalto e pegaram os bens do povo da igreja. Foi um grande susto e a gente só tem a agradecer a Deus por não ter tido nada mais grave”, conta o sacerdote. Na hora do assalto havia crianças, adultos e idosos que ficaram muito assustados. “Muitas pessoas desmaiaram sem ter noção do que estava acontecendo. A gente não espera que um marginal invada a casa de Deus e coloque faca e arma nas pessoas. Quando o primeiro homem entrou gritando que era um assalto, achei que se tratava de uma pessoa com problemas mentais, mas depois veio o segundo homem com a sacola recolhendo os objetos e dinheiro”, lamenta um dos membros da pastoral do dízimo, José Santana Filho. Por causa do assalto, a missa da tarde foi suspensa e a polícia ainda não divulgou o prejuízo sofrido pelas vítimas. Segundo informações do padre, esta não foi a primeira vez que o local foi alvo da ação de criminosos. Há cerca de seis anos, quando estava na fase de construção, roubaram outro sacerdote e alguns fieis.

Veja momento em que dois dos suspeitos entram na igreja e roubam pertences das vítimas:

De acordo com informações divulgadas pelo portal F5 News, essa é a terceira vez que a igreja é assaltada. O templo fica apenas a 200 metros de uma guarnição da polícia. Nenhum suspeito foi preso.

Fonte: Com informações do F5 News e G1

Sem sinalização alguma, os quebra-molas instalados em toda Ladeira Grande, em especial o em frente a sede da Policia Militar de Itacaré, vem causando alguns transtornos e até acidentes no local.

A “lombada” é desproporcional, não tem sinalização, já quebrou vários veículos, também causou vários acidentes. Relatou um morador da localidade.
“É preciso que a prefeitura tome um providência para que o pior não venha acontecer, pois todos dias vejo inúmeros carros e principalmente ônibus e motos, passarem direto pelo quebra-molas, na última semana um carro quase atropelou um pedestre após perder a direção em cima do quebra-mola.Solicitamos com urgência uma solução por parte da Prefeitura”. Comentou uma comerciante da localidade.


Um deslize de um motorista resultou em prejuízo. Isso porque sua caminhonete foi engolida pelo mar na praia de Japara Mirim, no município de Prado, no litoral do Extremo Sul da Bahia. Segundo o site Prado Notícias, a suspeita é que o proprietário do veículo tivesse estacionado em um local irregular, muito próximo da água. Quando a maré subiu, acabou levando o carro. O fato aconteceu na tarde desta quinta-feira, 28.


Representantes do APLB, Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia núcleo Itacaré (APLB), estiveram reunidos em manifestação na manhã desta sexta feira (28) de apoio à greve geral que pára vários setores em todo o Brasil.

Na pauta da manifestação, o protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária que estão sendo realizadas pelo governo do presidente Michel Temer.

Em tempo, em Itacaré os bancos estão fechados e a maior parte dos serviços públicos foram interrompidos em apoio ao movimento.

“Precisamos fortalecer a luta contra a reforma da previdência, a lei trabalhista, terceirização e a tudo que agride o trabalhador. Juntos somo fortes”.


Criar o Sistema Municipal de Cultura para que sejam desenvolvidos cada vez mais projetos, eventos e investimentos nas ações e movimentos culturais da cidade. Esse foi o objetivo da reunião realizada na manhã desta quinta-feira, na Câmara de Vereadores, promovida pela Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura, onde foi discutida a lei que cria definitivamente o sistema. A proposta foi esclarecer as dúvidas dos vereadores e da comunidade sobre a lei que foi discutida, debatida e elaborada pelo poder público e sociedade civil organizada durante as conferências municipais, seminários e encontros de cultura realizados nos últimos anos.

A criação do Sistema Municipal de Cultura faz parte do compromisso do prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, de valorizar cada vez mais os artistas e as manifestações culturais do município. O documento será agora encaminhado para a Câmara de Vereadores para discussão e votação e em seguida retorna ao Poder Executivo para que seja sancionada. A lei dispõe sobre os princípios, objetivos, propostas e financiamentos do Sistema Municipal de Saúde. Durante a reunião os representantes da comunidade falaram sobre a necessidade da Câmara de Vereadores aprovar a lei que foi elaborada e discutida amplamente de forma conjunta por todos os segmentos, inclusive dos poderes Executivo e Legislativo, além dos prejuízos que a cidade vem somando por não ter ainda o seu sistema de cultura criado e regulamentado.

O secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto, explicou que a construção e o desenvolvimento de políticas culturais dependem da participação, da contribuição e do envolvimento de todos os itacareenses. Através do trabalho conjunto, com todos participando, propondo, colocando a sua opinião e dando a sua contribuição será possível elaborar e desenvolver projetos muito mais eficazes para incentivar a cultura, valorizar cada vez mais os artistas e mostrar o potencial cultural do município. A expectativa é de que a comunidade possa acompanhar na Câmara de Vereadores cada etapa da tramitação do projeto de lei para solicitar dos parlamentares a aprovação da proposição. Os representantes da comunidade também se colocaram à disposição dos vereadores para explicar como foram realizadas as discussões com a sociedade e como se chegou na elaboração dessa lei, construída a várias mãos, contribuições e participações.

O Sistema Municipal de Cultura(SMC) faz parte do Sistema Nacional de Cultura (SNC) que é um modelo de gestão criado pelo Ministério da Cultura (MinC) para estimular e integrar as políticas públicas culturais implantadas por governo, estados e municípios. O objetivo do sistema é descentralizar e organizar o desenvolvimento cultural do País, para que todos os projetos tenham continuidade, mesmo com a alternância de governos. Em Itacaré o Sistema Municipal de Cultura, construído e discutido com a comunidade, será um importante instrumento para a busca de apoio para os projetos, iniciativas e eventos culturais na cidade. Secom/Itacaré.


Visando ampliar os benefícios aos municípios associados na área de saúde, a Amurc fechou uma parceria com a Clínica 28 de Julho nesta quinta-feira, 27, para descontos em mais de 2 mil consultas e exames mensais, em várias especialidades médicas. O projeto contará com a participação dos secretários de saúde dos municípios.

Com o convênio, o diretor administrativo da unidade de saúde, José Roberto Andrade explicou que será disponibilizada uma cota de consultas e exames mensais para as prefeituras associadas à entidade. “O objetivo é apoiar os municípios no acesso aos serviços de exames e consultas com um valor diferenciado para esse público”.

Para atender a essas demandas, inicialmente serão oferecidas especialidades, como dermatologia, cardiologia, urologia, clínica geral, pneumologia, ginecologia, oftalmologia, psicologia e pediatria. Atualmente, o corpo clínico é composto por 60 médicos, que atendem os pacientes na matriz e uma filial, ambas localizadas no centro de Itabuna.

O presidente da Amurc e prefeito de Itacaré, Antônio de Anísio revelou que os serviços médicos sempre foram grandes demandas da população, que recorrem sempre ao gestor público para consegui atendimento. A partir do convênio firmado com a clínica, o gestor destaca que “será uma alternativa para a população ter acesso mais rápido aos procedimentos médicos”.


O Senado aprovou em primeiro turno nesta quarta-feira (26) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que acaba com a prerrogativa do foro para autoridades que praticarem crimes comuns, como corrupção e roubo. A PEC teve 75 votos a favor e nenhum contra. Agora, precisa ainda passar por um segundo turno de votação no Senado e depois segue para a Câmara dos Deputados, onde também precisa ser aprovada em duas votações. A lei que vigora atualmente determina que os políticos têm direito a ser investigados e julgados somente pelo Supremo Tribunal Federal (STF) – ou, no caso de governadores, no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e prefeitos nos Tribunais de Justiça. Com a nova proposta, as autoridades devem ser julgadas na primeira instância do estado onde o crime tiver acontecido. O projeto tem exceções para presidentes da República, da Câmara, do Senado e do STF, emenda de Ricardo Ferraço (PSDB-ES) acolhida pelo relator Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Em caso de crimes de responsabilidade, previstos para ministros, presidente da República e ministros do STF, a prerrogativa continua. Cabe ao Congresso Nacional processar essas autoridades em crimes do tipo, conforme determinação da Constituição. Atualmente, mais de 30 mil pessoas têm prerrogativa de foro no país, incluindo ainda juízes, procuradores e desembargadores.