Um oficial de justiça da cidade de Itabuna, está entre os 19 brasileiros tidos como desaparecidos no Nepal, conforme o Itamaraty. O País foi atingido por dois terremotos, o último deles no sábado (25/4). Manoel Tenório de Azevedo Júnior, de 52 anos, recifense e analista do Tribunal de Justiça da Bahia, reside em Itabuna há mais de 20 anos. Ele foi para a Ásia em companhia do empresário itabunense Sérgio Sepúlveda. Viajaram pela Índia, de onde Sepúlveda acabou retornando ao Brasil após contrair uma infecção. O empresário também confidenciou a amigos que teve um pressentimento de que deveria voltar. O oficial de justiça, entretanto, optou por continuar a viagem e seguiu para o Nepal, onde os tremores já causaram pelo menos 1.900 mortes. Tenório ainda não fez contato com sua família e é dado como desaparecido. O Itamaraty não confirma a existência de brasileiros entre as vítimas dos terremotos. Informações do Bahia 24h.


O vereador Josimar Evangelista Vasconcelos (PSC), convoca toda comunidade para uma grande manifestação, o ato público será contra a mudança do cartório eleitoral de Itacaré, para a cidade de Uruçuca, a manifestação ocorrerá no próximo dia 07 de maio a partir dás 10hs na Praça do Fórum no centro da cidade.

QUEM SERÁ PREJUDICADO COM A SAÍDA DO CARTÓRIO ELEITORAL DE ITACARÉ.

1 – Todos os cidadãos que residem no município de Itacaré.

2 – A zona eleitoral irá para Uruçuca, cidade distante 150 km de Itacaré, além de uma estrada bastante sinuosa.

3 – Até o presente momento o TRE-BA não se pronunciou se deixará um posto ou não para atendimento ao público; ressalte-se que caso deixe um posto muitas coisas não poderão ser resolvidas aqui, pois dependerá da análise do cartório eleitoral que ficará em Uruçuca. outro ponto é que hoje o título eleitoral é entregue no ato do atendimento, fato que mudará pois o eleitor poderá esperar até 90 dias para receber seu título.

4 – A finalidade do rezoneamento é aproximar o cidadão da justiça, por isso que não se entende porque o TRE-BA tomou tal medida.

5 – Inclusive não extinguiu a zona 203ª (zona criada pelo TSE para a cidade de Itacaré), mudou, transferindo-a para a cidade de Eunápolis.

6 – Temos um eleitorado de 13.800. imaginem no período eleitoral como será!!!!

7 – Outro ponto que merece ser observado é que a zona em breve realizará a biometria e como será?

8 – Analisemos agora quem será beneficiado com tal medida? aqueles que gostam de práticas de corrupção, tais como: compra de votos, fornecimento de alimentos no dia da eleição, transporte irregular, dentre outras.

Vem pra Rua…


Enquanto milhares de cidades brasileiras travam uma verdadeira guerra contra o mosquito da dengue, em Itacaré apesar do aumento do numero de pessoas com o sintoma da doença nas filas dos postos e no hospital da cidade, nada é feito para conter a reprodução do mosquito. A situação é preocupante, principalmente porque a chegada do inverno e do período de chuva na cidade.

O mosquito também transmite a febre Chikungunya, de sintomas bastante parecidos com os da dengue, mas com o diferencial de atacar as articulações da vítima causando inflamações.

“O fumacê, que é uma medida paliativa, funciona, mas a efetividade é muito pequena perto do que uma campanha a longo prazo de conscientização da população poderia fazer”, comentou Maria das Graças dos Santos, moradora do Bairro da Passagem.

CONHEÇA UM POUCO SOBRE A DENGUE.

A dengue é uma doença virótica transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti e pode ser mortal. O mosquito começa a se reproduzir durante os meses mais quentes, quando as chuvas são mais abundantes. A reprodução se dá justamente em poças de água limpa e parada. O mosquito põe os ovos e depois de algumas semanas as larvas eclodem. O verão é a época de maior incidência da doença e, para prevenir a transmissão, algumas medidas são necessárias. Leia algumas dicas para ter um verão com muita saúde e sem o perigo da dengue.

1. Não deixe acúmulo de água. A água da chuva pode se acumular em garrafas, pneus, ou qualquer outro reservatório. Após os períodos de chuva, verifique se não ficou água acumulada em algum local.

2. Ponha areia nos vasos das plantas. Em vez de usar água para as plantas, use areia ou pó de café nos pires dos vasos e, então, coloque água. A água contida é suficiente para manter as plantas vivas, mas sem ser um ponto de depósito dos ovos do mosquito da dengue.

3. Faça furos nos pneus velhos. Os furos permitem que a água acumulada escorra, não ficando parada e, assim, evitando que o mosquito se reproduza.

4. Cuidado com a caixa d’água. A caixa d’água é um excelente reservatório para os ovos da dengue. Mantenha-a sempre fechada e a limpe frequentemente com produtos especializados para a limpeza de caixas. Isso também vale para poços, cisternas e caçambas que se acumulam água.

5. Remova folhas e galhos das calhas. Esses objetos, assim como outros (flores, pedaços de garrafa, etc) impedem que água escoe e então, se acumula. Verifique semanalmente o estado de calhas, canos e ralos.

6. Evite cultivar plantas aquáticas. A água das plantas aquáticas é limpa e propícia para a reprodução da dengue. Durante o pico da dengue, plante outros tipos de planta.

7. Mantenha latas e garrafas emborcadas para baixo. Isso evita que a água da chuva se acumule e fique parada por muito tempo. O ideal é jogar garrafas, latas e latões fora ou não deixá-los expostos.

8. Use telas protetoras. A tela protetora evita que os mosquitos entrem na sua casa, mas não impedem que ele se reproduza. O uso de telas e tecidos nas janelas é uma medida complementar e deve ser associada às outras práticas para evitar a reprodução do Aedes.

9. Cuide das piscinas. As piscinas são normalmente difíceis de tratar por possuem um volume grande de água. Se você não a está utilizando, cubra-a com uma lona. Trate a água da piscina com cloro e outros desinfetantes de água.

10. Preste atenção ao lixo. Muitas pessoas pensam que os lixos, por acumularem água suja, não apresentam perigo à dengue. Mas a verdade é que se há água acumulada, há a possibilidade de reprodução do mosquito. Para isso, vede os sacos de lixo e não os deixe expostos.

É sempre bom lembrar que ainda não há uma vacina disponível no mercado para a dengue e o melhor tratamento é a prevenção.


O governo informou na noite desta sexta-feira (24) que o reajuste geral do funcionalismo público estadual será de 6,41%. O projeto de lei foi enviado hoje mesmo para a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia para ser aprovado. O pagamento será parcelado – 3,5% retroativo a março e 2,91% em novembro. Os servidores que permanecerão com vencimentos abaixo do salário mínimo, mesmo após a concessão dos 3,5%, sairão desta faixa no mês de novembro, quando receberão, além dos 2,91% previstos, um reajuste complementar de 2,43%, informa ainda o governo. O reajuste contempla cerca de 260 mil servidores e gera despesa de aproximadamente R$ 390 milhões aos cofres públicos. O acordo do reajuste foi fechado depois de reunião entre o governador Rui Costa com representantes da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab) e de vários sindicatos. Em nota, o governo destaca que o reajuste geral está sendo concedido aos servidores pelo nono ano consecutivo. Destaca ainda outros “ganhos específicos de cada categoria”, como a Gratificação por Atividade Policial (GAPV), para policiais militares e civis, e cita que as áreas de educação e saúde também terão “avanços”. (Giro em Ipiaú)


Na manhã desta sexta-feira (24), a Secretaria de Saúde, através do Doutor Hugo, que atende no Posto Maria de Lourdes Araújo, realizou uma palestra na Igreja Batista de Taboquinhas. Com tema principal: casos confirmados de coqueluche em Taboquinhas, e principalmente na Comunidade da Portelinha. Dr. Hugo suspeita que a doença esteja espalhada em toda Taboquinhas, e alerta sobre os sintomas, como se transmite e como se prevenir.

A vacinação que combate a coqueluche está sendo aplicada no Posto de Saúde de Taboquinhas, (procurar Maria de Fátima Oliveira).

Sintomas – A coqueluche ou pertussis é uma doença infecciosa aguda e transmissível, que compromete o aparelho respiratório (traquéia e brônquios). É causada pela bactéria Bordetella pertussis. A doença evolui em três fases sucessivas. A fase catarral inicia-se com manifestações respiratórias e sintomas leves, que podem ser confundidos com uma gripe: febre, coriza, mal-estar e tosse seca. Em seguida, há acessos de tosse seca contínua. Na fase aguda, os acessos de tosse são finalizados por inspiração forçada e prolongada, vômitos que provocam dificuldade de beber, comer e respirar. Na convalescença, os acessos de tosse desaparecem e dão lugar à tosse comum. Bebês menores de seis meses são os mais propensos a apresentar formas graves da doença, que podem causar desidratação, pneumonia, convulsões, lesão cerebral e levar à morte.

Transmissão – Acontece principalmente pelo contato direto da pessoa doente com uma pessoa suscetível, não vacinada, através de gotículas de saliva expelidas por tosse, espirro ou ao falar. Também pode ser transmitida pelo contato com objetos contaminados com secreções do doente. A coqueluche é especialmente transmissível na fase catarral e em locais com aglomeração de pessoas.

Prevenção – Apenas os indivíduos que já tenham adquirido a doença ou recebido à vacina DTP (mínimo de três doses) não correm o risco de adquiri-la. Não existe característica individual que predisponha à doença, a não ser presença ou ausência de imunidade específica. Graças aos programas de vacinação, a ocorrência de casos de coqueluche no Brasil (que já chegou a cerca de 36 mil casos notificados por ano entre 1981 e 1991) vem sendo reduzida.

Fonte: Taboquinhas Informa

coqueluche_em_taboquinhas2


Uma família de Paranaguá, no litoral do Paraná, se surpreendeu ao fazer um churrasco no feriado de Tiradentes, na última terça-feira (21). A moradora da casa afirmou que comprou linguiça recheada de maconha em um supermercado da região. “Ela só percebeu a substância quando colocou a linguiça, tipo toscana, para assar. Ela contou que o cheiro exalou pela casa toda e chamou a atenção de quem participava do churrasco”, explicou o delegado Nilson Santos Diniz. A mulher procurou a delegacia para fazer a denúncia e registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.). O produto foi apreendido pela polícia na manhã de quarta-feira (22), de acordo como G1, e será encaminhado para perícia. O delegado explicou que ainda não há confirmação de que a substância se trata de maconha e que por isso é necessário aguardar a conclusão da perícia. “Se for constatado que, de fato, é maconha, seria uma conduta prevista na lei de drogas. Se não for maconha, se for qualquer outro tipo de substância, poderia caracterizar um crime contra relação de consumo”, explicou Diniz. A pedido da polícia, que está investigando o caso, o nome do supermercado não foi divulgado.


O Partido Social Cristão (PSC) vai oficializar brevemente a pré-candidatura do vereador Josimar Vasconcelos à prefeitura do município de Itacaré. A data do lançamento será anunciada e deve reunir simpatizantes, correligionários e amigos. A pré-candidatura de Josimar conta com a simpatia de alguns empresários de Itacaré e de lideranças governistas da esfera estadual. A decisão de se candidatar a prefeito de sua cidade vem deixando o atual prefeito Jarbas Barbosa Barros com as barbas de molho e visivelmente preocupado com o desenrolar da política itacareense. Natural de Itacaré, 28 anos de idade, pai de dois filhos, membro de uma família de tradições na política local, o jovem Josimar é filho e neto dos ex -prefeitos, Antonio Hudson S. Vasconcelos (Son) e Antonio Vasconcelos Couros. Vereador em seu primeiro mandato, foi um dos mais votados no último pleito e vem se consolidando como forte liderança. Sua atuação na Câmara Municipal como vereador atuante e independente vem sendo apoiado por setores da sociedade que clamam por mudança e renovação na administração municipal.(Fonte: Jornal Tribuna da Região).