A Câmara de Vereadores de Itacaré está fazendo a doação de recursos na ordem de R$ 30 mil para a aquisição de medicamentos e utensílios para o hospital, como forma de garantir ainda mais saúde e um melhor atendimento para os cidadãos. A medida foi tomada por todos os vereadores, considerando esse momento de pandemia do coronavírus que o mundo atravessa a e necessidade de Itacaré estar cada vez mais preparada para atender aos pacientes.

O presidente da Câmara de Vereadores de Itacaré, Lenoildo Ribeiro (Canelinha), explicou que o momento é da colaboração e o empenho de todos para ajudar a combater o coronavírus. E a Câmara de Vereadores tem sido uma grande parceira nas ações por uma saúde cada vez maior, tendo atuado de forma decisiva na luta e no processo de municipalização do hospital. “Mais uma vez estamos juntos nessa luta e os vereadores se prontificaram a já nesse primeiro momento ajudar o hospital e a saúde do município fazendo a sua parte para juntos combatermos o coronavírus”, ressaltou o presidente.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considerou essa medida da Câmara como um gesto positivo e demonstra mais uma vez o comprometimento dos vereadores com a saúde e a melhoria da qualidade de vida do povo. Segundo ele, o momento é de unir forças, concentrar esforços e a colaboração de todos para vencer essa luta contra o COVID 19. De acordo com ele, A Prefeitura de Itacaré tem trabalhado muito para garantir a saúde e o bem-estar de todos.

Para combater o coronavírus foi criado o Comitê de Monitoramento, implantado o Centro de Informações, desenvolvidas campanhas importantes de conscientização e realizadas barreiras sanitárias para evitar o contágio e a proliferação da doença. Também foi feito o trabalho de desinfecção das ruas de Itacaré e de Taboquinhas e vem sendo realizadas as coletas domiciliares em casos suspeitos. O comércio, as escolas e os bares estão fechados e até as praias foram interditadas. E o trabalho vai continuar, com uma série de outras medidas que serão adotadas para combater e evitar a infestação do coronavírus no município.


Os novo equipamentos estão em Itacaré, Alagoinhas, Araci, Brumado, Catu, Conceição do Coité, Gandu, Lauro de Freitas, Ipiaú, Itamaraju, Jaguaquara, Morro do Chapéu,Santo Antônio de Jesus, Serrinha, Tucano e Valença.

O governador Rui Costa anunciou hoje (23) novos leitos de UTI e a abertura de 16 novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para atender a pacientes com coronavírus.

“Vamos contar com 100 UTIs instaladas no Hospital Couto Maia, parte delas montadas na área do estacionamento do Couto Maia, e outras 100, no Hospital do Subúrbio. Estamos também avaliando colocar outros leitos na Arena Fonte Nova”, afirmou Rui à TVE-BA e Rádio Educadora.

“A ideia é que as UPAs e unidade de Pronto Atendimento façam a classificação, realizem o manejo clínico, estabilizem o paciente e façam a regulação para unidades de referência secundária ou terciária”, informou o secretário estadual  de Saúde, Fábio Vilas-Boas.

Os novo equipamentos estão em Alagoinhas, Araci, Brumado, Catu, Conceição do Coité, Gandu, Lauro de Freitas, Ipiaú, Itamaraju, Itacaré, Jaguaquara, Morro do Chapéu,  Santo Antônio de Jesus, Serrinha, Tucano e Valença.Fonte: Metro1.


Itacaré um dos mais procurados da Bahia,  proíbe a entrada de veículos turísticos na cidade pelo período de 30 dias, a partir dás 14hs desta quinta-feira (19), o objetivo de evitar que turistas procurem a região no momento e, assim, reduzir os riscos de contágio do novo coronavírus.

Com a proposta de prevenir, combater a proliferação do coronavirus e evitar o contágio da doença, garantindo a saúde e o bem-estar da população, o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, assinou nesta quinta-feira o decreto suspendendo, pelo prazo de 30 dias, a contar das 14 horas do dia 19 de março, a entrada de veículos de turismo do tipo ônibus, micro-ônibus, vans, barcos e assemelhados, no município. E para garantir o cumprimento da medida, o Poder Público Municipal já solicitou o apoio da Polícia Militar e Rodoviária Militar.

A medida levou em consideração a Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII) pela Organização Mundial da Saúde, a Portaria nº 188/GM/MS, de 4 de fevereiro de 2020, que declara Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional e, principalmente, o dever do Poder Público Municipal de zelar pela garantia do bem-estar e conservação da saúde pública dos seus munícipes. A barreira de restrição de entrada deverá ser instalado no km-06 da Rodovia BA-001, na entrada de Itacaré.


A Secretaria de Saúde de Itacaré emitiu um boletim técnico na tarde desta terça-feira, dia 17 de março, informando que até o momento não houve confirmação de casos positivos para o coronavírus (COVID19) dentro cidade. De acordo com o boletim, o Município notificou quatro casos suspeitos, sendo todos turistas. Destes, três eram estrangeiros e o resultado foi negativo. “Estamos aguardando resposta do laboratório sobre o último caso suspeito”, informou o secretário de Saúde, Ricardo Lins.

Conforme o boletim, a Secretaria de Saúde segue monitorando possíveis casos que venham a surgir com uma equipe técnica, capacitada e preparada para uma resposta rápida a qualquer eventualidade. “Vale ressaltar que até o presente momento não temos casos confirmados do COVID19 circulante no município e, de acordo com o Ministério da Saúde, solicitamos que a população siga as orientações das medidas preventivas, visto que conforme a Organização Mundial De Saúde o COVID 19 foi definido como uma pandemia.

Ricardo Lins salientou ainda que o Governo Municipal, em conjunto com as secretarias de Educação, Desenvolvimento Social, Turismo e Comunicação, vem adotando ações multidisciplinares a fim de que a população possa estar informada e orientada sobre a atual situação do município e principalmente as medidas de prevenção.

Os casos que aconteceram e foram espalhados pela grande mídia aconteceram em uma festa fechada de casamento, em um resort distante 14km da cidade, e após o ocorrido todos funcionários que trabalharam foram entrevistados pela Secretaria de saúde do município, sendo que nenhum apresentaram sintomas.

Ainda como forma de prevenção, o prefeito Antônio de Anízio assinou nesta terça-feira o decreto 528/2020 declarando situação de emergência em saúde pública em todo o âmbito do município de Itacaré, suspendendo alguns serviços, ampliando a rede de atendimento e ainda com uma série de orientações para a realização de eventos, bem como o funcionamento dos bancos, correios, dos bares, restaurantes e similares.


Diante da Emergência em Saúde Pública declarada pela Organização Mundial da Saúde em relação ao novo Coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Saúde, definiu a ativação de um comitê para coordenar e gerenciar as ações preventivas e emergenciais para combater a doença. E já na reunião com integrantes dessa equipe, foram definidas ações de importante impacto para a prevenção, atuação e tratamento.

Na lista de ações que serão adotadas para a prevenção e o combate ao coronavírus está o decreto municipal suspendendo ou adiando, pelo prazo de trinta dias, todos os eventos festivos, shows ou qualquer atividade que envolva aglomeração de pessoas de caráter público ou privado. Os bares, restaurantes, pousadas, padarias, lanchonetes e similares deverão respeitar o distanciamento mínimo de pelo menos 1,5 metros entre as mesas, bem como a disponibilização de sabão e álcool gel para higienização das mãos.

Em consonância a medidas adotadas pela Secretaria Estadual de Saúde da Bahia, publicitada nesta segunda-feira, dia 16 de março, será realizada a suspensão das aulas nesse momento, pelo período de 30 dias. Para isso, será repassada para a Secretaria de Educação de Itacaré as orientações necessárias para o devido monitoramento da situação, recomendando medidas às instituições escolares e ações comportamentais aos pais, com a finalidade de manterem os alunos em casa. Essas recomendações são fundamentais, tendo em vista que as escolas são ambientes fechados, com grande número de pessoas e com realização frequente de atividades coletivas.

Aliada a todas essas medidas, também foi criada a Comissão Técnica formada por profissionais capacitados, que estarão respondendo aos questionamentos oriundos das equipes do PSF, dos hospitais, bem como dos representantes legais das escolas, comunidades e empresários. Essa equipe terá o objetivo de orientar a rede de Serviços de Atenção à Saúde, como também, se necessário, os multi-setores para atuação na identificação, notificação e manejo oportuno de casos suspeitos de infecção humana pelo novo coronavírus. “Trata-se de profissionais médicos, enfermeiros e áreas afins, capacitados para o desenvolvimento de protocolos e fluxogramas, bem como, definição de ações e intervenções no contexto social”.

De acordo com os membros do comitê gestor, a partir da confirmação de alguns casos positivos no Brasil, e por ser Itacaré um local turístico, a cidade assume um importante papel na luta contra essa epidemia. Assim, justifica-se a intenção prioritária do prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, em avançar em melhorias para o bem-estar da população, trazendo num primeiro momento alterações no cotidiano da população, porém, com respostas positivas a médio e longo prazo para toda a comunidade.

O prefeito Antônio de Anízio explica que para avançar nessa guerra contra esse vírus, é importantíssimo que todos os núcleos de atividades grupais possam aderir às normas, bem como favorecer melhorias diante da situação que estamos vivenciando. “Já temos bem claro os cuidados básicos a serem tomados, como a melhoria do sistema imune individual, cuidados redobrados com os idosos, higienização das mãos, manter distância de segurança e também proteger a boca quando tossir, espirrar, falar. Estamos falando de cuidados básicos que cada pessoa da comunidade poderá fazer a sua parte”, complementou o prefeito.


Um corpo de um homem foi encontrado na praia do Cassange, local paradisíaco que fica na Península de Maraú, no baixo sul do estado. O corpo é de Adeílson Francisco dos Santos, um dos tripulantes de um barco pesqueiro que está desaparecido há uma semana em Itacaré. Conforme o Departamento de Polícia Técnica (DPT), o corpo foi localizado no domingo (15), em praia do Cassange, e transferido para Itabuna, cidade da mesma região, nesta segunda-feira (16), onde passa por perícia para entender as causas da mortes e também apontar a identidade da pessoa.

O barco pesqueiro desapareceu na costa da cidade de Itacaré, no dia 9 de março, depois que os pescadores Adeílson Francisco dos Santos de Lima e um chinês, conhecido como Tiago, saíram da cidade por volta das 16h, em um barco chamado Nanda I, e não entraram mais contato com os familiares.

A Delegacia da Capitania dos Portos de Ilhéus atua nas buscas pela tripulação.

Veja mais notícias no G1 Bahia.