O Dia Internacional da Mulher Negra Latina Americana e Caribenha, celebrado nesta quarta (25), será de cidadania e a arte, durante a 1ª Mostra de Cinema, a partir das 19h30, na Praça São Miguel, em Itacaré, Bahia, com a exibição de um documentário que aborda historias de lutas de mulheres negras, que lideraram movimentos de resistência contra a escravidão.

Além da exbição do filme, a noite será de homenagens às mulheres da comunidade que fazem parte da historia e da resistência de Itacaré.
O evento é promovido pelo Coletivo Empodere, recém criado, com o objetivo de fortalecer as lutas das mulheres em Itacaré contra a violência, que coloca a cidade baiana entre as cidades baianas com um alto número de violência contra as mulheres, de acordo com o relatório da ONU Mulher, com data de 2015.

Os Dados:

. O Mapa da Violência 2015, elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), aponta um aumento de 54% em dez anos no número de homicídios de mulheres negras, passando de 1.864, em 2003, para 2.875, em 2013. No mesmo período, a quantidade anual de homicídios de mulheres brancas caiu 9,8%, saindo de 1.747 em 2003 para 1.576 em 2013. Nesta edição, o estudo foca a violência de gênero e revela que, no Brasil, 55,3% desses crimes foram cometidos no ambiente doméstico e 33,2% dos homicidas eram parceiros ou ex-parceiros das vítimas, com base em dados de 2013 do Ministério da Saúde. O país tem uma taxa de 4,8 homicídios por cada 100 mil mulheres, a quinta maior do mundo, conforme dados da OMS que avaliaram um grupo de 83 países.

Homicídio de mulheres nos municípios

Dentre 100 municípios com mais de 10.000 habitantes do sexo feminino (com as maiores taxas médias de homicídio de mulheres/por 100 mil), as 10 primeiras posições no ranking nacional são:

1º Barcelos/AM

2º Alexânia/GO

3º Sooretama/ES

4º Conde/PB

5º Senador Pompeu/CE

6º Buritizeiro/MG

7º Mata de São João/BA

8º Pilar/AL

9º Pojuca/BA

10º Itacaré/BA


Como parte dessas ações do julho amarelo, que é o mês de combate as hepatites, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Itacaré, em conjunto com a Vigilância Epidemiológica, realizará nesta quarta-feira, dia 25, em todos os postos de saúde do município, da sede e da zona rural, palestras e testes rápidos para hepatites B e C. Além de alertar a comunidade, serão realizados exames. Os resultados serão entregues na hora e os casos positivos serão encaminhados para tratamentos.

A proposta é de conscientizar os pacientes sobre os riscos das hepatites e orientar para que realizassem os exames. Inicialmente enfermeiros e especialistas de cada posto explicarão o que é a hepatite, um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Em seguidas os pacientes serão encaminhados para os testes rápidos, recebendo os resultados de imediato.

De acordo com a diretora de Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Itacaré, Elane Matos, a hepatite é a inflamação do fígado que pode ser causada por vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. E esse registro realizado pela Secretaria de Saúde é importante para mapear os casos de hepatites no município e ajuda a traçar diretrizes de políticas públicas no setor

A secretaria de Saúde alerta que as hepatites são doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas quando aparecem podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. As hepatites virais são doenças de notificação compulsória, ou seja, cada ocorrência deve ser notificada por um profissional de saúde.


O trabalho de organização, estruturação e limpeza das praias de Itacaré continua com uma série de ações que visam deixar esses espaços ainda mais bonitos, conservados e que encantem aos itacareenses e turistas. O serviço faz parte de um trabalho conjunto entre as secretarias de Desenvolvimento Urbano, Turismo, Administração e Meio Ambiente e contempla ações a curto, médio e longo prazos nas praias da Ribeira, Tiririca, Rezende, Concha, Coroinha e Pontal.

E nesta segunda-feira a equipe da Prefeitura de Itacaré, sob a coordenação de Dislei Santos, concluiu os trabalhos de limpeza, jardinagem, roçagem e poda do mirante da Praia da Concha, na Ponta do Xaréu. O local, que já era um dos pontos mais visitados da cidade, está agora muito mais bonito e propício para contemplar o pôr do sol ou a baía do Pontal, no encontro do Rio de Contas com o mar.

Esse trabalho já vem sendo feito desde o mês de junho, com os serviços nas praias da Ribeira e da Costa, com a realização dos serviços de poda das trilhas, limpeza dos meios fios, recuperação da rede elétrica e a limpeza da piscina natural. De acordo com o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, a proposta é de garantir a manutenção constante das praias, realizar serviços importantes nesses locais, organizar a ocupação e melhorar os serviços oferecidos e deixar os pontos turísticos cada vez mais bonitos e organizados para os itaacareenses e visitantes.

Como ações a curto prazo já foi feira a roçagem geral e poda, retirada de tocos, árvores e coqueiros mortos, secar e limpar a represa, que já está sendo concluída, roçagem e limpeza do entorno da cachoeira, demolição de banheiros públicos, retirar placas particulares, restauração de muretas, pintura muros da represa e várias outras ações.

Já a médio prazo está prevista a construção lixeira de concreto, lixeira para visitante (eucalipto), recuperação escadaria, fechamento da rampa de acesso por veículos, reconstrução do balaústre da represa e melhoria da parte superior, construção de trilha de paralelepípedo no contorno da represa, construção de novo ponto para guias (eucalipto), construção de passarela para acesso à cachoeira, placa de acesso a prainha e requalificar e arborização do canteiro central.


Uma mistura de fé, devoção, confraternização e muita alegria. Assim foi a terceira edição da Cavalgada de Bom Jesus, realizada neste domingo nos distritos de Taboquinhas e Água Fria, em Itacaré. O evento reuniu centenas de pessoas e contou com missa, café da manhã de confraternização, momento mariano com orações e shows com diversos artistas regionais. A organização foi da comunidade católica de Taboquinhas, sob a coordenação de Dona Euzilázia Oliveira, e com o apoio da Prefeitura de Itacaré.

Esse ano a cavalgada começou às 8 horas da manhã com a missa celebrada da Igreja de Bom Jesus de Taboquinhas. Às 9 horas foi a vez da saída dos cavaleiros e amazonas para o distrito de Água Fria, onde aconteceu um café da manhã na Igreja do Senhor do Bonfim. Em seguida o padre Ednaldo Cardoso concedeu a benção dos cavaleiros e amazonas e a saída da cavalgada de Água Fria para Taboquinhas, puxada pelo locutor de rodeios Jô França. A chegada da cavalgada em Taboquinhas foi um momento de fé e de emoção, sendo recepcionada por centenas de pessoas. Em seguida foi e a vez do Momento Mariano, com Jô França e Padre Ednaldo Cardoso, emocionando o público.

Já os shows começaram no início da tarde com o Paredão Evolluttion, seguindo com a banda Coisa e Tal. Depois foi a vez de Rian Girotto e Henrique comandar a alegria da cavalgada e mais uma vez a animação do Paredão Evolluttion, seguindo com o show de Vanoly Cigano, que encerrou a festa.

A iniciativa do evento foi da moradora de Taboquinhas Elzilásia Oliveira, popularmente conhecida como Dona Elzí, e tinha o objetivo inicial de arrecadar fundos para terminar a construção da casa paroquial. Além de abrir os festejos do novenário do padroeiro Bom Jesus de Taboquinhas, a cavalgada é também uma festividade cultural e tradicional do distrito.


Chloé, Silvana e Nicole: de bem com a maneira como são tratadas do surf Imagem: Divulgação/Pedro Monteiro

“Acabei de cair no mar sozinha. Mas isso já é normal”, relata a longboarder carioca Chloé Calmon, 23, durante preparativos para a 2ª edição do Neutrox Weekend, em Itacaré (BA), apenas para surfistas mulheres. Vice-campeã mundial ela lembra que já saiu chorando do mar após comentários machistas, mas hoje celebra bons ventos para o surfe feminino, como maior número de campeonatos que envolvem mulheres. Vice-campeã mundial de surfe, a cearense Silvana Lima, 33, também vê as mudanças com bons olhos. Para ela, a estreia do esporte na Olimpíada de Tóquio-2020 dará visibilidade definitiva às mulheres dentro das águas.

Uma década atrás, quando ainda estava debutando no mar, aos 13 anos, Chloé constantemente era vista sozinha em meio aos homens. Percebia os olhares tortos e até tentativas de tirá-la da onda. “Aqui não é lugar de mulher”, ouviu de um marmanjo que aparentava ter a idade de seu pai, o surfista Miguel Calmon, 61. Foi para a areia chorando, mas não se abateu. Apesar de não ter ouvido mais gracinhas desse tipo, confirma que o machismo ainda existe, em menor escala. “Depois que você mostra seu trabalho e se impõe, diz que tem o mesmo direito que eles, acabam tendo que respeitar”, decreta ela. “E se falarem alguma coisa, vão ouvir também”, ela enfrenta.

E de tanto se impor como surfista – e mulher – , a atleta subiu mais um andar nessa onda: a estreia do longboard no Panamericano de 2019. “Esse será o melhor ano em termos de competição e premiação. O long estava sem circuito havia quatro anos. O circuito nacional sai fortalecido”, diz. São conquistas como essa que, segundo ela, tendem a aumentar o número de mulheres nas ondas.

Um novo cenário em cima da prancha Maior nome do surfe brasileiro, oito títulos nacionais e dois vices mundiais, Silvana Silva diz que já vem percebendo um número maior de mulheres ao redor. Única brasileira a participar do aclamado Brazilian Storm, os “bam-bam-bam” do esporte como Gabriel Medina e Felipe Toledo, ela passou muito tempo denunciando atitudes machistas entre os próprios companheiros, além da falta de patrocínio por não se enquadrar no padrão surfista/modelo. Hoje, minimiza o discurso para evitar polêmica.

Ela conta, por exemplo, que há alguns anos as marcas de surfwear uniam o útil ao agradável. “Era bom ter atleta e modelo, porque a marca pagava uma vez pelo atleta mas ele atuava por dois. Não acho errado, mas dificulta a vida de quem não tem perfil de modelo”, explica. Segundo ela, algumas amigas que tentaram carreira no ramo abandonaram as águas para se dedicar aos cliques, ou foram procurar outra profissão, devido ao retorno financeiro pequeno. “Mas nunca desisti de surfar nem de competir. Sinto que está todo mundo ajudando o surfe feminino, e só vai melhorar daqui para frente”, celebra ela, que já pensou em estudar Veterinária por amor aos animais. “Aí que ficaria pobre mesmo, porque quero pegar todos os cachorros da rua”, gargalha. Continua lendo clicando Aqui ..


Foto: Fabriciano Junior/Neutrox Itacaré

 

O evento movimentou a cidade no final de semana, trazendo grandes nomes do surf feminino nacional e internacional. E além do show de manobras, o Neutrox Weekend contou ainda com rodas de conversas, apresentações culturais, aulas de dança e debates sobre o empoderamento feminino. E as atividades não pararam por aí. Em parceria com o Ecoporan Hotel Charme Spa & Eventos, o hotel oficial da competição, duas outras atividades estiveram disponíveis para o público: o Ecoporan Surf Guest (primeira experiência no surf) e o tradicional Rema Mulher (remada feminina em canoa havaiana e Stand Up Paddle), que ganhou uma edição especial com presença das competidoras em um grande clima de confraternização.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio e a ex-secretária de Desenvolvimento Social, Ivonete Damasceno, prestigiaram o Neutrix Weekend e destacaram a importância do município estar sediando esse importante evento, não somente por estimular o esporte, como também para consolidar cada vez mais a cidade como uma referência do surf mundial. Antônio de Anízio aproveitou a oportunidade para já anunciar o apoio da Prefeitura de Itacaré na etapa do próximo ano.

Apresentado pela Neutrox, em parceria com a Abrasp (Associação Brasileira de Surf Profissional), Federação Baiana de Surf. Associação de Surf de Itacaré e com o apoio da Prefeitura de Itacaré, através das secretarias de Juventude, Esporte e Cultura e Desenvolvimento Social, o evento multiesportivo foi exclusivamente pensado para as mulheres, com muitas discussões e debates. E na parte cultural, as mulheres do grupo de percussão Dedo de Moça encantaram com muita música boa. Além delas, as representantes do Movimento Respeita as Minas comandaram algumas rodas de conversas sobre empoderamento feminino.

A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social colocou um estande mostrando toda a foça, o empoderamento feminino e os direitos das mulheres. Para dar ainda mais cor e vida ao universo baiano nos dois dias do encontro, a Associação Mulheres Empreendedoras de Itacaré (AMEI) apresentou todo o encanto do artesanato local para quem for prestigiar a primeira edição de 2018 do circuito. Sem deixar a responsabilidade social de lado, o Neutrox Weekend estimulará a coleta seletiva de lixo através do projeto Recicla Itacaré, uma iniciativa popular que busca envolver a comunidade em ações ambientais sobre resíduos.

O Neutrox Weekend 2018 – etapa Itacaré, está identificado no calendário da WSL como QS 1,000 Neutrox Weekend Itacaré 2018. O evento unificado também é válido pelos rankings WSL Qualifying Series (QS) e Sul-Americano WSL South America. A etapa de Itacaré (BA) contou com apoios da Prefeitura Municipal de Itacaré, Federação Baiana de Surfe e Associação de Surf de Itacaré. O hotel oficial da etapa é o Ecoporan Hotel Charme Spa & Eventos.


A equatoriana Dominic Barona levou a melhor sobre a brasileira Taina Hinckel na grande final da etapa de Itacaré-BA do Neutrox Weekend.

A equatoriana Dominic Barona, líder do ranking sul-americano da WSL South America, confirmou o favoritismo e foi a grande vencedora na categoria profissional da etapa do Neutrox Weekend de Surf 2018, realizado nos dias 21 e 22 de julho, sábado e domingo, na Praia da Tiririca, em Itacaré. Na segunda colocação ficou a brasileira Tainá Hinckel, enquanto que Tais de Almeida e Karol Ribeiro ocuparam juntas a terceira colocação. Já na categoria Longboard o primeiro lugar ficou com Chloé Calmon, deixando Jasmin Avelino com o segundo lugar, Anne dos Santos em terceiro e Yanca Costacom a quarta colocação.

“Estou super feliz e dou graças a Deus por conseguir o resultado que vim buscar aqui no Brasil. A verdade é que já me senti vitoriosa quando cheguei aqui em Itacaré. Eu me apaixonei por esse lugar, é muito charmoso, as pessoas vivem uma boa vida aqui. Queria agradecer a todas as pessoas que me apoiaram e a todo amor que recebi dos locais, que me fizeram sentir como se eu tivesse em casa”, disse a extasiada Dominic.

“Eu estou muito feliz de ter conseguido a vitória aqui em Itacaré. O dia está lindo, tem altas ondas, as meninas estão quebrando. Eu fico feliz por participar de um evento tão importante quanto esse, de empoderamento feminino, que fortalece cada vez mais o surf feminino no Brasil. A gente tem muitos talentos em todo o litoral. Mais do que uma vitória pessoal, hoje foi dia de ver que a gente está caminhando em prol da evolução do esporte e tenho certeza de que esse movimento vai crescer cada vez mais”, declarou Chloé, que pela primeira vez surfou em ondas baianas e já levou o título pra casa.

O dia rolou novamente com atividades paralelas fora d´água. A programação teve início com aula de Yoga e sequência com nova roda de conversas sobre empoderamento feminino liderada pela Secretaria de Desenvolvimento Social de Itacaré, em parceria com o Coletivo Empodere. Também levaram muito axé para o evento um grupo de capoeira, que se apresentou na Arena Neutrox, bem atrás do palanque.

O evento movimentou a cidade no final de semana, trazendo grandes nomes do surf feminino nacional e internacional. E além do show de manobras, o Neutrox Weekend contou ainda com rodas de conversas, apresentações culturais, aulas de dança e debates sobre o empoderamento feminino. E as atividades não pararam por aí. Em parceria com o Ecoporan Hotel Charme Spa & Eventos, o hotel oficial da competição, duas outras atividades estiveram disponíveis para o público: o Ecoporan Surf Guest (primeira experiência no surf) e o tradicional Rema Mulher (remada feminina em canoa havaiana e Stand Up Paddle), que ganhou uma edição especial com presença das competidoras em um grande clima de confraternização.

O Neutrox Weekend 2018 é um circuito multiesportivo realizado pela Abrasp em parceria com a Neutrox. O evento unificado também é válido pelos rankings World Surf League Qualifying Series (QS), Sul-Americano WSL South America e Tour Abrasp 2018. A etapa de Itacaré (BA) contou com apoios da Prefeitura Municipal de Itacaré, Federação Baiana de Surfe e Associação de Surf de Itacaré. O hotel oficial da etapa é o Ecoporan Hotel Charme Spa & Eventos.