Para chamar a atenção da Prefeitura Municipal de Itacaré, manifestantes queimaram em meio a rua todo lixo acumulado a uma semana na principal via de acesso ao Bairro Novo, maior bairro da cidade. “Ninguém sai, ou entra no Bairro Novo”, comentou um manifestante, que informou que a ação é em protesto a falta de coleta de lixo no Bairro.

Segundo moradores faz uma semana que não recolhem o lixo na localidade. Não tem condições de trabalhar assim”, disse o comerciante Alberis Vieira. “Aqui ponto chegamos em Itacaré, a cidade está entregue as baratas, o prefeito virou turista, ninguém vê na cidade, afirmou o morador Fernando Costa.

Essa é a terceira manifestação contra a falta de coleta de lixo em Itacaré, lembrando que no final do mês passado manifestantes colocaram lixo na porta da prefeitura, fecharam o bairro da Passagem com lixo e jogaram lixo na Câmara de vereadores durante sessão, que foi encerrada após o episodio.

IMG-20160318-WA0020

IMG-20160318-WA0013


Na última terça-feira, 15, um golfinho climene (Stenella clymene) apareceu desorientado e bem debilitado na Praia do Patizeiro, em Itacaré. Segundo a bióloga Stella Tomás, o animal foi socorrido pela equipe do Projeto Txaitaruga e foi resgatado no dia posterior, na comunidade Piracanga, pelas equipes do Instituto Mamíferos Aquáticos e do INEMA.

golfinho 1

Imagens: Stella Tomás.

“Fizemos o possível diante das possibilidades (e falta de recursos), mas o animal não possuía equilíbrio, estava “adernando” (virando para um dos lados) e não tinha condições de nadar sozinho, pois poderia se afogar”, explicou a bióloga.

Muitas pessoas da comunidade de Piracanga e uma família que estava na praia do Patizeiro ajudaram nas duas situações de encalhe e se revezaram nos cuidados. Infelizmente, o golfinho veio a óbito na tarde dessa quinta-feira, 17. O corpo do animal foi encaminhado à Universidade Estadual de Santa Cruz. (Blog do Gusmão)


A feira de Itacaré é uma antiga reivindicação da população, que atualmente funciona numa área totalmente descoberta e sem pavimentação alguma. Durante os dias de chuva a feira fica quase intransitável.

“A obra visa garantir uma melhor dignidade de vida e trabalho aos feirantes e as pessoas que utilizam o serviço e esse é o nosso objetivo maior, além de ser uma questão de saúde pública. A melhoria dessa feira já é uma ideia desde o início do nosso governo, mas, felizmente agora poderemos torná-la realidade”, comenta Junior Andrade, Secretário Adjunto de Desenvolvimento Social de Itacaré.

Somente quem utiliza a feira no dia a dia pode medir a importância de um benefício como esse. Como podemos ver no depoimento de Raimundo Barbosa, mais conhecido como ‘Caçolinha’. “É uma maravilha, não tem nem o que dizer, vai melhorar e muito nosso trabalho e a comercialização”. Finaliza.

Quer ver o sofrimento do amigo? Vem aqui num dia de chuva para você ver”. Comentou emocionado, o feirante Antonio Bispo Xavier, que além de trabalhar na feira, aluga outras barracas para os colegas.

ASCOM (Assessoria de comunicação)


Os eleitores já agendados ficam automaticamente transferidos para o dia 01 de maio. Se desejar agendar outra data, favor entrar em contato com o Cartório Eleitoral.

Para garantir atendimento é necessário utilizar o sistema de agendamento, que pode ser feito pessoalmente ou por telefone (3239-2563), ou através do Site do TRE-BA. Lembramos que quem votou normalmente em 2014 não precisa fazer a revisão biométrica agora. O prazo para concluir a biometria no país é até 2020. A urgência no momento é para novos eleitores, transferências e para aqueles que estão com o título cancelado. (Taboquinhas Informa)

IMG-20160318-WA0002


Reclamações

“Os clientes vão embora porque não tem como lavar os cabelos deles. Ontem eu coloquei água em um balde, para lavar o cabelo de um cliente. Conta uma cabeleireira que está tendo prejuízo por conta da falta de água no centro da cidade”

O dono do restaurante contou que tentou comprar água para minimizar o problema, mas a previsão de entrega é sábado (19), por isso, ele colocou um aviso em frente ao estabelecimento para explicar aos clientes que o restaurante precisou fechar por conta da falta de água. “Não tem água nem para o banheiro do restaurante, muito menos lavar pratos e panelas, e o que me entristece é que não temos respostas da Embasa”, desabafou.

Outros restaurantes da cidade também estão sentindo os reflexos do desabastecimento. A cozinheira Elza Moreira afirmou que precisou usar galões de água mineral para lavar os alimentos. “Eu usei um galão inteiro para fazer arroz e outro para o feijão, estamos totalmente sem água, se não tivesse essa alternativa, estaríamos fechados também”, disse.

Já a moradora Maria de Jesus do bairro da Passagem, relata que a situação é no minimo despertadora. “Estou com filho recém nascido em casa, e segundo ela a última vez que caiu água em sua torneira foi domingo, ou seja, a seis dias está sem água.


Restauradores encontraram ouro 24 quilates durante obra de restauração realizada no altar da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, em Itacaré, região sul da Bahia. O templo, que passa por reparos há dois meses, com previsão de custar quase R$ 300 mil, não tem apoio financeiro de órgãos públicos, e é custeado pelo projeto que se chama “A Fé Restaurada”. Os trabalhos são financiados por doações da comunidade e de turistas. Na igreja, fundada no século XVII, e tombada pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), os restauradores descobriram que parte da estrutura carrega traços dos jesuítas.

Restauração Igreja de São Miguel, em Itacaré. Bahia (Foto: Reprodução/ TV Bahia)
Durante a restauração, ouro foi descoberto no altar
(Foto: Reprodução/ TV Bahia)

Os reparos no altar começaram em janeiro deste, quando os especialistas começaram a retirar várias camadas da tinta verde que cobriam o altar central da igreja, e descobriram que os detalhes entalhados são de ouro.

Sob a tinta verde, os especialistas também localizaram vários trabalhos artísticos de pintura e encontraram a cor original do altar, em tom amarelo. Em baixo do piso comum colocado no altar, mais uma descoberta: cerâmica da época dos jesuítas, que pode ter mais de 300 anos.

“Nossa pretensão é resgatar o máximo possível da originalidade, que foi descaracterizada ao longo do tempo por falta de conhecimento, por falta de materiais”, conta Bruno Visco, restaurador do Ipac. *Informações do G1


A matéria enviada à imprensa pela ASCOM de Itacaré, é praticamente um “meia culpa” quanto à obrigação de transportar alunos carentes para as unidades de ensino em Itacaré. Na matéria, chama protesto de forma mais leve, ou seja, “reivindicação”, quando na verdade os estudantes do entorno de Taboquinhas, realizaram dois maiores manifestos da história do distrito, onde foi fechada com barricada a passagem de carro na rodovia, até chegada da TV Santa Cruz, filiada a Rede Globo, e da Secretaria de Educação e do Prefeito.

O protesto foi realizado em repudio a crueldade que a prefeitura estava submetendo os estudantes da zona rural de Itacaré, que abrange Taboquinhas, Ponto Novo, Água Fria, Rua de Palha, Toco Preto, Cachimbo Seco, Fojo e outras regiões, que tinham que andar muitas das vezes até 08 km para estudar. ( Rede Bahia de Noticias)