Tradicional Festa de Santo Antônio, padroeiro do Bairro de Santo Antônio “Bairro Novo” em Itacaré, acontece nesta segunda-feira (13), e terca-feira (14). O evento é realizado pela prefeitura Municipal de Itacaré com o apoio da Secretaria de Esporte Cultura e Lazer, e a paroquia local.

Segundo informações da prefeitura a animação da festa ficará por conta do arrocha da banda revelação da região Raneychas, Daniel Vieira, Bonde da Burguesinha, Bonde do Andrezão, e a banda Amassa.

Os shows estão previstos para iniciar a parti dàs 22h no final da Rua principal do Bairro, próximo a Creche Municipal.

IMG-20160612-WA0002
Imagem Itacaré Notícias

A iniciativa tem o objetivo de ajudar crianças carentes das escolas do município a aprenderem a surfar ou a desenvolver as técnicas do esporte, aliadas a valores de cidadania. A novidade é fruto de uma parceria da ASI, com a produtora Cine Filmes e a Disney, que estão na cidade desde março gravando a série Juacas, que será exibida para toda a América Latina no verão de 2017, nos canais Disney XD. A maioria das cenas está sendo gravada na Praia da Tiririca, onde fica a sede da ASI, que está servindo de base para a produção e também como elemento cenográfico.

“As pranchas custaram R$18 mil e representam uma contrapartida da produção da série, por utilizar a sede da ASI durante as gravações. É o resultado de várias reuniões que vinham acontecendo cerca de cinco meses antes do início das gravações, entre nós e a produtora, que se mostrou disposta a contribuir com o surf itacareense, já que a série Juacas tem o surf como temática”, comentou Hongos Araújo, presidente da ASI.

O Projeto Surfando para o Futuro é uma ação social que a ASI quer desenvolver após o término das gravações da série na cidade. A iniciativa pretende inserir o surf como opção esportiva na vida dos estudantes, agregando valores de cidadania e consciência ambiental. Para tanto, a ASI vai buscar parceria com a Secretaria de Educação do município e estabelecer critérios de aceitação dos participantes, tendo nota e comportamento como bases.

“Queremos atender turmas de 30 alunos por turno, com aulas três vezes por semana. Para isso, esperamos contar com o apoio do empresariado da cidade, pois as pranchas são muito importantes, mas é apenas o começo. Ainda vamos precisar de uma série de outros equipamentos e acessórios e de material humano (como instrutores e salva vidas) para conseguir colocar a ação em prática”, observa Hongos.

Na presidência da ASI há três anos, Hongos Araújo – que tem mais um ano de gestão – destaca que o “Surfando para o Futuro” é uma reedição aprimorada de projetos semelhantes que outras gestões da entidade já desenvolveram em Itacaré. Na análise do presidente, projetos de natureza social envolvendo crianças significam o melhor legado que qualquer diretoria de entidade pode deixar.

“E nós temos essa preocupação em Itacaré. Sabemos que o surf em nossa cidade está muito além de ser apenas uma prática esportiva. Representa um importante vetor de desenvolvimento econômico para o município e de geração de renda para toda a população. Agora queremos agregar tudo isso à questão social e de cidadania, para tentarmos minimizar os índices de violência e, mais do que criar bons surfistas, contribuir para formar cidadãos conscientes e de bem”, concluiu Hongos. Fonte: Surf 73 – O maior portal de surf do Sul da Bahia.


A edição de número 318 da publicação, é dedicada ao Brasil e as imagens foram feitas pelo renomado fotógrafo Sidney Polansk. Intitulada de “Pequeno Paraíso”, a reportagem destaca as ondas da Tiririca e compara o cenário sulbaiano às também paradisíacas praias da Indonésia por conta da quantidade e da beleza dos coqueiros que emolduram os dois picos.

Yagê é membro de uma das famílias com maior tradição no surf na região. É irmão dos ex-surfistas Orígenes e Hongos Araújo, este último atual presidente da Associação de Surf de Itacaré. Aos 13 anos de idade, Yage (hoje com 20) mudou-se para o litoral paulista, onde morou até os 18 anos a convite do seu patrocinador, para aprimorar as técnicas de surf.

De volta à sua terra natal, Yage tem treinado duro, focado no segundo semestre de competições, quando disputará etapas do WQS e do Super Surf, o Circuito Brasileiro de Surf Profissional. Em julho viaja para Arica, no Chile e logo depois embarca para a Europa, onde participará de mais quatro etapas do QS, na chamada perna européia do tour de acesso.

Já Alandreson Martins dispensa comentários. É atual bicampeão do Circuito Carioca e tem em seu currículo uma vasta bagagem de competições disputadas nos principais picos de surf do Brasil e fora dele também. Recentemente foi convidado para disputar a triagem do CT do Rio e lidera o ranking do Brasileiro 2015 entre os sulbaianos, com vaga garantida na Divisão de Elite do Super Surf 2016.

Mas a edição de junho da Hard Core – que é uma das publicações mais conceituadas do segmento no país –  também tem reportagens com Gabriel Medina, que ilustra a capa da publicação, além de uma matéria muito interessante com o top Alejo Muniz. A revista deste mês tem ainda um destaque para uma barca feita pelos irmãos Kymerson e outros locais a uma laje quadrada escondida a quilômetros da costa capixaba. Fonte: Surf 73 – O maior Portal de Surf do Sul da Bahia.

Veja imagens dos itacareenses, pelas lentes do monstro Polank

Alandreson-Martins-photo-Sidney-Polansk

Davi-Silva-Photo-Sidney-Polansk


Completou um ano nesta sexta-feira (10), que o Gov. Rui Costa esteve em Taboquinhas para a inauguração da BA-654. E durante a cerimônia também foi entregue a comunidade do maior distrito de Itacaré, o Posto do Samu com uma equipada ambulância, após dois dias da “utópica” inauguração a Ambulância teria ido para revisão e despareceu, como um truque de mágica. E até hoje todos se perguntam, cadê o Samu de Taboquinhas?

Lembrando que na mesma época a Prefeitura Municipal de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Saúde, anunciou o projeto de implantação do Centro de Diagnósticos de Raios-X e Ultrassom no Hospital Gabriel Mota Barros. E até hoje o povo espera, muitos comentam que tudo não passou de teatro, para o governador vê, será mesmo?


Itacaré precisa melhorar muito no quesito transparência pública. Pelo menos é o que revela levantamento divulgado nesta semana pelo Ministério Público Federal (MPF), que avaliou os portais da transparência dos municípios dos 26 estados, mais o distrito Federal. O objetivo do órgão é verificar a divulgação dos dados de forma transparente por prefeituras e governos estaduais, tais como receitas, despesas, processos licitatórios e outros. Segundo o estudo, em um cenário geral, o nível de transparência de estados e municípios brasileiros aumentou cerca de 31% em seis meses, a partir da atuação coordenada do MPF em todo o país. Foram avaliados portais de 5.567 municípios, 26 estados e o Distrito Federal. O Índice Nacional de Transparência subiu de 3,92, em 2015, para 5,15, em 2016.

Itacaré aparece em 294º lugar no ranking da transparência do MPF, muito atrás de municípios da região, entre eles Maraú em 3º, Ilhéus em 7º, Ubaitaba em 40º, e Uruçuca que ficou em 60º. O novo levantamento foi realizado no período entre 11 de abril e 25 de maio. “A intenção do Ministério Público Federal, com a elaboração do Ranking dos Portais da Transparência, sempre foi o de estimular o cumprimento espontâneo pelos entes públicos da lei de acesso à informação e de outras normas relacionadas.

itacare-mal-no-ranking-da-transparecia

Na Bahia, segundo consulta feita aos dados do MPF, 35 cidades tiveram nota zero no ranking da transparência, são elas:

1. BARRO ALTO-BA
2. BIRITINGA-BA
3. BREJÕES-BA
4. CAETITÉ-BA
5. CANARANA-BA
6. CANDEAL-BA
7. CATU-BA
8. DOM MACEDO COSTA-BA
9. ÉRICO CARDOSO-BA
10. FORMOSA DO RIO PRETO-BA
11. GONGOGI-BA
12. IAÇU-BA
13. IBIQUERA-BA
14. IPIAÚ-BA
15. ITAPETINGA-BA
16. ITIÚBA-BA
17. IUIÚ-BA
18. JABORANDI-BA
19. JUSSARA-BA
20. LAGOA REAL-BA
21. MANOEL VITORINO-BA
22. MARCIONÍLIO SOUZA-BA
23. MEDEIROS NETO-BA
24. NOVO HORIZONTE-BA
25. PARAMIRIM-BA
26. PÉ DE SERRA-BA
27. POJUCA-BA
28. RIBEIRA DO AMPARO-BA
29. RIO DO PIRES-BA
30. SANTALUZ-BA
31. SÃO DOMINGOS-BA
32. SÃO JOSÉ DO JACUÍPE-BA
33. SERRA DO RAMALHO-BA
34. VÁRZEA NOVA-BA
35. WANDERLEY-BA

Confira o ranking completo clicando no link abaixo:

http://www.combateacorrupcao.mpf.mp.br/ranking/mapa-da-transparencia/arquivos-pdf/ranking-2a-avaliacao-ba.pdf

 


Falsas pesquisas de intenção de voto sem registro, vem circulando nas redes sociais em Itacaré e muitos pré-candidatos ao executivo municipal e grupos políticos estão utilizando dessas pratica desonesta para atrair a atenção de seus eleitores. A dinâmica atual inclui em espalhar as supostas pesquisas em diversos grupos do Whatsapp e Facebook. A prática não chega a ser nenhuma novidade, mas o exagero e a defasagem nos números chega a ser tamanha que nem mesmo os eleitores mais distraídos confiam na credibilidade dos dados expostos.

A última pesquisa divulgada nos grupos, os números expostos foram contestados por “gregos e troianos” e ao contrário do esperado serviu para dar ainda mais descrédito às pesquisas eleitorais realizadas. No estilo “VAI QUE COLA”, em uma tentativa desenfreada de enaltecer a figura de seus pré-candidatos. E enquanto as autoridades não coíbem esse tipo de prática, internautas, candidatos e cabo eleitorais ficam suscetíveis ao compartilhamento de informações supostamente falsas e tendenciosas, com o costume imediatista de querer prever o resultado das eleições, o problema é que divulgar uma pesquisa falsa sem que esta tenha sido registrada na Justiça Eleitoral passará a cometer um crime segundo a nova regulamentação do TSE. A regra passou a valer desde o dia 1º de janeiro, as empresas que fizerem pesquisas de opinião pública sobre as eleições municipais destinadas a conhecimento público serão obrigadas a registrá-las na Justiça Eleitoral.

Crime

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a divulgação de pesquisa fraudulenta é crime punível com detenção de seis meses a um ano e multa que varia entre R$ 53 mil a R$ 106 mil.

Para divulgar o resultado de pesquisas sobre as eleições ou sobre possíveis candidatos, as empresas ou entidades são obrigadas a registrar cada pesquisa no Juízo Eleitoral ao qual compete fazer o registro dos candidatos, com os dados previstos em lei e nas resoluções expedidas pelo TSE.

É importante que o eleitor verifique, no site da Justiça Eleitoral, se a pesquisa divulgada foi ou não registrada. A consulta pode ser feita no link: http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2016/pesquisas-eleitorais/consulta-as-pesquisas-registradas.


O presidente da Câmara de Itacaré, Edson Arantes Santos Mendes, o popular Nego de Saronga, ganhou mais um forte apoio para concorrer ao pleito nas próximas eleições nesta semana, pois o vice-prefeito e agora ex-pré-candidato pelo PROS em Itacaré, Cau Barros, retirou sua pré-candidatura e anúncio oficialmente seu apoio a Nego.

“Na verdade eu não desisti, eu retirei meu nome em prol da unidade da oposição porque nós não podemos ter vários candidatos, temos que ter um candidato. Então, a partir de agora não sou mais pré-candidato a prefeito, vou caminhar com Nego, e um momento de união e de debater uma Itacaré diferente e melhor, nossa cidade clama por mudanças”, declarou Cau.

Lembrando que o atual prefeito Jarbas Barros, e o ex-prefeito Tonho de Anízio que vem declarando que é pré-candidato, possui contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios e pela Câmara de Vereadores, ficando assim impedidos pela Lei da Ficha Limpa de disputar eleições por um período de oito anos.

Recentemente o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mudou de entendimento em relação configuração de inelegibilidade de candidatos com contas reprovadas. O processo recente (401-37.2014.6.06.0000), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) firmou o entendimento de que, nos casos de reprovação de contas de gestão ou ordenação de despesas, as decisões ou pareceres prévios dos Tribunais de Contas dos Municípios são suficientes para determinar a inelegibilidade prevista pela Lei Complementar 135/2010 (Lei da Ficha Limpa).