Depois de arrebentar na repescagem e registrar um dos maiores somatórios do evento (18.60), o Itacareense Yagê caiu diante do ex-top da elite mundial Nathaniel Curran (EUA) e do australiano Hayden Blair. Com o resultado, o atleta de Itacaré finalizou a prova em nono lugar.

Somente três atletas representaram o Brasil na água. Além de Yagê, a equipe contou com o paraibano José Francisco e o carioca Renato Cardoso, que trabalha na Nicarágua e aproveitou a ausência de um atleta para participar da Open. Já o macaense Matheus Faria chegou a viajar para a Nicarágua, mas sofreu uma distensão abdominal durante os treinos e desistiu da prova.

Na categoria feminina, nenhuma atleta representou a delegação brasileira. Na classificação geral, o Brasil terminou em 21o lugar.

Resultados

Open

1 Noe Mar Gonagle (Cri)
2 Nicolau Von Rupp (Por)
3 Shane Holmes (Aus)
4 Leandro Usuña (Arg)

Feminino

1 Tia Blanco (EUA)
2 Leilani McGonagle (Cri)
3 Ella Williams (Nzl)
4 Chelsea Tuach (Bar)

Aloha Cup (revezamento)

1 Costa Rica
2 Peru
3 Austrália
4 Argentina

Equipes (classificação geral)

1 Costa Rica
2 Portugal
3 Estados Unidos
4 Peru

*Fonte: Surf Bahia


Aconteceu nesta segunda-feira (08), na quadra do Colégio Manoel Castro, na Pituba, a Audiência Pública para apreciação e discussão do Plano Municipal de Educação do município de Itacaré, com a participação efetiva da comunidade escolar, sociedade civil e poder público. Este foi mais um passo para a conclusão dos trabalhos do PME que segue agora para a aprovação da Câmara Municipal de Vereadores.

O Plano Municipal de Educação é o documento base que serve de instrumento para que se estabeleça metas para os próximos dez anos para o setor, dentro do segmento da Educação, em cumprimento à Lei Federal 13.005/14, que criou o Plano Nacional de Educação (PNE). Pela legislação, cada município tem até o dia 25 de junho deste ano para aprovar o seu PME, que estabelece metas para a Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Técnico Profissionalizante, Ensino Superior e Pós-graduação (Stricto Sensu), englobando as redes municipal, estadual e particular.

IMG-20150608-WA0002

plano_municipal_de_educacao_02


Aço, tijolos, concreto se perdendo ao tempo e muitas reclamações, esse é o resultado das obras paradas da creche abandonada no bairro da Passagem, o segundo maior bairro do município. Abandonada, e sem fiscalização, alguns materiais do galpão estão sendo saqueados e outros se perdendo ao tempo.

Segundo informações de um secretário, que não quis se identificar, depois de uma reunião em Brasília, do prefeito com alguns secretários ficou determinado que as obras serão retomadas o mais rápido possível, principalmente as obras da Educação. Enquanto isso, o local continua sendo invadido por animais, usuários de drogas e também e se tornam criadouros de mosquito da dengue. Fonte: Itacaré Notícias.

Parte da fundação do local se encontra alagada, local predileto para o mosquito da Dengue. Foto: Itacaré Notícias.
Parte da fundação do local se encontra alagada, local predileto para o mosquito da Dengue. Foto: Itacaré Notícias.

A Secretaria Municipal de Economia e Finanças informa que o prazo de pagamento com desconto do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em cota única foi prorrogado até o próximo dia 26/06.

Quem efetuar o pagamento até o dia 26 de junho terá além dos 10% de desconto, concorrerá também a vários prêmios que serão definidos na próxima semana pela secretária. O boleto deve ser retirado online através do site:  www.itacare.ba.gov.br.

O não pagamento do valor integral ou da 1ª parcela até dia 26 de Junho ocorrerá em multa e juros.

O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial -IPTU- é um dos impostos municipais mais importantes para o desenvolvimento da população local, sendo uma das principais fontes de renda do município. A arrecadação do IPTU gera receita para a Prefeitura investir na saúde, educação, limpeza pública, e outras áreas de atuação. Através desse imposto local, há a possibilidade de maior crescimento do município e em consequência, o da população.


A Justiça Federal de Ilhéus recebeu denúncia do Ministério Público Federal contra o Ex-Prefeito de Itacaré Antônio Mário Damasceno e mais Jeferson da Silva Santana, Antônio Souza dos Santos, Neila Palafoz Barreto e Breno Hudson Rodrigues Gomes, por suposta fraude com recursos do FNDE – FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO, nas compras dos itens da merenda escolar.

A denúncia partiu inicialmente do empresário Josemar Santos vulgarmente conhecido por “Gazo do Mercado Gigantão”. O delator comprovou diversas irregularidades nas compras do FNDE, inclusive em negócios com sua empresa. Até caixas de cerveja foram comprada com recursos da merenda escolar.

O juiz federal Lincoln Pinheiro Costa, em sua decisão, afirma que “existem indícios de que os suplicados incorreram em conduta descrita na Lei 8.429/92 – atos que causam prejuízo ao erário e violam princípios da administração pública –, cujas provas demonstram ser suficientes, ao menos, para o recebimento da inicial”. Os réus têm prazo de 15 dias para apresentar defesa após a citação. (Blog do Agravo)


A conversa teve como objetivo estabelecer um apoio da polícia em cumprir a lei de Crimes Ambientais autuando, conscientizando e punindo que maltrata animais em Itacaré. Foi proposto que toda a equipe esteja bem informada sobre a lei e sobre o que é considerado maus tratos e como agir nestas situações. Segundo o major, é importante que os denunciantes se disponham a testemunhar nestes casos já que muitas vezes o crime é negado pelo possível autor e sem testemunha o caso pode não ser concluído com sucesso.

Qualquer ato de maus-tratos envolvendo um animal deverá ser denunciado. Aconselha-se que os casos de flagrante de maus-tratos e/ou que a vida de animais estejam em risco, acione a Polícia pelo 190 e aguarde no local até que a situação esteja regularizada. Em outros casos pode-se registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil.

Ana Laura E Soeli Castilho, Fundadoras do Grupo e Major Rocha

A Lei 9605/98, artigo 32 (Lei de Crimes Ambientais) prevê os maus-tratos como crime ambiental com detenção de três meses a um ano, e multa.

Quais atitudes podem ser consideradas maus-tratos aos animais?

– Abandono;
– Agressões físicas, como: espancamento, mutilação, envenenamento;
– Manter o animal preso a correntes ou cordas;
– Manter o animal em locais não-arejados – sem ventilação ou entrada de luz;
– Manter o animal trancado em locais pequenos e sem o menor cuidado com a higiene;
– Manter o animal desprotegido contra o sol, chuva ou frio;
– Não alimentar o animal de forma adequada e diariamente;
– Não levar o animal doente ou ferido a um veterinário;
– Submeter o animal a tarefas exaustivas ou além de suas forças;

Como ter certeza de que se trata de um dos casos acima?

Antes de qualquer coisa, conheça as leis que amparam os animais em casos de crueldade e abandono. Depois, certifique-se de que o problema se trata de um caso de maus-tratos.

Lei Federal Nº 9.605, artigo 32, de 12 de fevereiro de 1998, a “Lei dos Crimes Ambientais”.

Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências.
Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:
Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.
§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Decreto Lei Nº 24.645, de 10 de julho de 1934, define maus-tratos aos animais.

Art. 3. – Consideram-se maus tratos:

I – Praticar ato de abuso ou crueldade em qualquer animal;
II – Manter animais em lugares anti-higiênicos ou que lhes impeçam a respiração, o movimento ou o descanso, ou os privem de ar ou luz;
V – Abandonar animal doente, ferido, extenuado ou mutilado, bem como deixar de ministrar-lhe tudo o que humanitariamente se lhe possa prover, inclusive assistência veterinária;

– Busque evidências e testemunhos que comprovem suas suspeitas. Se possível, tente conversar com o acusado de agressão, deixando claro que os animais são protegidos por leis.
– Fotografe ou filme os animais que sofrem maus-tratos. Provas e documentos são fundamentais para combater e comprovar.
– Consiga o maior número de informações possível para identificar o agressor. É importante saber o nome completo, a profissão, o endereço residencial ou do trabalho.
– Em caso de abandono ou atropelamento, anote a placa do carro para levantar a identificação no Detran.
– Não tenha medo de denunciar. Você será considerado somente uma testemunha do caso.(Jornal A Cidade)


Uma ação denominada “ECOLIMPEZA” retirou de um dos cartões postais mais bonitos de Itacaré, cerca de 400 kg de Lixo. A ação contou com a participação de 12 voluntários, e a participação da equipe de limpeza da empresa Controle Ambiental e Luiz Quadro secretario de Esporte, Cultura e Lazer de Itacaré.

A ação foi comandada, pelo Gerente de Operações da Empresa Controle Ambiental em Itacaré, Maurício Stadnik, que atualmente responsável pela limpeza urbana de Itacaré e Taboquinhas. E segundo Mauricio, essa foi mais uma de outras ações que acontecerão na cidade, e a próxima já está marcada para o dia 04 de Julho, com saída da Praça do Canhão com o foco principal na limpeza do manguezal local. Informações: Ubaitaba.com

ecolimpeza_em_itacare_006

ecolimpeza_em_itacare_011

ecolimpeza_em_itacare_009

ecolimpeza_em_itacare_008