Em Itacaré foram distribuídos cerca de 3,840 kg (três mil, oitocentos e quarenta) de peixe no Bairro Novo, Porto de Trás e na Passagem. 2.160 kg (dois mil, cento e sessenta) de peixe foram distribuídos em Taboquinhas, Rua de Palha, Água Fria, Vila Maria, Vila Nova Esperança, Cachimbo Seco, Cajueiro, Limoeiro, Formosa, Pau Brasil, Serra de Água, Sucupira, Ponto Novo, Machadinho, Mata Velha, Paraíso, São Gonçalo e na Região Nova Vida.

As famílias atendidas tinham cadastro na Secretaria de Desenvolvimento Social.

A Secretaria de Administração e Desenvolvimento Social estavam envolvidas nessa ação da Prefeitura de Itacaré para levar mais dignidade à mesa das famílias nesta data tão importante.

Lembrando que esta ação de assistência social sempre foi prestado nas gestões anteriores do atual prefeito e se repetiu na atual gestão desde o ano de 2013.

Ascom/Itacaré

12442721_571087433044211_1154151042_n

 

 


A expectativa da Agerba (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Transportes, Energia e Comunicação) é que 95 mil passageiros devem passar pela rodoviária de Salvador para curtir o feriado prolongado até domingo (27).

Para tanto, serão disponibilizados 500 horários extras, além dos 540 horários convencionais aos que desejarem deixar a capital de ônibus. Entre as recomendações, a principal dica é garantir a compra da passagem antecipada, evitando dessa forma, qualquer tipo de atraso.
Conforme a Agerba, os destinos mais procurados no feriado são as praias do sul da Bahia, como Ilhéus, Itacaré e Porto Seguro. Além dos destinos ao norte, como as praias da Linha Verde.


Por conta da estiagem, que se prolonga há mais de três meses na região, serviços básicos funcionam precariamente. A situação ameaça a localidade que é referência em ecoturismo no país. “Só havia dois ou três registros em toda a cidade, e só agora começaram a instalar novos registros em medida emergencial”, disse o engenheiro civil, Arquenatol Del Svaldi, à Tribuna da Bahia. Ainda segundo ele, a água chega aos poucos, sem uma periodicidade certa. Por conta do problema, serviços básicos como educação e saúde já estão comprometidos.

O principal manancial da cidade, o Rio Ribeira, não suportou a estiagem e secou. Porém, conforme um morador, há muito tempo que o rio não consegue suprir as necessidades do Município. Entre as possíveis soluções, Arquenatol aponta para a captação de água através de um ponto de bombeamento e tubulações fixas para o Rio Jeribuaçu, visto que a está implantada no momento é provisória. Outra possibilidade, segundo o engenheiro, é a execução de um sistema de envio de água tratada ou não, do distrito de Taboquinhas, que está à margem do Rio de Contas, mas a um nível acima, e que não tem retorno de água salgada na foz. A Embasa informa que, desde o início de março, restringiu, preventivamente a oferta de água em Itacaré para garantir a continuidade do abastecimento na cidade. O gerente regional da Embasa, Danilo Gomes, informa que técnicos da empresa estão monitorando diariamente os mananciais de Itacaré e de outros sistemas operados pela Unidade Regional de Itabuna “pois eles estão com níveis críticos por causa da estiagem prolongada”. (Bocão News)


Foi realizada em Ilhéus no hotel Jardim Atlântico, a primeira OFICINA de construção de planejamento integrado dos municípios de Ilhéus, Itacaré e Una. Trata se do ‘Lidera Turismo‘ que tem o objetivo de contribuir para a criação de uma Agenda Estratégica Integrada do Turismo nos da Costa do Cacau com bases sustentáveis, estimulando o planejamento e implementação de ações voltadas ao desenvolvimento local e regional e tem o SEBRAE como executor em parceria com o Ministério do Turismo, que proporciona a construção de um ambiente favorável ao fortalecimento da cadeia do turismo.

Participaram do evento; empresários, instituições como SINDICATO PATRONAL de HOSPEDAGEM de Itacaré e representantes da Secretaria de Turismo de Itacaré. Para o Secretario da pasta André Reis, o lidera promove uma proposta de ação efetiva em busca de prioridades em cada município e na zona turística. “Precisamos estar fortalecidos e apresentar a importância do turismo para todos os envolvidos (comunidade, empresários e governo)” ressalta o secretario.


Para chamar a atenção da Prefeitura Municipal de Itacaré, manifestantes queimaram em meio a rua todo lixo acumulado a uma semana na principal via de acesso ao Bairro Novo, maior bairro da cidade. “Ninguém sai, ou entra no Bairro Novo”, comentou um manifestante, que informou que a ação é em protesto a falta de coleta de lixo no Bairro.

Segundo moradores faz uma semana que não recolhem o lixo na localidade. Não tem condições de trabalhar assim”, disse o comerciante Alberis Vieira. “Aqui ponto chegamos em Itacaré, a cidade está entregue as baratas, o prefeito virou turista, ninguém vê na cidade, afirmou o morador Fernando Costa.

Essa é a terceira manifestação contra a falta de coleta de lixo em Itacaré, lembrando que no final do mês passado manifestantes colocaram lixo na porta da prefeitura, fecharam o bairro da Passagem com lixo e jogaram lixo na Câmara de vereadores durante sessão, que foi encerrada após o episodio.

IMG-20160318-WA0020

IMG-20160318-WA0013


Na última terça-feira, 15, um golfinho climene (Stenella clymene) apareceu desorientado e bem debilitado na Praia do Patizeiro, em Itacaré. Segundo a bióloga Stella Tomás, o animal foi socorrido pela equipe do Projeto Txaitaruga e foi resgatado no dia posterior, na comunidade Piracanga, pelas equipes do Instituto Mamíferos Aquáticos e do INEMA.

golfinho 1

Imagens: Stella Tomás.

“Fizemos o possível diante das possibilidades (e falta de recursos), mas o animal não possuía equilíbrio, estava “adernando” (virando para um dos lados) e não tinha condições de nadar sozinho, pois poderia se afogar”, explicou a bióloga.

Muitas pessoas da comunidade de Piracanga e uma família que estava na praia do Patizeiro ajudaram nas duas situações de encalhe e se revezaram nos cuidados. Infelizmente, o golfinho veio a óbito na tarde dessa quinta-feira, 17. O corpo do animal foi encaminhado à Universidade Estadual de Santa Cruz. (Blog do Gusmão)


A feira de Itacaré é uma antiga reivindicação da população, que atualmente funciona numa área totalmente descoberta e sem pavimentação alguma. Durante os dias de chuva a feira fica quase intransitável.

“A obra visa garantir uma melhor dignidade de vida e trabalho aos feirantes e as pessoas que utilizam o serviço e esse é o nosso objetivo maior, além de ser uma questão de saúde pública. A melhoria dessa feira já é uma ideia desde o início do nosso governo, mas, felizmente agora poderemos torná-la realidade”, comenta Junior Andrade, Secretário Adjunto de Desenvolvimento Social de Itacaré.

Somente quem utiliza a feira no dia a dia pode medir a importância de um benefício como esse. Como podemos ver no depoimento de Raimundo Barbosa, mais conhecido como ‘Caçolinha’. “É uma maravilha, não tem nem o que dizer, vai melhorar e muito nosso trabalho e a comercialização”. Finaliza.

Quer ver o sofrimento do amigo? Vem aqui num dia de chuva para você ver”. Comentou emocionado, o feirante Antonio Bispo Xavier, que além de trabalhar na feira, aluga outras barracas para os colegas.

ASCOM (Assessoria de comunicação)