O Governo do Estado prorrogou o decreto que suspende as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada e os shows em toda a Bahia. A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (5) e vale até o dia 15 de janeiro de 2021.

O decreto, que venceria nesta segunda (4), ainda proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.

Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.


O prazo para renegociação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi prorrogado até o dia 31 de janeiro. A decisão foi do Comitê Gestor do Fies, que editou resolução publicada no Diário Oficial da União. A medida permite que mais estudantes tenham a oportunidade de renegociar suas dívidas. O prazo anterior era até a última quinta-feira (31).

“Um dos benefícios imediatos, a partir da adesão ao programa, é a retirada da inscrição dos nomes do financiado e de seus fiadores dos cadastros de devedores inadimplentes, sendo alterado o cronograma de vencimento das parcelas de amortização”, disse o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Wagner Vilas Boas de Souza.

Podem participar da renegociação estudantes que tenham contratos firmados até o segundo semestre de 2017, com débitos vencidos e não pagos até 10 de julho de 2020, data em que foi publicada a Lei nº 14.024/2020, que criou o programa de regularização. Para obter o benefício, os contratos também não podem ser objeto de ação judicial.

Os estudantes que se enquadrarem nessa situação poderão renegociar a dívida, com desconto nos encargos moratórios, nas opções de liquidação: quatro parcelas semestrais, até 31 de dezembro de 2022, ou 24 parcelas mensais, com redução de 60% dos encargos e pagamento a partir de 31 de março de 2021.

Os parcelamentos feitos em 145 ou 175 parcelas mensais terão redução de 40% e 25%, respectivamente, e os pagamentos começam a partir de janeiro de 2021, mantendo-se a data de aniversário do contrato. Caso a solicitação seja feita após a data de aniversário, o primeiro pagamento será em fevereiro. A parcela mínima mensal é de R$ 200.

A opção de pagamento da liquidação em parcela única (saldo integral ou débito vencido), com redução de 100% dos encargos moratórios, não foi prorrogada.

Os estudantes interessados deverão solicitar a renegociação no Banco do Brasil (BB) ou na Caixa, dentro do prazo estipulado, por meio dos canais de atendimento disponibilizados pelo agente financeiro. Com a renegociação, o estudante e seu fiador voltam à condição de adimplência junto ao Fies e os bancos farão a baixa da restrição junto aos órgãos de proteção ao crédito.

Agentes financeiros

Na Caixa, a renegociação pode ser solicitada pelo estudante pelo portal SIFES-Webr. No BB, os estudantes podem realizar a operação via mobile ou nas agências. Para aderir à renegociação pelo APP do BB, basta acessar a opção Soluções de Dívidas, Renegociação Fies, Análise, Simular as condições de parcelamento, e Assinar eletronicamente o termo. A solução está disponível para operações sem fiadores.

Caso a operação seja garantida por fiança convencional ou solidária, existe a obrigatoriedade do comparecimento à agência para assinatura dos fiadores. Os clientes podem obter mais informações pelo App BB, portal www.bb.com.br, whatsApp (61-4004-0001) ou Central de Atendimento BB (0800-729-0001).


A bandeira utilizada como referência para as contas de luz será amarela em janeiro deste 2021. A definição foi tomada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com isso, o preço da energia fica em R$ 1,34 para cada 100 quilowatts consumidos por hora. O valor é menor do que o estabelecido para o mês passado, quando foi ativada a bandeira vermelha, com preço de R$ 6,2 para cada 100 quilowatts consumidos por hora, segundo a Agência Brasil.

O sistema de bandeiras é utilizado para gerir o valor cobrado aos consumidores a partir das condições de geração de energia. Quando o quadro piora, a bandeira pode ser alterada em uma escala de verde, amarela e vermelha. Na mudança para a bandeira amarela, a Agência informou ter identificado melhoria no cenário de produção hidrelétrica com elevação das vazões dos afluentes dos principais reservatórios.(Giro Ipiaú)


O movimento de baianos e turistas nas praias da Bahia foi intenso neste primeiro sábado (2) do ano de 2021. Na maior parte delas, as pessoas não usavam máscaras, medida importante de proteção para evitar a disseminação da Covid-19.

Com sol predominante na maior parte do estado, as pessoas buscaram, além das praias, o banho no Rio São Francisco, em Juazeiro.

Em Morro de São Paulo, que pertence a Ilha de Tinharé, um dos destinos turísticos mais procurados da cidade de Cairu, no baixo sul baiano, as praias estavam cheias. Em alguns trechos, não houve registro de aglomeração, mas os bares e restaurantes que ficam nas proximidades da 1ª Praia ficaram lotados e com aglomeração. Muita gente não usava máscara. Inclusive, as pessoas circulavam próximas uma das outras.

Um casal que estava sentado na areia de uma das praias de Morro de São Paulo, fez parte de uma minoria que optou pelo uso da máscara.


O corpo de um jovem de 23 anos foi encontrado na manhã desta quarta-feira (30) boiando na praia de Campinho, na Península de Maraú. Jackson dos Santos Paiva, segundo a polícia é natural de Paulo Afonso, mas morava em São Paulo. A vítima veio passar o feriado de ano novo na Península e desapareceu na terça-feira, 29, durante um passeio de escuna pelas ilhas da Baía de Camamu.(Barra Grande 24hs)


O Presidente da ANSEF-Salvador, Ivan Luna e o Gerente Administrativo Elias Santos se reuniram na última segunda-feira (28/12/2020) com o empresário João Carlos Cavalcanti. Formado em Geologia, com extensão em Engenharia de Minas pela UFBA, João Cavalcanti acumula grande prestígio por descobertas minerais, onde a mais importante foi a jazida ferrífera em Caetité. Atualmente se dedica à Companhia Vale do Paramim, da qual é presidente.

A reunião teve como objetivo criar uma importante parceria de apoio ao programa FEDERALZINHO, projeto da ANSEF-NACIONAL que promove Ações de Responsabilidade Social, Cidadania e Prevenção aos Jovens. Essa proposta é fundamental para a construção de uma sociedade melhor, apostando na instrução de jovens que são o nosso futuro.

Além disso, o Presidente da ANSEF-Salvador, Ivan Luna, destacou a importância do apoio a delegação da Bahia para participação nos XV Jogos Nacionais de Integração dos Servidores da Polícia Federal (JOIDS) que acontecerão no período de 04 a 14 de novembro de 2021, na cidade de Natal/RN. As conversas também estiveram direcionadas ao relevante apoio aos Jogos de Integração dos Servidores Aposentados da Polícia Federal (JOIAPOF), que serão sediados pela ANSEF-Salvador e acontecerão na cidade de Porto Seguro, com data a ser definida.

Baiano de Caculé, João Cavalcanti entende a necessidade de apoiar projetos tão necessários como os que foram apresentados pela Associação dos Servidores da Polícia Federal em Salvador.

O empresário João Cavalcanti, JC, se dispôs a convocar outros empresários, notadamente do ramo da mineração, a participar com vistas e a ampliar o Programa O FEDERALZINHO de forma a atingir o maior número possível de jovens carentes, das classes C,D e E, de modo a evitar a formação de futuros delinquentes e futuros corruptos, um dos maiores problemas que assola a sociedade brasileira.

“A VIDA NÃO É A VIDA QUE VIVEMOS, A VIDA É A HONRA, É A GLÓRIA, POR ISSO É QUE HÁ MORTOS QUE ESTÃO VIVOS E VIVOS QUE ESTÃO MORTOS” – Victor Hugo – Espírita.


Policiais militares encerraram uma festa irregular que estava sendo realizada na casa de praia da cantora Elba Ramalho, na noite desta terça-feira (29), em Trancoso. Segundo o Alô Alô Bahia, cerca de 400 pessoas participavam do evento.

A casa estava sendo alugada para visitantes de São Paulo. No local, havia diversas pessoas sem máscara de proteção.

De acordo com a publicação, o tenente Édipo Adriel da Paixão de Jesus, comandante da 3ª Cia – Arraial d’Ajuda e Trancoso, confirmou a notícia sobre o encerramento da festa.

Festas e shows estão proibidos em toda a Bahia por decreto do governo estadual como forma de barrar o avanço do coronavírus, que já matou mais de 9 mil pessoas no estado.(Bocão News)