Um pescador encontrou, em alto-mar, uma tartaruga morta com manchas de óleo pelo corpo, na manhã desta sexta-feira (15), em Ilhéus, no sul da Bahia.
Enquanto pescava camarão, o homem acabou achando o animal morto na rede, com fragmentos da substância na cabeça e no casco. Os camarões também estavam sujos de óleo. O pescador levou os animais para a praia da Barra de Itaípe, mas a tartaruga foi levada pela Polícia Ambiental. (G1 Bahia)


O bimotor Cesna Citation 550 de Prefixo PT-LTJ, que caiu nesta quinta-feira (14) próximo da pista de pouso do resort Kiaroa Eco-Luxury Resort, na praia de Barra Grande, distrito de Maraú, na região sul da Bahia, é de propriedade do bilionário brasileiro José João Abdalla Filho, de 74 anos.

O avião deixou uma mulher morta e outros nove feridos. Banqueiro e político, ele é atualmente o nono homem mais rico do Brasil (769 do mundo), conforme informações da revista de negócios Forbes.com. Mais conhecido como Juca Abdalla, ele é dono do Banco Clássico e tem uma fortuna estimada de US$ 3,1 bilhões (R$ 12,9 bilhões).

Em entrevista ao portal R7 por volta das 15h30 desta quinta, Abdalla confirmou que é o proprietário do jatinho. Ele, no entanto, encontra-se na cidade de Nova York e não sabe quem estava à bordo da aeronave. Segundo dados da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave estava com o certificado de aeronavegabilidade em situação regular. Fonte: Barra Grande 24hs.


Em uma ação conjunta da Prefeitura de Itacaré, Câmara de Vereadores, Governo do Estado da Bahia e o deputado estadual Rosemberg Pinto, o governador Rui Costa publicou no Diário Oficial desta quinta-feira o decreto 19.336 considerando de utilidade pública, para fins de desapropriação, o imóvel sede da Fundação Hospitalar de Itacaré, com os bens móveis e benfeitorias nele existentes. Isso significa dizer que o imóvel da Fundação Hospitalar não irá mais a leilão, como estava previsto, e destinará, conforme o decreto, ao funcionamento da Unidade Hospitalar e Ambulatorial de Saúde de Itacaré.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anizio, comemorou a decisão, não somente por garantir a todo o povo do município a permanência do hospital, prestando importantes e relevantes serviços, mas também pela história da Fundação Hospitalar, criada com a missão de salvar vidas e que ao longo desses anos vem garantindo atendimento a todos que procuram esta unidade. E com a desapropriação, a Prefeitura de Itacaré e o Governo da Bahia poderão realizar investimentos, reformas, melhorias e benfeitorias que possam garantir um atendimento cada vez melhor a todo o cidadão.

O prefeito falou da luta de todos para garantir a permanência do hospital, transformando definitivamente numa unidade de atendimento da rede pública, mas fez questão de parabenizar a todas as voluntárias sociais que um dia tiveram o sonho e concretizaram essa missão de criar a Fundação Hospitalar de Itacaré. “Foram tantas mulheres de garra que fizeram desse sonho realidade. Mulheres como Mãe Jú, Dona Geni, Rejane, Cleonice Sá, Dona Zil e tantas outras a quem devemos muita gratidão, respeito e homenagens. A desapropriação é mais uma etapa para que a gente possa melhorar a cada dia o atendimento”, complementou o prefeito.

Fundada em 1970, a Fundação Hospitalar de Itacaré, entidade mantenedora do hospital, vem prestando ao longo desses anos relevantes serviços na área de saúde. Atualmente a entidade conta com o apoio da Prefeitura de Itacaré, que vem garantindo o funcionamento do hospital com a aquisição de equipamentos, materiais, médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e serviços gerais, além das despesas com água, energia e manutenção.

No mês de outubro o prefeito Antônio de Anízio encaminhou à Câmara de Vereadores o projeto de lei declarando de utilidade pública o prédio onde funciona o Hospital de Itacaré e colocando o imóvel com a finalidade de utilização como Unidade Hospitalar. No projeto, que foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, o prefeito justifica a necessidade da permanência do hospital, que durante décadas vem servindo à população, beneficiando os itacareenses e turistas com um serviço tão essencial que é a saúde.


Uma aeronave caiu durante o pouso na pista de um resort em Barra Grande, distrito de Maraú, na região sul da Bahia. Segundo informações o acidente ocorreu pouco depois das 14h. 8 adultos e uma criança estavam no bimotor Cesna Citation 550 de Prefixo PT-LTJ é de propriedade do bilionário brasileiro José João Abdalla Filho, de 74 anos.

De acordo com a Polícia Civil de Maraú, uma mulher ainda não identificada morreu carbonizada dentro do avião, após ficar presa nas ferragens. As outras 9 pessoas estão no Posto de Saúde de Barra Grande aguardando a chegada de uma aeronava da Polícia Militar que fará o transporte das vítimas para Salvador.

Em entrevista ao portal R7 por volta das 15h30 desta quinta, Abdalla confirmou que é o proprietário do jatinho. Ele, no entanto, encontra-se na cidade de Nova York e não sabe quem estava à bordo da aeronave. Segundo dados da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave estava com o certificado de aeronavegabilidade em situação regular. (Site Barra Grande 24h)


O governo Bolsonaro aproveitou a medida provisória do programa Verde Amarelo, que estimula a geração de empregos para jovens no país, para colocar outros temas trabalhistas que já haviam sido debatidos anteriormente, mas que não chegaram a entrar em vigor. Entre eles, está a regulamentação do trabalho aos domingos.

De acordo com a medida, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na segunda-feira, 11, todos os trabalhadores poderão trabalhar aos domingos quando demandados pelos empregadores, sendo que deverá haver folga em pelo menos um domingo a cada quatro para aqueles dos setores de comércio e serviço, e um domingo a cada sete, para os da indústria. A MP também autoriza o trabalho aos feriados.

De acordo com o texto, as horas trabalhadas nos domingos e feriados deverão ser remuneradas em dobro, a não ser que os empregadores determinem outro dia de folga compensatória. A projeção do governo é de que essa autorização possibilite a criação de 500 mil empregos até 2022.

A MP regulamenta ainda o trabalho aos sábados nos bancos. O texto estabelece que a jornada diária de seis horas de trabalho vale apenas para os bancários que trabalham nos caixas em atendimento ao público. Para os demais trabalhadores das instituições financeiras, a jornada ordinária é de oito horas. Por se tratar de uma medida provisória, as regras já estão em vigor, mas ainda precisam passar por votações na Câmara e no Senado.


O Txai Itacaré, membro do restrito grupo de hotéis Relais&Châteaux, está na paradisíaca praia de Itacarezinho, ao sul da Bahia. Em meio a 100 hectares de Mata Atlântica nativa, 38 charmosos bangalôs contam com deck de madeira suspenso, revelando a exclusividade do premiado resort.  A gastronomia, arquitetura e até o aclamado SPA Shamash Healing são convites para um verdadeiro mergulho na cultura e beleza local.

Txaitaruga

O projeto nasceu junto com o resort e tem como missão a preservação de tartarugas marinhas que estão ameaçadas de extinção e desovam na região. Durante todo o ano, uma equipe de profissionais capacitados realiza o monitoramento das praias, cuidando dos ninhos e contribuindo para a manutenção das espécies. Desde 2004, mais de 60 mil tartaruguinhas foram amparadas. Um detalhe interessante é que durante a noite grande parte do Txai Itacaré fica no escuro para ajudar na desova.

O Instituto Companheiros do Txai ajuda a preservar os recursos naturais da região para as futuras gerações com essa e outras ações socioambientais voltadas ao desenvolvimento consciente da comunidade.

Um ninho para chamar de seu

O projeto Txaitaruga, é uma parceria entre Txai Resort Itacaré a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC-BA) e com o TAMAR permite a adoção de um ninho de tartarugas por hóspedes e não hóspedes. Sim, é possível, por exemplo, presentear alguém querido com um ninho. Há certificado de adoção e todos os detalhes sobre as tartaruguinhas. Informações sobre o desenvolvimento dos ovos e o nascimento são enviadas ao adotante, além de fotos muito fofas, feito com carinho e de maneira artesenal por mulheres que moram em comunidades tradicionais localizadas no entorno do Txai Itacaré.

Saiba mais: www.txairesorts.com/#projetos_sociais


Bolsonaro assina MP e acaba com o Dpvat em todo país 1

Bolsonaro assina MP e acaba com o Dpvat em todo país. O presidente Jair Bolsonaro assinou ontem (11) medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o chamado Dpvat. De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a Seguradora Líder, permanecerá até 31 de dezembro de 2025 como responsável pelos procedimentos de cobertura dos sinistros ocorridos até a da de 31 de dezembro deste ano.