Conscientizar toda a comunidade para as atitudes positivas e responsáveis que cada cidadão itecareense deverá adotar na sua comunidade, grupos sociais e empresas para evitar a proliferação do Covid 19 no município. Esse foi o principal objetivo da capacitação sobre “Boas Práticas Contra o Coronavírus”, proferida na manhã desta segunda-feira (29), no Sítio Paraiso, pela farmacêutica e empresária Adriana Linhares, especialista em gestão de qualidade e consultora da BSA Consultoria Empresarial.

A capacitação foi promovida pelos segmentos empresariais da cidade, com o apoio da Prefeitura de Itacaré, e contou com a presença de lideranças comunitárias, agentes de saúde, representantes da Câmara de Vereadores e dos conselhos municipais, agricultores e dirigentes de associações de moradores. A proposta da palestra, segundo informou a empresária Cida Aguilar Lima, foi orientar e conscientizar pessoas que lidam diretamente com a comunidade para que sejam agentes multiplicadores de todas as praticas e medidas que devem ser adotadas para evitar a proliferação da doença.

Durante a capacitação foram transmitidas informações como a importância de lavar as mãos frequentemente com sabonete e o uso do álcool gel, manter uma distância segura entre as pessoas, ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço, que deve ser descartado imediatamente, evitar aglomerações e, principalmente, usar máscaras corretamente. Também é preciso evitar cumprimentos com as mãos, com beijos e abraços e também reavaliar agendas de viagens e reuniões.

Já na parte da tarde, também na Pousada Sítio Paraíso, a capacitação foi destinada aos segmentos ligados ao comércio e serviços, como forma de orientar a todos os profissionais dessas áreas sobre as práticas que devem ser adotadas nesse período de pandemia para evitar o contagio do coronavírus. A meta é capacitar cada vez mais profissionais que atuam nessas áreas.

O objetivo foi já preparar os empresários e trabalhadores desses segmentos para que se organizem dentro dos protocolos de segurança e proteção com vistas a abertura do comércio em Itacaré. A Prefeitura, através do Comitê de Monitoramento, e as entidades ligadas ao turismo, comércio e serviços, já estão discutindo e finalizando os protocolos de prevenção para que em muito breve seja possível garantir o funcionamento das empresas de forma segura e sem oferecer maiores riscos de contaminação aos trabalhadores e clientes.


O Governo da Bahia recredenciou, por mais oito anos, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), situada no município de Ilhéus. O Decreto nº 19.783 foi publicado no Diário Oficial do Estado, edição do dia 26, De acordo com Lei Federal nº 9.394/1996, a Constituição do Estado da Bahia e na forma do Parecer do Conselho Estadual de Educação – CEE nº 14/2020, que foi publicado no dia 01 de fevereiro deste ano. O recredenciamento estimula as estratégias adotadas na qualificação e ampliação da Graduação. Atualmente a Uesc oferece 33 cursos em Bacharelados e Licenciaturas e tem procurado efetivar a permanência dos seus alunos com políticas afirmativas que beneficiam os estudantes e a sociedade de modo geral. Igualmente, solidifica e possibilita a expansão dos atuais 42 cursos de pós-graduação – lato sensu e stricto sensu – incluindo oito programas unificados (Mestrado e Doutorado). A Uesc possui convênios com Universidades de 14 países, além de acordos e afiliação com outras Instituições de Ensino Superior brasileiras e supranacionais com vistas a internacionalização institucional. O recredenciamento, além de representar a valorização e a garantia de um ensino superior gratuito e de qualidade, possibilita aprofundar ainda mais o relacionamento com as comunidades no seu entorno, não apenas com os seus gestores, mas, principalmente, com segmentos da população socialmente fragilizada, mediante a implementação de projetos de ação continuada, temporária, programas governamentais e conveniados. Através das suas ações a Uesc se consolida como instituição irradiadora do desenvolvimento econômico e social no Sul da Bahia.


A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica informa que neste domingoo (28/06) 04 pacientes se encontram recuperados da COVID -19 e novos 10 casos testaram positivo. Ubaitaba registra atualmente 154 casos positivos de Coronavírus (sendo 53 recuperados, 03 óbitos e 98 ativos, sendo 03 deles internados), já são 246 descartados e 52 aguardam resultados. As medidas necessárias para contenção do vírus já foram tomadas, é de suma importância segui-las para evitar novas contaminações. Lembre-se a responsabilidade social é de todos, por isso, faça sua parte, siga as recomendações preventivas das autoridades de saúde. Evite aglomerações na rua e em casa. Sua vida é prioridade!  Em caso de suspeita ligue: 98141-9863. Em caso de denúncias de aglomerações ligue: 3230-2587.(Aleilton Oliveira Ubaitaba.com/ ComunikaTV)

 



Na última quinta-feira, 25, a prefeitura de Ubaitaba publicou decreto informando fechamento do comércio para a próxima segunda-feira, 25, na justificativa de conter o avanço de casos do  novo coronavíus em Ubaitaba que agora já somam 144 confirmações. Mas, os comerciantes inconformados com a situação, do comércio que já está bastante fragilizado desde o início dessa pandemia, procuraram a prefeita Suka Carneiro (PSB) para tentar resolver a situação e barrar o fechamento do comércio.

Em reunião, a prefeita e representantes do comércio, além do secretário de Administração Leilson e da Secretária de Saúde Lindinalva, chegaram a um acordo. E a prefeitura suspendeu o fechamento do comércio que já estava decretado para a próxima segunda-feira, 29.

Ficou acordado que o comércio de Ubaitaba irá funcionar na próxima semana normalmente,   até as 15h,   com as mesmas regras vigentes até o momento, e a partir do próximo sábado, dia 04 de Julho, a partir das 15h, haverá um lockdown com decretação de fechamento total do comércio, inclusive de essenciais como supermercados até o dia 11 de Julho. Só terão a permissão para funcionar as farmácias e os postos de combustíveis. Todos os outros essenciais que já havia sido liberado, não irão funcionar por 09 dias.

De acordo Leilon Oliveira, secretário de Administração, essa medida, foi analisada pela prefeita e chegaram a uma conclusão que foi a melhor solução já que  o decreto que já havia sido publicado na última quinta-feira, 26, não proibia todo o comércio de funcionar.  Além  de que os próprios comerciantes terem proposto fechar tudo, já que uns abertos e outros não tem gerado muitas críticas da própria população.

Algumas cidades, como Ibirapitanga já adotou postura semelhante de fechamento total do comércio por um determinado período.

População dividida sobre decisão

Temos acompanhado as redes sociais de Ubaitaba e pudemos perceber que a decisão em fechar o comércio ou deixar aberto, sempre gera polêmicas. Inclusive, vemos, por diversas vezes as pessoas criticando duramente os comerciantes que tem lutado pela sobrevivência do seu comércio e pela manutenção dele aberto, mesmo nesse momento de pandemia. Alguns tem chamado de abutres, que só ligam para o próprio bolso e outros adjetivos do tipo.

Mais uma vez os comerciantes se reuniram com a prefeitura. (Foto da primeira reunião em abril)

Mas, em nossa opinião, é que manter o comércio aberto ou fechado, não é uma decisão fácil, nem de um lado e nem de outro, pois todos que estão trabalhando, sabem que estão mais expostos e dos riscos que estão correndo, da contaminação. Por outro lado, sabemos que os comerciantes tem lutado pela sua própria sobrevivência e de seus funcionários, porque vivemos numa cidade pequena e todos os comerciantes da cidade são na verdade micro empresários ou empreendedores individuais e o fechamento prolongado do comércio pode indicar inclusive o fechamento definitivo de suas portas.

Sabemos ainda que uma empresa que quebra pode se recuperar, mas uma vida não. Mas, julgar as pessoa que também estão lutando pelo seu sustento não deveria ser tão simples assim. Pois cada um sabe a dificuldade que é manter um pequeno comércio e as vezes quantos anos de vida se dedicaram a esse projeto, por isso,  os comerciantes também tem lutado para ter o seu lado ouvido.

Além disso, não acreditamos que estejam preocupados apenas com seu bolso, claro que a questão financeira conta e muito, mas muitos, estão também preocupados com a família de seus funcionários que dependem deles e não é uma decisão fácil para ninguém demitir um pai de família.

Portanto, em nossa humildade opinião, xingar os comerciantes, de forma grosseira, como temos visto, não é justo. Claro que todos estamos preocupados com essa pandemia e queremos de alguma forma contribuir para  o combater a disseminação, mas queremos pedir a todos  que também se coloquem no lugar do outro. Precisamos ver  que tudo tem diversos lados, não apenas o meu, ou o seu lado. E vamos seguir no caminho da compreensão pois o comércio de Ubaitaba é a mola propulsora para tudo que acontece na cidade inclusive, quando qualquer pessoa precisa e bate na porta da prefeitura e não encontra apoio é no comércio de Ubaitaba que vão buscar ajuda e, quase sempre, obtem esse apoio. E no mais, vamos todos unidos lutar pela vida! (Aleilton Oliveira Ubaitaba.com/ ComunikaTV)


Uma revoada de louva-a-deus surpreendeu moradores da praia de Subaúma, que fica na cidade de Entre Rios, no litoral norte da Bahia. Os moradores da localidade gravaram a passagem dos insetos por cima das casas. Eles acreditaram que era uma nuvem de gafanhotos que atingiu o Uruguai, nesta semana. Segundo a prefeitura de Entre Rios, os louva-deus não causaram danos e seguiram em direção ao mar. (Brumado Urgente)


A prefeitura da cidade de Gandu, no sul da Bahia, decretou a proibição das atividades não-essenciais e circulação de pessoas e veículos, o chamado lockdown, para conter o avanço do coronavírus. A medida será válida a partir de 2 de julho. O lockdown será válido até dia 8 do mesmo mês. As únicas atividades que terão funcionamento permitido são farmácias, clínicas médicas, laboratórios, postos de combustíveis e serviços de delivery.

Carros oficiais e de urgência e emergência também terão liberação para circulação. As atividades comerciais de serviços não essenciais já estão suspensas em Gandu há cerca de uma semana, por recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Outras medidas preventivas já haviam sido adotadas no município, como barreiras sanitárias e o toque de recolher, que começou no dia 4 de junho e segue até a terça-feira (30). *Com informações do G1



Novo decreto da Prefeitura de Ubaitaba suspende o funcionamento do comércio não essencial de Ubaitaba por quinze dias. O decreto determina fechamento total  a partir da próxima segunda-feira, 29, incluindo a feira livre. O  também suspende  eventos, reuniões, festas, academias, bares e demais serviços.

Ficando autorizado somente os serviços essenciais como supermercados, padarias, farmácias, postos de combustíveis, clínicas médicas, laboratórios clínicos, consultório odontológico e empresas de compras de cacau. Os estabelecimentos bancários  e casas lotéricas poderão funcionar, mas os serviços se restringirá a pagamentos de benefícios sociais e deverá manter o auto atendimento para os demais serviços.

As empresas como petshop que comercializam exclusivamente alimentos e medicamentos para animais, casas de ração e as que trabalham exclusivamente com produtos de limpeza e borracharias também ficaram autorizadas a funcionar.

O comércio em geral sofreu mudanças nos horários de funcionamento. Supermercados só irão funcionar até as 15h de segunda a sábado. Padarias até 20h todos os dias. Farmácias e postos de combustíveis também poderão ficar abertas todos os dias, mas em horário comercialClínicas e laboratórios até as 15hAs demais empresas autorizadas a funcionar ficarão abertas até as 12h de segunda a sexta.  (TV Comunika)

Clique   para ver o decreto