O Brasil registrou entre janeiro e abril de 2015 quase 2 mil casos confirmados de infecção pelo vírus chikungunya, que circula no país desde setembro de 2014 e é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo vetor da dengue, doença que já registrou 745,9 mil ocorrências apenas neste ano. A infecção pelo vírus chikungunya provoca sintomas parecidos com os da dengue, porém causa mais dor e tem menor índice de mortalidade. Levantamento feito pelo G1 em todas as Secretarias Estaduais de Saúde aponta que de 1º de janeiro a 30 de abril foram confirmados 1.978 casos de chikungunya em 12 estados mais o Distrito Federal. Destes, 1.949 ocorreram na Bahia e no Amapá, o que corresponde a 98,5%. O total nacional deste ano pode ser ainda maior pois há muitos exames clínicos que não foram concluídos. No período citado, foram notificadas 9.691 suspeitas da doença. Do total já confirmado, 1.935 são autóctones, ou seja, a transmissão aconteceu dentro do estado ou município. Outros 40 casos são considerados importados (doença foi adquirida fora do estado ou município). Apenas três ocorrências, todas do Amapá, não tiveram sua origem definida. Se somados os dados de 2015 com os números de setembro a dezembro de 2014, o total de infectados salta para 4.987. Desse montante, 4.765 são autóctones. Dados do Ministério da Saúde apontam um número menor de doentes. Segundo o último balanço da pasta, que contabilizou casos de janeiro até 18 de abril, foram 1.688 confirmações autóctones. Desde setembro, foram 4.461 ocorrências.


Um ladrão se deu mal depois que tentou assaltar a Planeta Kids, loja de roupa infantil localizada no comércio de Ilhéus, hoje por volta das 12hs. O ladrão acabou sendo dominado por um policial a paisana durante o assalto.

Os policiais da Peto 68 chegaram em 5 minutos fazendo a apreensão dos pertencentes roubados e encaminhou o ex-presidiário que recebeu indulto no dia das Mães, para a delegacia. Os comerciantes alegam que o cidadão fez ronda durante o dia no comércio, sempre de bicicleta. (Ilhéus 24hrs)


Um homem de 33 anos foi preso, na madrugada desta terça-feira (5), após tentar roubar uma casa na Rua 2, no Jardim Goiás, em Goiânia.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), Ângelo Caibar Schutel Hoffmany tentou invadir a residência, mas levou um choque na cerca elétrica e ficou preso em cima do muro.

O suspeito foi encontrado pelo morador da casa, que acordou com o barulho e acionou a PM. Ângelo foi resgatado pelo Corpo de Bombeiro e encaminhado para o Cais do Jardim Novo Mundo. (folhaz.com.br/)

homem_fica_preso_em_grade_ao_tentar_roubar_casa_em_goias


Com o objetivo de fortalecer a causa protecionista na Bahia, o deputado estadual Marcell Moraes (PV) reuniu-se com representantes da ONG Anjo Azul de Itacaré, para discutir sobre as questões de proteção animal da cidade. Durante a reunião, Marcell articulou com os protetores, estratégias e soluções para as problemáticas da causa animal na cidade. Também foi discutido com Soeli Castilho e Ana Laura, representantes da ONG, e com os membros do PV de Itacaré, Leo Janicsek e Beto Archanjo, o trabalho que o deputado Marcell Moraes vem desempenhando na Assembleia contra os maus-tratos à animais e a promoção da saúde dos mesmos. (Verdinho)


Foi realizada nesta sexta-feira(08), a segunda instrução, no comando do Major Rocha, do Pelotão de Emprego Tático Operacional – PETO da 72ª CIPM/Itacaré. O treinamento foi realizado no 2º Batalhão da Policia Militar em Ilhéus, sob a orientação do Asp Silveira, comandante do PETO, auxiliado pelos Asp Thiago da 68º CIPM e Asp Albérico da 71 CIPM.

Essa jornada visa qualificar cada vez mais os Policiais Militares de Itacaré para melhor atender a comunidade, com aprimoramentos de táticas e técnicas militares. O PETO vem realizando um excelente trabalho em Itacaré e região, sendo elogiado por toda a comunidade.

peto_de_itacare2

]peto_de_itacare3


Após a juíza Márcia Simões Costa, da Vara Crime de Ruy Barbosa publicar a sentença do processo que envolve os integrantes da banda New Hit, um dos advogados do grupo, Rogério Mattos, concedeu entrevista ao site Bocão News, na tarde desta quinta-feira (8). Mesmo com a decisão que condena, cada um dos 11 envolvidos a 11 anos de prisão, Mattos explica que cabe recurso e que, por isso, todos os integrantes continuarão em liberdade. “Respeito a sentença, porém não concordo com os termos dela. O próximo passo será submeter a sentença à apreciação do Tribunal de Justiça via recurso de apelação, que é o julgamento acerca da setença por um grupo de desembargadores”, explicou.

Ainda conforme o advogado, os integrantes continuarão em liberdade “porque não existe o trânsito em julgado, que ocorre quando não cabe mais recurso. Neste caso, há ainda mais duas instâncias à recorrer, caso o TJ mantenha a decisão”, afirma.

Os réus

Alan Aragão Trigueiros, Carlos Frederico Santos de Aragão, Edson Bomfim Berhends Santos, Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, Guilherme Augusto Campos Silva, Jefferson Pinto dos Santos, Jhon Ghendow de Souza Silva, Michel Melo de Almeida, Wenslen Danilo Borges Lopes e Willian Ricardo de Farias foram condenados, cada um deles, a 11 anos e oito meses de reclusão. O regime de cumprimento da pena para todos os acusados deverá ser inicialmente fechado.

Segundo a sentença, “os acusados se encontram em liberdade, tendo acorrido a todos os chamamentos que a eles foram endereçados, razão pela qual, à míngua dos motivos autorizadores da custódia cautelar, concedo-lhes a benesse de aguardarem em liberdade o trânsito em julgado da sentença”.

Durante o processo, além das duas vítimas e dez acusados, foram ouvidas 12 testemunhas arroladas pela acusação, por meio do Ministério Público, e 53 testemunha de defesa.

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público, na madrugada do dia 26 de agosto de 2012, no centro da cidade, eles teriam abusado “sexualmente das adolescentes Vitória e Vanessa, ambas de 16 (dezesseis) anos de idade, à época dos fatos, com elas praticando, mediante extrema violência, por repetidas vezes e em alternância, conjunção carnal e atos libidinosos diversos, em razão do que foram presos em flagrante”. (Bocão News)