Os interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem até esta quarta-feira, 10, para pagar a taxa de R$ 63 e assim confirmar a inscrição. O pagamento deve ser feito até as 21h59, no horário de Brasília. As provas estão marcadas para os dias 24 e 25 de outubro.

“Quanto mais cedo a pessoa pagar, melhor é, porque evita qualquer tipo de problema”, orienta o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro. “Imagine por exemplo que a pessoa esteja querendo pagar e perde a conexão de linha ou falta a luz e não consegue pagar. Ela não terá chance. Isso não é justificativa.”

De acordo com Ministério da Educação (MEC), cerca de 8,5 milhões de pessoas se inscreveram nesta edição do Enem – 3,4 milhões devem pagar a taxa. O número equivale a 40,2% dos inscritos. (Mariana Tokarnia | Agência Brasil)


Aconteceu nesta segunda-feira (08), na quadra do Colégio Manoel Castro, na Pituba, a Audiência Pública para apreciação e discussão do Plano Municipal de Educação do município de Itacaré, com a participação efetiva da comunidade escolar, sociedade civil e poder público. Este foi mais um passo para a conclusão dos trabalhos do PME que segue agora para a aprovação da Câmara Municipal de Vereadores.

O Plano Municipal de Educação é o documento base que serve de instrumento para que se estabeleça metas para os próximos dez anos para o setor, dentro do segmento da Educação, em cumprimento à Lei Federal 13.005/14, que criou o Plano Nacional de Educação (PNE). Pela legislação, cada município tem até o dia 25 de junho deste ano para aprovar o seu PME, que estabelece metas para a Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Técnico Profissionalizante, Ensino Superior e Pós-graduação (Stricto Sensu), englobando as redes municipal, estadual e particular.

IMG-20150608-WA0002

plano_municipal_de_educacao_02


O preço médio da gasolina em Salvador está em R$ 3,340, bem abaixo do preço cobrado no Estado, de R$ 3,473, e mais distante ainda do preço máximo de R$ 3,909 cobrado no município de Porto Seguro, no Extremo Sul do Estado. O que acontece nos dois postos de combustíveis, contudo, é uma exceção no mercado consumidor, tanto de Salvador como no interior do Estado. A gasolina na Bahia está entre as cinco mais caras do País, conforme relatório da Agência Nacional de Petróleo (ANP) divulgado entre os dias 24 e 30 de maio último. Enquanto o preço médio no Brasil estava custando R$ 3,455, em Salvador ela chega a custar R$ 3,590. O Estado da Bahia fica atrás apenas do Rio de Janeiro, que tem o preço máximo de R$ 4,519, Pará (R$ 4,180), Acre e Amazonas (R$ 4,100). O Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniência do Estado da Bahia (Sindicombustível) culpa a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) que alcança 30%, colocando o Estado na segunda posição com maior taxa de impostos. Segundo o presidente do Sindicombustível, José Augusto Costa, “a Bahia tem a maior carga de impostos sobre a distribuição de gasolina no Brasil e os postos apenas cumprem uma lei de preços que não é ditada por eles”, diz. Quando se verifica o preço mínimo cobrado nos postos fiscalizados pela ANP na Bahia, observa-se que a gasolina mais barata é vendida em Cadeias, na Região Metropolitana de Salvador, a R$ 2,970 o litro. Já a mais cara é vendida em Porto Seguro, no Extremo Sul do estado, a R$ 3,990 o litro. A ANP fiscalizou os preços de combustíveis em postos de abastecimento em 34 dos 417 municípios da Bahia, entre 25 e 30 de Maio. *Informações do Tribuna da Bahia.


O Enem 2015 (Exame Nacional do Ensino Médio) teve 8.478.096 de estudantes pré-inscritos, segundo balanço do MEC (Ministério da Educação). O número é 10,67% menor que em 2014 e quebra uma sequência de recordes que era registrada desde 2008. As inscrições para as provas deste ano foram encerradas na sexta-feira (5). Agora, os candidatos ainda têm até 21h59 de quarta-feira (10) para pagar a taxa de inscrição nas agências do Banco do Brasil ou dos Correios (Banco Postal). A inscrição só é considerada confirmada quando o pagamento é feito ou caso o candidato tenha obtido a isenção da taxa. As provas ocorrerão em 24 e 25 de outubro.
Sequência de recordes – Ainda que todos os pré-inscritos confirmassem a inscrição, o Enem 2015 quebra uma sequência de recordes. No ano passado, o sistema teve 9.490.952 candidatos pré-inscritos e 8.722.356 deles confirmaram a inscrição. O número não pode ser alcançado pelos 8,4 milhões de pré-inscritos na atual edição. A sequência de alta vinha desde 2008, ano com 4.004.715 inscrições confirmadas, contra 3.568.592 em 2007, ano que apresentou queda em relação à 2006, que teve 3.731.925 inscritos. Desde 1998, quando o Enem foi criado, também houve queda em 2004. Naquele ano, o total de candidatos (1.547.094) caiu 17,55% em relação ao ano de 2003 (1.876.387 inscritos).Isenção da taxa – O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirmou que o aumento da taxa de inscrição do Enem, de R$ 35 para R$ 63, não influenciou a queda no número de inscritos. “Não houve exclusão do Enem por causa da taxa”, afirmou ele. Segundo ele, a hipótese mais provável foi que as pessoas que iriam declarar carência decidiram adiar sua inscrição no Enem. “Onde tivemos redução mais significativa são os que justificam carência para não pagarem a taxa.” O ministro afirmou que houve debate sobre os efeitos do aumento da taxa, mas disse que o aumento é relativo. “É barato se comparado com taxas de vestibular. Tínhamos esse receio, mas pelo visto esse receio não era procedente. Podemos ficar em principio tranquilizados de reduzir a taxa de desperdício de provas.”

Novas regras – Com a mudança na regra da isenção, aumentou o número de candidatos pagantes do Enem e do número de concluintes. A redução foi na quantidade de candidatos carentes Nesta edição, 40,2% estão nessa condição, contra 32,4% no Enem 2014 e 38,9% no Enem 2013, segundo os dados divulgados pelo MEC. A quantidade de candidatos isentos também cresceu, apesar de em uma taxa menor: em 2015, 15,9% dos inscritos são isentos, contra 15% em 2014 e 14,7% em 2013. Já o número de candidatos que se tiveram a declaração de carência aceita pelo Inep caiu. Neste ano, eles representam 43,9% do total. No ano passado, eram 52,5% e, no ano retrasado, eles somaram 46,4% do total de inscritos.
Última hora – O sistema ficou aberto durante 12 dias, mas o ritmo de inscrições foi duas vezes maior na reta final do prazo. Durante os dez primeiros dias inteiros – entre a abertura das inscrições, às 10h de 25 de maio, e as 10h de quinta (4) –, 5,8 milhões de pessoas fizeram a pré-inscrição no site, o equivalente a uma média de 24 mil inscrições por hora. Já nos últimos dois dias – entre as 10h de quinta e as 17h desta sexta –, 1,7 milhão de candidatos finalizaram o cadastro no site. Nesse período, a média foi de 54 mil novas inscrições por hora. Segundo Soares, o sistema do Enem foi feito para suportar uma grande demanda de usuários, para garantir que todos possam completar a inscrição. Uma grande parte dos candidatos fizeram a inscrição no último dia. “Na última hora recebemos 162 mil inscrições. Nas últimas 14 horas, 1,9 milhão de pessoas. É claro que ocorreram dificuldades pontuais. Mas sistema que atende a esse número é sistema que foi preparado para atender de forma adequada a todo mundo. Nas redes sociais, uma dificuldade é magnificada”, afirmou o presidente do Inep.
Inscrições por região – De acordo com os dados do MEC, a região que mais teve pré-inscritos no Enem 2015 foi a Nordeste, com 36,67% do total. Em seguida vem a Região Norte, com 31,50% do total de pré-inscritos. A Região Sudeste responde por 12,04% do total, a Região Sul teve 10,51% dos pré-inscritos, e a Região Centro-Oeste representa 9,29% dos 8,4 milhões de inscritos. “Nós temos a predominância de inscritos na Região Nordeste, na Região Norte, com grande números de inscritos”, afirmou o presidente do Inep, Francisco Soares. “Isso é muito estável no Enem. O Inep e o MEC têm muita preocupação e sempre busca obter esses dados porque é política pública.” Em números absolutos, porém, o estado com a maior quantidade de pré-inscritos é São Paulo, com 1.390.297 candidatos. (G1)


Seis elementos armados assaltaram na tarde desta terça feira (09), o Ciretran, órgão vinculado ao Detran – Departamento de Trânsito da Bahia, de Ilhéus. De acordo com informações, os homens utilizaram um veículo modelo Saveiro, cor prata. Quatro dos bandidos adentram no órgão com revólveres calibre 38, e dois ficaram do lado de fora. Os criminosos seguiram sentido Uruçuca. Os assaltantes levaram o cofre do Banco do Brasil, que fica anexo ao local. A quantia roubada foi de 21 mil reais. Segundo testemunhas, os funcionários tiveram que ajudar os criminosos a colocar o cofre no compartimento do veículo. A caminhonete usada por eles foi encontrada abandonada na BA-001. Ninguém foi preso até o momento. *Informações Ilhéus24h.


Com resultado surpreendente, 244 de um total de 450 votos, 54% de nossos internautas é a favor que o ex-prefeito Antônio de Anísio dispute as próximas eleições para prefeito em Itacaré. Já 165 dos votantes não querem que tanto o ex-prefeito Antônio de Anísio quanto o atual prefeito Jarbas possam disputar as eleições.

Vale ressaltar que o Prefeito Jarbas e o ex-prefeito Antônio de Anísio estão inelegível por 08 anos, ou seja até 2023, por terem contas reprovadas pela Câmara de vereadores de Itacaré.

enquete_do_itacare-urgente

 

 

 

 

 

 


O site do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) foi hackeado na tarde deste domingo (7). Ao abrir a página do parlamentar, apareciam as cores do arco-íris e uma mensagem contra ele. O G1 procurou a assessoria de Feliciano, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem. Por volta das 16h55, o site estava fora do ar. Em 2013, Marco Feliciano envolveu-se em polêmicas ao assumir a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados sob protestos, principalmente, de entidades que defendem os direitos dos homossexuais. Neste domingo, na página do deputado, uma montagem com imagem semelhante à de Jesus foi publicada e o rosto do parlamentar estava em uma das mãos. Segundo mensagem publicada no site, o grupo “ProtoWave” foi o responsável por hacekar a página. (Voz da Bahia)