Sem chover a mais de um mês,  Itacaré volta a sofrer com a falta de abastecimento de Água tratada no município, que a duas semana está sendo racionada. Segundo informações, o Rio Ribeira, principal fonte de captação está praticamente seco e sem condições de captação, e a alternativa encontrada pela EMBASA, foi captar água do Rio Jeribucaçú distante cerca de 8 km da Estação de Tratamento em Itacaré.

 Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) vem escondendo o problema da população, e trata do assunto como se fosse uma normalidade, causa aflição para as donas de casa, para comerciantes e para toda cidade. São inúmeras as reclamações da população, que sem o mínimo de satisfação sofre ao forte calor e procura desesperadamente uma saída para o problema.

Deixamos aqui nosso espaço aberto para possíveis esclarecimento da EMBASA sobre o racionamento e a falta de água em Itacaré.


Um homem suspeito de estuprar a filha de quatro anos foi morto a tiros na tarde de terça-feira (1°), na cidade de Itabuna. De acordo com a Polícia Civil, ele havia sido denunciado pela mãe da criança após um vídeo em que ele supostamente estuprava a filha circular na cidade pelo aplicativo de mensagens WhatsApp. O titular da Delegacia de Homicídios de Itabuna, Marlos Macedo, disse ao G1 que Rodrigo José Silva, conhecido como “Rodrigo Gago”, foi baleado com vários tiros no bairro Nova Ferradas e levado para o Hospital Base de Itabuna, onde morreu. “Seis indivíduos são suspeitos. O indicativo é de que a ordem de matar veio de detentos do presídio de Itabuna”, informa o delegado. A polícia ainda realiza buscas pelos suspeitos. Ainda segundo o delegado, no vídeo em que o homem supostamente estupra a filha, o rosto do suspeito não aparece nas imagens, mas ainda assim a mãe conseguiu reconhecer o pai da vítima. A denúncia de estupro foi feita à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) da cidade. (Giro em Ipiaú)

Fotos que seriam do corpo de Rian Brito, neto do humorista Chico Anysio, começaram a circular nas redes sociais. Nas imagens, as equipes de resgate aparecem junto ao corpo do jovem de 25 anos na praia de Quissamã, no Rio de Janeiro. Quatro fotos estão sendo compartilhadas na rede social – uma delas foi feita por um fotógrafo profissional, enquanto as outras três exibem o corpo de Rian e ainda tem a autoria desconhecida.

Segundo o jornal Extra, as imagens começaram a circular inicialmente em grupos de militares no aplicativo WhatsApp. A atitude foi repudiada pelo Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, que garantiu que vai abrir uma investigação sobre o vazamento das fotos. Os internautas também se mostraram revoltados com a divulgação e compartilhamento das imagens. “Essa gente não tem respeito”, comentou um rapaz no Twitter. “Já tem caboclo compartilhando as fotos do corpo do neto Chico Anísio pelo Whatsapp? A sociedade está realmente doente, viu?!”, lamentou outro. “O ser humano anda retardando, só pode! Já tem fotos circulando na internet do corpo do Rian Brito.É a humanidade a largos passos para trás!”, disse outra internauta.

corpo-neto-chico-2

O caso é semelhante ao vazamento das fotos de Cristiane Araújo e a namorada dele, Alana Moraes. No dia seguinte ao acidente que vitimou o casal, imagens do resgate dos corpos deles e da preparação do cadáver do sertanejo para o velório caíram nas redes sociais.

As últimas fotos foram feitas dentro da clínica responsável pelo embalsamento do corpo de Cristiano. Os responsáveis pelas imagens foram indiciados pelo crime de vilipêndio de cadáver. (Correio 24hrs)


“A FÉ RESTAURADA” – Esta é uma Campanha em pró da restauração dos três altares da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo em Itacaré, que segue a todo vapor. Este é o maior bem histórico, cultural, religioso e artístico da Cidade de Itacaré, merece nosso respeito e cuidado. Por essa razão, a comunidade está se mobilizando de todas as formas possíveis para custear a reforma dos altares que tem mais de 292 anos. A restauração já teve início, mas necessita de recurso financeiro para concluir essa necessária intervenção. O projeto está orçado em R$ 300.000,00 (trezentos mil reais), com custo mensal só de mão de obra de R$ 12.000,00 (doze mil reais). A campanha não conta com patrocínio governamental ou empresarial. Tendo apoio da comunidade, moradores, visitantes e amigos de Itacaré.

Dê sua contribuição para que as novas gerações aprendam sobre sua história e a importância de preservá-la para as gerações futuras.

Faça sua doação através do BANCO DO BRASIL
Agencia: 4105-x
Conta Corrente: 7034-3
Ou na Secretaria da Paroquia

Saiba mais sobre a História da Igreja Católica de Sao Miguel Arcanjo de Itacaré.

Por volta do ano de 1720, o Jesuíta Luis da Grã ergueu uma capela sob a invocação de São Miguel, batizando a localidade com o nome de São Miguel da Barra do Rio de Contas. Ainda assim, o povoado só se tornaria um município em 1732, por obra e graça da Condessa do Resende – Dona Maria Athaíde e Castro. A Condessa era a donatária da capitania de Ilhéus e, em 26 de janeiro, elevou Itacaré à categoria de município.

Os principais monumentos históricos de Itacaré são a Casa dos Jesuítas e a Igreja Matriz (1723), primeiro bem oficialmente tombado pelo Instituto do Patrimônio Ambiental e Cultural da Bahia (IPAC). Com quase 300 anos a igreja de Itacaré, cujo padroeiro é São Miguel Arcanjo, dispõe de oratório rococó, com imagens de São Miguel, São Sebastião, Santo Antônio e Senhor dos Passos. Em alvenaria mista, a edificação tem capela-mor com sacristia, andar superior com coro, galeria e sala do consistório.

Entre 1890 e 1940 o município cresceu muito graças ao cacau. A cidade foi a principal rota de escoamento da produção cacaueira, mas nos anos 40 o porto da cidade assoreou e a cidade ficou isolada porque as estradas eram muito ruins, esse isolamento impossibilitou o crescimento até a construção da Estrada Ilhéus-Itacaré em 1998.


Uma escola pública do Distrito Federal confeccionou 60 uniformes com erro ortográfico e vendeu pelo menos 15 deles ao longo desta semana, quando as aulas tiveram início na rede pública. Ao invés de “Centro de Ensino Médio Ave Branca de Taguatinga” está escrito, no verso, “Cetro de Ensino Médio Ave Branca de Taguatinga”. O colégio disse ao G1 que passou a oferecer a camiseta com correção a partir desta quinta-feira (3). Alunos que compraram o modelo anterior podem trocá-lo ou pedir o dinheiro de volta – R$ 28.

O problema foi percebido por uma estudante nesta terça-feira (1º), que avisou a direção. A escola contatou a empresa responsável por confeccionar os uniformes no mesmo dia e pediu novas unidades. Nem o colégio nem a fornecedora quiseram informar os custos de produção.
Pai de uma aluna do 1º ano do ensino médio, o fotógrafo Daniel Alves comprou duas camisetas na última sexta-feira (26). “[A vendedora] me mostrou a blusa de frente e colocou no balcão. Aí ela dobrou e colocou no saquinho. Eu não percebi o erro”, conta.
A filha de Daniel foi à escola com a camiseta na terça-feira (1º) e uma colega notou a grafia incorreta. A menina de 15 anos mudou de roupa e nesta quinta levou o modelo para troca no colégio.

Novo caso
Não é a primeira vez que uniformes de escolas públicas são confeccionados com erros de português. Camisetas com a palavra “encino” foram entregues a estudantes do Centro de Ensino Médio 01, em Brazlândia, em 2014.

Camiseta de uniforme escolar do DF que traz ensino escrito com 'C' (Foto: Taynara Santos/Divulgação)
Camiseta de uniforme escolar do DF que traz
ensino escrito com ‘C’ (Foto: Taynara Santos/Divulgação)

A Secretaria de Educação considerou na época que houve sabotagem. De acordo com a pasta, foram fabricadas 2.800 camisetas e 27 apresentaram erro de grafia. Por meio de nota, o órgão julgou ser “impossível” a reprodução de menos de 30 uniformes errados no universo de 2.800 corretos.

Essa certeza, diz a secretaria, se devia à técnica de produção das camisas adotada pela Fábrica Social, entidade até então responsável pela confecção das peças. O GDF divulgou uma foto do molde, com a grafia correta, que teria sido utilizado na confecção dos uniformes. Fonte: G1.


O laudo da necropsia realizada no corpo de Rian Brito, neto do humorista Chico Anysio, apontou que a morte do rapaz, que tinha 25 anos, se deu em decorrência de asfixia por afogamento, informou a Polícia Civil na noite desta quinta-feira (3).

O corpo, encontrado pela manhã na areia da Praia de Flecheiras, no Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, em Quissamã., no Norte Fluminense, estava em estado avançado de decomposição. Segundo a polícia, a identificação só foi possível por meio de papiloscopia – exame que analisa as impressões digitais.

Corpo de Rian Brito foi achado na areia (Foto: Reprodução / Globo)
Corpo de Rian Brito foi achado na areia
(Foto: Reprodução / Globo)

Uma força-tarefa havia sido montada para localizar Rian, que desapareceu no dia 23 de janeiro. Na segunda-feira (29), roupas e documentos do jovem foram achados na Praia do Paulista, também na restinga.

O corpo de Rian foi encontrado na areia da praia depois que um motoqueiro avisou as equipes de busca. Um helicóptero da Petrobras deu suporte à equipe do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), que administra a área ambiental, e que contou ainda com quatro picapes, quatro quadriciclos, dois bugres e três barcos.

A perícia foi realizada no Instituto Médico-Legal de Macaé, na Região dos Lagos. De lá, o corpo de Rian seria levado para a capital, onde será cremado nesta sexta-feira (4), às 16h, no Memorial do Carmo, no Caju, Zona Portuária.

Parentes e amigos lamentam
Familiares e amigos da família de Rian Brito lamentaram a morte do jovem nas redes sociais.

Malga di Paula, viúva de Chico Anysio, postou uma mensagem afirmando que Rian era um “menino de luz”.

“Seu avô certamente foi o anfitrião na sua chegada. Agora juntos, vão fazer poesias e compôr melodias para os anjos cantarem”, afirmou Malga na mensagem.

Bruno Mazzeo, tio do jovem, agradeceu as manifestações de afeto ao longo das buscas por Rian e definiu a última semana como “de angústia”.

O também ator André Lucas, também irmão de Nizo Neto, postou uma mensagem com fotos de Rian na infância e atuais, afirmando que ele já concluiu sua tarefa na Terra.

O ator Bruno Mazzeo, tio de Rian Brito, agradeceu as manifestações de carinho que a família recebeu ao longo da semana (Foto: Reprodução/ Twitter)
O ator Bruno Mazzeo, tio de Rian Brito, agradeceu as manifestações de carinho
que a família recebeu ao longo da semana (Foto: Reprodução/ Twitter)

André Lucas, irmão de Nizo Neto, postou uma imagem de pesar pelo falecimento de Rian Brito (Foto: Reprodução/ Facebook)André Lucas, irmão de Nizo Neto, postou uma imagem de pesar
pelo falecimento de Rian Brito (Foto: Reprodução/ Facebook)

 

A atriz Maria Maya, que é prima de Rian, lamentou com uma grande tarja preta escrita a palavra “luto”. Em um post no Facebook nesta quinta, a mãe de Rian lamentou a perda do filho e reclamou de boatos sobre as circunstâncias da morte.

Ao jornal “O Globo”, o ator Marcos Palmeira, primo de Nizo Neto, pai de Rian, disse que a família está abalada. “Não posso falar mais nada antes de sair o resultado da perícia. Meu primo está despedaçado”, disse.

Mãe fez críticas à imprensa e falou da dor da perda do filho (Foto: Reprodução / Facebook)Mãe fez críticas à imprensa e falou da dor da perda do filho
(Foto: Reprodução / Facebook)

Fonte: G1


A Operação Lava Jato, que começou em março de 2014 e investiga um esquema bilionário de lavagem de dinheiro e evasão de divisas, chegou na 24ª fase nesta sexta-feira (4). Segundo a PF, a operação ocorre na casa do ex-presidente Luiz Inácio da Silva, em São Bernardo do Campo, e em outros pontos em São Paulo, no Rio de Janeiro e na Bahia.
O ex-presidente é alvo de um dos mandados de condução coercitiva e será obrigado a prestar esclarecimentos, segundo a Polícia Federal.
A ação foi batizada de “Aletheia” e é uma referência a uma expressão grega que significa “busca da verdade”. Às 6h50, policiais estavam em frente ao Instituto Lula, em São Paulo.
Ao todo, foram expedidos 44 mandados judiciais, sendo 33 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva – quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento.
De acordo com a PF, entre os crimes investigados nesta etapa estão corrupção e lavagem de dinheiro, entre outros praticados por diversas pessoas no contexto de esquema criminoso revelado e relacionado à Petrobras.

23ª fase
A 23ª fase, batizada de Acarajé, foi deflagrada no dia 22 de fevereiro e prendeu o marqueteiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Santana, além de mulher dele Monica Moura. João Santana e a mulher Mônica Moura são suspeitos de receber US$ 7,5 milhões em conta secreta no exterior. A PF suspeita que os recursos tenham origem no esquema de corrupção na Petrobras investigado na Lava Jato.
Ele é publicitário e foi marqueteiro das campanhas da presidente Dilma Rousseff (PT) e da campanha da reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em 2006.
Acarajé era o nome usado pelos suspeitos para se referirem ao dinheiro irregular. A PF suspeita que os recursos tenham origem no esquema de corrupção na Petrobras investigado na Operação Lava Jato. Uma das principais linhas de investigação são os repasses feitos pela Odebrecht ao marqueteiro.
A pedido da PF e do MPF, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na 1ª instância, decidiu converter a prisão temporária do casal para preventiva. Com isso, eles ficarão presos por tempo indeterminado. (Fonte: G1)