Um jovem aparentando entre 20 a 25 anos, ainda não identificado foi assassinado na noite desta terça-feira (05), nas proximidades da rodoviária de Itacaré. Segundo informações, o jovem tinha acabado de chegar na cidade no ônibus da linha Itabuna/Itacaré, e por volta das 22:20 foi abordado por dois elementos que o acompanharam e o assassinaram no beco que dá acesso a rua da feira. As primeiras informações, são que o jovem era de Salvador e estava morando no Bairro da Passagem a pouco tempo. A policia já investiga o caso.

IMG-20160106-WA0008

IMG-20160106-WA0007


O advogado e fotógrafo baiano Pedro Nunes, 33 anos, comprou uma câmera fotográfica no valor de R$6000 no site da loja Casas Bahia durante a Black Friday. Mas, teve um surpresa quando a encomenda chegou em sua residência nesta terça-feira (5). Ao invés da câmera, Pedro recebeu uma garrafa com água. O baiano percebeu que a embalagem era muito pequena e leve. Por isso, filmou a abertura da encomenda e postou no Facebook. Segundo o advogado, a empresa informou que, em um prazo de 20 dias, o problema seria solucionado. Mesmo assim, ele decidiu prestar queixa.

Barra de sabão

Em agosto de 2015, outro caso similar foi registrado na Bahia. Um homem recebeu uma barra de sabão no lugar de um aparelho celular após realizar a compra pela internet, no município de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. O comprador acredita que a troca aconteceu dentro dos Correios.

A vítima, que já é cliente há oito anos de um fornecedor no estado de Goiânia, solicitou 40 aparelhos e, dentro de uma das caixa estava uma barra de sabão, que tem o mesmo peso do aparelho celular. O fornecedor garantiu que a caixa estava lacrada e que o problema não foi na emissão do produto.

O caso foi resolvido com o envio de outro celular pelo fornecedor, avaliado em R$ 1.500,00, para o comprador. (R7)


Uma tempestade de aproximadamente 30 minutos atingiu Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, e causou problemas em várias partes da cidade na tarde desta segunda-feira (4/1). A chuva rápida caiu com força após dias de sol forte e calor abafado, no município onde a Prefeitura havia decretado situação de emergência por conta da estiagem. De acordo com o blog Marcos Frahm, no Centro da cidade, na Rua Gomes Pita, principal via da área central, a água chegou a arrastar motocicletas e invadir alguns estabelecimentos comerciais. A chuva chegou acompanhada de fortes trovoadas e rajadas de ventos, tendo provocado o desabamento de uma casa no bairro Lagoa, onde o Rio Casca transbordou. Em outros pontos da cidade, há relatos de desabamentos de muros em algumas residências e outras destelhadas, mas não há informações sobre feridos.(Giro em Ipiaú)


Foi aprovado na Assembleia Legislativa da Bahia o Projeto de Lei 21.734\2015 que assegura aos usuários dos serviços de água e esgoto, em toda a Bahia, o direito de comprar e ter instalado o aparelho eliminador de ar.

Segundo o deputado estadual Hildécio Meireles, autor da matéria, o objetivo é garantir ao consumidor o pagamento justo pelo consumo de água, levando em conta que comprovadamente existe um sobreconsumo em torno de 30% nas contas.

“Os bolsões de ar que se formam nas tubulações hidráulicas são tão grandes e potentes que aceleram visivelmente os ponteiros dos hidrômetros e o intuito é acabar com isso”.

Meireles reforça que os hidrômetros não possuem tecnologia suficiente para separar a água do ar e, consequentemente, registra a pressão como consumo realizado, penalizando e muito os bolsos dos usuários.

O consumidor que decidir pela aquisição e instalação do equipamento deve encaminhar pedido por escrito à empresa fornecedora do serviço e o valor pode ser pago em até 12 vezes. O deputado Tom Araújo é co-autor do projeto. *Informações Jornal A Região


Proposta em análise na Câmara dos Deputados aumenta as multas aplicadas ao empregador que deixar de repassar à Caixa Econômica Federal, no prazo legal, as contribuições ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) recolhidas dos contribuintes. A medida está prevista no Projeto de Lei (PL) 153/15, do deputado Félix Mendonça Júnior (PDT-BA).

“Nada mais justo que as multas aplicáveis sejam persuasivas, no sentido de serem capazes de coagir o empresário a realizar sua obrigação em razão do prejuízo econômico que isto possa lhe acarretar”, diz Mendonça Júnior.

Pelo texto, o empregador que não realizar os depósitos do FGTS no prazo fixado na Lei 8.036/90 pagará multas de 50% no mês do vencimento da obrigação e de 100% a partir do mês seguinte ao do vencimento da obrigação. Pela legislação atual, as multas são de 5% e 10% para essas hipóteses, respectivamente.

“Não será uma multa de 5% ou 10%, tal qual vigora hoje, que promoverá o adimplemento do empresário malicioso, razão de o projeto estipular multas mais eficazes, em patamares de 50% e 100%, nos casos em que especifica”, acrescentou o deputado.

Regras atuais

Conforme a Lei do FGTS, os empregadores são obrigados a depositar, até o dia 7 de cada mês, em conta bancária vinculada à Caixa, a importância correspondente a 8% da remuneração paga ou devida, no mês anterior, a cada trabalhador. Os patrões que não realizam os depósitos no prazo fixado pagam multa, Taxa Referencial (TR) sobre o valor devido, além de juros de mora de 0,5% ao mês.

O PL 153/15 também modifica o Decreto-Lei 368/68,que define sanções a empresas em débito salarial com seus empregados, para determinar que o contratante que atrasar os repasses ao FGTS fica impedido de pagar honorário, gratificação, pro labore ou qualquer outro tipo de retribuição ou retirada a seus diretores, sócios, gerentes ou titulares; nem distribuir quaisquer lucros, bonificações, dividendos ou interesses a eles. Em último caso, a empresa poderá ser até dissolvida.

Segundo a Agência Câmara Notícias, o projeto será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, seguirá para o Plenário.(Verdinho)


Pelo menos dois acidentes aconteceram na BR 030 na Península de Maraú entre os dias 30 de dezembro e 01 de janeiro de 2016. No primeiro deles, no dia 30, uma Toyota Hilux tentou uma ultrapassagem e perdeu controle, levando-a a sair da estrada e capotar. Um turista que estava no carro teve ferimentos leves e foi encaminhado ao hospital mais próximo e teve alta em seguida. No outro, já no dia 1 de janeiro de 2016, um Fiat Punto com placa de Vitória da Conquista, colidiu com a traseira de um Ford KA com placa de Belo Horizonte, nas proximidades da Lagoa do Cassange. Ambos os carros seguiam no sentido Barra Grande. O motorista o Punto alega não ter visto o carro à frente por conta da poeira. Felizmente não houve vítimas. Segundo o Maraú Notícias, com a melhora da BR 030 no período do verão, os relatos de acidentes tiveram um grande aumento. Recomenda-se prudência aos motoristas que necessitem se deslocar pela via visto que a mesma, apesar de estar em boas condições, não é pavimentada.(Ubaitaba Urgente)