Somente na Embasa, a prefeitura de Camamu atualmente tem uma dívida da conta de água que chega a impressionantes R$ 711.973,04 reais (setecentos e onze mil e novecentos e setenta e três reais), deixados pela gestão da ex-prefeita Emiliana Assunção.

A atual prefeita  de Camamu, Ioná Queiroz solicitou ao setor responsável fazer o levantamento das dívidas da prefeitura e somente na embasa  descobriu que deve nada menos que  R$ 711.973,04 (setecentos e onze mil e novecentos e setenta e três reais), dívida referente a gestão anterior da ex-prefeita Emiliana da Mata.

Assim que tomou conhecimento a prefeita Ioná Queiroz preparou um documento onde solicitará da Câmara de Vereadores a autorização para a prefeitura parcelar e pagar essa dívida. Já que é impossível para  a prefeitura pagar de uma só vez um débito que chega a quase um milhão, somente de um setor.

Além da água, existem diversos setores com dívidas exorbitantes, um deles é a energia, INSS e vários outros rombos foram encontrados na prefeitura de Camamu que em breve serão divulgados por este blog para o público saber. (Diário de Camamu)


Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), voltou as suas atividades normais que é a de ofertar programas e projetos socioassistenciais de proteção social básica, para as famílias, seus membros e indivíduos em situação de vulnerabilidade social; Articular e fortalecer a rede de Proteção Social Básica local; Prevenir as situações de risco, fortalecendo vínculos familiares e comunitários, garantindo direitos.

A Prefeitura de Camamu, desde que iniciou a gestão vem fazendo diversas reformas e aos poucos está devolvendo os equipamentos à sociedade para o uso em melhores condições. Na semana passada o Ponto Cidadão voltou a funcionar também após ser totalmente renovado e muitas escolas municipais já  estão passando por reformas, algumas  bastante completas.

A primeira ação do CRAS, além dos serviços normais já prestados,  será a confecção de  ovos de pascoa para ser vendidos, onde o lucro será dividido entre 30 mulheres participantes  do Bolsa Família e que esteja desempregadas, após passar por uma seleção. (Ascom/Camamu)


Pela segunda vez, em menos de um mês, a delegacia do município de Ibirapitanga, no sul da Bahia, foi invadida por criminosos. Na madrugada dessa quinta-feira (16), um grupo de bandidos invadiu o Complexo Policial e matou dois dos detentos, identificados como; Willian Andrade, vulgo ‘Manchinha’, e Márcio Lima de Souza, vulgo ‘Bum’, preso no dia 07 de março, acusado de ser o líder de uma quadrilha de roubos a carros na BR-101.

“Bum” foi um dos mortos pelos criminosos (Foto: Ubatã Notícias)

Outro detento identificado como Marcelo Santos Santana (Marcelinho) foi baleado no pé e no peito. Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Base em Itabuna. Após a ação criminosa, quatro homens que estavam custodiados na delegacia fugiram, dois deles se apresentaram no Batalhão da Polícia Militar da cidade, no início da manhã. Os outros dois seguem foragidos. No último dia 26 de fevereiro, a delegacia já havia sido invadida por bandidos que amarraram o carcereiro e mataram o detento Luciano Bispo dos Santos. A primeira invasão ao Complexo Policial de Ibirapitanga ocorreu em Junho de 2012, quando um homem suspeito de homicídio foi morto dentro da cela. Em 2014, três homens encapuzados invadiram a depol, libertou cinco detidos e prendeu o carcereiro. Em todas as ações contra a delegacia local, nenhum suspeito foi preso. (Giro Ipiaú)


O Ministério Público do Trabalho (MPT) moveu uma ação contra a Txai Resorts, localizado em Itacaré, no sul da Bahia, por uma série de irregularidades trabalhistas. O órgão pede à Justiça que o hotel seja condenado a pagar R$ 1 milhão por manter 152 pessoas trabalhando com escalas exaustivas e com saúde exposta. Dentre as irregularidades, foram encontradas situações como escalas irregulares, turnos indefinidos e alterados, excesso de horas extras, além de dobra de turno. Também foi constatado que desde 2014 existia acúmulo de funções, assédio moral e até comunicação agressiva dos chefes com os funcionários. Os empregados eram obrigados a trocar de roupa em locais inadequados, e tinham banheiros sem condições de uso e sem iluminação, além da presença do besouro “barbeiro”, transmissor da doença de chagas, cobras e outros animais peçonhentos. “Um empreendimento que tanto zela pelo conforto dos seus hóspedes deve, em primeiro lugar, observar o cumprimento das leis e, em segundo lugar, respeitar os limites físicos dos seus próprios empregados”, disse o procurador do trabalho Ilan Fonseca, responsável pela ação. Ele ainda completou: “Nada disto está ocorrendo”. A ação foi movida pela unidade do MPT em Itabuna, também no sul do estado, e corre na 1ª Vara do Trabalho de Ilhéus. A audiência inicial acontece no próximo dia 29 de março. O MPT investigou denúncias e a empresa foi notificada para apresentar documentos e defesa. Ficou provado que a empresa também não realizava o repasse correto das gorjetas. As horas extras não eram pagas em folha e nem deduzidas das jornadas de trabalho. Foi visto ainda que nem todos os funcionários recebiam os equipamentos de proteção individual (EPI) necessários. Apenas 11 dos 152 trabalhadores receberam os equipamentos. O MPT chegou a propor um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), mas a Txai Resort se recusou. Diante da recusa, o MPT moveu a ação pedindo condenação por danos morais coletivos. A ação do MPT não impede que os funcionários possam entrar com ações individuais contra a empresa. O valor de R$ 1 milhão solicitado pelo MPT, a ser pago pela empresa, deverá ser revertido a entidades públicas ou privadas ou ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Fonte: Bahia Notícias.


Na retomada das sessões ordinárias da Câmara Municipal de Itacaré (CMI), nesta quarta-feira (15), os vereadores escolheram os novos integrantes das 04 comissões permanentes, movimentando as lideranças partidárias. As novas composições foram definidas logo no início da Ordem do Dia, após a leitura, o presidente da Casa, o vereador Lenoildo Ribeiro dos Santos, o popular Canelinha, do Partido Ecológico Nacional (PEN), destacou o importante trabalho a ser desempenhado pelas Comissões.

– As comissões são órgãos técnicos, com a finalidade de examinar matéria em tramitação na Câmara Municipal e emitir Parecer sobre a mesma, ou de proceder a estudos sobre assuntos de natureza especial, ou ainda investigar fatos determinados de interesse da Administração -, explicou o vereador Canelinha.

Após a escolha dos integrantes, feita por consenso entre os vereadores, foram anunciadas pelo presidente do Legislativo as novas composições. Na sequência, as comissões informaram oficialmente ao plenário suas escolhas de presidente e vice-presidente.

Confira, a seguir, como ficaram as Comissões Permanentes da Câmara de Itacaré para o ano de 2017/2018:

Comissão de Justiça, Legislação e Redação Final

Presidente: José dos Santos Ribeiro “Benildo” (PSDB)
Vice-Presidente: Pedro Reis, o “Pedrão” (DEM)
Relator: Milton Ramos da Costa, o “Milton do Cajueiro” (PSB)

Comissão de Finanças e Orçamento
Presidente: Miguel Pereira Santos, o “Miguel da Matinha” (PSB)
Vice-Presidente: José dos Santos Ribeiro, o “Benildo da Passagem” (PSDB)
Relator: Luís Fabiano Santana Rodrigues, o “Seu Luís” (PT)

Comissão de Obras, Serviços Públicos, Agroindústria, Comercio e Turismo

Presidente: Hamilton Silva da Paixão (PSDB)
Vice-Presidente: Givaldo José Anes Machado, o “Givaldo da Ambulância” (PRB)
Membro: Erivaldo Conceição de Oliveira, o “Dinho” (DEM)

Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social
Presidente: Hamilton Soares Carriço Neto, o “Guri” (PRB)
Vice-Presidente:  Hamilton Silva da Paixão (PSDB)
Relator: João de Oliveira, o “Val do Cacau” (PT)


Empresário bem-sucedido fora dos palcos, o cantor sertanejo Chitãozinho, que faz dupla com Xororó, esteve nesta terça-feira, 14, no município de Camaçari, quando bateu martelo com o prefeito Antônio Elinaldo para a construção de um condomínio residencial de luxo na região da Estrada do Coco, vetor de expansão imobiliária da região metropolitana de Salvador.

Ele e Xororó são parceiros e investidores da Exsa Projetos Urbanos, empresa do setor imobiliário paulista, que entrou no negócio com a baiana HDMR Realizações, dona do terreno. O empreendimento, a ser lançado no início do segundo semestre, terá investimento inicial de R$ 500 milhões e deve gerar cerca de mil empregos numa primeira fase.

Batizado como Residencial Evidências – canção de grande sucesso na interpretação dos artistas –,  o condomínio, com área de dois milhões de metros quadrados, terá 610 lotes de 300 metros quadrados ao valor inicial de R$ 100 mil, destinado para residências e uma parte ao comércio, na primeira das quatro etapas do projeto.

Contrapartida

Sem alardear sua passagem pela Bahia, Chitãozinho chegou em  seu jatinho particular na segunda-feira, com o qual sobrevoou o terreno onde será construído o residencial, localizado no antigo espaço Alpha (próximo ao Loteamento Nascente do Capivara). A área margeia o rio Capivara e dista cerca de 12 quilômetros da orla marítima. O cantor foi embora no final da manhã desta terça.

Os investidores da HDMR, Delsuc Moscoso e Henrique Gaertner, disseram para que identificaram demanda para a viabilidade do projeto em razão do crescimento do número de outros empreendimentos na região, como shoppings e outros setores, a oferta qualificada de emprego no Polo Industrial de Camaçari (o dinheiro circula) e a proximidade com a capital.

Agora, aguardam a liberação do alvará de construção pela prefeitura de Camaçari para dar início às obras do bairro planejado, o que contempla pavimentação de ruas, áreas de lazer e infraestrutura urbana, acessos ao empreendimento. (A Tarde Online)