O meia do Vasco Bernardo registrou boletim de ocorrência nesta quinta-feira (15), no Rio de Janeiro, após o vazamento de um vídeo de sexo ao lado de uma ex-namorada. Segundo o jornal Lance, as imagens em que o jogador aparece ao lado de uma loira tatuada se espalhou na internet.

Segundo o jornal, o meia pediu à polícia para descobrir quem vazou as imagens. A assessoria do atleta confirmou que é Bernardo quem aparece no vídeo de sexo. Bernardo é reserva com o técnico Doriva, mas tem entrado frequentemente durante as partidas do Vasco.

A divulgação na internet de conteúdos sem a autorização dos autores pode ter punição de três meses a um ano de prisão.

Em 2013, Bernardo se envolveu em outro caso polêmico envolvendo mulheres. Ele foi sequestrado na Favela da Maré, no Rio, acusado de manter um caso com a mulher do traficante Marcelo das Dores, o Menor P. Ele teria sido sequestrado e espancado por comparsas do traficante, porém, como nunca prestou queixa, a investigação não continuou. (Correio24hrs).

vazamento de um vídeo de sexo ao lado de uma ex-namorada.


A agência da Caixa da Econômica Federal de Gandu foi a mais nova vítima dos criminosos. De acordo com as primeiras informações colhidas pela reportagem do Giro, a quadrilha chegou ao local em quatro veículos na madrugada desta sexta-feira (15). Três dos carros teriam seguido para o banco e o outro ficou no semáforo com o apoio de dois motociclistas dando cobertura a ação criminosa. Após explodir os caixas eletrônicos da agência o bando fugiu pela BR-101, em direção à Santo Antônio de Jesus. Dois dos veículos foram abandonados. Uma Guarnição da Cipe Cacaueira estava chegando em Gandu no momento do roubo e chegou a trocar tiros com a quadrilha. A polícia militar realiza buscas na região.

Essa semana a Secretaria de Segurança Pública do Estado anunciou que desde o início do ano já prendeu 25 pessoas acusadas de envolvimento com quadrilhas de assaltos a bancos. O número de agências roubadas já se aproxima de 90, só este ano. (Giro em Ipiaú)


Uma baiana morreu durante um acidente na BA-093, em Mata de São João, cidade do litoral norte da Bahia. Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o veículo capotou enquanto trafegava na altura do quilômetro 32 da rodovia, por volta das 13h30 desta quinta-feira (14). No carro estavam empresária Alessandra Moreira e seu filho, uma criança de cinco anos.Alessandra morreu no local e seu filho foi encaminhado pela equipe de resgate da concessionária Bahia Norte, que administra a via, para o hospital municipal Dr. Eurico Gular de Freitas, em Mata de São João. O estado de saúde do menino, ainda de acordo com a PRE, é considerado grave.

Segundo informações do site Mais Região, Alessandra ficou conhecida na cidade após ganhar o prêmio do Avião do Faustão, em julho de 2011. Ela era ainda proprietária do mercado Popular, localizado no bairro do Caboré, em Mata de São João. *Informações do Correio24h.

RTEmagicC_alessandra-pmpmpm.jpg


Um bezerro com duas cabeças e seis patas atraiu a atenção de várias pessoas na Fazenda Baixa do Riachão, região dos Hilários, zona rural de Jitaúna. De acordo com o blog Jitaúna em Dia, o animal nasceu no final da tarde dessa terça-feira (12) e morreu minutos depois. O gerente da fazenda disse ao blog que o parto teria sido demorado e que se assustou quando percebeu que o bezerro possuía duas cabeças. De acordo com veterinários, casos como esse são raros. Os fatores que podem ter contribuído para a anomalia estão o uso de pesticidas nas lavouras, uso de medicamentos, de hormônios e também a idade da vaca. (Giro em Ipiaú)


O Movimento Popular Pró-Taboquinhas informa a toda comunidade que a Inauguração da tão sonhada estrada que liga Itacaré à Taboquinhas – BA-654 foi adiada. O evento aconteceria na próxima sexta-feira (15) no distrito. Segundo informações da assessoria, o governador terá um encontro inadiável. Uma nova data será divulgada ainda esta semana.

Os moradores de Taboquinhas, da zona rural, de Itacaré, Aurelino Leal, Ubaitaba e de toda região, aguardam ansiosos pela inauguração. (Fonte: Taboquinhas Informa)


Os servidores da Justiça, representados pelo Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sintaj), aprovaram, em assembleia, o estado de greve da categoria. Com isso, eles podem cruzar os braços a qualquer momento. Também ficou definido que os trabalhadores irão parar por 24h quinzenalmente a partir desta quarta-feira (13). Os funcionários do TJ-BA reinvindicam reposição inflacionária nos vencimentos, atualização da tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS) e progressão funcional. (Metro1)


O Brasil registrou entre janeiro e abril de 2015 quase 2 mil casos confirmados de infecção pelo vírus chikungunya, que circula no país desde setembro de 2014 e é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo vetor da dengue, doença que já registrou 745,9 mil ocorrências apenas neste ano. A infecção pelo vírus chikungunya provoca sintomas parecidos com os da dengue, porém causa mais dor e tem menor índice de mortalidade. Levantamento feito pelo G1 em todas as Secretarias Estaduais de Saúde aponta que de 1º de janeiro a 30 de abril foram confirmados 1.978 casos de chikungunya em 12 estados mais o Distrito Federal. Destes, 1.949 ocorreram na Bahia e no Amapá, o que corresponde a 98,5%. O total nacional deste ano pode ser ainda maior pois há muitos exames clínicos que não foram concluídos. No período citado, foram notificadas 9.691 suspeitas da doença. Do total já confirmado, 1.935 são autóctones, ou seja, a transmissão aconteceu dentro do estado ou município. Outros 40 casos são considerados importados (doença foi adquirida fora do estado ou município). Apenas três ocorrências, todas do Amapá, não tiveram sua origem definida. Se somados os dados de 2015 com os números de setembro a dezembro de 2014, o total de infectados salta para 4.987. Desse montante, 4.765 são autóctones. Dados do Ministério da Saúde apontam um número menor de doentes. Segundo o último balanço da pasta, que contabilizou casos de janeiro até 18 de abril, foram 1.688 confirmações autóctones. Desde setembro, foram 4.461 ocorrências.