A Nota Premiada Bahia, do Governo do Estado, realiza dois grandes sorteios até a próxima semana, totalizando R$ 2 milhões em prêmios. O primeiro sorteio acontece nesta quarta-feira (13), quando serão distribuídos dez prêmios de R$ 100 mil, como vem acontecendo todos os meses desde fevereiro. Já no dia 20 será a vez do primeiro sorteio especial, que contemplará um único vencedor com o grande prêmio de R$ 1 milhão. Concorrem ao prêmio de R$ 1 milhão todos os bilhetes emitidos entre 19 de dezembro de 2017 e 31 de maio de 2018, incluindo os que participaram dos sorteios mensais desde o início da campanha. Já os sorteios de R$ 100 mil envolvem apenas os bilhetes emitidos no mês anterior, ou seja, para o sorteio do dia 13 de junho estão no páreo as compras realizadas durante o mês de maio.
A Nota Premiada Bahia, que é coordenada pela Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA), é uma campanha de educação fiscal com o objetivo de incentivar a população a exigir, nas compras realizadas no mercado varejista, a emissão da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), documento de fácil identificação por possuir um QR Code, código de barras com formato quadrado. Para concorrer, é preciso informar em cada compra realizada o CPF cadastrado no site da campanha (www.notapremiadabahia.ba.gov.br).
A campanha já premiou 40 participantes desde o início dos sorteios. Foram contemplados 28 moradores de Salvador e 12 do interior, dos quais dois de Feira de Santana, dois de Jequié e os demais de Ilhéus, Camaçari, Euclides da Cunha, Ibicaraí, Teixeira de Freitas, Luis Eduardo Magalhães, Simões Filho e Lauro de Freitas.
A Nota Premiada Bahia também beneficia instituições sociais e de saúde que integram o programa Sua Nota é um Show de Solidariedade. Ao se cadastrar no site, o participante escolhe até duas instituições para o compartilhamento das suas notas fiscais eletrônicas.


Começam hoje (12) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre. O programa oferece 57.271 vagas em 68 instituições públicas de ensino superior em todo o país. O prazo para participar vai até o dia 15. As inscrições são feitas apenas pela internet.

Pode concorrer às vagas quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e obteve nota acima de zero em redação. Todo o processo de inscrição é feito exclusivamente pela internet, na página do Sisu.

Ao ingressar no sistema, o candidato deverá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso entre as vagas ofertadas. É possível alterar essas opções durante todo o período de inscrição. A última modificação confirmada é a considerada válida.

As vagas serão oferecidas em oito instituições públicas estaduais, uma faculdade pública municipal e 59 instituições públicas federais, com dois centros de Educação Tecnológica, 27 institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia e 30 universidades.

O resultado da chamada regular está previsto para o dia 18 de junho. O período de matrícula vai de 22 a 28 de junho e o prazo para participar da lista de espera é de 22 a 27 de junho. Fonte: Agência Brasil.


Caso ocorreu no Shopping da Bahia, em Salvador, na segunda-feira (11). Empreendimento emitiu nota pedindo desculpas.

O segurança de um shopping de Salvador tentou impedir um homem de pagar o almoço para uma criança na praça de alimentação do empreendimento. O caso ocorreu na segunda-feira (11) e veio à tona após o vídeo que flagrou a situação ter viralizado nas redes sociais.

As imagens mostram um cliente se aproximando de um dos restaurantes do shopping acompanhado da criança, supostamente moradora de rua, que teria pedido ajuda para almoçar. Ao chegarem no local, um segurança se aproxima e orienta que o funcionário do restaurante não venda o prato. O cliente mostra indignação com a abordagem do segurança e insiste na compra: “Ele vai comer, ele vai comer”, disse.

Em um dos momentos do vídeo, é possível ver que o segurança tenta tirar a criança à força da praça de alimentação. A situação gera revolta nos clientes que estavam no local e acompanhavam a abordagem. É possível ouvir uma senhora gritar: “Não faça isso não”.
O cliente, que estava disposto a pagar o almoço, impede que o segurança chegue perto do menino. A situação começou a ficar mais tranquila com a chegada de um supervisor do setor de segurança do shopping, que permitiu que o cliente pagasse o alimento para a criança.
Em um dos momentos do vídeo, é possível ver que o segurança tenta tirar a criança à força da praça de alimentação. A situação gera revolta nos clientes que estavam no local e acompanhavam a abordagem. É possível ouvir uma senhora gritar: “Não faça isso não”.
O cliente, que estava disposto a pagar o almoço, impede que o segurança chegue perto do menino. A situação começou a ficar mais tranquila com a chegada de um supervisor do setor de segurança do shopping, que permitiu que o cliente pagasse o alimento para a criança.
Por meio de nota, o Shopping da Bahia pediu desculpas pela situação e disse que a postura adotada pelo segurança não condiz com o treinamento recebido pelos funcionários, “tanto que a atitude tomada pelo supervisor de segurança reforça o direito do cliente e o acolhimento com a criança”, afirmou.
O shopping ainda disse que “atua em alinhamento com órgãos de defesa dos direitos humanos, como o Conselho Tutelar e o Juizado de Menores”. Do G1.


A Prefeitura de Itacaré já está realizando, com recursos próprios, a recuperação da Fundação Hospitalar, com o objetivo de garantir um atendimento ainda melhor aos itacareenses e turistas. Em breve a unidade, mantida com recursos do SUS, da Prefeitura de Itacaré e com o apoio da comunidade, vai estar completamente recuperada.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Ricardo Lins, nessa primeira etapa já está sendo feita a recuperação do telhado, com a mudança do madeiramento e das telhas danificadas. Em seguida serão verificadas as infiltrações nas lajes e paredes, recuperando todo o reboco e revestimentos e posteriormente a pintura. Ele explicou que as fortes chuvas acabaram atrasando o início dos serviços e agravaram ainda mais a situação, mas agora com a melhora do tempo, os serviços seguem sem interrupção.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, reafirmou que a saúde é uma das prioridades da atual administração e que para isso vem sendo feitos investimentos tanto no atendimento médico, melhoria das unidades, como também em campanhas de prevenção. Os postos de saúde, tanto da sede quanto da zona rural, seguem com atendimento nas mais diversas especialidades. A Prefeitura de Itacaré também já está trabalhando para melhorar cada vez mais o atendimento e ampliar cada vez mais os serviços na área de saúde.


Dados do Ministério da Saúde revelam que 1.153 municípios brasileiros, o que corresponde a 22% do total, têm alto índice de infestação e risco de surto para dengue, zika e chikungunya, dentre eles, Ilhéus e Itabuna, com a classificação de “alto risco”. O mapeamento foi feito com base no Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), que compila informações enviadas por gestores municipais. Neste caso, os dados foram coletados entre janeiro e meados de março. A lista com a situação de cada cidade está disponível no portal do Ministério da Saúde.


Três das principais festas privadas de São João na Bahia estão proibidas pela Justiça de tocar músicas. A proibição é por causa de dívidas com o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) no pagamento de direitos autor. Juntos, o Forró Ticomia, o Brega Light, ambos em Ibicuí, e São João do Allanbick, em Barreiras, somam um débito de quase R$ 3 milhões.

Segundo o site Bocão News, o Ecad confirmou que “existe uma decisão judicial a favor do pagamento dos direitos autorais aos compositores”. No entanto, “todas as empresas promotoras dos eventos (Forró Ticomia, Brega Light e São João do Allanbick) descumprem a decisão”, o que gera o acúmulo da dívida.

Conforme informações do escritório, o maior débito é do Brega Light, de R$ 1,6 milhão desde 2012, mesmo período que a dívida foi acumulado pelo Forró Ticomia, que somou um valor de R$ 700 mil. Já o São João do Allanbick deve R$ 690 mil, mas o débito é desde 2005. O órgão ressalta que “os valores acima se referem a até 2017 e não estão incluídos os débitos relativos a 2018”.

Apesar dos débitos, as festas continuam confirmadas com grandes atrações nacionais da música. Marcado para o dia 23 de junho, o Forró Ticomia vai reunir Dorgival Dantas, Gabriel Diniz, Mano Walter, Luan Estilizado, Lordão, Calcinha Preta e Mastruz com Leite.

Com ainda mais artistas e dividido em dois dias, 22 e 24 de junho, o Brega Ligth tem na programação shows de Aviões, Safadão, Gusttavo Lima, Parangolé, Trio da Huanna,  Donas do Bar, Jorge e Mateus, Léo Santna, Marcia Felipe, Jonas Esticado, Solange Almeida e Zé Neto e Cristiano.

Nota do Brega Light:

A Produção do Brega Light informa que não existe qualquer decisão judicial impedindo a realização do evento marcado para os dias 22 e 24 deste mês, bem como, a reprodução das músicas pelos artistas contratados para participar do evento. As providências estão sendo tomadas para que seja dado o direito de resposta ao evento pelos veículos de imprensa que divulgaram as informações inverídicas.

* Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz