Bancários de todo o país iniciam greve na próxima terça-feira (6), informou o Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). A categoria ainda fará assembleias na próxima segunda-feira (5), para organizar o movimento. Ontem à noite, foram feitas assembleias em várias cidades do país: a greve foi confirmada. Em Brasília e em Porto Alegre, os bancários decidiram pela greve na quarta-feira (30).

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu 5,5% de reajuste para salários e vales. A proposta inclui abono de R$ 2,5 mil, não incorporado ao salário. Os bancários querem reajuste salarial de 16% (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), entre outras reivindicações.
Em nota, a Fenaban informou que a proposta dos bancos tem o objetivo de compensar perdas da inflação passada. “No momento delicado da economia, a proposta apresentada visa a compensar perdas decorrentes da inflação passada, sem contaminar os índices futuros, o que iria contra todos os esforços do governo para reequilibrar os fundamentos macroeconômicos, possibilitando a retomada do crescimento econômico”, diz o documento.
Para a federação, o reajuste de 5,5% sobre os salários de 31 de agosto de 2015 vai, no mínimo, recompor o poder de compra dos trabalhadores dos últimos 12 meses. “Os trabalhadores terão ainda um abono de R$ 2,5 mil, a ser distribuído igualmente para toda a categoria dos bancários, que abrange cerca de 500 mil trabalhadores – esse valor não será incorporado aos salários – para compensar as perdas passadas. Seu impacto será maior nos salários mais baixos, indenizando integralmente as perdas passadas decorrentes da inflação de até 60% dos bancários”, acrescenta.
Com a correção, o salário de ingresso de um caixa, após 90 dias no emprego, passa de R$ 2.426,76 para R$ 2.560,23, diz a Fenaban. “É importante destacar que os bancários receberão participação de 5% a 15% nos lucros dos bancos, maior quanto menor for o salário e maior seja a lucratividade da instituição”, acrescenta.
A Fenaban diz ainda que a fórmula de cálculo dessa distribuição é idêntica à adotada anteriormente com aprovação dos sindicatos. “Quando sua aplicação resultar numa soma inferior a 5% do lucro do banco, ela prevê mecanismos para que o valor pago ao funcionário seja reajustado de forma a alcançar 5% do lucro ou 2,2 salários do bancário, até o limite de R$ 22.884,87”, explica. *Correio da Bahia


Já o cabo Antônio Carlos Dias Leite foi baleado e ficou rastejando no asfalto, tentando fugir dos criminosos. Um homem que estava atrás de um carro, se protegendo dos tiros, decidiu pegar a arma do PM e atirar contra os assaltantes, matando um deles. Durante o confronto, bombeiros do quartel de Campinho foram acionados e conseguiram prestar socorro ao cabo Leite. Ele foi levado para o Hospital Albert Schweitzer e, segundo informações da unidade, seu estado de saúde é estável.

Segundo informações do G1, o outro suspeito conseguiu fugir. O homem, que não teve o nome divulgado, ficou duas horas prestando depoimento na Divisão de Homicídios (DH) e está sendo tratado pela polícia como testemunha do crime.

“Ele viu os policias atingidos, pegou a arma de um deles e atirou contra um dos dois criminosos. Além disso, ele socorreu o policial e ficou para prestar depoimento”.

“Esse comportamento dele nos aponta boa fé e uma atitude bem legal no que diz respeito a população. Ele atuou com heroísmo”, disse o delegado Rivaldo Barbosa, da Divisão de Homicídios (DH) ao site G1.

De acordo com informações do 14º BPM (Bangu), os policiais estavam em uma motocicleta indo para um curso no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) quando foram surpreendidos pelos criminosos, que também estavam em uma motocicleta. (Correios 24hrs)


Seu corpo foi encontrado dentro de seu veículo na BR 101 próximo a Ubaitaba, sentido a Travessão, a cerca de 8 km da cidade. O corpo de Gerson Trindade foi encontrado dentro do carro, um gol vermelho, em estado bastante crítico, com várias escoriações pelo rosto, nas proximidades da Fazenda Fortaleza, em uma pequena ribanceira. O carro caiu cerca de 6 metros de altura.

Empresário de Ubaitaba foi assassinado

Segundo informações, após atirarem no veículo, e este descer a ribanceira, os bandidos ainda desceram até onde o veículo caiu para desferir mais dois tiros no rosto, portanto, acredita-se em crime de execução.  Mas somente a perícia poderá confirmar essa informação. No momento que a reportagem do Ubaitaba.com chegou ao local,  não era possível ver marcas de tiros ou se os ferimentos poderia ter sido provocado pelo acidente.

A esposa de Gerson, Lane, que também estava no veículo não corria perigo de vida. Ela é candidata a Conselheira Tutelar na eleição que acontecerá amanhã em Ubaitaba.

Gerson morava em Ubaitaba ha algum tempo onde trabalhava com uma empresa de terraplanagem. Além de já ter sido dono de empresa de material de construção.

Até o momento de início dessa reportagem, as 19h, deste sábado, (03), a Polícia Militar da cidade e a Polícia Rodoviária Federal aguardavam a chegada da Polícia Técnica – DPT- e do Guincho já que o carro caiu em local de difícil acesso. Apesar da proximidade com Ubaitaba, segundo a Polícia Civil, o local pertence ao município de Maraú e o crime deverá ser investigado pela polícia daquele município. (Ubaitaba.com)

 


Completou  no último dia 30 de setembro um mês do assassinato do jovem Luiz Fernando de Souza Silva de 23 anos, a pauladas por três elementos no Bairro Novo em Itacaré, e nada. Ninguém foi preso, a policia civil não se manifesta e mais uma vez o capitulo se repete em Itacaré. Fernando era guia turístico e muito querido na cidade, nas redes sociais vários internautas revoltados com a falta de justiça nesse caso cobram das autoridades solução.

Uma pergunta que não quer calar, será que o assassinato do Guia Fernando será mais um crime sem solução em Itacaré? Até quando a policia Civil?

Deixamos aqui o espaço aberto, para possíveis declarações da Policia Civil de Itacaré responsável por mais caso.


A cidade de Ponto Novo, perto de Senhor do Bonfim, no Piemonte Norte do Itapicuru, acordou em pânico na madrugada desta sexta-feira (2). Dois homens de uma quadrilha que tentava explodir a agência do Banco do Brasil foram mortos depois de uma troca de tiros com a polícia. Segundo informações da Delegacia Territorial, o tiroteio durou cerca de 30 minutos, na praça Leônidas Freire. O bando, com mais de dez integrantes, foi surpreendido pela chegada de policias da cidade e de um destacamento da Caatinga [Companhia militar do semiárido]. Os acusados portavam armamento pesado, como espingarda de calibre 12, fuzil 556, pistola ponto 40, entre outras armas. No confronto, um preso também ficou ferido e foi levado pelo bando. Na fuga, os criminosos chegaram a abandonar um dos carros, um Fiat Siena. Ainda de acordo com a delegacia, os acusados tomaram o rumo da cidade de Saúde. As buscas continuam na região. *Bahia Notícias.


A Tarde

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-Ba) deve revogar a Portaria 2045 que estabelece vistoria para veículos com apenas um ano de fabricação, prevista para começar a vigorar em 2016. “Nossos estudos até agora não encontraram justificativas para essa vistoria”, disse Maurício Bacelar, diretor-geral do órgão.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), que busca encontrar os elementos que subsidiaram a portaria do órgão de trânsito, informou que na documentação enviada pelo Detran-Ba, não foi apresentado nenhum estudo que embasasse a vistoria. “De fato não houve estudo nem processo administrativo, mas eles já enviaram um primeiro parecer de um grupo de estudo instalado em agosto”, disse o promotor Adriano Assis.

A portaria foi publicada em 2013, antes da atual gestão de Maurício Bacelar, que assumiu em janeiro deste ano e instaurou um grupo de estudo em agosto.

Mesmo com a possibilidade de não acontecer a vistoria para veículos com um ano de vida útil, o MP-BA vai continuar a investigação, já que é uma decisão que onera o cidadão. “Vamos analisar o estudo atual apresentado, junto com informações complementares e fazer as oitivas”, comentou o promotor.

Adriano Assis informou também que o Ministério vai analisar a legalidade da portaria. “Porque todo ato tem que ter motivação, e estar dentro da legalidade”. Uma audiência entre as partes já está marcada para a próxima semana, adiantou o promotor.

O diretor-geral do Detran-Ba, Maurício Bacelar, reforçou que é responsabilidade do órgão estadual estabelecer as normas de licenciamento veicular. “As condições de licenciamento são estabelecidas pelo Detran estadual”, completou.

Maurício refere-se à argumentação dos advogados Clezer Costa e Anderson Souza, que afirmam que compete unicamente à União legislar sobre trânsito. Eles ganharam uma liminar na justiça para que o cliente deles, o aposentado Antônio Celestino de Oliveira Filho, não realizasse a vistoria e pudesse receber o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) sem o procedimento. O aposentado retirou o seu documento no Detran nesta quinta-feira, 1º.

O Caso

No dia 22 de setembro, o 1º Juizado Especial da Fazenda Pública da Cidade do Salvador emitiu liminar para que o aposentado Antônio Celestino de Oliveira Filho não fizesse a vistoria anual do seu veículo ano 2010.

“Meu cliente resolveu entrar na justiça porque pagou seu IPVA e não recebeu o documento de porte obrigatório, o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), por não ter feito a vistoria”, informou o Clezer Costa, advogado do aposentado.


A presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou oficialmente nesta sexta-feira (2) a reforma ministerial, vista como uma resposta à crise política e fiscal do governo. Além de confirmar o corte de oito pastas, a presidente anunciou a redução de 10% no salário dos ministros, entre outras medidas de redução de gastos. A reforma ampliou o espaço do PMDB, de seis para sete ministérios, e contemplou ainda o PDT com o Ministério das Comunicações. O objetivo é assegurar apoio ao governo no Congresso em meio à discussão sobre um eventual impeachment da presidente e à votação do ajuste fiscal.Foram cortadas dez pastas e criadas outras duas, a partir da fusão de pastas e secretarias com status de ministério. Assim, o Brasil terá agora 31 pastas com status de ministério. Antes eram 39. A redução de ministérios sinaliza o esforço do governo em reduzir gastos, embora especialistas apontem que a economia conseguida não será significativa. O cálculo do governo é que a reestruturação das pastas vai gerar uma economia de R$ 200 milhões por ano. O ajuste proposto para 2016 envolve um esforço fiscal de R$ 64,9 bilhões, entre corte de gastos e aumento de arrecadação. Ontem, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou que o principal impacto da reforma será a melhoria da gestão. *Conteúdo Uol.